Sistema de Jussieu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antoine-Laurent de Jussieu
"Genera Plantarum, secundum..."

O Sistema de Jussieu foi a tentativa pioneira na criação de um sistema de classificação das plantas, tendo permanecido como base para futuras ampliações do sistema natural de classificação de plantas, principalmente de investigadores franceses como Cuvier e de Candolle, e inclusive de pesquisadores alemães e ingleses, que se baseavam no sistema Linneano.

O sistema de taxonomia de Jussieu foi apresentado pelo botânico francês Antoine Laurent de Jussieu (1748-1836) na sua obra:

  • "Genera Plantarum, secundum ordines naturales disposita juxta methodum in Horto Regio Parisiensi exaratam, anno 1774. MS. notes", publicada em Paris, em 1789.

Esta obra foi de importância fundamental como ponto de partida para a nomenclatura botânica no rank de família.

O Sistema de Jussieu, baseado em caracteres morfológicos para a classificação das plantas, divide o reino vegetal em três grupos principais:

Considerou 15 classes, 100 ordens (atualmente consideradas famílias) com 1754 gêneros de plantas:

Classificação[editar | editar código-fonte]

Acotyledones[editar | editar código-fonte]

Monocotyledones[editar | editar código-fonte]

Dicotyledones[editar | editar código-fonte]

Incertae sedis[editar | editar código-fonte]

A) Monopetalae.

Gêneros: Willichia, Maba, Stilbe, Amasonia, Simbuleta, Galipaea, Mescharia, Penaea, Eriphia, Tarpura, Baslovia, Geniostoma, Galax, Badula, Doraena, Porana, Moutabea, Ropourea, Weigela, Bladhia, Lerchea, Raputia, Monniera, Saraca, Codon, Ceodes, Phyllachne, Forstera, Chloranthus, Pongatium.

B) Polypetalae.

Gêneros: Qualea, Vochisia, Dialium, Salacia, Gevuina, Orixa, Skimmia, Krameria, Dobera, Azima, Melicytus, Pennantia, Ruyschia, Souroubea, Commersonia, Aldrovanda, Schefflera, Lindera, Soulamea, Nandina, Melicope, Sassia, Margaritaria, Clausena, Barbylus, Codia, Monotropa, Dionaea, Hippomanica, Ouratea, Crinodendrum, Deutzia, Agathophyllum, Calinea, Caraipa, Vantanea, Touroulia, Vallea, Mahurea, Houmiria, Trilix, Sarracenia, Caryocar, Temus, Aphyteia, Tontelea, Strumpfia, Adenia, Begonia.

C) Apetalae hermafrodita.

Gêneros: Meborea, Cometes, Amanoa, Capura, Scopolia, Aniba, Plegorhiza, Anavinga, Aquilaria, Samyda, Cassytha, Tomex, Tounatea, Seguieria, Maerua, Ablania, Mourera, Coriaria, Mniarum, Catonia, Gonocarpus, Linconia, Trewia.

D) Apetalae diclinae.

Gêneros: Ascarina, Glochidion, Meryta, Trophis, Batis, Antidesma, Tonina, Siparuna, Myroxylon, Nephentes, Quillaja, Pandanus, Balanophora, Cynomorium, Datisca.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]