Carolina Michaëlis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carolina Michaëlis
Nascimento 15 de março de 1851
Berlim
 Reino da Prússia
Morte 22 de outubro de 1925
Porto
 Portugal
Nacionalidade Prussiana, Portuguesa
Ocupação Crítica literária, escritora, lexicógrafa e professora universitária.

Carolina Wilhelma Michaëlis de Vasconcelos (Berlim, 15 de Março de 1851Porto, 22 de Outubro de 1925) foi crítica literária, escritora e lexicógrafa, tendo sido a primeira mulher a leccionar numa universidade portuguesa, a Universidade de Coimbra. Teve igualmente grande importância como mediadora entre a cultura portuguesa e a cultura alemã.

Nascida em Berlim, na Alemanha, era portuguesa por casamento e por devoção. Em 1876 casa-se com Joaquim António da Fonseca Vasconcelos, musicólogo e historiador de arte.

O trabalho de investigação de Carolina Michaëlis levou-a a corresponder-se com inúmeros nomes grandes da cultura, por exemplo como os portugueses Eugénio de Castro, Antero de Quental, João de Deus de Nogueira Ramos, Henrique Lopes de Mendonça, José Leite de Vasconcelos, o Conde de Sabugosa, Teófilo Braga, Trindade Coelho, Anselmo Braamcamp Freire, Sousa Viterbo, Alexandre Herculano, os médicos e escritores António Egas Moniz e Ricardo Jorge, os espanhóis Menéndez y Pelayo e Menéndez Pidal, sem falar das personalidades francesas, inglesas e alemãs.

Dirigiu a revista Lusitânia [1] (1924-1927) até ao ano da sua morte.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Poesias de Sá de Miranda, 1885
  • História da Literatura Portuguesa, 1897
  • A Infanta D. Maria de Portugal e as suas Damas (1521-1577), 1902
  • Cancioneiro da Ajuda (2 volumes), 1904
  • Dicionário Etimológico das Línguas Hispânicas
  • Estudos sobre o Romanceiro Peninsular: Romances Velhos em Portugal
  • As Cem Melhores Poesias Líricas da Língua Portuguesa, 1914
  • A Saudade Portuguesa, 1914
  • Notas Vicentinas: Preliminares de uma Edição Crítica das Obras de Gil Vicente, 1920-1922
  • Autos Portugueses de Gil Vicente y dela Escuela Vicentina, 1922
  • Mil Provérbios Portugueses

Referências

  1. Rita Correia (05 de Novembro de 2013). Ficha histórica: Lusitania : revista de estudos portugueses (1924-1927) (pdf) Hemeroteca Municipal de Lisboa. Visitado em 03 de Dezembro de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.