Kitana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kitana
Kitana.png
Kitana
Série de jogos Mortal Kombat
Primeiro jogo Mortal Kombat II (1993)
Designer John Tobias e Ed Boon
Informações pessoais
Terra natal Edenia
Arma Leques de ferro
Estilo(s) de luta Garra de Águia (MK:DA, MK:U)
Ba Gua (MK:DA, MK:U, MK:A)
Portal Games

Kitana é uma personagem fictícia da série de jogos Mortal Kombat.

História[editar | editar código-fonte]

Uma das protagonistas da série Mortal Kombat, Kitana é a princesa de Edenia, filha da rainha Sindel com o rei Jerrod. Ela tem mais de 10.000 anos, embora aparente ter por volta dos vinte. Através dos anos ganhou grande importância, primeiramente como leal assassina de Shao Kahn e depois sua inimiga, salvando Edenia das mãos do "imperador" e, em seguida, liderando um exército em Outworld para evitar qualquer possibilidade de Shao Kahn voltar a oferecer perigo à Edenia.

Impulsionada pela justiça, redenção e paz, Kitana é uma forte combinação de disciplina, inteligência, amor e perseverança. Ela desenvolveu um discreto interesse amoroso por Liu Kang, campeão de Earthrealm, até que ele foi assassinado pela Aliança Mortal - apesar de terem se encontrado brevemente antes de sua ressurreição. Aliou-se ao lado bom, ignorando um dia ter jurado lealdade à Shao Kahn até descobrir a verdade sobre seu passado e família. Kitana tem um clone mal chamada Mileena, que é sua arqui-inimiga.

Kitana fez sua primeira aparição em Mortal Kombat II, como filha e assassina pessoal de Shao Kahn, trabalhando ao lado de sua "irmã gêmea" Mileena e sua melhor amiga, Jade. Após descobrir a verdade sobre seu passado, as mentiras de Shao Kahn e a origem de sua "gêmea" Mileena, se inscreveu no torneio Mortal Kombat, onde conheceu Liu Kang e pediu sua ajuda para derrotar Kahn. Seu plano foi descoberto por Mileena, que a atacou, forçando Kitana a se defender. Ela derrotou e matou Mileena, revelando abertamente que ela não era mais leal à Shao Kahn.

Durante os eventos de Mortal Kombat 3 (onde ela aparece no final de Liu Kang) e Ultimate Mortal Kombat 3 (em que foi adicionada como personagem jogável), Kitana é levada à julgamento por traição e pelo assassinato de Mileena. Após a ressureição de sua mãe e a subsequente invasão de Shao Kahn à Earthrealm, Kitana planejou sua fuga para unir-se novamente à seus amigos. Seu único objetivo era encontrar Sindel e remover o mal de sua alma. Jade e Reptile são mandados por Kahn para capturá-la, mas ela convence Jade à ajudá-la em sua missão. Elas se livram de Reptile e conseguem livrar a alma de Sindel do controle de Kahn, que tem seus exércitos derrotados. Liu Kang derrota Shao Kahn e, depois disso, ela resolve voltar com sua mãe para Edenia. Antes de partir de Earthrealm, Kitana agradece Liu Kang pela enorme ajuda que este lhe deu.

Shinnok e Quan Chi, vindos de Netherealm, invadem Edenia e aprisionam Kitana e Sindel, dentre muitos outros membros do reino. Conseguindo escapar com a ajuda de Mileena, que fora ressucitada por Shinnok e desejava uma revanche, Kitana derrota novamente sua "irmã" e a prende em uma cela localizada abaixo da sala do trono de Edenia. Os exércitos de Shinnok são derrotados por Raiden e seus aliados, libertando Edenia novamente. Depois desses eventos, Kitana propõe à Liu Kang que governe Edenia ao seu lado, como Rei e Rainha. Ele relutantemente recusa a proposta, alegando que seu lugar é o de campeão em Earthrealm.

Após a derrota de Shinnok, Kitana descobre que Shao Kahn sobreviveu à luta em Earthrealm e estava recompondo forças em Outworld. Decorrente à isso ela forma uma aliança com os Shokans, uma poderosa raça que caiu em desgraça por causa do enfraquecido imperador. Liderando exércitos ao lado de Goro, Kitana marchou contra os exércitos de Outworld pouco tempo depois, tendo sucesso no início. Depois, quando Goro é mortalmente ferido por Noob Saibot, os shokans abandonam a batalha, enfraquecendo o poder de Kitana.

Em Mortal Kombat: Deadly Alliance, Kitana descobre que Shao Kahn foi morto por assassinos desconhecidos. Pensando que finalmente havia terminado sua luta, começou sua jornada de volta à Edenia, acreditando que poderia viver em paz. É quando encontra seu velho aliado Kung Lao, que a informa sobre a Aliança Mortal entre Quan Chi e Shang Tsung, seus planos de reviver o exército de mortos-vivos do lendário rei-dragão Onaga e a responsabilidade pelas mortes de Shao Kahn e Liu Kang.

Arrasada ao saber da morte de Liu Kang, Kitana resolve se aliar aos seus velhos companheiros de Earthrealm e buscar vingança da Aliança Mortal, porém acaba sendo derrotada juntamente com seus amigos. Porém, a vitória foi curta. Pouco tempo depois, Onaga adentrou o palácio de Shang Tsung e Raiden viu como única saída explodir todo o local, o que culminou nas mortes de Quan Chi e Shang Tsung. Mas a explosão não causou nenhum dano a Onaga, que ressucitou Kitana e seus amigos, fazendo deles seus seguidores fiéis. Devido ao controle de Onaga sobre si, ela acaba invadindo o próprio reino, Edenia.

Em Mortal Kombat: Deception, Onaga usa Kitana para capturar a rainha Sindel, sabendo que ela não agiria contra a própria filha. Felizmente Sindel foi libertada por Jade, e juntas elas fogem para Outworld para planejar a derrota de Onaga e o resgate de Kitana. Desconhecido por Kitana, o espírito de Liu Kang, que era capaz de transitar entre os vivos devido ao forte vínculo que tinha com ela, encontra um aliado e amigo no ninja Ermac. Os dois embarcam numa missão para salvar Kitana e o resto de seus amigos.

Ermac e Liu Kang tem total sucesso em libertar Kitana e os outros heróis da Terra do controle de Onaga. Depois, quando ela retorna à Edenia, ela encontra Blaze, que adverte um perigo que tornará a ameaçar todos os reinos. Kitana está desmotivada e cansada de constantes batalhas, mas Blaze avisa que as guerras tendem à aumentar. Após esse alerta, Kitana retorna em Mortal Kombat: Armageddon, lutando por Edenia. Durante os eventos, ela foi acompanhada pelo espírito de Liu Kang, pretendendo mantê-lo inteiro até que encontrasse uma maneira de reuní-lo ao seu corpo novamente. Mais tarde eles encontram Nightwolf, que assume a responsabilidade de cuidar de Kang. Contra a vontade de ambos, Kitana e Liu Kang se separam novamente. No seu final em Armaggedon, Kitana derrota Blaze e se torna a campeã dos Elder Gods. Ela cria uma força de luta feminina constituída por si mesma, Sindel, Jade, Sonya Blade e Li Mei. Elas partem para derrotar as forças do mal e prendê-las no Netherealm eternamente.

Em Mortal Kombat 2011, Kitana, inicialmente, aparece lutando a favor de Outworld - tanto que, a mando de Shang Tsung, ela luta contra Sonya Blade e contra Liu Kang e, a mando de Shao Kahn, contra Smoke. Posteriormente, informada por Raiden, Kitana descobre as experiências de Shang Tsung e a existência de Mileena e, após vencer a ambos, vai até Shao Kahn para relatar-lhe a "traição" de Shang Tsung. Para sua surpresa e desgosto, as experiências eram da vontade do próprio Shao Kahn, que manda que ela seja presa na Torre, para, posteriormente, ser executada no Coliseum. Jade, porém, ouve e testemunha tudo isso e tenta libertar Kitana, lutando contra Baraka e Sheeva e, finalmente, obtendo acesso à princesa. Kitana, porém, pede-lhe que localize Raiden e peça a sua ajuda, o que Jade faz prontamente. Ela é atacada por Mileena, mas consegue vencê-la e, a seguir, é obrigada a lutar contra Smoke para se defender e provar que estava a favor da princesa, não do imperador. Então, ela conta a Raiden e Liu Kang sobre o plano de Shao Kahn de matar Kitana e Liu Kang e Kung Lao partem rumo à Torre para salvá-la. Lutando contra Noob Saibot, Sheeva e Goro, eles descobrem que Kitana fora levada ao Coliseum e estava para ser assassinada. Chegando lá, Liu Kang luta contra os Tarkatan e consegue chegar até Kitana para soltá-la das algemas, enquanto Kung Lao é designado por Raiden para o combate. Ele enfrenta Quan Chi e Shang Tsung simultaneamente, e os vence; logo após, ele luta contra Kintaro e também o derrota. Baixando a guarda para comemorar, Kung Lao é covardemente morto por Shao Kahn pelas costas e Liu Kang vence e mata o imperador, para vingar Kung Lao. Shao Kahn, mais tarde, é restaurado por Quan Chi e o mesmo propõe ao imperador invadir Earthrealm. Shao Kahn objeta, mas Quan Chi diz que ressucitará Sindel, desta vez como sua aliada, e o feitiço criado pelo sacrifício dela para proteger Earthrealm será desfeito. Ele assim faz e Sindel retorna à vida, desta vez como aliada de Outworld. Recebendo os poderes de Shang Tsung, ela vai até Earthrealm e mata vários dos guerreiros aliados a Raiden, como Kabal, Stryker, Sub-Zero, Jax, Smoke e Jade. Antes de conseguir seu intento, Nightwolf luta arduamente contra ela, conjura um feitiço e sacrifica a si mesmo para matar Sindel, o que ele, de fato, consegue.

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

A atriz Talisa Soto interpretou a personagem no filme Mortal Kombat, em 1995.

Filme[editar | editar código-fonte]

Talisa Soto interpretou a personagem no filme Mortal Kombat em 1995 e na sequência Mortal Kombat: Annihilation, em 1997. Apesar de ser um dos personagens principais da série, Kitana foi um serviu como elenco de apoio. Ela apareceu como companheira (contra vontade) de Shang Tsung no primeiro filme, e passou a maior parte da continuação tentando capturar Kahn, antes de enfrentar Sindel na batalha final. Os seus leques de guerra resumidamente apareceram como a sua arma primária na continuação.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Kitana fez três aparições na série de televisão Mortal Kombat: Conquest, com o papel compartilhado por Dara Tomanovich(que por sinal tinha mais haver com a mesma entre as duas) e Audie England. Ela é totalmente consciente do seu passado em Edenia e as mortes dos seus pais pelas mãos de Kahn, e trabalha cobertamente para impedir o Imperador de conquistar reinos fingindo-lhe lealdade. Na série a princesa pede ajuda a Kung lao para resgatar a essência do lindo reino de Edenia o jovem a ajuda e se encanta por ela confirmando as palavras do próprio Rayden que diz que Kitana é uma mulher notável.

Internet[editar | editar código-fonte]

Kitana dividiu dois episódios com a personagem Mileena no curto seriado Mortal Kombat: Legacy. Este explicava todo o passado da mesma, assim como a criação de seu clone, os treinamentos aplicados por Shao Kahn e a revolta da personagem contra o imperador. Foi interpretada pela atriz Sam Tjhia.

Ps Vita[editar | editar código-fonte]

Em 2011 Kitana, Mileena e Sonya foram representantes oficiais do console Ps Vita em três vídeos lançados para demonstração do novo console. Em seu vídeo solo de apresentação, uma atriz aparece usando a roupa ninja de Kitana sobre o parapeito de um edifício. A atriz faz coreografias usando os Stell Fans de Kitana e no fim diz: " Lute no Mortal Kombat em qualquer lugar com o Ps Vita. " Ao término do vídeo, a imagem da modelo de Kitana é substituída pela de uma moça jogando o Mortal Kombat com o console Vita.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]