Copa Libertadores da América de 2009 - Fase final

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A fase final da Copa Libertadores da América de 2009 compreendeu as disputas de oitavas de final, quartas de final, semifinal e final. As equipes se enfrentaram em jogos eliminatórios de ida e volta em cada fase, e a que somou mais pontos classificou-se a fase seguinte.

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

De acordo com o regulamento oficial da competição, se em um cruzamento as determinadas equipes igualassem em pontos, o primeiro critério de desempate seria o saldo de gols. Caso empatassem o saldo de gols, o gol marcado na casa do adversário entraria em consideração. Persistindo o empate, a vaga seria decidida na disputa por pênaltis.

Na final, não seria válido o gol marcado fora como critério de desempate. Em caso de igualdade no placar agregado, seria disputada uma prorrogação e, persistindo o empate, disputa por pênaltis.

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

Para determinar todos os cruzamentos da fase final, foi levado em conta o desempenho de todas as equipes na fase de grupos. As equipes que finalizaram como primeiros colocados nos grupos dividiram-se de 1º a 8º e as equipes que se classificaram com o segundo lugar nos grupos, de 9º a 16º. A melhor equipe enfrentou a 16ª, a 2ª contra a 15ª, e assim sucessivamente.

Pos. Primeiros dos grupos Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Grêmio 16 6 5 1 0 11 1 +10
2 Argentina Boca Juniors 15 6 5 0 1 11 3 +8
3 Uruguai Nacional 14 6 4 2 0 12 3 +9
4 Brasil São Paulo 13 6 4 1 1 10 6 +4
5 Brasil Cruzeiro 13 6 4 1 1 9 5 +4
6 Brasil Sport 13 6 4 1 1 10 7 +3
7 Paraguai Libertad 12 6 4 0 2 7 5 +2
8 Venezuela Caracas 10 6 3 1 2 7 4 +3
Pos. Segundos dos grupos Pts J V E D GP GC SG
9 Equador Deportivo Cuenca 10 6 3 1 2 9 4 +5
10 Argentina Estudiantes 10 6 3 1 2 9 4 +5
11 Brasil Palmeiras 10 6 3 1 2 9 7 +2
12 Chile Universidad de Chile 10 6 3 1 2 8 6 +2
13 México Guadalajara 9 6 2 3 1 9 6 +3
14 México San Luis 8 6 2 2 2 7 7 0
15 Uruguai Defensor Sporting 8 6 2 2 2 6 6 0
16 Peru Universidad San Martín 8 6 2 2 2 7 9 -2

Oitavas-de-final[editar | editar código-fonte]

Devido ao surto de gripe A (H1N1) que afeta o México, as equipes do país classificadas as oitavas de final (San Luis e Guadalajara) estavam inabilitadas para jogar em seus estádios.[1] A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) decidiu, em comum acordo com as federações nacionais, transferir as partidas contra Nacional e São Paulo para o estádio El Campín em Bogotá, na Colômbia,[2] mas a prefeitura de Bogotá se recusou a receber as partidas alegando alto risco de contaminação no caso da presença de mexicanos.[3] Diante do impasse, as partidas foram adiadas a tempo de se encontrar uma solução.[4] [5] Em 8 de maio, a CONMEBOL decidiu que ambos os confrontos seriam realizados em partidas únicas, sendo decididas nos pênaltis em caso de empate no tempo normal.[6] Os clubes mexicanos, através da Federação Mexicana de Futebol, não concordaram com a decisão e anunciaram que se retirariam da competição.[7] A CONMEBOL oficializou a desistência dos clubes em 11 de maio.[8] [9]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
A Grêmio Brasil 5–1 Peru Universidad San Martín 3–1 2–0
B Boca Juniors Argentina 2–3 Uruguai Defensor Sporting 2–2 0–1
C Nacional Uruguai México San Luis * *
D São Paulo Brasil México Guadalajara * *
E Cruzeiro Brasil 3–1 Chile Universidad de Chile 2–1 1–0
F Sport Brasil 1–1 (1–3 p) Brasil Palmeiras 0–1 1–0
G Libertad Paraguai 0–3 Argentina Estudiantes 0–3 0–0
H Caracas Venezuela 5–2 Equador Deportivo Cuenca 1–2 4–0

† San Luis e Guadalajara desistiram, Nacional e São Paulo classificaram-se diretamente as quartas-de-final.[8]

Chave A[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
6 de maio de 2009
19:50 (UTC-5)
Universidad San Martín Peru 1 – 3 Brasil Grêmio Estádio Alejandro Villanueva, Lima

Arzuaga Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34' Relatório Souza Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
López Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46', Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
Árbitro: EquadorECU Carlos Vera

Segundo jogo
13 de maio de 2009
22:00 (UTC-3)
Grêmio Brasil 2 – 0 Peru Universidad San Martín Estádio Olímpico Monumental, Porto Alegre

Jonas Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17'
Herrera Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Súmula Público: 23.839
Árbitro: ParaguaiPAR Antonio Arias

Chave B[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
14 de maio de 2009
19:30 (UTC-3)
Defensor Sporting Uruguai 2 – 2 Argentina Boca Juniors Estádio Centenário, Montevidéu

Gaglianone Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Mora Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
Relatório Palermo Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3'
Palacio Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Árbitro: ParaguaiPAR Carlos Torres

Segundo jogo
21 de maio de 2009
19:50 (UTC-3)
Boca Juniors Argentina 0 – 1 Uruguai Defensor Sporting Estádio La Bombonera, Buenos Aires

Relatório de Souza Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27' Árbitro: BrasilBRA Sálvio Fagundes

Chave C[editar | editar código-fonte]

20 de maio Nacional Uruguai (cancelado) México San Luis Estádio Centenário, Montevidéu

Chave D[editar | editar código-fonte]

20 de maio São Paulo Brasil (cancelado) México Guadalajara Estádio do Morumbi, São Paulo

Chave E[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
7 de maio de 2009
21:15 (UTC-4)
Universidad de Chile Chile 1 – 2 Brasil Cruzeiro Estádio Nacional de Chile, Santiago

Villalobos Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85' Relatório Soares Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8'
Marquinhos Paraná Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Árbitro: UruguaiURU Jorge Larrionda

Segundo jogo
14 de maio de 2009
19:30 (UTC-3)
Cruzeiro Brasil 1 – 0 Chile Universidad de Chile Estádio Mineirão, Belo Horizonte

Kléber Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Relatório Público: 36.898
Árbitro: ArgentinaARG Héctor Baldassi

Chave F[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
5 de maio de 2009
21:15 (UTC-3)
Palmeiras Brasil 1 – 0 Brasil Sport Estádio Palestra Itália, São Paulo

Ortigoza Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Relatório Público: 23.991
Árbitro: ArgentinaARG Sergio Pezzota

Segundo jogo
12 de maio de 2009
20:15 (UTC-3)
Sport Brasil 1 – 0 Brasil Palmeiras Estádio Ilha do Retiro, Recife

Wilson Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83' Relatório Público: 28.487
Árbitro: ChileCHI Carlos Chandía
    Penalidades  
Luciano Henrique Erro (defesa)
Igor Convertido
Fumagalli Erro (defesa)
Dutra Erro (defesa)
1 – 3 Erro (defesa) Mozart
Convertido Marcão
Convertido Danilo
Convertido Armero
 

Chave G[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
7 de maio de 2009
20:00 (UTC-3)
Estudiantes Argentina 3 – 0 Paraguai Libertad Estádio Ciudad de La Plata, La Plata

Fernández Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1'
Boselli Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64' (pen), Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Relatório Público: 20.912
Árbitro: BrasilBRA Carlos Simon

Segundo jogo
14 de maio de 2009
21:00 (UTC-4)
Libertad Paraguai 0 – 0 Argentina Estudiantes Estádio Feliciano Cáceres, Luque

Relatório Público: 1.987
Árbitro: UruguaiURU Roberto Silvera

Chave H[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
7 de maio de 2009
15:50 (UTC-5)
Deportivo Cuenca Equador 2 – 1 Venezuela Caracas Estádio Alejandro Serrano Aguilar, Cuenca

Teixeira Pereira Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58'
Villalba Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Relatório Cichero Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3' Árbitro: PeruPER Víctor Hugo Rivera

Segundo jogo
12 de maio de 2009
21:15 (UTC-4:30)
Caracas Venezuela 4 – 0 Equador Deportivo Cuenca Estádio Olímpico da UCV, Caracas

Figueroa Gol marcado aos 24 minutos de jogo 24' (pen)
Prieto Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42'
E. Rentería Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Rey Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Súmula Árbitro: ArgentinaARG Pablo Lunati

Quartas-de-final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
S1 Grêmio Brasil 1–1 (gv) Venezuela Caracas 1–1 0–0
S2 Defensor Sporting Uruguai 0–2 Argentina Estudiantes 0–1 0–1
S3 Nacional Uruguai 1–1 (gv) Brasil Palmeiras 1–1 0–0
S4 São Paulo Brasil 1–4 Brasil Cruzeiro 1–2 0–2

Chave S1[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
27 de maio de 2009
20:20 (UTC-4:30)
Caracas Venezuela 1 – 1 Brasil Grêmio Estádio Olímpico da UCV, Caracas

Cichero Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2' Relatório Fábio Santos Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75' Árbitro: UruguaiURU Roberto Silvera

Segundo jogo
17 de junho de 2009
21:50 (UTC-3)
Grêmio Brasil 0 – 0 Venezuela Caracas Estádio Olímpico Monumental, Porto Alegre

Relatório Público: 36.725
Árbitro: ParaguaiPAR Carlos Torres

Chave S2[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
28 de maio de 2009
19:30 (UTC-3)
Defensor Sporting Uruguai 0 – 1 Argentina Estudiantes Estádio Centenário, Montevidéu

Relatório Desábato Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12' Árbitro: VenezuelaVEN Juan Soto

Segundo jogo
18 de junho de 2009
19:30 (UTC-3)
Estudiantes Argentina 1 – 0 Uruguai Defensor Sporting Estádio Ciudad de La Plata, La Plata

Benítez Gol marcado aos 13 minutos de jogo 13' Relatório Público: 27.855
Árbitro: ColômbiaCOL Óscar Ruiz

Chave S3[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
28 de maio de 2009
22:00 (UTC-3)
Palmeiras Brasil 1 – 1 Uruguai Nacional Estádio Palestra Itália, São Paulo

Diego Souza Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55' Relatório García Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Público: 24.737
Árbitro: ParaguaiPAR Carlos Torres

Segundo jogo
17 de junho de 2009
19:20 (UTC-3)
Nacional Uruguai 0 – 0 Brasil Palmeiras Estádio Centenário, Montevidéu

Relatório Público: 46.269
Árbitro: EquadorECU Carlos Vera

Chave S4[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
27 de maio de 2009
21:50 (UTC-3)
Cruzeiro Brasil 2 – 1 Brasil São Paulo Estádio Mineirão, Belo Horizonte

Leonardo Silva Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Zé Carlos Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Relatório Washington Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Público: 52.906
Árbitro: ChileCHI Carlos Chandía

Segundo jogo
18 de junho de 2009
22:00 (UTC-3)
São Paulo Brasil 0 – 2 Brasil Cruzeiro Estádio do Morumbi, São Paulo

Relatório Henrique Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Kléber Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81' (pen)
Público: 52.809
Árbitro: ArgentinaARG Sergio Pezzota

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Segundo o regulamento oficial, se dois times do mesmo país alcançassem às semifinais em lados opostos do cruzamento original, os confrontos seriam alterados de forma a esses dois times se enfrentarem nessa fase, modificando os cruzamentos pré-determinados.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
F1 Grêmio Brasil 3–5 Brasil Cruzeiro 1–3 2–2
F2 Nacional Uruguai 1–3 Argentina Estudiantes 0–1 1–2

Chave F1[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
24 de junho de 2009
21:50 (UTC-3)
Cruzeiro Brasil 3 – 1 Brasil Grêmio Estádio Mineirão, Belo Horizonte

Wellington Paulista Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38'
Wágner Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47'
Fabinho Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Relatório Souza Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78' Público: 51.696
Árbitro: ChileCHI Enrique Osses

Segundo jogo
2 de julho de 2009
21:50 (UTC-3)
Grêmio Brasil 2 – 2 Brasil Cruzeiro Estádio Olímpico Monumental, Porto Alegre

Réver Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Souza Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Relatório Wellington Paulista Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34', Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36' Público: 40.452
Árbitro: ColômbiaCOL Óscar Ruiz

Chave F2[editar | editar código-fonte]

Primeiro jogo
25 de junho de 2009
19:40 (UTC-3)
Estudiantes Argentina 1 – 0 Uruguai Nacional Estádio Ciudad de La Plata, La Plata

Galván Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14' Relatório Árbitro: BolíviaBOL René Ortubé

Segundo jogo
1 de julho de 2009
21:15 (UTC-3)
Nacional Uruguai 1 – 2 Argentina Estudiantes Estádio Centenário, Montevidéu

Medina Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75' Relatório Boselli Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52', Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' Público: 46.983
Árbitro: ParaguaiPAR Carlos Torres

Final[editar | editar código-fonte]

O campeão da Copa Libertadores 2009 garante o direito de participar do Campeonato Mundial de Clubes da FIFA 2009.

Além do Mundial de Clubes, o campeão adquire o direito de participar da Copa Libertadores 2010 e da Recopa Sul-Americana 2010, contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2009.

Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
Cruzeiro Brasil 1–2 Argentina Estudiantes 0–0 1–2
Primeiro jogo
8 de julho de 2009 Estudiantes Argentina 0 – 0 Brasil Cruzeiro Estádio Ciudad de La Plata, La Plata
21:50 (UTC-3)
Relatório Público: 42.456
Árbitro: UruguaiURU Jorge Larrionda

Segundo jogo
15 de julho de 2009 Cruzeiro Brasil 1 – 2 Argentina Estudiantes Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:50 (UTC-3)
Henrique Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' Relatório Fernández Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57'
Boselli Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72'
Público: 64.801
Árbitro: ChileCHI Carlos Chandía

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GloboEsporte.com (30 de abril de 2009). Times mexicanos mandarão jogos em Bogotá nas oitavas-de-final (em português). Página visitada em 1 de maio de 2009.
  2. CONMEBOL.com (30 de abril de 2009). Los equipos mexicanos Chivas Guadalajara y San Luis FC jugarán de local en Bogotá, Colombia (em espanhol). Página visitada em 1 de maio de 2009.
  3. GloboEsporte.com (1 de maio de 2009). Bogotá se nega a receber times mexicanos por causa da gripe suína (em português). Página visitada em 1 de maio de 2009.
  4. UOL Esporte (1 de maio de 2009). Conmebol atrasa por uma semana o duelo entre São Paulo e Chivas (em português). Página visitada em 1 de maio de 2009.
  5. CONMEBOL.com (1 de maio de 2009). Postergada una semana la programación de los partidos de los equipos mexicanos (em espanhol). Página visitada em 1 de maio de 2009.
  6. CONMEBOL.com (8 de maio de 2009). Copa Santander Libertadores: las llaves de los equipos mexicanos serán a un sólo partido (em espanhol). Página visitada em 8 de maio de 2009.
  7. GloboEsporte.com (8 de maio de 2009). Conmebol decide jogo único, mas mexicanos se recusam a entrar em campo. Página visitada em 8 de maio de 2009.
  8. a b CONMEBOL.com (12 de maio de 2009). Copa Santander Libertadores 2009: Nacional (URU) y Sao Paulo FC (BRA), a cuartos de final (em espanhol). Página visitada em 11 de maio de 2009.
  9. GloboEsporte.com (11 de maio de 2009). Conmebol oficializa passagens de São Paulo e Nacional às quartas de final. Página visitada em 11 de maio de 2009.