Charles Melville Hays

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Charles Melville Hays
Nome completo Charles Melville Hays
Nascimento 16 de maio de 1856
Rock Island, Illinois
Morte 15 de abril de 1912 (55 anos)
Oceano Atlântico
Ocupação Empresário
Empregador Grand Trunk Railway

Charles Melville Hays (16 de maio d 1856 – 15 de abril de 1912) foi o presidente da Grand Trunk Railway. Ele começou a trabalhar no ramo de ferrovias como balconista com idade de 17 anos e rapidamente subiu as posições de administração para se tornar o Gerente Geral da Wabash Railroad. Se tornou Vice-Presidente da companhia em 1889 e permaneceu como tal até 1896 quando se tornou Diretor Geral da Grand Trunk Railway (GTR) do Canadá.

Hays deixou a GTR por um curto período de tempo para se tornar Presidente da Southern Pacific Railway Company mas retornou a GTR após um ano. Como Vice-Presidente e Diretor Geral da GTR, se credita a ele manter a companhia longe da falência. Em 1909, se tornou presidente da GTR e todas as suas linhas consolidadas, ferrovias subsidiárias e empresas de navios a vapor. Foi reconhecido por sua filantropia e recebeu a Ordem do Sol Nascente, terceira classe, do Imperador do Japão em 1907.

Se credita ainda a Hays a formação da Grand Trunk Pacific Railway (GTP), um sonho que ele teve em criar uma segunda ferrovia transcontinental nas fronteiras do Canadá.[1] Ele também é culpado pela insolvência da GTR e da GTP. Morreu antes de seu sonho ser completo durante o naufrágio do RMS Titanic.[1] Antes que o navio colidisse com um iceberg, Hays fez uma declaração profética sobre o desastre.[2] Seu corpo foi recuperado e enterrado em Montreal. Sua esposa e uma das quatro filhas a bordo do navio se salvaram.

Titanic[editar | editar código-fonte]

Em abril de 1912, Hays estava em Londres solicitando apoio financeiro para a GTP. Ele estava ansioso para voltar ao Canadá para a abertura do Château Laurier em Ottawa, Ontário, nome dado em homenagem ao Primeiro Ministro Wilfrid Laurier. A abertura de gala deste hotel foi fixada para 25 de abril de 1912.[1] Hays também recebeu notícias de que sua filha Louise estava tendo dificuldades com a gravidez.

Além disso, ele deve ter tido negócios com J. Bruce Ismay, presidente da White Star Line; de qualquer maneira, Ismay convidou Hays para se juntar a ele no RMS Titanic. Hays, sua esposa, Clara, sua filha, Orian, seu genro, Thornton Davidson, sua secretária, Srta. Vivian Payne e sua criada, Srta. Mary Anne Perreault, dividiam uma luxuosa cabine (cabine B69) do Convés de Passeio.[3][4]

às 23:40 de 14 de abril de 1912, o Titanic atingiu um iceberg. Hays ajudou as mulheres de seu grupo a embarcar em um dos 20 botes salva-vidas,[5] mas ele, sei genro e seu secretário permaneceram no navio e pereceram quando o navio afundou,[3] junto outros 1.500 passageiros e tripulação do Titanic.[2] Se relata que Hays teria feito uma observação profética na noite do desastre; criticando a forma como as linhas de navio a vapor estavam competindo para ganhar passageiros com embarcações cada vez mais rápidas, ele teria comentado: "Chegará a hora em breve quando essa tendência será marcada por um espantoso desastre."[1]

Morte[editar | editar código-fonte]

O corpo de Hays foi recuperado das águas do Atlântico Norte pelo navio Minia e foi enterrado no Mount Royal Cemetery em Montreal. Dois funerais foram feitos para ele em 8 de maio – um na American Presbyterian Church em Montreal, o outro em Londres na Igreja de St Edmund, King and Martyr.

Lápide de C.M. Hays em Montreal

Referências

  1. a b c d «Charles Melville Hays: Daring to Dream». Canadian National History Railblazers. Canadian National Railway. Consultado em 19 de março de 2012 
  2. a b Lord, Walter (1955). A Night To Remember. New York: Holt. p. 97. ISBN 0805077642 
  3. a b Hacking, Norman R. (1995). Prince Ships of Northern British Columbia: Ships of the Grand Trunk Pacific and Canadian National Railways. [S.l.]: Heritage House Publishing. pp. 30–35. ISBN 1895811287 
  4. «Mr. Charles Melville Hays». encyclopedia-titanica.org. Encyclopedia Titanica. Consultado em 10 de maio de 2012 
  5. Railway and locomotive engineering: a practical journal of motive power, rolling stock and appliances, Volume 24, Issue 1 – Volume 25, Issue 12: Obituary; Charles M. Hays. [S.l.]: Angus Sinclair co. 1912. 186 páginas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charles Melville Hays