Campeonato Brasileiro de Futebol de 1993

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXXVII Campeonato Brasileiro de Futebol
Campeonato Brasileiro de Futebol da 1ª Divisão de 1993
Dados
Participantes 32
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 4 de setembro19 de dezembro
Gol(o)s 643
Jogos 254
Média 2,53 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Palmeiras (7º título)
Vice-campeão Bahia Vitória
Rebaixado(s)
Melhor marcador Guga (Santos) – 14 gols
Público 3 772 154
Média 14 851 pessoas por partida
◄◄ Brasil Brasileirão 1992 Soccerball.svg Brasileirão 1994 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1993 foi o sétimo vencido pelo Palmeiras, que não era campeão havia exatos 20 anos. As finais foram realizadas contra o Vitória, em dois jogos que contaram com a vitória da equipe paulistana, por 1 a 0, em Salvador, no Estádio da Fonte Nova, e por 2 a 0, no Estádio do Morumbi, na capital paulista[1] .

Para esta edição, deveriam ter sido rebaixados os dois últimos colocados no campeonato de 1992, Náutico e Paysandu; bem como deveriam ter sido promovidos apenas o campeão e o vice da Série B do ano anterior, Paraná e Vitória.[2] Porém, depois de cinco anos consecutivos cumprindo os regulamentos internacionais de acesso e descenso recomendados pela Fifa,[3] a CBF resolveu "virar a mesa": antes mesmo de iniciar-se o campeonato de 1992, decidiu-se que subiriam doze clubes, e que ninguém cairia.[4] Não houve Segunda Divisão em 1993. O Campeonato Brasileiro de Futebol ficou inchado e desequilibrado nessa edição, porém no ano seguinte já contou com apenas 24 equipes[5] .

A CBF decidiu que os membros do Clube dos 13, que são Grêmio, Internacional, Cruzeiro, Atlético Mineiro, Bahia, Botafogo, Fluminense, Flamengo, Vasco da Gama, Palmeiras, São Paulo, Santos e Corinthians comporiam os Grupos A e B junto ao Sport, Bragantino e Guarani (devido às melhores campanhas na temporada 1992). Todas as outras equipes disputariam o campeonato nos Grupos C e D. Para 1994 seriam rebaixados os quatro últimos colocados dos grupos C e D, onde estavam todos os clubes que haviam subido da Série B, com exceção do Grêmio, que pertence ao Clube dos 13. Ou seja: o campeão e o vice da Série B poderiam ser novamente rebaixados, mas o nono colocado, não.[6]

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 1992 Estádio Títulos
América Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 6º (Série B) Independência não possui
Atlético Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 13º Mineirão 1971
Atlético Paranaense Curitiba Paraná PR 15º Baixada não possui
Bahia Salvador Bahia BA 18º Fonte Nova 1959, 1988
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Maracanã 1968
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP Marcelo Stéfani não possui
Ceará Fortaleza Ceará CE 10º (Série B) Castelão não possui
Corinthians São Paulo São Paulo SP Pacaembu 1990
Coritiba Curitiba Paraná PR 12º (Série B) Couto Pereira 1985
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 3º (Série B) Heriberto Hülse não possui
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Mineirão 1966
Desportiva Ferroviária Cariacica Espírito Santo (estado) ES 11º (Série B) Engº Alencar Araripe não possui
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Campeão Maracanã 1980, 1982, 1983, 1992,
Fluminense Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 14º Maracanã 1970, 1984
Fortaleza Fortaleza Ceará CE 7º (Série B) Castelão não possui
Goiás Goiânia Goiás GO 17º Estádio Serra Dourada não possui
Grêmio Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 9º (Série B) Olímpico 1981
Guarani Campinas São Paulo SP Brinco de Ouro 1978
Internacional Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 10º Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Náutico Recife Pernambuco PE 19º Aflitos não possui
Palmeiras São Paulo São Paulo SP 11º Parque Antártica 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973
Paraná Curitiba Paraná PR 1º (Série B) Durival Britto não possui
Paysandu Belém Pará PA 20º Curuzu não possui
Portuguesa São Paulo São Paulo SP 16º Canindé não possui
Remo Belém Pará PA 5º (Série B) Baenão não possui
Santa Cruz Recife Pernambuco PE 4º (Série B) Arruda não possui
Santos Santos São Paulo SP Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968
São Paulo São Paulo São Paulo SP Morumbi 1977, 1986, 1991
Sport Recife Pernambuco PE 12º Ilha do Retiro 1987*
União São João Araras São Paulo SP 8º (Série B) Hermínio Ometto não possui
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ São Januário 1974, 1989
Vitória Salvador Bahia BA 2º (Série B) Barradão não possui

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase, grupos A e B: 16 clubes, divididos em 2 grupos de 8; jogam todos contra todos dentro de cada grupo, em 2 turnos; classificam-se para a próxima fase os 3 primeiros de cada grupo.

Primeira Fase, grupos C e D: 16 clubes, também divididos em 2 grupos de 8; igualmente com jogos dentro de cada grupo, em 2 turnos; mas classificam-se apenas 2 de cada grupo para a Fase Intermediária; e os últimos 4 de cada grupo são rebaixados.

Fase Intermediária: Os 4 classificados dos grupos C e D disputam 2 vagas para a Segunda Fase, em sistema eliminatório, com jogos de ida e volta.

Segunda Fase: 8 clubes (6 dos grupos A e B, mais 2 dos grupos C e D) divididos em 2 grupos de 4; jogam dentro dos grupos, em dois turnos; classifica-se para a Final o vencedor de cada grupo.

Final: Os 2 finalistas decidem o título em 2 jogos, em sistema de ida e volta, com a vantagem do empate para o clube com melhor campanha.

A Decisão[editar | editar código-fonte]

12 de dezembro de 1993 Vitória 0 – 1 Palmeiras Fonte Nova (Salvador)
Público: 77.772
Árbitro:

Renato Marsiglia Rio Grande do SulPaulo Silva Carmago Paraná Gilvan Pereira da Silva Alagoas


Edílson Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77'

Palmeiras: Sérgio; Cláudio (Amaral), Cléber, Antônio Carlos e Roberto Carlos; César Sampaio, Mazinho, Edílson (Jean Carlo) e Zinho; Edmundo e Evair. Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Vitória: Dida; Rodrigo, João Marcelo (Evandro), China e Renato Martins; Gil Sergipano, Roberto Cavalo, Paulo Isidoro (Gerônimo) e Pichetti; Alex Alves e Claudinho. Técnico: Fito Neves.


19 de dezembro de 1993 Palmeiras 2 – 0 Vitória Morumbi (São Paulo)
Público: 88.644
Árbitro:

Márcio Rezende de Freitas Minas Gerais


Evair Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4'
Edmundo Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23'
China Expulso 54'

Palmeiras: Sérgio; Gil Baiano, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; César Sampaio, Mazinho, Edílson (Jean Carlo) e Zinho; Edmundo e Evair. Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Vitória: Dida; Rodrigo, João Marcelo, China e Renato Martins; Gil Sergipano, Roberto Cavalo, Paulo Isidoro e Alex Alves; Claudinho (Fabinho) e Giuliano (Evandro). Técnico: Fito Neves.

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Tabela de classificação
Time PG J V E D GP GC SG
Palmeiras 36 22 16 4 2 40 17 23 disputaram a final
Vitória 30 24 11 8 5 39 27 12
Corinthians 31 20 12 7 1 38 18 20 eliminados na 2a fase
São Paulo 26 20 9 8 3 27 17 10
Santos 25 20 9 7 4 35 26 9
Guarani 22 20 8 6 6 33 25 8
Remo 21 22 9 3 10 37 35 2
Flamengo 20 20 6 8 6 23 24 -1
Portuguesa 19 16 8 3 5 27 21 6 eliminados na fase intermediária
10° Paraná 19 16 6 7 3 18 12 6
11° Grêmio 15 14 6 3 5 20 17 3 eliminados na 1a fase (A-B)
12° Cruzeiro 14 14 6 2 6 22 15 7
13° Internacional 14 14 5 4 5 17 20 -3
14° Bragantino 13 14 2 9 3 18 16 2
15° Vasco da Gama 13 14 5 3 6 19 20 -1
16° Sport 11 14 4 3 7 10 21 -11
17° Fluminense 8 14 3 2 9 18 26 -8
18° Bahia 8 14 2 4 8 10 29 -19
19° Botafogo 6 14 2 2 10 7 21 -14
20° Atlético Mineiro 4 14 1 2 11 7 21 -14
21° Paysandu 17 14 6 5 3 15 13 2 eliminados na 1a fase (C-D)
22° União São João 16 14 6 4 4 21 11 10
23° Criciúma 15 14 6 3 5 18 20 -2
24° América Mineiro (1) 14 14 4 6 4 18 18 0
25° Náutico 14 14 5 4 5 14 18 -4
26° Ceará (1) 13 14 6 1 7 16 19 -3
27° Coritiba (1) 13 14 3 7 4 10 15 -5
28° Santa Cruz (1) 12 14 5 2 7 20 17 3
29° Atlético Paranaense (1) 12 14 3 6 5 14 16 -2
30° Goiás (1) 10 14 2 6 6 12 22 -10
31° Fortaleza (1) 9 14 2 5 7 11 23 -12
32° Desportiva Ferroviária (1) 8 14 1 6 7 9 23 -14

(1) Ceará, Santa Cruz, Goiás e Fortaleza (os 4 últimos do grupo C) mais América/MG, Coritiba, Atlético/PR e Desportiva (os 4 últimos do grupo D) foram rebaixados para a série B de 1994.

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1993
São Paulo
Sociedade Esportiva Palmeiras
Campeão
(7° título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências