Júlio Baptista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Júlio Baptista
Júlio Baptista
Júlio Baptista Jogando No Arsenal em 2007 contra o Blackburn Rovers
Informações pessoais
Nome completo Júlio César Clemente Baptista
Data de nasc. 19 de junho de 1981 (33 anos)
Local de nasc. Aramari, BA, Brasil
Altura 1,85 m
Destro
Apelido La Bestia,Julius Baptista
Informações profissionais
Período em atividade 2000-presente (14 anos)
Clube atual Brasil Cruzeiro
Número 10
Posição Meia-Atacante, Atacante
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20002003
20032005
20052008
20062007
20082011
20112013
2013
Brasil São Paulo
Espanha Sevilla
Espanha Real Madrid
Inglaterra Arsenal (emp.)
Itália Roma
Espanha Málaga
Brasil Cruzeiro
00103 000(18)
00081 000(48)
00078 000(13)
00035 000(10)
00077 000(15)
00033 000(14)
00029 000(12)
Seleção nacional
2001
20012010
Brasil Brasil Sub-20
Brasil Brasil
00005 0000(3)
00047 0000(5)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de abril de 2014.

Júlio César Baptista, mais conhecido como Júlio Baptista (São Paulo, 1 de outubro de 1981), é um futebolista brasileiro que atua como atacante ou meia. Atualmente joga pelo Cruzeiro.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Inicio no São Paulo[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no São Paulo como volante no talentoso time de Kaká e Luís Fabiano no inicio da ultima década. Ficou de 2000 á 2003 no clube aonde ganhou um Torneio Rio-São Paulo e um Supercampeonato Paulista .

Sevilla[editar | editar código-fonte]

Algumas vezes chamado de "a Fera de Sevilha", Baptista foi geralmente considerado um dos melhores meia atacantes brasileiros, apesar de ter atuado anteriormente como volante. Em 2005, ele teve trinta e oito gols em seus sessenta e três jogos pelo Sevilla. Foi campeão da Copa das Confederações nesta época e se envolveu em uma série de especulações a respeito de transferência para o Barcelona e Real Madrid.

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Em 29 de julho de 2005, ele assinou um contrato de cinco anos, por 20 milhões de euros com o Real Madrid, após um mês de intensas negociações com os clubes ingleses, Arsenal e Tottenham Hotspur. Durante as negociações, Baptista frequentemente disse desejar ficar na Espanha, pelo menos até o final de 2005, para poder conseguir um passaporte europeu que lhe daria grande flexibilidade para circular pelo continente.

Empréstimo ao Arsenal[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2006-07, foi emprestado ao Arsenal para a disputa do Campeonato Inglês. No clube londrino, usou a camisa nove e era utilizado muito esporadicamente, como tal, o Arsenal decidiu não activar a cláusula que permitia o clube inglês exercer o direito de opção de compra.

Volta ao Real Madrid após empréstimo[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2007-08 voltou a jogar pelo time madrileno. Foi campeão espanhol com o Real naquela temporada, mas como reserva.

Roma[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2008, se transferiu para a Roma por nove milhões de euros.[2] O jogador alegou insatisfação com o clube espanhol por ficar a maior parte do tempo no banco de reservas e por este motivo assinou contrato com o clube italiano.

Em Roma, Júlio rapidamente se adaptou ao futebol italiano, com muitos gols, dentre eles alguns golaços, como o que fez contra o Torino, de "meia-bicicleta" e contra o Napoli, driblando dois adversários e acertando um belo chute de fora da área. Já é considerado ídolo dos torcedores da Roma, que tem um lugar cativo no coração com as constantes contusões do ídolo Francesco Totti.

Málaga[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2010, foi anunciado que Júlio Baptista retornaria à Espanha em 2011, assinando um contrato de 3 anos e meio com o Málaga. Fez nove gols em 12 jogos e ajudou o clube a se livrar do rebaixamento.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de julho de 2013 o Cruzeiro anunciou a contratação do meia para substituir o meia Diego Souza.[3]

Estreou no dia 21 de agosto de 2013 contra o Flamengo em jogo valido pela Copa do Brasil numa vitória por 2 a 1 no Mineirão. Fez seu primeiro gol no dia 1º de setembro pelo Brasileirão, contra o Vasco após uma cobrança de falta.

Títulos[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Real Madrid
Seleção Brasileira
Cruzeiro

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]