Roque Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roque Júnior
Informações pessoais
Nome completo José Vítor Roque Júnior
Data de nasc. 31 de agosto de 1976 (38 anos)
Local de nasc. Santa Rita do Sapucaí ([Minas Gerais),  Brasil
Altura 1,86 m
Direito
Informações profissionais
Clube atual Brasil Paraná Clube
Posição Ex-Zagueiro e atual diretor de futebol
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1993-1994
1994-1995
1995-2000
2000-2007
2003-2004
2004
2007
2007-2008
2008
2008
2010
Total
Brasil Santarritense
Brasil São José
Brasil Palmeiras
Itália Milan
Inglaterra Leeds (emp.)
Itália Siena (emp.)
Alemanha Leverkusen
Alemanha Duisburg
Catar Al-Rayyan
Brasil Palmeiras
Brasil Ituano
31 000(3)
47 000(1)
206 00(15)
44 000(0)
24 000(0)
5 0000(0)
35 000(0)
4 0000(0)
3 0000(0)
7 0000(0)
8 0000(1)
41200(20)
Seleção nacional3
1999-2005 Brasil Brasil 48 000(2)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 25 de agosto de 2008.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 2005.

José Vítor Roque Júnior,[1] mais conhecido como Roque Júnior (Santa Rita do Sapucaí, 31 de Agosto de 1976[2] ), é um ex-futebolista brasileiro que atuou como zagueiro.

O jogador foi titular da Seleção Brasileira na conquista da Copa do Mundo de 2002.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Roque Júnior foi revelado pelo Santarritense, clube de sua cidade natal, e depois passou pelo São José.

Em 1995 foi contratado pelo Palmeiras, onde teve seu melhor momento. Pelo alviverde foi campeão Paulista de 1996, como reserva. Começou a se destacar e disputar a titularidade em 1997, quando o time era treinado por Felipão, sendo campeão da Copa do Brasil de 1998, Mercossul Sulamericana de 1998, Copa Libertadores 1999 (sendo decisivo na conquista do título) e Rio-São-Paulo de 2000.

Graças às suas boas atuações pelo time paulista foi convocado para a Copa do Mundo de 2002, onde, como titular, teve atuações perfeitas, ajudando na conquista do penta.

Zagueiro de boa colocação e ótimo nas jogadas aéreas, sempre foi um jogador leal, figurando na história do Palmeiras como um grande ídolo.

Jogou também pelo AC Milan, Leeds United FC, AC Siena, Bayer Leverkusen, Duisburg, Al-Rayyan e dia 16 de setembro de 2008 foi recontratado pelo Palmeiras, alcançou a marca de 200 jogos pelo clube[3] e, ao final do ano, foi dispensado. Teve uma proposta para atuar no futebol australiano pelo Sydney FC,[4] mas as negociações não evoluiram. Também em julho de 2009, houve uma conversa com o técnico Silas do Avaí, mas sem uma proposta formal por parte do clube.[5]

Roque também se empenha a ajudar o "Projeto Primeira Camisa", promovido pelo São José EC[6] aonde já jogou.

A convite de seu ex-colega de seleção, Juninho Paulista,ex presidente do Santa Cruz, Roque Júnior retornou ao futebol pelo time de Itu. Não disputou muitas partidas, em razão de seu preparo físico, mas marcou o gol que selou a virada do Ituano sobre a Portuguesa, 3 x 2, na última rodada do Campeonato Paulista de 2010, no Canindé, resultado que salvou o time ituano do rebaixamento para a Série A-2. Após o fim do campeonato, abandonou o futebol profissional em definitivo.

No dia 06/12/2013, Roque Júnior foi anunciado como novo diretor de futebol do Paraná Clube.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
Milan
Brasil

Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
  • Taça Governador de Goiás: 1997[7]
  • Torneio Maria Quitéria: 1997[8]
  • II Taça da Amizade: 1997[9]
  • Troféu Naranja: 1997[10]
  • Troféu Província de Lucca: 1999[11]
  • Taça Valle d'Aosta: 1999[12]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.