Spin-½

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Física
\nabla \cdot \mathbf{B} = 0

\nabla \times \mathbf{E} = -\frac{\partial \mathbf{B}} {\partial t}

\nabla \cdot \mathbf{E} = \rho

\nabla \times \mathbf{B} = \frac{\partial \mathbf{E}} {\partial t} + \mathbf{J}
As Equações de Maxwell
Física
História da Física
Filosofia da Física

Na mecânica quântica, o spin é uma propriedade intrínseca de todas as partículas elementares[1] . Os férmions, as partículas que constituem matéria comum, tem meio-spin inteiro. Partículas de spin-½ constituem um subconjunto importante de tais férmions. Todos os férmions elementares conhecidos têm uma rotação de ½[2] . O estado quântico de uma partícula de spin-½ pode ser descrito por um vetor de valores complexos com dois componentes chamados de spinores[3] .

Referências

  1. K. Ziegler (20-Out-2004). Spin-1/2 fermions Universitat Augsburg. Visitado em Jan. de 2014.
  2. Henry R. Glyde (March 13, 2010). Fermi Systems Department of Physics & Astronomy of the University of Delaware. Visitado em Jan. de 2014.
  3. A. Steane (2010). Spinors Oxford University. Visitado em Janeiro 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.