Avião de intercepção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Um avião de intercepção, interceptador ou interceptor é um tipo muito específico de avião de caça, concebido para interceptar e abater aeronaves inimigas, geralmente bombardeiros mas, ocasionalmente, também outras aeronaves de ataque à superfície.

A função de um avião de intercepção é deter uma aeronave inimiga quando se aproxima do objetivo. Portanto, devem ser de decolagem rápida e capazes de desenvolver altas velocidades em ângulos próximos de 90 graus na ascensão. Em virtude destas características a sua autonomia é sacrificada e, portanto, os aviões de intercepção dispõem, em geral, de curto alcance. Para interceptar você ataca outra aeronave que não tem você como alvo, mas sim sua base ou sua cidade (generalizado).

As primeiras aeronaves do tipo surgiram pouco antes da Segunda Guerra Mundial, para combater os bombardeiros estratégicos, de difícil abate, que surgiram em maior escala. Foram utilizados até o final da década de 1960, altura em que os bombardeiros estratégicos foram substituídos por mísseis balísticos.

Aeronaves[editar | editar código-fonte]

I.Ae. 37

Alguns caças também poderiam cumprir a missão de interceptador, em alguns casos específicos, dependendo da necessidade, como o Me-262 e o Me-163.

Lista de alguns interceptadores[editar | editar código-fonte]