Aviação comercial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A aviação comercial é um conjunto que inclui as técnicas e as ciências necessárias para a fabricação, manutenção e operação segura de aeronaves destinadas ao transporte de carga e/ou passageiros. Os primeiros vôos comerciais foram feitos no começo da primeira guerra mundial, nos Estados Unidos, e expandiram-se rapidamente após o fim da guerra. Atualmente, existem centenas de linhas aéreas que transportam passageiros e carga em todos os 5 continentes.

História[editar | editar código-fonte]

Tony Jannus em 1914 no voo histórico da aviação comercial

No dia 1º de janeiro de 1914, o norte-americano Tony Jannus foi escalado para ser o piloto em uma viagem comercial entre as cidades de Tampa e São Petersburgo (duas cidades da Flórida) e este evento é considerado a primeira viagem comercial da história da aviação, quando o prefeito de São Petersburgo, Abram Phell, pagou a quantia de US$ 400,00 para ser levado a Tampa. O aparelho utilizado foi um hidroavião marca e modelo Benoist XIV, de apenas dois lugares, da companhia área St. Petersburg-Tampa Airboat Line e de propriedade de Percival Fansler[1] [2] .

Transporte aéreo de Passageiros[editar | editar código-fonte]

Aeronave comerciais.

O transporte aéreo de passageiros, atingiu níveis de segurança e regularidade que tornaram-se importante fator de integração "intra países" e entre países.

Com o evento da Globalização das atividades comerciais, industriais e turísticas, o avião tornou-se um meio de transporte rápido e seguro, correspondendo aos anseios das atividades dos dias atuais.

O crescimento desse tipo de segmento de mercado (transporte aéreo de passageiros), foi duramente atingido durante os ataques de 11 de Setembro nos Estados Unidos, entrando em fase de prejuízos que se mantém até a presente data em algumas empresas. Entretanto nos dias atuais de 2005 / 2006, pode-se antever um crescimento sustentado na quantidade de passageiros para os próximos dez anos.

As vendas de passagens e o movimento de passageiros é diretamente proporcional ao aumento do Produto Interno Bruto (PIB) dos países. Conforme previsões dos organismos Internacionais, os países de um modo geral, devem apresentar PIB em crescimento da ordem de (3%) ao ano nos próximos anos, portanto, seguramente haverá aumento significativo da frota mundial de aviões para transporte de passageiros. Atualmente existe uma polêmica entre os grandes fabricantes sobre a conveniência de se construir enormes aeronaves com capacidade elevada de transporte de passageiros.

Mapa das rotas aéreas comerciais de todo o mundo em junho de 2009

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Em inglês

  • KANAFANI, Abid K. - Transportation demand analysis. Nova Iorque: McGraw-Hill, 1983. ISBN 978-0-07-033271-3
  • COYLE, John J.; BARDI, Edward J.; NOVACK, Robert A. - Transportation. 5ª ed. Cincinnati, OH: South-Western College Publishing 2000. ISBN 978-0-538-88180-7

Referências

  1. Aviação comercial completa cem anos IstoÉ Dinheiro
  2. Tony Jannus - An Enduring Legacy of Aviation Tony Jannus Distinguished Aviation Society
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.