Ricardo Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricardo Oliveira
Ricardo Oliveira
Ricardo Oliveira marca gol contra o Palmeiras
Informações pessoais
Nome completo Ricardo de Oliveira
Data de nasc. 6 de maio de 1980 (34 anos)
Local de nasc. São Paulo (SP),  Brasil
Altura 1,83 m
Destro
Apelido Matador do peixão
Informações profissionais
Clube atual Brasil Santos
Número 9
Posição Atacante
Site oficial ricardoliveira.com
Clubes de juventude
Brasil Portuguesa
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2000–2002
2003
2003–2004
2004–2006
2006
2006–2008
2007–2008
2008–2009
2009
2009–2014
2010
2014
2015–
Brasil Portuguesa
Brasil Santos
Espanha Valencia
Espanha Betis
Brasil São Paulo (emp.)
Itália Milan
Espanha Zaragoza (emp.)
Espanha Zaragoza
Espanha Betis
=Emirados Árabes Unidos Al-Jazira
Brasil São Paulo (emp.)
=Emirados Árabes Unidos Al Wasl
Brasil Santos
0048 000(23)
0031 000(20)
0030 0000(9)
0060 000(33)
0012 0000(7)
0037 0000(5)
0043 000(22)
0018 0000(9)
0016 0000(6)
0125 000(92)
0017 0000(8)
0012 0000(4)
0012 0000(5)
Seleção nacional3
2004–2007 Brasil Brasil 0011 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 26 de março de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 5 de agosto de 2011.

Ricardo Oliveira (São Paulo, 6 de maio de 1980) é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Santos

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ricardo Oliveira foi jogar pela Portuguesa em 2000, e chamou a atenção da mídia brasileira com boas atuações pela Lusa.

Após uma excelente passagem pelo Santos, onde tornou-se o artilheiro da Copa Libertadores da América de 2003 com nove gols, chamou a atenção do futebol europeu, e foi contratado pelo Valencia em 2003. Porém, o auge de sua carreira viria no ano seguinte, entre 2004 e 2006, quando atuou no Real Betis e marcou um total de 26 gols em 46 jogos pela La Liga, um dos campeonatos mais qualificados do planeta.

Em 2006, retornou ao Brasil para atuar por empréstimo pelo São Paulo, onde novamente teve um bom desempenho e conquistou o apoio da torcida são-paulina. Entre 2006 e 2009, teve rápidas passagens por Milan, da Itália, onde fez parte do grupo campeão da UEFA Champions League 2006-07. Porém, na época que atuou no Milan, sua irmã foi sequestrada no Brasil - o que acabou afetando o rendimento de Ricardo Oliveira.[1] E também no Real Zaragoza, da Espanha. Nestes dois clubes, porém, foi reserva e não teve o mesmo bom desempenho que havia tido nos anos anteriores.

Em 31 de janeiro de 2009, o Betis confirmou a volta de Ricardo ao clube, por nove milhões euros.[2] Ficou apenas seis meses no clube, sendo contratado, em 17 de julho, pelo Al-Jazira, dos Emirados Árabes, que pagou quatorze milhões de euros ao Betis.[3]

Em 23 de julho de 2010, acertou mais uma vez seu retorno ao futebol brasileiro, novamente por empréstimo ao São Paulo, visando os jogos semifinais da Copa Libertadores da América.[4] O jogador ficou emprestado ao clube até o final de 2010. No início de 2011, retornou para o Al-Jazira. No clube dos Emirados Árabes, destaca-se o desempenho de Ricardo Oliveira na Liga dos Campeões da AFC de 2012, competição em que foi o artilheiro com 12 gols.

Em janeiro de 2014, com as chegadas de Jucilei e do equatoriano Felipe Caicedo, o Al-Jazira liberou Ricardo Oliveira[5] , que pode retornar ao futebol brasileiro.[6] Dia 12 de janeiro de 2015, Ricardo Oliveira foi contratado por Santos Futebol Clube.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira, foi convocado algumas vezes durante o período em que Carlos Alberto Parreira foi o treinador, e participou da Copa América de 2004 e da Copa das Confederações de 2005, torneios em que a seleção sagrou-se campeã.

Era altamente cotado para ser centroavante reserva na Copa do Mundo de 2006. No entanto, acabou sofrendo uma lesão pouco antes da Copa, e a longa recuperação fez com que seu lugar fosse perdido para Fred.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Valencia
La Liga
2003-04
Copa da UEFA (atual Liga Europa da UEFA)
2004
Betis
Copa del Rey
2004-05
São Paulo
Campeonato Brasileiro
2006
Milan
UEFA Champions League
2006-07
Al-Jazira
Etisalat Emirates Cup
2009-10
UAE League
2010-11
UAE President Cup
2010-11, 2011-12
Seleção Brasileira
Copa América
2004
Copa das Confederações
2005

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Premiações

  • Melhor atacante do Brasileirão em 2010, Troféu Armando Nogueira

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.