ForMan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de For Man)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
ForMan
Fundação 31 de março de 2005 (9 anos)
por Globosat
Pertence a Playboy do Brasil Entretenimento
Proprietário Globosat, Claxon e Playboy TV Latin America
Slogan Diferente
Nome(s) anteriore(s) G Channel
Página oficial http://www.clubeforman.com.br
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 157
Disponibilidade por cabo
NET
Canal 291

O ForMan é um canal de televisão por assinatura, criado no Brasil em março de 2005 e distribuído desde 2007 pela Playboy do Brasil Entretenimento. É voltado para o público homossexual, bissexual e transexual.

O canal adota a bandeira da diversidade sexual. A cada ano são lançados 210 novos títulos, entre produções do Brasil, dos Estados Unidos e da Europa.

O canal[editar | editar código-fonte]

O canal foi lançado em 31 de março de 2005 e substituiu o antigo canal G Channel distribuído pela DirecTV.[1] O For Man nasceu durante a fusão com a operadora com a SKY. Tempos depois, o canal entrou no portifólio das operadoras Net e Via Embratel (atual Claro TV). O canal exibe filmes eróticos hardcore nacionais e internacionais. Dos gêneros homossexual, bissexual, e Transsexual. Seu logotipo contem a bandeira do Orgulho LGBT. Em 2006, o canal planejou diversificar sua programação com produções que mostram o universo gay brasileiro, porem continuou apenas com as produções adultas. Em meados de 2008, o canal saiu da lista de canais adultos da SKY. O motivo alegado seria um reposicionamento do canal. Mas isso não aconteceu, e até agora o canal não voltou pra SKY.

Atualmente, o For Man é o único canal a exibir conteúdo erótico homossexual masculino na América Latina. No México, por exemplo, que é considerado um país conservador[carece de fontes?], o canal faz sucesso. No Brasil, essa "exclusividade" é mais acentuada, pois os outros canais eróticos exibem, no máximo, relações homossexuais femininas. O canal não está disponível na maioria da operadoras, como por exemplo a Vivo e Sky. O público brasileiro não aceita esse conteúdo muito bem. As assinaturas desses canais são um pouco baixas e não trazem grandes lucros por se tratarem de públicos específicos. Ainda com o advento da internet, os canais adultos encontram dificuldade pra atrair grande público. Desde julho de 2007, pertence ao portfólio de canais adultos da Playboy do Brasil Entretenimento, joint-venture formada pela Globosat e pela Playboy TV América Latina, substituindo o canal G Channel, que pertencia a Claxson e a PBTVLA. Essas duas são responsáveis pelo canal nos outros países da América Latina

Programação[editar | editar código-fonte]

O Canal exibe produções do Brasil, Argentina, Estados Unidos e Europa. De Quinta à Domingo, o For Man exibe faixas de Filmes inéditos à partir das 22h30, são elas:

  • For You: Exibido nas Quintas-Feiras, bloco com Filmes inéditos com os temas mais comuns no cenário gay.
  • For Star: Exibido nas Sextas-Feiras, é um bloco que exibe os filmes clássicos do cinema adulto gay.
  • For Fun: Exibido aos Sábados, é o bloco que exibe as paródias de filmes de sucesso, ou que tenha referência à algum filme.
  • For Fantasy: Exibido aos Domingos, é um bloco com os filmes mais hardcores, e que geralmente explora algum feitiche específico.

Criticas[editar | editar código-fonte]

O For Man é um canal que coleciona críticas de seu público. As mais comuns são referentes as produções de qualidade baixa e a quantidade de reprises (caso semelhante acontece com o Sexy Hot). Também há reclamações da falta de qualidade de imagem e som, e o destaque dado à produções com travestis. E sobre a falta do canal na lista dos canais pay-per-view na Sky.

Distribuição internacional[editar | editar código-fonte]

Originalmente distribuído apenas em operadoras de TV por assinatura do Brasil, hoje o For Man é exibido em:

Conteúdo online[editar | editar código-fonte]

O conteúdo do canal esteve disponível via Internet por meio de assinatura mensal. O site também comercializava itens eróticos para o público homossexual. Mas esse site não existe mais, e atualmente, o unico registro do For Man na internet é seu site em espanhol.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Castro, Daniel (7 de fevereiro de 2005). Canal gay "nacional" sai em março a R$ 30 Folha de S. Paulo. Visitado em 3 de maio de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.