Campeonato Brasileiro de Futebol de 1990

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXXIV Campeonato Brasileiro de Futebol
Campeonato Brasileiro de Futebol da 1ª Divisão de 1990
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 18 de agosto16 de dezembro
Gol(o)s 386
Jogos 204
Média 1,89 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Corinthians (1º título)
Vice-campeão São Paulo São Paulo
Rebaixado(s)
Melhor marcador Charles (Bahia) – 11 gols
Neto (Corinthians) - 11 gols
Rafael Forlán (Palmeiras) - 11 gols
Público 2 336 208
Média 11 452 pessoas por partida
Outras divisões
Segunda Divisão Sport
Terceira Divisão Atlético Goianiense
◄◄ Brasil Brasileirão 1989 Soccerball.svg Brasileirão 1991 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1990 foi o de número 34, e o primeiro vencido pelo Corinthians.

Pela terceira vez na história do campeonato, a partida final foi disputada entre dois clubes paulistas, com Corinthians e São Paulo repetindo os confrontos de Guarani e Palmeiras em 1978; e de São Paulo e Guarani em 1986.

O São Paulo repetiu o mesmo feito no ano anterior, quando foi vice-campeão ao perder a final para o Clube de Regatas Vasco da Gama.

Foi mantido o sistema de acesso e descenso pelo terceiro ano consecutivo. Desta vez, com o campeonato estabilizado em 20 clubes para o ano seguinte, desceram 2 (São José/SP e Internacional/SP) e subiram 2 (Sport e Atlético/PR, respectivamente campeão e vice da Série B).

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 1989 Estádio Títulos
Atlético Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Mineirão 1971
Bahia Salvador Bahia BA 18º Fonte Nova 1959, 1988
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Maracanã 1968
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP 1º (Série B) Marcelo Stéfani não possui
Corinthians São Paulo São Paulo SP Pacaembu não possui
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Mineirão não possui
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Maracanã 1980, 1982, 1983
Fluminense Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 15º Maracanã 1970, 1984
Goiás Goiânia Goiás GO 10º Serra Dourada não possui
Grêmio Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 11º Olímpico 1981
Internacional Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 16º Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Inter de Limeira Limeira São Paulo SP 14º Limeirão não possui
Náutico Recife Pernambuco PE 13º Aflitos não possui
Palmeiras São Paulo São Paulo SP Parque Antártica 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973
Portuguesa São Paulo São Paulo SP Canindé não possui
Santos Santos São Paulo SP 12º Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968
São José São José dos Campos São Paulo SP 2º (Série B) Martins Pereira não possui
São Paulo São Paulo São Paulo SP Morumbi 1977, 1986
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Campeão São Januário 1974, 1989
Vitória Salvador Bahia BA 17º Barradão não possui

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase: 20 clubes jogando todos contra todos em turno único, mas divididos em duas chaves de 10 clubes cada para efeito de classificação. Na primeira etapa (10 rodadas), os clubes da chave A enfrentam os da chave B. Na segunda etapa (9 rodadas), os jogos são apenas entre clubes da mesma chave. Classificam-se para a fase final os vencedores de cada chave em cada etapa, mais os outros 4 melhores classificados na soma dos pontos nas duas etapas.

Fase Final (com Quartas de final, Semifinais e Final): Sistema eliminatório, com jogos em ida e volta, sendo a vantagem do duplo empate concedida para a equipe com a melhor campanha em todo o campeonato. Exceção: nas finais, o duplo empate levaria a prorrogação e decisão por pênaltis.

Fase Final[editar | editar código-fonte]

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto.

Quartas-de-final Semifinais Final
        
                                     
 Rio Grande do Sul Grêmio 0 2 2  
 São Paulo Palmeiras 1 0 1  
   Rio Grande do Sul Grêmio 0 1 1  
   São Paulo São Paulo 2 0 2  
 São Paulo São Paulo 1 1 2
 São Paulo Santos 0 1 1  
   São Paulo São Paulo 0 0 0
   São Paulo Corinthians 1 1 2
 Bahia Bahia 1 3 4  
 São Paulo Bragantino 1 2 3  
   Bahia Bahia 1 0 1
   São Paulo Corinthians 2 0 2
 Minas Gerais Atlético Mineiro 1 0 1
 São Paulo Corinthians 2 0 2

Final[editar | editar código-fonte]

Primeiro Jogo[editar | editar código-fonte]

13 de Dezembro de 1990
Corinthians São Paulo 1 – 0 São Paulo São Paulo Morumbi, São Paulo

Wilson Mano Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4' Público: 85.463
Árbitro: São Paulo José Aparecido de Oliveira

Corinthians: Ronaldo, Giba, Marcelo Djian, Guinei e Jacenir; Márcio (Ezequiel), Wilson Mano e Neto; Fabinho (Marcos Roberto), Tupãzinho e Mauro. Técnico: Nelsinho Baptista.

São Paulo: Zetti, Cafu, Antonio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí; Mário Tilico (Alcindo), Eliel e Elivélton. Técnico: Telê Santana.

Segundo Jogo[editar | editar código-fonte]

16 de Dezembro de 1990
São Paulo São Paulo 0 – 1 São Paulo Corinthians Morumbi, São Paulo

Tupãzinho Gol marcado aos 54' minutos de jogo 54 Público: 100.858
Árbitro: São Paulo Edmundo Lima Filho

São Paulo: Zetti, Cafu, Antonio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí (Marcelo Conti); Mário Tilico (Zé Teodoro), Eliel e Elivélton. Técnico: Telê Santana.

Corinthians: Ronaldo, Giba, Marcelo Djian, Guinei e Jacenir; Márcio, Wilson Mano e Neto (Ezequiel); Fabinho, Tupãzinho e Mauro (Paulo Sérgio). Técnico: Nelsinho Baptista.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Classificação Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 São Paulo Corinthians 32 25 12 8 5 23 20 3
2 São Paulo São Paulo 27 25 10 7 8 24 18 6
3 Rio Grande do Sul Grêmio 29 23 11 7 5 28 16 12
4 Bahia Bahia 26 23 8 10 5 25 17 8
5 Minas Gerais Atlético Mineiro 24 21 7 10 4 20 18 2
6 São Paulo Palmeiras 23 21 9 5 7 22 20 2
7 São Paulo Santos 23 21 7 9 5 20 15 5
8 São Paulo Bragantino 23 21 7 9 5 22 20 2
9 Minas Gerais Cruzeiro 21 19 8 5 6 21 18 3
10 Goiás Goiás 21 19 7 7 5 22 19 3
11 Rio de Janeiro Flamengo 20 19 7 6 6 24 18 6
12 Rio de Janeiro Botafogo 18 19 7 4 8 17 18 -1
13 Pernambuco Náutico 18 19 4 10 5 13 18 -5
14 Rio de Janeiro Vasco da Gama 18 19 3 12 4 15 15 0
15 Rio de Janeiro Fluminense 15 19 5 5 9 19 24 -5
16 Rio Grande do Sul Internacional 15 19 4 7 8 19 23 -4
17 Bahia Vitória** 15 19 4 7 8 15 22 -7
18 São Paulo Portuguesa 15 19 3 9 7 18 22 -4
19 São Paulo São José** 15 19 3 9 7 10 20 -10
20 São Paulo Inter de Limeira 10 19 4 2 13 9 25 -16
Pts – pontos; J – jogos disputados; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP – gols pró; GC – gols contra; SG – saldo de gols; AP - Aproveitamento
Corinthians e Flamengo classificaram-se para a Taça Libertadores da América de 1991. O primeiro pelo fato do título brasileiro e o segundo pelo título da Copa do Brasil de 1990.
Vice-Campeão.
Eliminados na 2ª Fase (Semifinal e Quartas-de-final)
Rebaixados para a Série B 1991.

Negrito: Campeão Brasileiro
** O Vitória chegou a ser ameaçado de rebaixamento para a Série B devido a uma punição imposta pela CBF [1] , que no dia 13/11 lhe retirou 5 pontos por ter escalado de forma irregular o jogador Nardela na partida do dia 03/11 contra o Fluminense (em que os cariocas venceram por 2 a 1); porém, no dia 17/12, o STJD reverteu a decisão, alegando falha técnica no trâmite do processo, e devolveu os 5 pontos ao time baiano, decretando o descenso do time paulista. [2]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1990
Bandeira do estado de São Paulo.svg
Sport Club Corinthians Paulista
Campeão
(1° título)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Folha de São Paulo, 14/11/1990, página D-3. Página visitada em 21 de abril de 2013.
  2. Folha de São Paulo, 18/12/1990, página D-3. Página visitada em 21 de abril de 2013.