Campeonato Brasileiro de Futebol de 1994

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
XXXVIII Campeonato Brasileiro de Futebol
Campeonato Brasileiro de Futebol da 1ª Divisão de 1994
Dados
Participantes 24
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 13 de agosto18 de dezembro
Gol(o)s 744
Jogos 310
Média 2,4 gol(o)s por partida
Campeão São Paulo Palmeiras (8º título)
Vice-campeão São Paulo Corinthians
Rebaixado(s)
Melhor marcador 19 gols:
Público 3 168 820
Média 10 222 pessoas por partida
Outras divisões
Segunda Divisão Juventude
Terceira Divisão Novorizontino
◄◄ Brasil Brasileirão 1993 Soccerball.svg Brasileirão 1995 Brasil ►►

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1994 foi novamente vencido pelo Palmeiras, que conquistou o seu oitavo título (o quarto na versão moderna pós-1971), e mais uma vez como bicampeão, repetindo o feito de 1972 e 1973.

O confronto final, entre Palmeiras e Corinthians, foi o quinto entre duas equipes paulistas, repetindo 1978, 1986, 1990 e 1991.

Os arquirrivais chegaram à final em dois jogos que foram disputados no Estádio do Pacaembu. Na primeira partida, disputada no dia 15 de dezembro, o Palmeiras derrotou o Corinthians por 3 a 1, com grande exibição do meia Rivaldo, que marcou dois dos três gols palmeirenses.

Com a abertura de grande vantagem sobre o time alvinegro, o Palmeiras entrou traquilo na segunda partida e chegou ao título no dia 18 de dezembro com um empate por 1 a 1 contra o Corinthians[1] .

Voltando ao sistema de acesso e descenso recomendado pela Fifa (mas ignorado em 1992 e cumprido apenas parcialmente em 1993), caíram para a Série B do ano seguinte os dois últimos colocados, Remo e Náutico; e subiram o campeão e o vice da Série B em 1994, Juventude/RS e Goiás.

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 1993 Estádio Títulos
Atlético Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 32º Mineirão 1971
Bahia Salvador Bahia BA 30º Fonte Nova 1959, 1988
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 31º Maracanã 1968
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP 19º Marcelo Stéfani não possui
Corinthians São Paulo São Paulo SP Pacaembu 1990
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 14º Heriberto Hülse não possui
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 15º Mineirão 1966
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Maracanã 1980, 1982, 1983,1992
Fluminense Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 28º Maracanã 1970, 1984
Grêmio Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 13º Olímpico 1981
Guarani Campinas São Paulo SP Brinco de Ouro 1978
Internacional Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 17º Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Náutico Recife Pernambuco PE 18º Aflitos não possui
Palmeiras São Paulo São Paulo SP Campeão Parque Antártica 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993
Paraná Curitiba Paraná PR 10º Durival Britto não possui
Paysandu Belém Pará PA 11º Curuzu não possui
Portuguesa São Paulo São Paulo SP Canindé não possui
Remo Belém Pará PA Baenão não possui
Santos Santos São Paulo SP Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968
São Paulo São Paulo São Paulo SP Morumbi 1977, 1986, 1991
Sport Recife Pernambuco PE 25º Ilha do Retiro 1987
União São João Araras São Paulo SP 12º Hermínio Ometto não possui
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 20º São Januário 1974, 1989
Vitória Salvador Bahia BA Barradão não possui

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira Fase: Os 24 clubes são divididos em 4 grupos de 6, com jogos dentro de cada grupo, em dois turnos. Classificam-se os 4 primeiros de cada grupo, sendo que os vencedores dos grupos já começam a Segunda Fase com um ponto extra; os dois últimos colocados de cada grupo vão para a Repescagem.

Segunda Fase: Os 16 clubes classificados jogam todos contra todos, em turno único, porém organizados em 2 chaves de 8 (E e F) para efeito de classificação. Na primeira etapa (7 rodadas), os jogos são apenas dentro das chaves; na segunda etapa (8 rodadas), os clubes da chave E enfrentam os da chave F. Classificam-se para as finais o vencedor de cada etapa em cada chave, além dos dois mais bem colocados independentemente de chave.

Repescagem: Os 8 clubes jogam todos contra todos, em turno e returno. Os dois primeiros classificam-se para as finais; os dois últimos são rebaixados.

Fase Final (com Quartas de Final, Semifinais e Final): Sistema eliminatório, com jogos em ida e volta, tendo a vantagem do duplo empate os clubes com melhor campanha.

Fase Final[editar | editar código-fonte]

  Quartas de final Semifinais Final
                             
1  São Paulo Guarani 0 4  
8  São Paulo São Paulo 1 2  
   São Paulo Guarani 1 1  
   São Paulo Palmeiras 3 2  
4  São Paulo Palmeiras 2 2
5  Bahia Bahia 1 1  
   São Paulo Palmeiras 3 1  
   São Paulo Corinthians 1 1  
3  Rio de Janeiro Botafogo 0 2  
6  Minas Gerais Atlético Mineiro 2 1  
   Minas Gerais Atlético Mineiro 3 0
   São Paulo Corinthians 2 1  
2  São Paulo Corinthians 1 0
7  São Paulo Bragantino 1 0  

A Decisão[editar | editar código-fonte]

15 de Dezembro de 1994 Palmeiras São Paulo 3 – 1 São Paulo Corinthians Estádio do Pacaembu, São Paulo

Rivaldo Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45', Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63'
Edmundo Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Marques Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67' Público: 36.409
Árbitro: GoiásGO Antônio Pereira da Silva

Palmeiras: Velloso; Cláudio, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; César Sampaio, Flávio Conceição e Mazinho; Edmundo (Amaral), Evair e Rivaldo. Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Corinthians: Ronaldo; Paulo Roberto, Pinga (Gralak), Henrique e Branco; Zé Elias, Luisinho, Marcelinho Paulista (Marques) e Souza; Marcelinho Carioca e Viola. Técnico: Jair Pereira.


18 de Dezembro de 1994 Corinthians São Paulo 1 – 1 São Paulo Palmeiras Estádio do Pacaembu, São Paulo

Marques Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3'
Branco Expulso 52'
Luisinho Expulso 64'
Rivaldo Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Zinho Expulso 52'
Público: 35.217
Árbitro: Minas GeraisMG Márcio Rezende de Freitas

Palmeiras: Velloso; Cláudio, Antônio Carlos, Cléber e Wagner; César Sampaio, Flávio Conceição (Amaral) e Mazinho; Edmundo (Tonhão), Evair e Rivaldo. Técnico: Wanderley Luxemburgo.

Corinthians: Ronaldo; Paulo Roberto, Gralak, Henrique e Branco; Zé Elias, Luisinho, Marcelinho Paulista e Souza (Tupãzinho); Marcelinho Carioca e Viola (Marques) . Técnico: Jair Pereira.


Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Classificação final
Time PG J V E D GP GC SG
1 São Paulo Palmeiras 46 31 20 6 5 58 30 28
2 São Paulo Corinthians 33 31 12 9 10 43 44 -1
3 São Paulo Guarani 40 29 17 6 6 45 26 19
4 Minas Gerais Atlético Mineiro 30 28 11 8 9 36 28 8
5 Rio de Janeiro Botafogo 32 27 13 6 8 38 32 6
6 São Paulo São Paulo 32 27 12 8 7 42 35 7
7 Bahia Bahia 29 27 9 11 7 32 31 1
8 São Paulo Bragantino 25 26 8 9 9 29 29 0
9 São Paulo Santos 31 25 13 5 7 36 22 14
10 São Paulo Portuguesa 26 25 9 8 8 26 20 6
11 Rio Grande do Sul Grêmio 24 25 9 6 10 27 30 -3
12 Rio de Janeiro Vasco da Gama 24 25 8 8 9 23 25 -2
13 Pernambuco Sport 24 25 8 8 9 31 34 -3
14 Rio de Janeiro Flamengo 23 25 7 9 9 24 27 -3
15 Rio de Janeiro Fluminense 22 25 8 6 11 35 40 -5
16 Pará Paysandu 22 25 8 6 11 22 32 -10
17 Rio Grande do Sul Internacional 22 25 7 8 10 27 28 -1
18 Paraná Paraná 21 25 6 9 10 29 35 -6
19 Bahia Vitória (1) 22 24 7 8 9 25 28 -3
20 Santa Catarina Criciúma (1) 23 24 7 9 8 34 34 0
21 São Paulo União São João (1) 21 24 7 7 10 26 32 -6
22 Minas Gerais Cruzeiro (1) 16 24 6 4 14 22 35 -13
23 Pará Remo 17 24 6 5 13 18 34 -16
24 Pernambuco Náutico 15 24 5 5 14 16 33 -17
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols; AP - Aproveitamento
Palmeiras e Grêmio se classificaram para a Taça Libertadores da América de 1995, pelo fato de serem campeões do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil de 1994, respectivamente.
Finalista.
Eliminados na 2ª Fase.
Escaparam na Repescagem.
Rebaixados para a Série B 1995.

(1) Conforme o regulamento, os times que disputaram a repescagem são classificados de acordo com os pontos obtidos naquela etapa; mas a tabela de classificação inclui resultados de todo o campeonato.

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 1994
São Paulo
Sociedade Esportiva Palmeiras
Campeão
(1° título)

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]