Brás de Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Brás de Castro

D. Brás de Castro foi Governador (intruso) da Índia entre 1653 e 1655.

Não obstante a irregularidade da sua investidura, D. Brás de Castro governou efectivamente a Índia. Era filho de D. Rodrigo de Castro e de sua mulher D. Ana de Eça. Em 1649 foi nomeado governador de Macau, passando depois a conselheiro do Estado da Índia.

Em 1653 apossara do poder por meios violentos expulsando Vasco Mascarenhas. Em 1655, o novo Vice-Rei, Rodrigo Lobo da Silveira o aprisionou, com seus saqueazes, retendo-os na Fortaleza da Aguada e depois os enviou para serem julgados no reino.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Caetano de Sousa, António (1745). Historia Genealogica Da Casa Real Portugueza:. Desde A Sua Origem Até O Presente, com as Familias illustres, que procedem dos Reys, e dos Serenissimos Duques de Bragança ... Lisboa: Da Sylva. 955 páginas 


Precedido por
Vasco Mascarenhas
Lesser coat of arms of Portuguese India.svg
Governador da Índia Portuguesa

1653 — 1655
Sucedido por
Rodrigo Lobo da Silveira