Campeonato Brasileiro de Futebol de 1986

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXX Campeonato Brasileiro de Futebol
Copa Brasil de 1986
Dados
Participantes 80
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 30 de agosto25 de fevereiro de 1987
Gol(o)s 1422
Jogos 680
Média 2,09 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo São Paulo (2º título)
Vice-campeão São Paulo Guarani
Melhor marcador Careca (São Paulo) – 25 gols
Melhor ataque (fase inicial) São Paulo São Paulo – 21 gols
Melhor defesa (fase inicial) 2 gols:
◄◄ Brasil Brasileirão 1985 Soccerball.svg Copa União Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1986, conhecido na época como Copa Brasil (não confundir com Copa do Brasil), foi vencido pelo São Paulo. Foi o segundo título do São Paulo - como o de 1977, conquistado na disputa de pênaltis. Foi, ao todo, a terceira vez em que o Campeonato Brasileiro foi decidido nos pênaltis.

Foi também, provavelmente, a edição mais desorganizada de toda a história do Campeonato Brasileiro de Futebol, embora a concorrência seja difícil (ver, por exemplo, os artigos relativos aos campeonatos de 1971, 1979, 1984 e 1985). Desta vez, a CBF resolveu juntar as Taças de Ouro, Prata e Bronze (respectivamente séries A, B e C) numa única competição, com nada menos que 80 clubes.

De acordo com o regulamento original, seriam classificados para a segunda fase 28 clubes dos grupos A-D (os 6 primeiros colocados de cada grupo, mais 4 independente de grupo) e 4 dos grupos E-H (o vencedor de cada grupo), totalizando 32 clubes. Mas, como o Vasco não estava entre os classificados, entrou com um processo na Justiça Comum para anular a decisão do STJD, que concedera 2 pontos para o Joinville no jogo contra o Sergipe (1x1, em 29 de Setembro), por caso comprovado de doping - a anulação da decisão daria a vaga do Joinville para o Vasco. O Joinville também entrou na Justiça para garantir o seu direito, e a CBF decidiu classificar os dois clubes, eliminando então a Portuguesa, que seria punida por também haver entrado na Justiça, por uma questão de venda de ingressos. Vários clubes paulistas ameaçaram abandonar a competição em apoio à Portuguesa, o que fez com a CBF voltasse atrás em sua decisão e resolvesse classificar 33 clubes para a segunda fase. Poucos dias depois, porém, em função da dificuldade em organizar a tabela da segunda fase com um número ímpar de clubes, a CBF decretou a promoção de mais 3 clubes dos grupos A-D - que, pela ordem de classificação na primeira fase, foram Santa Cruz, Sobradinho e Náutico. Assim, em vez dos 4 grupos de 8 originalmente previstos, a segunda fase do campeonato teve 4 grupos de 9 clubes cada.

Toda essa confusão resultou na criação, no ano seguinte, do Clube dos 13 e da Copa União, numa tentativa de reorganização institucional do futebol brasileiro.

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira fase, grupos A-D: 44 equipes, divididas em 4 grupos de 11, jogando em turno único dentro de cada grupo. Classificam-se para a próxima fase os 6 primeiros colocados de cada grupo, mais 8 independente de grupo.

Primeira fase, grupos E-H (Torneio Paralelo): 36 equipes, divididas em 4 grupos de 9, jogando em turno único dentro de cada grupo. Classifica-se para a próxima fase o primeiro colocado de cada grupo.

Segunda fase: 36 equipes, divididas em 4 grupos de 9, jogando em turno e returno dentro de cada grupo. Classificam-se para a fase final os 4 primeiros colocados de cada grupo.

Fase final (com oitavas de final, quartas de final, semifinais e final): sistema eliminatrório, com jogos de ida e volta. Mando de campo do segundo jogo e vantagem em caso de empate para a equipe com melhor campanha. Exceção: no confronto final, em caso de empate, decisão por prorrogação e pênaltis.

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Time P J V E D GP GC SG
1 São Paulo 17 10 7 3 0 21 7 14
2 Internacional 14 10 5 4 1 13 5 8
3 Sport 13 10 5 3 2 11 6 5
4 Fluminense 12 10 5 2 3 9 7 2
5 Bangu 12 10 4 4 2 11 6 5
6 Ceará 10 10 3 4 3 8 10 -2
7 Sobradinho 8 10 3 2 5 8 12 -4
8 Operário 7 10 3 1 6 9 15 -6
9 Sampaio Corrêa 6 10 1 4 5 5 15 -10
10 Remo 6 10 0 6 4 9 15 -6
11 Coritiba 5 10 1 3 6 3 9 -6
  BAN CEA CTB FLU INT OMS REM SAM SPA SOB SPO
BAN 0-1 1-0 0-1 1-1 2-0 2-2 0-0 1-1 3-0 1-0
CEA 1-0 1-0 0-2 1-1 0-0 1-1 3-0 0-4 1-2 0-0
CTB 0-1 0-1 0-1 1-0 0-2 1-1 0-0 0-1 1-1 0-1
FLU 1-0 2-0 1-0 0-2 1-0 1-1 0-0 2-3 1-0 0-1
INT 1-1 1-1 0-1 2-0 3-1 3-1 2-0 0-0 1-0 0-0
OMS 0-2 0-0 2-0 0-1 1-3 2-1 0-1 1-2 2-1 1-4
REM 2-2 1-1 1-1 1-1 1-3 1-2 2-2 0-2 0-1 0-0
SAM 0-0 0-3 0-0 0-0 0-2 1-0 2-2 0-4 1-2 1-2
SPA 1-1 4-0 1-0 3-2 0-0 2-1 2-0 4-0 1-1 3-2
SOB 0-3 2-1 1-1 0-1 0-1 1-2 1-0 2-1 1-1 0-1
SPO 0-1 0-0 1-0 1-0 0-0 4-1 0-0 2-1 2-3 1-0
Equipes classificadas para a segunda fase
Equipes classificadas para a segunda fase (vaga independente de grupo)
Equipes eliminadas

Obs.: Os escores em negrito indicam as partidas onde a equipe da linha horizontal foi a mandante.

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Time P J V E D GP GC SG
1 Flamengo 14 10 6 2 2 15 7 8
2 Ponte Preta 13 10 6 1 3 18 11 7
3 Corinthians 13 10 5 3 2 16 6 10
4 Atlético Paranaense 12 10 4 4 2 12 5 7
5 Grêmio 11 10 4 3 3 15 11 4
6 America 10 10 4 2 4 10 11 -1
7 Joinville(*) 10 10 4 2 4 14 17 -3
8 Goiás 10 10 3 4 3 8 9 -1
9 Botafogo-PB 7 10 3 1 6 9 16 -7
10 Sergipe(*) 7 10 3 1 6 5 16 -11
11 Paysandu 3 10 1 1 8 5 18 -13
  ARJ APR BPB COR FLA GRE GOI JOI PAY PON SER
ARJ 0-0 1-0 0-0 0-2 2-0 2-3 1-4 1-0 3-1 0-1
APR 0-0 0-0 0-0 2-1 1-2 0-0 0-2 4-0 4-0 1-0
BPB 0-1 0-0 0-1 0-2 2-5 1-0 3-2 2-0 1-4 0-1
COR 0-0 0-0 1-0 3-2 1-2 3-0 0-1 1-0 1-1 6-0
FLA 2-0 1-2 2-0 2-3 0-0 0-0 2-1 4-1 1-0 1-0
GRE 0-2 2-1 5-2 2-1 0-0 1-1 5-1 0-1 0-2 0-0
GOI 3-2 0-0 0-1 0-3 0-0 1-1 0-0 2-1 0-1 2-0
JOI 4-1 2-0 2-3 1-0 1-2 1-5 0-0 1-1 1-4 1-1
PAY 0-1 0-4 0-2 0-1 1-4 1-0 1-2 1-1 0-1 1-2
PON 1-3 0-4 4-1 1-1 0-1 2-0 1-0 4-1 1-0 4-0
SER 1-0 0-1 1-0 0-6 0-1 0-0 0-2 1-1 2-1 0-4
Equipes classificadas para a segunda fase
Equipes classificadas para a segunda fase (vaga independente de grupo)
Equipes eliminadas

(*) O Sergipe perdeu os pontos da partida contra o Joinville, por causa do doping de um de seus jogadores.

Obs.: Os escores em negrito indicam as partidas onde a equipe da linha horizontal foi a mandante.

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Time P J V E D GP GC SG
1 Bahia 17 10 7 3 0 19 4 15
2 Guarani 16 10 7 2 1 19 5 14
3 Santos 14 10 6 2 2 16 6 10
4 Rio Branco-ES 14 10 5 4 1 10 5 5
5 Cruzeiro 11 10 4 3 3 12 6 6
6 Atlético Goianiense 10 10 4 2 4 9 8 1
7 Vasco da Gama 9 10 3 3 4 11 4 7
8 Náutico 8 10 4 0 6 7 13 -6
9 Tuna Luso 5 10 2 1 7 8 20 -12
10 Piauí 3 10 1 1 8 6 26 -20
11 Operário-MT 3 10 1 1 8 4 24 -20
  AGO BAH CRU GUA NAU OMT PIA RBR SAN TUN VAS
AGO 1-1 0-2 1-0 0-1 3-0 2-1 1-2 0-1 1-0 0-0
BAH 1-1 0-0 1-1 1-0 2-1 3-1 4-0 3-0 3-0 1-0
CRU 2-0 0-0 0-1 0-1 2-0 3-0 0-0 2-3 3-1 0-0
GUA 0-1 1-1 1-0 1-0 2-0 8-2 0-0 1-0 4-1 1-0
NAU 1-0 0-1 1-0 0-1 3-1 0-1 0-1 0-5 1-3 1-0
OMT 0-3 1-2 0-2 0-2 1-3 0-0 0-2 0-3 2-1 0-6
PIA 1-2 1-3 0-3 2-8 1-0 0-0 0-4 0-2 1-2 0-2
RBR 2-1 0-4 0-0 0-0 1-0 0-2 4-0 0-0 0-0 1-0
SAN 1-0 0-3 3-2 0-1 5-0 3-0 2-0 0-0 2-0 0-0
TUN 0-1 0-3 1-3 1-4 3-1 1-2 2-1 0-0 0-2 0-3
VAS 0-0 0-1 0-0 0-1 0-1 6-0 2-0 0-1 0-0 3-0
Equipes classificadas para a segunda fase
Equipes classificadas para a segunda fase (vaga independente de grupo)
Equipes eliminadas

Obs.: Os escores em negrito indicam as partidas onde a equipe da linha horizontal foi a mandante.

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Time P J V E D GP GC SG
1 Atlético Mineiro 17 10 7 3 0 18 6 12
2 Portuguesa 12 10 4 4 2 12 12 0
3 Vitória 11 10 2 7 1 12 10 2
4 Palmeiras 10 10 4 2 4 19 10 9
5 Nacional-AM 10 10 3 4 3 10 9 1
6 CSA 10 10 3 4 3 8 7 1
7 Botafogo 10 10 3 4 3 11 11 0
8 Comercial-MS 10 10 3 4 3 9 11 -2
9 Santa Cruz 9 10 3 3 4 11 14 -3
10 Fortaleza 6 10 2 2 6 7 19 -12
11 Alecrim 5 10 1 3 6 7 15 -8
  ALE AMG BOT CMS CSA FOR NAC PAL POR SAN VIT
ALE 1-2 1-2 0-0 1-2 0-2 0-1 0-3 2-2 1-0 1-1
AMG 2-1 4-2 2-1 2-0 4-0 0-0 1-0 2-1 1-1 0-0
BOT 2-1 2-4 1-1 1-1 2-0 0-0 0-2 1-2 2-0 0-0
CMS 0-0 1-2 1-1 1-0 1-0 2-1 2-4 1-1 0-0 0-2
CSA 2-1 0-2 1-1 0-1 0-0 0-0 1-0 4-0 0-2 0-0
FOR 2-0 0-4 0-2 0-1 0-0 1-0 0-6 0-1 2-3 2-2
NAC 1-0 0-0 0-0 1-2 0-0 0-1 2-1 1-2 3-1 2-2
PAL 3-0 0-1 2-0 4-2 0-1 6-0 1-2 0-0 1-2 2-2
POR 2-2 1-2 2-1 1-1 0-4 1-0 2-1 0-0 1-1 2-0
SAN 0-1 1-1 0-2 0-0 2-0 3-2 1-3 2-1 1-1 1-3
VIT 1-1 0-0 0-0 2-0 0-0 2-2 2-2 2-2 0-2 1-3
Equipes classificadas para a segunda fase
Equipes classificadas para a segunda fase (vaga independente de grupo)
Equipes eliminadas

Obs.: Os escores em negrito indicam as partidas onde a equipe da linha horizontal foi a mandante.

Torneio Paralelo (Série B)[editar | editar código-fonte]

Segunda Fase[editar | editar código-fonte]

Grupo I[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Time P J V E D GP GC SG
1 Palmeiras 22 16 7 8 1 22 11 11
2 São Paulo 21 16 7 7 2 29 7 22
3 Joinville 18 16 5 8 3 14 12 2
4 America 18 16 5 8 3 14 14 0
5 Santos 15 16 3 9 4 9 10 -1
6 Bangu 14 16 4 6 6 10 17 -7
7 Treze 12 16 4 4 8 8 20 -12
8 Botafogo 12 16 3 6 7 10 17 -7
9 Ponte Preta 12 16 3 6 7 11 19 -8
  ARJ BAN BOT JOI PAL PON SAN SPA TRE
ARJ 1-0 2-1 1-1 1-1 2-1 1-0 0-0 1-0
BAN 1-1 1-0 1-1 0-1 0-0 1-1 1-0 1-0
BOT 0-0 0-0 1-1 1-0 0-0 2-3 0-0 2-0
JOI 2-0 4-0 1-0 0-0 1-0 0-0 0-0 3-0
PAL 1-1 2-2 3-2 2-0 2-0 1-0 2-2 4-1
PON 3-1 1-2 1-0 2-0 0-0 0-0 0-2 1-1
SAN 1-0 2-0 0-0 0-0 1-1 1-1 0-0 0-1
SPA 1-1 2-0 5-0 5-0 0-0 6-1 2-0 4-1
TRE 1-1 1-0 0-1 0-0 0-2 1-0 0-0 1-0
Equipes classificadas para as oitavas-de-final
Equipes eliminadas

Grupo J[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Time P J V E D GP GC SG
1 Guarani 25 16 10 5 1 26 6 20
2 Fluminense 22 16 9 4 3 21 8 13
3 Flamengo 17 16 6 5 5 18 10 8
4 Grêmio 15 16 5 5 6 16 15 1
5 Goiás 15 16 4 7 5 17 21 -4
6 Santa Cruz 15 16 3 9 4 13 16 -3
7 Atlético Goianiense 13 16 3 7 6 14 20 -6
8 Vitória 12 16 4 4 8 11 20 -9
9 Central 10 16 2 6 8 11 31 -20
  AGO CEN FLA FLU GOI GRE GUA STA VIT
AGO 2-0 0-0 0-2 1-1 0-1 0-3 3-1 1-0
CEN 1-1 2-1 1-5 2-2 2-2 1-3 0-0 1-0
FLA 2-1 5-0 0-0 1-2 1-1 0-0 0-1 2-0
FLU 0-0 2-0 1-0 2-0 1-0 1-2 2-0 1-0
GOI 2-2 1-1 0-4 1-2 0-0 0-0 0-2 2-1
GRE 4-2 3-0 2-0 1-0 0-3 0-1 0-1 1-1
GUA 2-0 3-0 0-0 0-0 0-1 2-1 3-1 4-0
STA 1-1 0-0 0-1 1-1 1-1 0-0 1-1 2-2
VIT 0-0 1-0 0-1 2-1 2-1 1-0 0-2 1-1
Equipes classificadas para as oitavas-de-final
Equipes eliminadas

Grupo K[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Time P J V E D GP GC SG
1 Cruzeiro 21 16 8 5 3 23 12 11
2 Portuguesa 21 16 7 7 2 19 10 9
3 Bahia 20 16 9 2 5 17 13 4
4 Inter de Limeira 18 16 6 6 4 19 18 1
5 Atlético Paranaense 17 16 5 7 4 15 12 3
6 Náutico 14 16 6 2 8 14 18 -4
7 CSA 14 16 4 6 6 12 16 -4
8 Sport 10 16 3 4 9 5 11 -6
9 Comercial-MS 9 16 2 5 9 13 26 -13
  APR BAH CMS CSA CRU ISP NAU POR SPO
APR 3-1 1-0 2-1 1-1 2-2 2-1 1-1 2-0
BAH 0-0 3-1 2-0 1-0 2-1 1-0 0-1 1-0
CMS 0-0 1-2 0-3 3-3 0-0 0-1 1-0 2-1
CSA 0-0 1-0 0-0 0-1 1-1 2-1 1-1 1-0
CRU 1-0 2-1 3-1 2-0 5-1 1-0 2-0 0-0
ISP 1-0 1-1 2-0 2-0 1-0 1-2 1-1 2-1
NAU 1-0 0-1 3-1 1-1 1-1 0-1 0-2 1-0
POR 1-0 2-0 3-2 0-0 0-0 0-0 4-0 1-1
SPO 1-1 0-1 1-1 3-1 2-1 3-2 0-2 1-2
Equipes classificadas para as oitavas-de-final
Equipes eliminadas

Grupo L[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Time P J V E D GP GC SG
1 Atlético Mineiro 22 16 9 4 3 17 10 7
2 Corinthians 21 16 7 7 2 23 10 13
3 Vasco da Gama 19 16 7 5 4 24 15 9
4 Criciúma 19 16 7 5 4 14 13 1
5 Internacional 18 16 7 4 5 27 18 9
6 Ceará 14 16 5 4 7 17 21 -4
7 Rio Branco-ES 13 16 5 3 8 19 24 -5
8 Nacional-AM 10 16 4 2 10 15 24 -9
9 Sobradinho 8 16 2 4 10 13 34 -21
  AMG CEA COR CRI INT NAC RBR SOB VAS
AMG 2-0 0-1 1-1 1-0 1-0 1-0 1-1 1-0
CEA 2-0 0-0 2-0 1-1 1-2 3-0 3-1 2-2
COR 1-2 4-0 1-1 1-1 1-0 1-0 0-0 0-0
CRI 1-2 2-0 1-0 1-1 2-1 0-0 1-0 1-0
INT 0-2 2-0 2-2 2-0 2-1 5-1 3-1 0-1
NAC 2-1 0-0 1-3 0-1 2-1 2-1 1-1 1-2
RBR 0-1 2-0 1-2 1-1 2-1 3-0 2-3 1-1
SOB 1-1 0-2 0-5 0-1 0-3 2-1 2-3 1-3
VAS 0-0 3-1 1-1 2-0 2-3 2-1 1-2 4-0
Equipes classificadas para as oitavas-de-final
Equipes eliminadas

Fase Final[editar | editar código-fonte]

Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Final
           
                                       
1  Guarani 3 2  
16  Vasco da Gama 0 0  
   Guarani 2 1  
   Bahia 2 0  
8  Palmeiras 0 1
9  Bahia 2 0  
   Guarani 0 2  
   Atlético Mineiro 0 1  
5  Atlético Mineiro 1 1  
12  Flamengo 1 0  
   Atlético Mineiro 0 1
   Cruzeiro 0 1  
4  Cruzeiro 1 2
13  Joinville 1 2  
   Guarani 1 3 (3)
   São Paulo 1 3 (4)
2  Portuguesa 0 0  
15  America 1 0  
   America 0 2
   Corinthians 1 0  
7  Corinthians 0 1
10  Grêmio 0 1  
   America 0 1
   São Paulo 1 1  
6  São Paulo 1 3  
11  Inter de Limeira 2 0  
   São Paulo 2 1
   Fluminense 0 2  
3  Fluminense 1 1
14  Criciúma 2 0  

Fonte: Bola n@ Área

A Decisão[editar | editar código-fonte]

22 de Fevereiro de 1987 São Paulo 1 – 1 Guarani Morumbi, São Paulo
Público: 81.060
Árbitro: São Paulo Romualdo Arppi Filho

Careca Gol 63' Evair Gol 60'

São Paulo: Gilmar; Zé Teodoro, Wagner Basílio, Dario Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Silas e Pita; Müller, Careca e Sídnei (Pianelli). Técnico: Pepe.

Guarani: Sérgio Nery; Marco Antônio, Ricardo Rocha, Fernando e Zé Mário; Tozin, Tite (Nei) e Boiadeiro; Chiquinho Carioca (Catatau), Evair e João Paulo. Técnico: Carlos Gainete.


25 de Fevereiro de 1987 Guarani (3) 3 – 3 (4) São Paulo Brinco de Ouro, Campinas
Público: 37.370
Árbitro: São Paulo José de Assis Aragão

Nelsinho Gol 2' (GC)
Boiadeiro Gol 97'
João Paulo Gol 110'
Ricardo Rocha Gol 9' (GC)
Pita Gol 91'
Careca Gol 119'
    Penalidades  
Boiadeiro: defesa

Tosin: marcou
João Paulo: chute pra fora
Valdir Carioca: marcou
Evair: marcou

3 – 4 Careca: defesa

Dario Pereyra: marcou
Fonseca: marcou
Rômulo: marcou
Wagner Basílio: marcou

 

Guarani: Sérgio Nery; Marco Antônio, Ricardo Rocha, Valdir Carioca e Zé Mário; Tozin, Tite (Vágner) e Boiadeiro; Catatau (Chiquinho Carioca), Evair e João Paulo. Técnico: Carlos Gainete.

São Paulo: Gilmar; Fonseca, Wagner Basílio, Dario Pereyra e Nelsinho; Bernardo, Silas (Manu) e Pita; Müller, Careca e Sídnei (Rômulo). Técnico: Pepe.

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Classificação final da Copa Brasil 1986
Time PG J V E D GP GC SG
1 São Paulo São Paulo 47 34 17 13 4 62 22 40
2 São Paulo Guarani 53 34 21 11 2 59 18 41
3 Minas Gerais Atlético Mineiro 45 32 17 11 4 39 20 19
4 Rio de Janeiro America 34 32 11 12 9 29 29 0
5 Bahia Bahia 40 30 17 6 7 40 21 19
6 Rio de Janeiro Fluminense 38 30 16 6 8 33 19 14
7 São Paulo Corinthians 38 30 13 12 5 42 20 22
8 Minas Gerais Cruzeiro 36 30 12 12 6 38 21 17
9 Santa Catarina Criciúma 35 26 14 7 5 28 19 9
10 São Paulo Palmeiras 34 28 12 10 6 42 23 19
11 São Paulo Portuguesa 34 28 11 12 5 31 23 8
12 São Paulo Inter de Limeira (1) 33 26 13 7 6 37 25 12
13 Rio de Janeiro Flamengo 32 28 12 8 8 34 19 15
14 Santa Catarina Joinville 29 28 8 13 7 30 31 -1
15 Rio de Janeiro Vasco da Gama 28 28 10 8 10 35 24 11
16 Rio Grande do Sul Grêmio 28 28 9 10 9 32 27 5
17 Rio Grande do Sul Internacional 32 26 12 8 6 40 23 17
18 Paraná Atlético Paranaense 29 26 9 11 6 27 17 10
19 São Paulo Santos 29 26 9 11 6 25 16 9
20 Espírito Santo (estado) Rio Branco-ES 27 26 10 7 9 29 29 0
21 Rio de Janeiro Bangu 26 26 8 10 8 21 23 -2
22 São Paulo Ponte Preta 25 26 9 7 10 29 30 -1
23 Goiás Goiás 25 26 7 11 8 25 30 -5
24 Paraíba Treze 24 24 9 6 9 16 22 -6
25 Ceará Ceará 24 26 8 8 10 25 31 -6
26 Alagoas CSA 24 26 7 10 9 20 23 -3
27 Pernambuco Santa Cruz 24 26 6 12 8 24 30 -6
28 Pernambuco Sport 23 26 8 7 11 25 27 -2
29 Goiás Atlético Goianiense 23 26 7 9 10 23 28 -5
30 Bahia Vitória 23 26 6 11 9 23 30 -7
31 Pernambuco Náutico 22 26 10 2 14 21 31 -10
32 Rio de Janeiro Botafogo 22 26 6 10 10 21 8 -7
33 Pernambuco Central 21 24 7 7 10 22 37 -15
34 Amazonas Nacional-AM 20 26 7 6 13 25 33 -8
35 Mato Grosso do Sul Comercial-MS 19 26 5 9 12 22 37 -15
36 Distrito Federal (Brasil) Sobradinho 16 26 5 6 15 21 46 -25
37 Sergipe Sergipe 8 10 3 2 5 5 16 -11
38 Mato Grosso do Sul Operário 7 10 3 1 6 9 15 -6
39 Paraíba Botafogo-PB 7 10 3 1 6 9 16 -7
40 Ceará Fortaleza 6 10 2 2 6 7 19 -12
41 Maranhão Sampaio Corrêa 6 10 1 4 5 5 15 -10
42 Pará Remo 6 10 0 6 4 9 15 -6
43 Pará Tuna Luso 5 10 2 1 7 8 20 -12
44 Paraná Coritiba 5 10 1 3 6 3 9 -6
45 Rio Grande do Norte Alecrim 5 10 1 3 6 7 15 -8
46 Pará Paysandu 3 10 1 1 8 5 18 -13
47 Piauí Piauí 3 10 1 1 8 6 26 -20
48 Mato Grosso Operário-MT 3 10 1 1 8 4 24 -20
Campeão e classificado para a Taça Libertadores da América de 1987
Vice-campeão e classificado para a Taça Libertadores da América de 1987
Eliminados nas semifinais
Eliminados nas quartas-de-final
Eliminados nas oitavas-de-final
Eliminados na segunda fase
Eliminados na primeira fase (grupos A-D)

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1986
São Paulo
São Paulo Futebol Clube
Campeão
(2° título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]