Banda colorida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Música colorida)
Ir para: navegação, pesquisa
Os integrantes da banda Restart.

O termo banda colorida ou happy rock[1] refere-se a um fenômeno da música pop brasileira que teve seu início no fim da década de 2000, especificamente com a banda Cine. O termo foi criado pela mídia[2] e se tornou muito utilizado pela população, de forma a se referir a bandas na maioria do estilo teen pop[2] que ganhavam destaque na música brasileira, com um grande fã-clube adolescente.

O termo é justamente uma referência ao estilo que os rapazes das bandas usavam, um tanto incomum para a época, como calças skinny, blusas com decote em "V" (usada pelo vocalista da banda Hori, Fiuk),[3] e sempre com um visual "colorido", dito em reação à onda do estereótipo dos fãs de emo (que não é exatamente uma tribo urbana e nem um estereótipo adequado), que era melancólica e sem "cor".[2]

Breve história[editar | editar código-fonte]

A banda Cine durante uma apresentação.

O sucesso começou com a Cine e seu single "Garota Radical" em 2009, que teve grande sucesso nas rádios, tal pela música, tal pelo estilo dos integrantes. Depois da precursão do estilo colorido no Brasil pela Cine, várias bandas coloridas surgem no Brasil, como Replace e Izi,[2] e outros artistas adotam o estilo, como a banda Hori e a cantora Jullie (vindos do seguimento pop).[4] Em 2010, surgiu a banda Restart, que popularizou e consolidou de vez o estilo colorido no Brasil, apesar de criticado por muitos (inclusive pela banda Cine).[5]

Bandas estadunidenses com o estilo colorido eram mais antigas porém menos conhecidas no Brasil, como a de pop punk All Time Low[6] (citada pelos integrantes do Restart como uma de suas influências),[7] e a Brokencyde, geralmente classificada como crunkcore. Porém, a maioria de seus fãs estadunidenses não aderiram ao mesmo visual, como aconteceu no Brasil..

Já no Brasil, a situação se tornou diferente, e os fãs costumam aderir ao mesmo visual utilizado pelas bandas, o dito estilo colorido é cultuado principalmente por adolescentes e jovens. E esse foi um dos motivos pelos quais essas bandas geraram polêmica na sociedade.[8]

Divisão e conflito[editar | editar código-fonte]

Restart foi uma banda que "dividiu águas" entre as bandas coloridas já existentes, visto que, numa linguagem informal, "queimou o filme" de todas as coloridas que já existiam, pelo fato de suas roupas "nada usuais", como a famosa aparição em Meus Prêmios Nick com as calças coloridas skinny de "oncinha" e por isso várias bandas abandonaram o estilo colorido, dentre elas banda Cine, Replace e Izi[5] que passaram a usar menos roupas coloridas, além de não aceitarem o termo "happy rock", termo que teria sido cunhado pelos integrantes do Restart.[1]

Em Outubro de 2011, em decorrência do lançamento do álbum Geração Z, os membros do Restart mostraram um visual futurista, utilizando as cores dourado e prateado.[9]

O álbum também marca uma mudança para uma sonoridade mais pesada em relação aos trabalhos anteriores.[10]

Críticas[editar | editar código-fonte]

Principalmente após o aparecimento de Restart, o movimento colorido começou a ser duramente criticado por inúmeros artistas, recebido como "som que não amadureceu" e pelo "visual exagerado"(pela banda Cine),[5] "futuramente eles próprios sentirão vergonha de si mesmos" (por Dinho Ouro Preto),[11] "música inspirada nos Teletubbies" (por Tico Santa Cruz).[12]

Referências

  1. a b Sérgio Martins (9 de junho de 2010). A alegria dos pais Revista Veja Edição 2168.
  2. a b c d A Reação Colorida O Globo.. Página visitada em 17 de agosto de 2010.
  3. André Sollitto E Livia Deodato (06/06/2010). Coloridos, felizes... e roqueiros Revista Época.
  4. [1]
  5. a b c Essas bandas coloridas vão acabar Teens180.. Página visitada em 17 de agosto de 2010.
  6. Gabriela Dourado (2/11/2009). Zoeira - A moda agora é ser colorido Diário do Nordeste.
  7. Maraísa Bueno. Música colorida UOL.
  8. Emos ganham mais colorido e deixam look dark de lado Fantástico, Globo.com.. Página visitada em 21 de novembro de 2010.
  9. Do colorido ao dourado, Restart inaugura novo visual e mostra novo CD ao vivo no UOL, às 20h UOL (21/10/2011).
  10. Sem visual colorido, Restart anuncia lançamento do disco 'Geração Z' Portal G1 (11/10/2011).
  11. Dinho Ouro Preto critica bandas coloridas Ligação Teen.. Página visitada em 17 de agosto de 2010.
  12. Tico Santa Cruz manda um recado às bandas coloridas Mtv, Uol.. Página visitada em 17 de agosto de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]