Agitprop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Agitprop (abreviativo de agitação e propaganda) é uma ideia do marxismo-leninismo que diz respeito à disseminação das ideias e princípios do comunismo entre trabalhadores, camponeses, estudantes, intelectuais e formadores de opinião na sociedade em geral.

Concretamente, o Partido Comunista Soviético criou em 1920 um Departamento de Agitação e Propaganda, que era parte do Secretariado do Comitê Central, que tinha por missão usar a arte como uma arma revolucionária num País degradado pela guerra e marcado pela iliteracia.

O termo Agitprop um acrónimo derivado das palavras Agitação e Propaganda. Para os adeptos das ideias marxistas-leninistas, é utilizado como ferramenta para divulgação do Movimento Revolucionário e a existência do partido. Basicamente, o ativismo político e social é conduzido por organizações de base, organizações de massa e movimentos populares com o intuito de agitar a sociedade, dar visibilidade ao movimento, aos conflitos entre trabalhadores, sociedade em geral e o governo. Com essa propaganda e agitação coletiva, o movimento cria um ambiente de falta de prestígio e credibilidade ao governo estabelecido permitindo a crescente do clima revolucionário. Para isso, utilizam a agitação, a propaganda de fatos, as manifestações populares (demonstrações públicas, passeatas, comícios, greves, eventos artísticos, etc.) e eventualmente, alguns mais radicais, utilizam-se de atentados terroristas e sabotagem.

Lênin traz para o movimento político uma guerra ideológica, onde uma das armas é a propaganda com o intuito de fazer revelações políticas (ou denúncia) e criar palavras de ordem para unir a sociedade em prol de uma causa, de um movimento. Alguns autores alemães, como Bertold Brecht e Erwin Piscator, foram influenciados pelo tipo de teatro utilizado pelas campanhas do AgitProp. O teatro político era voltado a ensinar as ideologias do movimento, do partido, alcançando as grandes massas, em resultado da expansão cultural do comunismo soviético nos países de Leste. Pelas suas pretensões populistas, o drama agitprop era visto como uma vacina contra o drama burguês.

A partir da década de 60, todo o teatro que tende a sobrepor a ideologia à sua representação estética acaba por ser conotado com a doutrina agitprop.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Agitprop