Caetano de Melo e Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caetano de Melo e Castro
Nascimento ca. 1680
Morte 6 de abril de 1718 (38 anos)
Nacionalidade Português

Caetano de Melo e Castro (ca. 16806 de abril de 1718) foi um administrador colonial português.

Vida[editar | editar código-fonte]

Filho de António de Melo e Castro e neto de Francisco de Mello e Castro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1683 foi nomeado capitão-general de Sena, Sofala e Moçambique. Foi nomeado governador-geral de Pernambuco, de 13 de junho de 1693 a 5 de março de 1699. No exercício deste cargo reprimiu a revolta dos escravos de Palmares.

De 1702 a 1707, foi governador e vice-rei da Índia Portuguesa. Durante seu vice-reinado, reprimiu com êxito ataque dos árabes de Omã a Damão, conseguindo formar uma esquadra.

Regressado a Portugal, em 1707, foi agraciado com a comenda de Santa Maria de Oliveira de Azeméis.

Foi sepultado no convento dos Carmelitas de Colares.

Fontes[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João de Sousa Freire
Governador de Moçambique
1682 — 1686
Sucedido por
Miguel de Almeida
Precedido por
Antônio Félix Machado da Silva e Castro
Governador de Pernambuco
1693 — 1699
Sucedido por
Fernando Martins Mascarenhas Lencastre
Precedido por
Conselho de Governo Interino: Agostinho da Anunciação e Vasco Lima Coutinho
Vice-Rei da Índia Portuguesa
1702 — 1707
Sucedido por
Rodrigo da Costa