Gaspar Fernandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gaspar Fernandes ou Gaspar Fernández (1566-1629) compositor e organista português. Ativo na catedral de Santiago de Guatemala e Puebla de los Ángeles, Nova Espanha (México nos dias de hoje).

Vida[editar | editar código-fonte]

A maioria dos estudiosos concorda que, Gaspar Fernandes cantor na catedral de Évora, Portugal, é a mesma pessoa que Gaspar Fernández, que foi contratado em 16 de julho, 1599 como organista da catedral de Santiago da Guatemala. Em 1606, Fernandes foi abordado por dignitários da catedral de Puebla, convidando-o como sucessor do falecido seu amigo Pedro Bermúdez como mestre capela. Ele deixou Santiago de Guatemala, em 12 julho, 1606, e iniciou seu mandato em Puebla, em 15 de Setembro. Aí permaneceu até à sua morte em 1629.

Obra[editar | editar código-fonte]

As suas mais importantes conquistas para a posteridade foi a compilação em 1602 de vários livros contendo coro litúrgico católico romano polifónico, vários dos quais estão na Guatemala. Estes manuscritos contêm música de compositores espanhóis como: Francisco Guerrero, Cristóbal de Morales, e Pedro Bermúdez. Para completar esses livros, Fernandes compôs um ciclo de 8 Benedicamus Domino, o versículo que segue o Magnificat de algumas missas, e um hino para as Festa do Guardian Angels.

Referências

Aurelio Tello. El Archivo Musical de la Catedral de Oaxaca. México, D.F.: CENIDIM, 1990.

Dieter Lehnhoff. Creación musical en Guatemala. Guatemala City: Editorial Galería Guatemala, 2005. ISBN 99922704-7-0

Dieter Lehnhoff. Antología de la Música Coral en Guatemala. Guatemala City: Editorial Cultura, 2005.

Gaspar Fernández. Magnificat, ed. Dieter Lehnhoff (1986), Antología de la Música Sacra en Guatemala, vol. II. Guatemala: Universidad Rafael Landívar, 2002. ISBN 99922-67-08-9

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.