Campeonato Brasileiro de Futebol de 2002

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
XLVI Campeonato Brasileiro - Série A
Brasileirão Série A 2002
Dados
Participantes 26
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 10 de agosto15 de dezembro
Gol(o)s 1025
Jogos 339
Média 3,02 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Santos (7º título)
Vice-campeão São Paulo Corinthians
Rebaixado(s)
Melhor marcador 19 gols:
Melhor ataque (fase inicial) São Paulo São Paulo – 57 gols
Melhor defesa (fase inicial) São Paulo São Caetano – 28 gols
Maior goleada
(diferença)
São Paulo São Paulo 6 – 0 Rio de Janeiro Fluminense
MorumbiSão Paulo
15 de setembro, 11ª rodada
Público 5 368 154
Média 15 835,3 pessoas por partida
Outras divisões
Série B Criciúma
Série C Brasiliense
◄◄ Brasil Brasileirão 2001 Soccerball.svg Brasileirão 2003 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2002 foi o último disputado antes da adoção do sistema de pontos corridos, ou seja, o último com final. O campeão foi o Santos, que conquistou seu sétimo título no Campeonato Brasileiro, após vitórias por 2 a 0 e 3 a 2 sobre um de seus rivais, o Corinthians.

O time de jovens jogadores do Santos classificou-se em 8º lugar na primeira fase (bastavam vitórias de Grêmio, Fluminense e Coritiba contra Atlético Mineiro, Ponte Preta e o já rebaixado Gama, respectivamente, na última rodada, para que o Santos ficasse de fora, mas o clube do Distrito Federal surpreendeu, vencendo o Coritiba por 4 a 0) e acabou como campeão, após grandes vitórias contra o São Paulo, o melhor da 1ª fase, o Grêmio e o Corinthians.

Um dos jogadores santistas de destaque foi o atacante Robinho, autor da jogada apelidada de "pedalada" (conduziu a bola passando os pés sobre a mesma alternadamente, antes de sofrer o pênalti que abriu o placar, convertido pelo mesmo), realizada no segundo jogo da final sobre o zagueiro Rogério, do Corinthians, e que marcou para sempre aquela partida.

As quatro equipes rebaixadas à segunda divisão de 2003 foram definidas nas última rodadas da fase de classificação. A primeira foi o Gama, que caiu mesmo após derrotar o Coritiba em Brasília. Em seguida, a Portuguesa foi rebaixada, na 25ª rodada, ao ser derrotada em pleno Estádio do Canindé pelo Bahia por 4 a 2. O mesmo aconteceu com o Palmeiras, um dos clubes mais vitoriosos e tradicionais do futebol brasileiro, que sofreu o rebaixamento inédito em sua história, ao ser derrotado pelo Vitória, por 4 a 3, fora de casa. O lanterna e também rebaixado para a Série B, foi outro clube de grande tradição e história rica em títulos: o Botafogo, ao ser derrotado em casa pelo São Paulo por 1 a 0.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2001 Estádio Títulos
Atlético Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Mineirão 1971
Atlético Paranaense Curitiba Paraná PR Campeão Arena da Baixada 2001
Bahia Salvador Bahia BA Fonte Nova 1959, 1988
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 23º Maracanã 1968, 1995
Corinthians São Paulo São Paulo SP 18º Pacaembu 1990, 1998, 1999
Coritiba Curitiba Paraná PR 17º Couto Pereira 1985
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 21º Mineirão 1966
Figueirense Florianópolis Santa Catarina SC 2º (Série B) Orlando Scarpelli não possui
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 24º Maracanã 1980, 1982, 1983, 1992
Fluminense Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Maracanã 1970, 1984
Gama Gama Distrito Federal (Brasil)DF 20º Bezerrão não possui
Goiás Goiânia GoiásGO 10º Serra Dourada não possui
Grêmio Porto Alegre Rio Grande do Sul RS Olímpico 1981, 1996
Guarani Campinas São Paulo SP 19º Brinco de Ouro 1978
Internacional Porto Alegre Rio Grande do Sul RS Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Juventude Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS 22º Alfredo Jaconi não possui
Palmeiras São Paulo São Paulo SP 12º Palestra Itália 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994
Paraná Curitiba Paraná PR 14º Durival Britto não possui
Paysandu Belém Pará PA 1º (Série B) Mangueirão não possui
Ponte Preta Campinas São Paulo SP Moisés Lucarelli não possui
Portuguesa São Paulo São Paulo SP 13º Canindé não possui
Santos Santos São Paulo SP 15º Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968
São Caetano São Caetano do Sul São Paulo SP Anacleto Campanella não possui
São Paulo São Paulo São Paulo SP Morumbi 1977, 1986, 1991
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 11º São Januário 1974, 1989, 1997, 2000
Vitória Salvador Bahia BA 16º Barradão não possui

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira fase: 26 clubes jogando todos contra todos em turno único. Classificam-se para a próxima fase os 8 primeiros colocados.

Fase final (com quartas de final, semifinais e final): sistema eliminatório, com confrontos em ida e volta, tendo o mando de campo do segundo jogo e a vantagem do duplo empate o clube com melhor campanha.

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo São Paulo 52 25 16 4 5 57 35 +22 69 Classificados às quartas-de-final
2 São Paulo São Caetano 47 25 14 5 6 42 28 +14 62
3 São Paulo Corinthians 43 25 12 7 6 37 35 +2 57
4 Rio Grande do Sul Juventude 41 25 12 5 8 34 30 +4 54
5 Rio Grande do Sul Grêmio 41 25 11 8 6 39 29 +10 54
6 Minas Gerais Atlético Mineiro 40 25 12 4 9 49 43 +6 53
7 Rio de Janeiro Fluminense 40 25 12 4 9 43 46 –3 53
8 São Paulo Santos 39 25 11 6 8 46 36 +10 52
9 Minas Gerais Cruzeiro 39 25 11 6 8 40 39 +1 52
10 Bahia Vitória 37 25 11 4 10 46 42 +4 49
11 Paraná Coritiba 36 25 11 3 11 34 34 0 48
12 Goiás Goiás 36 25 10 6 9 42 39 +3 48
13 São Paulo Ponte Preta 34 25 10 4 11 35 34 +1 45
14 Paraná Atlético Paranaense 34 25 9 7 9 39 33 +6 45
15 Rio de Janeiro Vasco da Gama 33 25 10 3 12 37 38 –1 44
16 São Paulo Guarani 33 25 9 6 10 32 35 –3 44
17 Santa Catarina Figueirense 31 25 9 4 12 34 43 –9 41
18 Rio de Janeiro Flamengo 30 25 8 6 11 38 39 –1 40
19 Bahia Bahia 30 25 8 6 11 35 38 –3 40
20 Pará Paysandu 29 25 9 2 14 35 46 –11 38
21 Rio Grande do Sul Internacional 29 25 7 8 10 36 37 –1 38
22 Paraná Paraná 28 25 8 4 13 37 42 –5 37
23 São Paulo Portuguesa 27 25 7 6 12 26 40 –14 36 Rebaixados à Série B de 2003
24 São Paulo Palmeiras 27 25 6 9 10 37 46 –9 36
25 Distrito Federal (Brasil) Gama 25 25 7 4 14 30 39 –9 33
26 Rio de Janeiro Botafogo 25 25 6 7 12 24 39 –15 33

Fase final[editar | editar código-fonte]

  Quartas de final Semifinais Final
                             
1  São Paulo São Paulo 1 1  
8  São Paulo Santos 3 2  
   São Paulo Santos 3 0  
   Rio Grande do Sul Grêmio 0 1  
4  Rio Grande do Sul Juventude 0 0
5  Rio Grande do Sul Grêmio 0 1  
   São Paulo Santos 2 3  
   São Paulo Corinthians 0 2  
3  São Paulo Corinthians 6 2  
6  Minas Gerais Atlético Mineiro 2 1  
   São Paulo Corinthians 0 3
   Rio de Janeiro Fluminense 1 2  
2  São Paulo São Caetano 0 2
7  Rio de Janeiro Fluminense 3 0  

Final[editar | editar código-fonte]

Primeiro Jogo
8 de dezembro de 2002 Santos São Paulo 2 – 0 São Paulo Corinthians Estádio do Morumbi, São Paulo

Alberto 15'
Renato 89'
Público: 58.534
Árbitro: GoiásGO Antônio Pereira da Silva

Santos: Fábio Costa; Michel, Preto, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego; Robinho e Alberto. Técnico: Émerson Leão.

Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Scheidt e Kléber; Vampeta, Fabrício, Renato Abreu (Leandro) e Deivid (Marcinho); Guilherme e Gil. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Segundo Jogo
15 de dezembro de 2002 Corinthians São Paulo 2 – 3 São Paulo Santos Estádio do Morumbi, São Paulo

Deivid 75'
Ânderson 84'
Robinho (pen) 37'
Elano 88'
Léo 90'+2'
Público: 74.592
Árbitro: Rio Grande do SulRS Carlos Eugênio Simon

Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Anderson e Kléber; Vampeta, Fabinho (Fabrício), Renato Abreu (Marcinho) e Deivid; Guilherme (Leandro) e Gil. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Santos: Fábio Costa; Maurinho, André Luís, Alex e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert, depois Michel); Robinho e William (Alexandre). Técnico: Émerson Leão.

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo Santos 54 31 16 6 9 59 41 +18 58 Fase de grupos da Copa Libertadores de 20031
2 São Paulo Corinthians 52 31 15 7 9 50 46 +4 55
3 Rio Grande do Sul Grêmio 48 29 13 9 7 41 32 +9 55
4 Rio de Janeiro Fluminense 46 29 14 4 11 49 51 -2 52 Copa Sul-Americana de 20032
5 São Paulo São Paulo 52 27 16 4 7 59 40 +19 64
6 São Paulo São Caetano 50 27 15 5 7 44 31 +13 61
7 Rio Grande do Sul Juventude 42 27 12 6 9 34 31 +3 51
8 Minas Gerais Atlético Mineiro 40 27 12 4 11 52 51 +1 49 Copa Sul-Americana de 20032
9 Minas Gerais Cruzeiro 39 25 11 6 8 40 39 +1 52
10 Bahia Vitória 37 25 11 4 10 46 42 +4 49
11 Paraná Coritiba 36 25 11 3 11 34 34 0 48
12 Goiás Goiás 36 25 10 6 9 42 39 +3 48
13 São Paulo Ponte Preta 34 25 10 4 11 35 34 +1 45
14 Paraná Atlético Paranaense 34 25 9 7 9 39 33 +6 45
15 Rio de Janeiro Vasco da Gama 33 25 10 3 12 37 38 -1 44 Copa Sul-Americana de 20032
16 São Paulo Guarani 33 25 9 6 10 32 35 -3 44
17 Santa Catarina Figueirense 31 25 9 4 12 34 43 -9 41
18 Rio de Janeiro Flamengo 30 25 8 6 11 38 39 -1 40 Copa Sul-Americana de 20032
19 Bahia Bahia 30 25 8 6 11 35 38 -3 40
20 Pará Paysandu 29 25 9 2 14 35 46 -11 38 Fase de grupos da Copa Libertadores de 20031
21 Rio Grande do Sul Internacional 29 25 7 8 10 36 37 -1 38 Copa Sul-Americana de 20032
22 Paraná Paraná 28 25 8 4 13 37 42 -5 37
23 São Paulo Portuguesa 27 25 7 6 12 26 40 -14 36 Rebaixados à Série B de 2003
24 São Paulo Palmeiras 27 25 6 9 10 37 46 -9 36
25 Distrito Federal (Brasil) Gama 25 25 7 4 14 30 39 -9 33
26 Rio de Janeiro Botafogo 25 25 6 7 12 24 39 -15 33

1 O Corinthians e Paysandu já estavam classificados para a Libertadores de 2003 por serem campeões da Copa do Brasil de 2002 e da Copa dos Campeões de 2002, respectivamente.
2 Classificados para a Sul-Americana de 2003 pelo Ranking da CONMEBOL (inclusive o rebaixado Palmeiras e os classificados para a Libertadores).

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2002
São Paulo
Santos Futebol Clube
Campeão
(7° título)

Ver também[editar | editar código-fonte]