Wallace Hartley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wallace Hartley
Hartley como retratado na
The Illustrated London News, Maio de 1912
Nome completo Wallace Henry Hartley
Nascimento 2 de junho de 1878
Colne, Lancashire, Inglaterra
Morte 15 de abril de 1912 (33 anos)
Oceano Atlântico
Ocupação Violinista, bandleader

Wallace Henry Hartley (2 de junho de 1878 – 15 de abril de 1912) foi um violinista e bandleader a bordo do RMS Titanic em sua viagem inaugural. Se tornou famoso por liderar a banda de oito membros enquanto o navio afundava no dia 15 de abril de 1912. Ele morreu no naufrágio.

Naufrágio do Titanic[editar | editar código-fonte]

Após o Titanic atingir o iceberg e começar a afundar, Hartley e seus companheiros de banda começaram a tocar na tentativa de manter os passageiros calmos enquanto a tripulação carregava os botes salva-vidas. Muitos dos sobreviventes dizem que a banda continuou a tocar até bem próximo do fim. Nenhum dos membros da banda sobreviveu ao naufrágio, e a estória deles tocando até o fim se tornou uma lenda popular. Um sobrevivente que subiu a bordo do 'Desmontável A' afirma ter visto Hartley e sua banda de pé no convés, próximo à entrada da Grande Escadaria, perto da segunda chaminé. Ele conta que viu três deles serem varridos do convés pela água enquanto os outros cinco seguraram na grade do convés da Grande Escadaria, sendo dragados juntos com a popa para o fundo do mar, enquanto Hartley exclamou: "Cavalheiros, lhes ofereço o adeus!" Um jornal da época relatou: "a peça musical tocada pela orquestra a bordo do Titanic em seus últimos terríveis momentos será considerada entre as mais nobres nos anais do heroísmo no mar."

Embora a canção final tocada pela banda seja desconhecida, "Nearer, My God, to Thee" ganhou a aceitação popular. Ex-companheiros de banda afirmam que Hartley teriam dito que ele tocaria ou "Nearer, My God, to Thee" ou "Our God, Our Help in Ages Past" se ele estivesse em um navio que afundava, mas o livro de Walter Lord A Night to Remember (1955) popularizou o relato do oficial Harold Bride de ouvir a canção "Autumn". Se era "Nearer, My God, to Thee", é incerto qual versão Hartley usou. Seu pai usava a versão "Propior Deo" de Arthur Sullivan, na igreja, e sua família não tem certeza que ele tenha usado esta versão,[1] São as notas de abertura desta canção que aparecem no memorial de Hartley[2] e foi usada em seu funeral.[1]

Violino[editar | editar código-fonte]

Em março de 2013, após dois anos de análise detalhada do rastreamento feito pela The Forensic Science Service em nome dos leiloeiros Henry Aldridge & Son e sete anos de recolhimento de provas pela casa de leilões com sede em Wiltshire, foi anunciado que um violino encontrado no sótão de um britânico dentro de uma mala de couro com as iniciais "W. H. H." foi o instrumento usado por Hartley que, de acordo com os relatos, tocou "Nearer, My God, to Thee" durante os momentos finais do navio.[3] A identificação foi ajudada por uma gravação no violino alemão[4] que sua noiva (Maria Robinson) tinha colocado no instrumento em 1910 que dizia: "Para Wallace por ocasião do nosso noivado de Maria.'[5] Testes adicionais feitos por um especialista em prata da Associação Gemológica da Grã-Bretanha confirmaram que o prato na base do violino era original e que a gravação de metal feita em nome de Maria Robinson era contemporânea com as feitas em 1910.[5] Tomografia computadorizada foi usada pelos especialistas que puderam ver imagens em 3D da parte interna do violino. O detalhe da varredura permitiu que especialistas pudessem examinar a construção, o interior e a cola, segurando o instrumento, mostrando sinais de possível restauração. Ao pesquisar as origens do violino, os leiloeiros Henry Aldridge & Son e Christian Tennyson-Ekeberg, biógrafo de Wallace Hartley e autor de "Nearer, Our God, to Thee: The Biography of the Titanic Bandmaster", descobriu a transcrição de um telegrama enviado ao Secretário Provincial da Nova Escócia, Canadá, datado de 19 de julho de 1912 no diário da aflita noiva de Hartley, Srta. Robinson, em que se lê:

"Eu ficaria muito grata se pudesse transmitir meus sinceros agradecimentos a todos os que possibilitaram o retorno do violino do meu falecido noivo."[5]

Após a morte de Maria Robinson em 1939, sua irmã deu o violino para o Exército de Salvação de Bridlington e lhes contou sobre a associação do instrumento com o Titanic.[3] O violino foi mais tarde passado a um professor de violino que entregou a mãe do dono atual. A casa de leilões Henry Aldridge & Sons afirma: "Está a mais de 70 anos na mesma família,".[3] Craig Sopin, proprietário de uma das maiores coleções de objetos e memorabilia do Titanic, e especialista sobre o Titanic, acredita que o "violino é de Hartley e não uma fraude".[3]

O violino de Hartley foi exibido na Irlanda do Norte no estaleiro onde o RMS Titanic foi construído, Titanic Belfast e nos Estados Unidos nos museus Titanic Branson e Titanic Pigeon Forge. Foi vendido pela casa de leilões Henry Aldridge & Son em Devizes, Wiltshire, Inglaterra em 19 de outubro de 2013 por £900.000 ($1.7 milhão de dólares americanos), como relatado pela BBC, NBC e o The Washington Post.[6][7][8]

A estória de Wallace Hartley e seu violino é a inspiração por trás da canção "Titanically" escrito pela cantor e compositor canadense Heather Rankin e David Tyson, com vídeo musical dirigido pelo cineasta Thom Fitzgerald. O vídeo foi lançado em 2 de junho de 2017, em homenagem ao aniversário de Hartley. [9]

Representações no cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Bradley, Ian (2013). Lost Chords and Christian Soldiers: The Sacred Music of Arthur Sullivan. [S.l.]: SCM Press. p. 72. ISBN 0334044219 
  2. «Biography of Wallace Hartley, the Titanic's bandmaster». pendle.net 
  3. a b c d «Titanic Violin Authenticated as Genuine». ABC News. Consultado em 16 de março de 2013 
  4. AP (19 de outubro de 2013). «Titanic violin sells for more than $1.4 million at auction». CBS News. Consultado em 9 de dezembro de 2013 
  5. a b c Kerry O'Shea (15 de março de 2013). «Violin played by bandmaster as the Titanic sank in 1912 found in musician's attic». IrishCentral. Consultado em 18 de março de 2013 
  6. «Titanic violin fetches £900,000 record price». BBC. 19 de outubro de 2013. Consultado em 19 de outubro de 2013 
  7. Kiernan, Ed. «Violin that played as Titanic sank sells for $1.4 million». World News. NBC News. Consultado em 19 de outubro de 2013 
  8. Karla Adam (19 de outubro de 2013). «Titanic violin fetches record price at auction». The Washington Post. Consultado em 19 de outubro de 2013 
  9. http://canadianbeats.ca/2017/06/02/heather-rankin-releases-new-video-for-titanically/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Wallace Hartley