Dragon Ball Super

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Super Dragon Ball Z.
TV Future Icon.svg
Dragon Ball Super é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 23 de agosto de 2017.
Dragon Ball Super
ドラゴンボールスーパー
(Doragon Bōru Sūpā)
Logótipo de Dragon Ball Super.
Género Ação, artes marciais, aventura, comédia, fantasia científica
Mangá
Escrito por Akira Toriyama
Ilustrado por Toyotarō
Editora(s) Shueisha
Revista(s) V-Jump
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 20 de junho de 2015 – em publicação
Volumes 3
Anime
Direção Kimitoshi Chioka (#1–46)[1]
Morio Hatano (#33–76)[2]
Kōhei Hatano (#68–76)[3]
Tatsuya Nagamine (#77–presente)
Ryōta Nakamura (#77–presente)
Naotoshi Shida
Produção Osamu Nozaki
Naoko Sagawa
Atsushi Kido[4]
Tomosuke Teramoto
Satoru Takami
Roteiro Akira Toriyama
Música Norihito Sumitomo
Estúdio Toei Animation
Distribuição/
Licenciamento
Emissoras de televisão Fuji TV
Emissoras lusófonas
Exibição original 5 de julho de 2015 – Continua em exibição
Episódios 104 (Lista de episódios)
Franquia Dragon Ball
Dragon Ball (mangá)
Dragon Ball (anime)
Dragon Ball Z
Dragon Ball GT
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Dragon Ball Super (ドラゴンボールスーパー, Doragon Bōru Sūpā?) é uma série de anime criada por Akira Toriyama e produzida pela Toei Animation, que começou a ser exibida em 5 de julho de 2015.[5][6] É também uma série de mangá escrita/ilustrada por Toyotarou e supervisionada por Toriyama, serializada na revista de mangás shōnen V Jump da Shueisha. Dragon Ball Super é uma sequência para o mangá original Dragon Ball e a série de anime Dragon Ball Z, com o primeiro novo enredo em dezoito anos.[7][8] É transmitida no Japão aos domingos às 9:00 da manhã na Fuji TV.[4]

O anime segue as aventuras do protagonista Goku, depois de derrotar Majin Boo e trazer paz à Terra mais uma vez.[9][10] Son Goku atinge o ki de um deus e enfrenta mais desafios. Ele defende a Terra contra poderosas entidades destrutivas e viaja para universos paralelos, onde enfrenta adversários mais poderosos e inimigos quase imparáveis.

Em Portugal, a sua transmissão é feita pela Sociedade Independente de Comunicação (SIC)[11][12] (continuando a tradição iniciada com as séries anteriores), sendo um dos primeiros países a estrear a série. A dobragem ficou a cargo do estúdio Audio In, que manteve a grande maioria do elenco original (com a exceção de António Semedo, já falecido, e Fernanda Figueiredo, reformada), adicionando também novas vozes. A transmissão teve início na manhã de 24 de setembro de 2016, sendo transmitidos novos episódios todos os sábados e domingos.[13]

No Brasil, a série estreou legendada em outubro de 2016, na plataforma de streaming Crunchyroll,[14] a dublagem do anime se iniciou em abril de 2017 no estúdio Unidub, onde a maior parte do elenco da dublagem original regressou.[15] O anime estreou no país pelo Cartoon Network em 5 de agosto e é exibido de segunda a sexta às 15:30 da tarde e reprisando às 23:00 horas da noite e aos sábados com reprise dos 5 episódios às 23:00 da noite. Também foi revelado um trailer no Cartoon Network Brasil no dia 1º de Agosto de 2017.[16]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Algum tempo depois da derrota de Majin Buu, a paz finalmente regressou à Terra. Son Goku estabeleceu-se e, por exigência de Chi-Chi, trabalha agora como fazendeiro, para sustentar e apoiar a sua família. Sua família e amigos vivem agora vidas pacíficas.[17] No entanto, surge uma nova ameaça sob a forma de Bills, o Deus da Destruição, considerado a mais terrível e perigosa divindade no Universo 7. Após despertar de um longo sono de vários anos, Bills está ansioso para encontrar e lutar com um lendário guerreiro, que ele vira num sonho profético conhecido como o Deus Super Saiyajin (スーパーサイヤ人ゴッド, Sūpā Saiya-jin Goddo?).[18] Para proteger a Terra, Son Goku transforma-se no Deus Super Saiyajin para lutar com Bills. Apesar de perder, os seus esforços apaziguam o Deus da Destruição, de tal maneira que ele decide poupar o planeta. Esta parte da série, reconta os acontecimentos de Dragon Ball Z: Battle of Gods.

Enquanto Son Goku e Vegeta partem com Bills e com o seu mestre e assistente Whis para treinar por um ano, dois remanescentes do exército de Freeza chegam à Terra e usam as Bolas de Cristal para o ressuscitar. Freeza reúne os seus exércitos e regressa para decretar a sua vingança sobŕe Son Goku e os seus amigos. Apesar de ficar forte o suficiente para alcançar uma nova transformação, ele é uma vez mais derrotado. Esta parte da série, reconta os acontecimentos de Dragon Ball Z: Fukkatsu no F.

Em uma ocasião posterior, Champa, irmão gêmeo de Bills e o Deus da Destruição do Universo 6, convence Bills para lançar um torneio entre os melhores lutadores do universo de cada deus para a possessão da Terra. Goku e alguns de seus amigos se unem ao torneio, qual termina em uma surpreendente vitória para o time de Bills após os mais fortes lutadores de cada lado, Goku e Hit do Universo 6, acabarem perdendo. Na ocasião, Goku conhece e faz amizade com Zenō, o rei de todos os universos. Ele promete trazer para Goku um amigo para brincar.

Após o torneio ser completado, Trunks do Futuro reaparece e traz notícias de um novo e poderoso inimigo semelhando Goku que é conhecido como Goku Black. Goku e outros eventualmente descobrem que Goku Black é na verdade um Kaiō-shin do Universo 10 nomeado Zamasu, que sequestrou o corpo de Goku de uma diferente linha de tempo como parte de seu plano para alcançar a imortalidade e eliminar todos os mortais.[19] No fim, Zamasu é apagado junto com a inteira linha de tempo futura por Zenō do futuro, que acompanha Goku de volta para sua linha de tempo. Goku cumpre sua promessa para Zenō por introduzir ele ao seu futuro eu.

Algum tempo depois, Trunks do Futuro, retorna para casa, Zenō e o Zenō do Futuro lançam um novo torneio chamado Torneio do Poder (力の大会, Chikara no Taikai?). O torneio multiverso apresenta times de lutadores de cada universo por sugestão de Goku. Entretanto, isso se torna uma batalha pela sobrevivência quando ambos reis declaram que os universos derrotados no torneio irão ser apagados.[20] Goku, Vegeta, Gohan, Piccolo, Kuririn, Mestre Roshi, Tenshinhan, Androide 17, Androide 18, Tien, Mestre Roshi e um temporariamente revivido Freeza se unem ao torneio como representantes do Universo 7 para protegê-lo. Apesar do fato que Zenō e Zenō do Futuro já tinham a intenção de destruir os universos mais fracos, a maioria dos lutadores dos outros universos que estavam desconhecidos disso veem Goku como um vilão por sugerir lançar o torneio em primeiro lugar.[21] Fora dos doze universos, apenas quatro (universo 1, 5, 8, e 12) são isentos de participarem devido a que seus habitantes terem uma média mortal de classificação acima de 7.

Produção[editar | editar código-fonte]

Dragon Ball Super foi anunciado pela Toei Animation em 28 de abril de 2015[22] na cidade de Shinjuku, dez dias após a estreia do filme Dragon Ball Z: Fukkatsu no F.[23][24][25] É a primeira série de anime da franquia Dragon Ball produzida dezoito anos após Dragon Ball GT, que foi exibida entre 1996 e 1997. Não tendo relação com DBGT, a história mostra eventos colocados antes do final do mangá original (capítulos 518 e 519) e do anime Dragon Ball Z (episódios 289, 290 e 291).

Além de seu papel como criador da série, Akira Toriyama, é também creditado pela "história original e conceitos de design de personagem" do novo anime originalmente dirigido por Kimitoshi Chioka.[4] Toriyama elaborou em seu envolvimento com a "saga Trunks do Futuro" dizendo que ele criou a história baseada em sugestões do departamento editorial, "Como com a última vez, eu escrevi a linha de tempo do enredo geral, e os roteiristas têm estado compilando e expandido o conteúdo da história para episódios individuais, fazendo várias mudanças e adições, e geralmente fazendo seu melhor para fazer a história mais interessante."[26] Em adição para novos personagens desenhados por Toriyama, outros personagens para a "saga Sobrevivência do Universo" foram desenhados por Toyotarou, artista da adaptação de mangá do anime, e um pouco por ambos.[27]

O produtor da Toei Animation, Atsushi Kido, previamente trabalhou em Dragon Ball Z por um curto tempo durante a saga Freeza, enquanto o produtor da Fuji TV, Osamu Nozaki, diz que ele tem sido um fã da série desde a infância.[28] Morio Hatano, diretor da série de Saint Seiya Omega (episódios #1–51), começou a compartilhar o crédito de diretor da série com Chioka começando com o episódio #33, antes de tomar isso adiante completamente com o #47. Do episódio #68 para #76, Morio Hatano compartilhou o papel de diretor da série com Kōhei Hatano (sem relação), outro artista storyboard e diretor de episódio para a série.

Masako Nozawa reprisa seus papéis como Son Goku, Son Gohan, e Son Goten.[4] A maioria do elenco original bem como reprisa seus papéis.[19][29] Entretanto, os papéis de Jōji Yanami como Kaiō-sama e o narrador foram indefinidamente tomados por Naoki Tatsuta a partir do episódio 12, então para que Yanami pudesse tomar saída médica.[30] Kōichi Yamadera e Masakazu Morita também retornaram como Bills e Whis, respectivamente.[29]

A primeira prévia da série foi exibida em 14 de junho de 2015, seguindo o episódio 157 de Dragon Ball Kai.[31] No dia seguinte, a principal imagem promocional para Dragon Ball Super foi adicionada ao seu website oficial e revelou dois novos personagens,[29] que foram mais tarde revelados para serem nomeados Champa e Vados, respectivamente.[32] Um trailer de trinta segundos incluindo os novos personagens foi baixado para o website oficial da série em 26 de junho de 2015.[33]

Transmissão e produção internacional[editar | editar código-fonte]

Dragon Ball Super recebeu uma dublagem em inglês que estreou no canal Toonami no Sudeste Asiático e Índia em 21 de janeiro de 2017. Essa dublagem é produzida pela Bang Zoom! Entertainment baseada em Los Angeles para o mercado asiático. Um sneak preview da dublagem em inglês foi exibida em 17 de dezembro de 2016, e apresentou o primeiro episódio.[34] Sean Schemmel dublou Goku, Black Goku e King Kai.

Começando em 2016, a série tem sido exibida em Israel na Nickelodeon e em Portugal na SIC.[35]

Em 10 de outubro de 2016, Toei Animation Europe anunciou que Dragon Ball Super iria ser transmitido na França, Itália, Espanha, e na África de língua inglesa no final de 2016.[36] Mais tarde naquele mesmo mês, Toei Animation anunciou um sub oficial em inglês da série que seria simultaneamente exibida legalmente na Crunchyroll, Daisuki.net, e Anime Lab começando em 22 de outubro de 2016.[37][38]

Em 4 de outubro de 2016, Funimation anunciou que a companhia adquiriu os direitos para Dragon Ball Super e que iria ser produzida uma dublagem em inglês, com muitos membros do elenco de seus anteriores lançamentos em língua inglesa da mídia Dragon Ball reprisando seus respectivos papéis. Bem como oficialmente anunciando a dublagem, foi também anunciado que eles iriam simultaneamente transmitir a série em sua plataforma de streaming, FunimationNow.[39][40] Em 7 de dezembro de 2016, IGN reportou que a dublagem em inglês da Funimation de Dragon Ball Super iria ao ar no Adult Swim aos sábados às 20h com um encore exibido em seu bloco Toonami mais tarde naquela noite às 23h30 começando em 7 de janeiro de 2017.[41] Isso foi mais tarde confirmado na página oficial do Toonami no Facebook.[42] A estreia na América do Norte de Dragon Ball Super foi assistida por 1,063,000 de espectadores para seu horário das 20h exibida no Adult Swim.[43]

Música[editar | editar código-fonte]

Norihito Sumitomo, o compositor para Battle of Gods e Resurrection 'F' está marcando Dragon Ball Super.[44] Uma trilha sonora original para o anime foi lançada em CD pela Nippon Columbia em 24 de fevereiro de 2016.[45]

A canção do primeiro tema de abertura para episódios 1 a 76 é "Chōzetsu☆Dynamic!" (超絶☆ダイナミック!, Chōzetsu Dainamikku?, "Excellent Dynamic!") por Kazuya Yoshii de The Yellow Monkey. A letra foi escrita por Yukinojo Mori que tinha escrito numerosas canções para a série Dragon Ball.[46] A canção do segundo tema de abertura do episódio 77 em diante é "Genkai Toppa × Survivor" (限界突破×サバイバー? "Limit Breakthrough × Survivor") pelo cantor de enka Kiyoshi Hikawa. Yukinojo Mori escreveu a letra para a canção de rock e Takafumi Iwasabi compôs a música.[47][48]

A canção do primeiro tema de encerramento para episódios 1 a 12 é "Hello Hello Hello" (ハローハローハロー, Harō Harō Harō?) pela banda de rock japonesa Good Morning America.[46] A canção do segundo tema de encerramento para episódios 13 a 25 é "Starring Star" (スターリングスター, Sutāringu Sutā?) pelo grupo Key Talk.[49] O cantor para a dublagem em inglês da Funimation é Professor Shyguy.[50] A canção do terceiro encerramento para episódios 26 a 36 é "Usubeni" (薄紅? "Light Pink") pela banda Lacco Tower. A canção do quarto tema de encerramento para episódios 37 a 49 é "Forever Dreaming" por Czecho No Republic.[51] A canção do quinto tema de encerramento para episódios 50 a 59 é "Yokayoka Dance" (よかよかダンス, Yokayoka Dansu?, "It's Fine Dance") pelo idol group Batten Showjo Tai.[52] O sexto tema de encerramento para episódios 60 a 72 é "Chao Han Music" (炒飯MUSIC, Chāhan Myūjikku?) por Arukara.[53] O sétimo tema de encerramento é dos episódios 73 a 83 é "Aku no Tenshi to Seigi no Akuma" (悪の天使と正義の悪魔? "Evil Angel and Righteous Devil") por The Collectors.[54] O oitavo tema de encerramento dos episódios 84 a 96 é "Boogie Back" por Miyu Inoue.[55][56] O nono tema de encerramento dos episódios 97 em diante é "Haruka" (?) por Lacco Tower.[57]

Mangá[editar | editar código-fonte]

Capa do primeiro volume de Dragon Ball Super.

O anime Dragon Ball Super está sendo adaptado em um mangá complementar ilustrado pelo artista Toyotarou, que era previamente responsável pela adaptação oficial do mangá Resurrection 'F'.[58] A produção da obra começou em 2015 quando Toyotaro foi escolhido pelo próprio Toriyama para trabalhar no mangá de Dragon Ball Super. Toriyama escreve os principais pontos da trama, fazendo algumas anotações e ideias em formato de texto em que Toyotaro desenvolve storyboards e, em seguida, as ilustrações individuais. Toyotaro não pode desviar muito da história criada por Toriyama, mas por outro lado tem uma liberdade criativa bastante ampla, de um ponto de vista gráfico. Toriyama também verifica todos os storyboards de Toyotaro para o mangá.[59] A serialização começou no número de agosto de 2015 da V Jump, qual foi lançada em 20 de junho de 2015.[60] Shueisha começou a colecionar os capítulos para volumes tankōbon com o primeiro publicado em 4 de abril de 2016.[61] Viz Media começou a postar traduções grátis em inglês dos capítulos do mangá para seu website em 24 de junho de 2016.[62] Um lançamento impresso do primeiro volume se seguiu na primavera de 2017.[63]

Mídia relacionada[editar | editar código-fonte]

Os episódios do anime estão sendo lançados em coleções japonesas de Blu-ray e DVD que contêm doze episódios cada. O primeiro conjunto foi lançado em 2 de dezembro de 2015. O segundo conjunto foi lançado em 2 de março de 2016. O terceiro conjunto foi lançado em 2 de julho de 2016. O quarto conjunto foi lançado em 4 de outubro de 2016.[64]

Bandai tem anunciado que uma linha de brinquedos de Dragon Ball Super irá estar disponível nos Estados Unidos no verão de 2017.[65] Bandai também tem anunciado a atualização de Dragon Ball Collectible Card Game que começa com um deck iniciante, um pacote especial contendo 4 pacotes boosters e um card promocional de Vegeta e uma box booster com 24 pacotes. Irá ser lançado em 28 de julho de 2017.[66] Uma linha de seis brinquedos Happy Meal de Dragon Ball Super foram feitos disponíveis nos restaurantes japoneses do McDonald's em maio de 2017.[67]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Japão Seiyū[68] Portugal Dobrador Brasil Dublador[69]
Son Goku Masako Nozawa Henrique Feist Wendel Bezerra
Úrsula Bezerra (criança)
Son Gohan Vagner Fagundes
Son Goten Ricardo Spínola Fátima Noya
Goku Black Henrique Feist Wendel Bezerra
Vegeta Ryō Horikawa João Loy Alfredo Rollo
Bulma Hiromi Tsuru Cristina Cavalinhos Tânia Gaidarji
Trunks Takeshi Kusao Henrique Feist Marina Santana (criança)
Marcelo Campos (adulto)
Kuririn/Krilin (Portugal) Mayumi Tanaka Romeu Vala Fábio Lucindo
Androide 17 Shigeru Nakahara Ricardo Spínola Figueira Jr.
Androide #18 Miki Itō Cristina Cavalinhos Eleonora Prado
Tenshinhan Hikaru Midorikawa Ricardo Spínola Alexandre Marconato
Yamcha Toru Furuya Romeu Vala Márcio Araújo
Pual Naoko Watanabe Cristina Cavalinhos Rita Almeida
Chaos Hiroko Emori Henrique Feist Úrsula Bezerra
Mestre Kame Masaharu Satō Ricardo Spínola Gileno Santoro
Oolong Naoki Tatsuta Angelica Santos
Piccolo Toshio Furukawa João Loy Luiz Antônio Lobue
Dende Aya Hirano Gabriel Gonçalves
Chi-Chi Naoko Watanabe Joana Castro Raquel Marinho
Videl Yuko Minaguchi Melissa Garcia
Mr. Satan Unshō Ishizuka Rui de Sá Guilherme Lopes
Rei Cutelo / Ox-King Ryūzaburō Ōtomo
Dr. Briefs Ryōichi Tanaka
Sra. Briefs Hiroko Emori Joana Castro Cecília Lemes
Marron Naoko Watanabe Cristina Cavalinhos
Pan Yuko Minaguchi Joana Castro
Bra Hiromi Tsuru
Majin Boo Kōzō Shioya Ricardo Spínola Wellington Lima
Bills Kōichi Yamadera Marcelo Pissardini
Whis Masakazu Morita Romeu Vala Felipe Grinnan
Peixe Oráculo Shoko Nakagawa Rui de Sá Rita Almeida
Kaioshin Antepassado Ryōichi Tanaka Henrique Feist Cassius Romero
Kibitoshin Shinichirō Ōta Rui de Sá Francisco Bretas
Kaioshin do leste Quimbé
Kibito Shin Aomori Rui de Sá
Pilaf Shigeru Chiba Ricardo Spínola Élcio Sodré
Mai Eiko Yamada Joana Castro Letícia Quinto
Shu Tesshō Genda João Loy Fadu Costha
Shen-Long Ryūzaburō Ōtomo Ricardo Spínola Vanderlan Mendes
Kaio do Norte Jōji Yanami
Naoki Tatsuta[70]
Rui de Sá Carlos Silveira
Narrador Ângelo Vizarro Júnior
Placas Ronaldo Artinic
Freeza Ryusei Nakao Ricardo Spínola Carlos Campanile
Sorbet Shirō Saitō Quimbé Armando Tiraboschi
Tagoma Kazuya Nakai João Loy Fábio Azevedo
Shisami Tetsu Inada Romeu Vala Mauro Castro
Jaco Natsuki Hanae Gabriel Gonçalves Robson Kumode
Tights Hiromi Tsuru Joana Castro
Zuno Keiichi Sonobe Quimbé Dado Monteiro
Rei Galáctico Ken Uo João Loy
Champa Mitsuo Iwata Quimbé Junior Nannetti
Vados Yuriko Yamaguchi Joana Castro Priscila Franco
Fuwa Yasunori Masutani Romeu Vala Dláigelles Riba
Assistende de Fuwa Ricardo Spínola Arthur Machado
Árbitro Universo 6 Kazunari Tanaka Gabriel Gonçalves Heitor Assali
Botamo Yasuhiro Takato João Loy Fábio Campos
Frost Ryusei Nakao Ricardo Spínola Carlos Campanile
Magetta Naoki Tatsuta Gabriel Gonçalves Naoki Tatsuta (voz orig.)
Kyabe Daisuke Kishio Romeu Vala Daniel Figueira
Hitto Kazuhiro Yamaji Quimbé Francisco Júnior
Monaka Masami Kikuchi Rui de Sá Bruno Dias
Zen-Oh Satomi Kōrogi Mariana Zink
Potage Shirō Saitō Ricardo Spínola Mauro Ramos
Zamasu Shin-ichiro Miki Glauco Marques
Gowasu Tetsuo Gotō Rui de Sá Fábio de Castro
Daishinkan Masaya Takatsuka
Mestre Karin Ken Uo Rui de Sá
Yajirobe Mayumi Tanaka Romeu Vala
Arale Mami Koyama Cristina Cavalinhos
Uranai Baba / Vovó Uranai Mayumi Tanaka Zaíra Zordan
Enma-Daioh Ryūzaburō Ōtomo

Recepção[editar | editar código-fonte]

As primeiras impressões do episódio de estreia da série foi majoritariamente positivas com a qualidade da animação sendo elogiada pela maioria.[71] Richard Eisenbeis de Kotaku elogiou a sequência de abertura da série e disse "Meu eu do ensino fundamental está tão feliz agora, pessoal."[72] Jamieson Cox de The Verge também elogiou a sequência de abertura e disse que "A abertura de Dragon Ball Super irá fazer você implorar pelo lançamento na América do Norte." Cox estava também surpreso que, considerando o quão popular a franquia é, a série não se lançou internacionalmente ao mesmo tempo. Ele chamou isso de "um movimento que não seria sem precedentes" dando Sailor Moon Crystal como um exemplo.[73] Lucas Siegel de Comicbook.com elogiou o episódio de estreia por sua "linha de enredo descontraída" e estilo de animação e disse que a estreia foi "muito bem colocada como um episódio 'slice of life'". Siegel também notou que o episódio de estreia foi mais de uma introdução "onde eles estão agora" para a série que irá eventualmente ajudar a construir antecipação para "onde eles estarão."[74]

Entretanto, o quinto episódio recebeu severo criticismo de audiências japonesas e ocidentais devido ao seu pobre estilo de animação comparado para os anteriores quatro episódios.[75][76] O produtor de Dragon Ball Kai e Resurrection 'F', Norihiro Hayashida, sentiu que o criticismo era exagerado. Ele disse que as pessoas foram criticando a série inteira baseando em umas poucas más sequências que foram feitas por novos animadores. Ele prosseguiu para explicar um declínio na qualidade na indústria de anime que ele acredita que é o resultado de estúdios cortando o tempo dado para pós-produção e não permitindo revisões do produto final.[77] Toei Animation melhorou a animação para o lançamento do episódio cinco em Blu-ray e DVD.[78]

O episódio vinte e quatro da série também recebeu severo criticismo de ambas audiências japonesa e ocidental devido ao seu pobre estilo de animação, qual continuou ao longo de vários episódios comparado para seus anteriores episódios. Entretanto, a Saga Champa foi elogiada por melhorar sua animação. O episódio 39 da série foi criticamente aclamado por sua melhorada animação e elogiado pelas sequências de luta. Attack of the Fanboy reportou que o episódio 39 de "Dragon Ball Super" pode ser a melhor parcela da série até a data.[79] A luta de Goku e Hit "começa de forma explosiva desde o início."[80] A Saga de Trunks do Futuro também recebeu geralmente positivas revisões de fãs e bem como de críticos, com Shawn Saris da IGN aclamando o Episódio 66, afirmando que, "Episódio 66 de Dragon Ball Super tem uns poucos erros mas ultimamente leva para uma grande batalha final com Zamasu."[81]

Todos os três volumes da adaptação de mangá de Dragon Ball Super têm entrado na lista semanal de mangá best-selling da Oricon; volumes um e dois venderam 29,995 e 56,947 cópias em suas semanas de estreia respectivamente.[82][83] Volume três foi o quarto best-selling para sua semana com 92,114 cópias vendidas.[84] De acordo com Nielsen BookScan, a versão em inglês do volume um foi o segundo best-selling graphic novel de maio de 2017,[85] o nono de junho,[86] e o décimo quarto de julho.[87]

Transmissão internacional[editar | editar código-fonte]

País Canal Data de exibição Referências
Ásia
 Hong Kong Culturecom Holdings Ltd. 1 de agosto de 2016
 Coreia do Sul Anione Agosto de 2016
Anibox
Champ TV 19 de Agosto de 2016
Taiwan Cartoon Network 21 de agosto de 2016 [88]
Flag of Sudeste AsiáticoSudeste Asiático Toonami 17 de novembro de 2016 (pré-estreia)
21 de janeiro de 2017 (estreia)
[89]
 Índia
Médio Oriente
 Israel Nickelodeon 1 de setembro de 2016 [90]
Europa/África
 Portugal SIC 24 de setembro de 2016 [13][90]
SIC K 23 de janeiro de 2017 [91]
SIC Radical 19 de junho de 2017 [92]
 Itália Italia 1 23 de dezembro de 2016 [93][94]
 França Toonami 17 de janeiro de 2017 [95]
Flag of Spain.svg Espanha Boing 20 de fevereiro de 2017 [96]
Flag of África África Cartoon Network Ainda não existe datas de estreias
África do Sul Crunchyroll 22 de outubro de 2016 (legendado) [97]
União Europeia Daisuki
América
 Brasil
Flag of América espanhola América Latina
Crunchyroll 30 de outubro de 2016 (legendado) [97]
Cartoon Network 5 de agosto de 2017 (versão local) [16][98]
 Estados Unidos
 Canadá
Daisuki e Crunchyroll 30 de outubro de 2016 (legendado) [97]
Adult Swim (Toonami) 7 de janeiro de 2017 (versão local) [99]
FunimationNow 2017 (versão local) [100]
Oceania
 Austrália
 Nova Zelândia
Crunchyroll 30 de outubro de 2016 [97]

Referências

  1. Creditado segundo começando com o Episódio #33, após Morio Hatano.
  2. Creditado primeiro, antes de Kimitoshi Chioka.
  3. Creditado primeiro, antes de Morio Hatano.
  4. a b c d «Dragon Ball Gets 1st New TV Anime in 18 Years in July». Anime News Network. 18 de Abril de 2015. Consultado em 28 de Abril de 2015 
  5. «Dragon Ball Gets 1st New TV Anime in 18 Years in July» (em inglês). Anime News Network. 28 de abril de 2015 
  6. «New Dragon Ball Series! !» (em inglês). Toei Animation Europe. 28 de abril de 2015 
  7. «Anime 'Dragon Ball' irá ganhar nova série chamada 'Dragon Ball Super'». G1. 28 de abril de 2015 
  8. Facchi, Cleber (28 de abril de 2015). «'Dragon Ball Super': série ganha nova temporada de TV depois de 18 anos». Brasil-Post 
  9. «O Dragon Ball está de volta e vai ser Super». Observador. 28 de abril de 2015 
  10. «É muita emoção! Após 18 anos, Dragon Ball está de volta». Terra. 28 de abril de 2015 
  11. Morais, Carolina (28 de junho de 2016). «"Dragon Ball" está de volta à SIC». Diário de Notícias 
  12. «Dragon Ball Super na SIC». Otaku Portugal. 25 de junho de 2016. Consultado em 26 de junho de 2016 
  13. a b Gonçalves, Aníbal (11 de setembro de 2016). «Dragon Ball Super já tem data de estreia em Portugal». Imagine Games Network 
  14. Dragon Ball Super - Crunchyroll transmitirá o anime simultaneamente no Brasil
  15. Souza, Nielsen (3 de maio de 2017). «Dragon Ball Super começa a ser dublado no Brasil». ANMTV. Consultado em 3 de maio de 2017 
  16. a b Matheus Sousa (26 de junho de 2017). «Dragon Ball Super estreia em agosto no Cartoon Network». Consultado em 6 de junho de 2017 
  17. テレビシリーズ初!鳥山明オリジナル原案!「ドラゴンボール」テレビアニメーション 新シリーズ放送決定! [Original TV series! Original concept by Akira Toriyama! New "Dragon Ball" TV series broadcast date set!] (em japonês). Toei Animation. Consultado em 5 de Julho de 2015 
  18. あらすじ|ドラゴンボール超 (em japonês). Toei Animation. Consultado em 16 de Julho de 2015 
  19. a b 作品情報 [Credits] (em japonês). Toei Animation. Consultado em 17 de Agosto de 2015 
  20. «Dragon Ball Super' Anime's New Arc Releases In February». iDigitalTimes.com (em inglês). 20 de Dezembro de 2016. Consultado em 3 de Fevereiro de 2017 
  21. «Dragon Ball Super Anime Reveals Story, Visual for 'Universe Survival' Arc». Anime News Network. 15 de Dezembro de 2016. Consultado em 17 de Dezembro de 2016 
  22. «Toei Animation Begins Production on Dragon Ball Super» (PDF) (Nota de imprensa) (em inglês). Toei Animation. 28 de abril de 2015 
  23. «新作TVアニメ『ドラゴンボール超』2015年7月放送、初の鳥山明オリジナル原案» (em japonês). Mynavi (ja). 28 de abril de 2015 
  24. «「ドラゴンボール」新アニメ、18年ぶりに放送!鳥山明がストーリー原案» (em japonês). Natalie. 28 de abril de 2015 
  25. «【速報】『ドラゴンボール超(スーパー)』鳥山明先生オリジナル原案のテレビアニメ新シリーズが放送決定» (em japonês). Famitsu. 28 de abril de 2015 
  26. «Dragon Ball TV Anime 30th Anniversary News – Part 2!». Toei Animation. 24 de Junho de 2016. Consultado em 12 de Agosto de 2016 
  27. «超SCOOP3 新章「宇宙サバイバル編」 サバイバル!!全12宇宙». Shueisha. V Jump (em japonês): 36–37. 21 de Fevereiro de 2017. ASIN B01N6Y2ZTB 
  28. «Toei Animation Begins Production on Dragon Ball Super» (PDF) (Nota de imprensa). Tokyo: Toei Animation. 28 de Abril de 2015. Consultado em 9 de Maio de 2015 
  29. a b c «Dragon Ball Super Main Visual Reveals 2 New Characters». Anime News Network. 15 de Junho de 2015. Consultado em 26 de Junho de 2015 
  30. «Naoki Tatsuta Temporarily Replaces Jouji Yanami as Kaiō/Narrator in Dragon Ball Super Anime». Anime News Network. 25 de Setembro de 2015. Consultado em 24 de Janeiro de 2016 
  31. «Dragon Ball Super TV Anime Teased in 1st Preview Video». Anime News Network. 13 de Junho de 2015. Consultado em 13 de Junho de 2015 
  32. 「ドラゴンボール超」新キャラ登場のビジュアル、Vジャンではマンガ版始動. Natalie (em japonês). 20 de Junho de 2015. Consultado em 26 de Junho de 2015 
  33. «Dragon Ball Super's Extended Commercial Introduces New Characters». Anime News Network. 26 de Junho de 2015. Consultado em 26 de Junho de 2015 
  34. «Toonami Asia Premieres Dragon Ball Super Anime on January 21». Anime News Network. 28 de Novembro de 2016. Consultado em 29 de Novembro de 2016 
  35. «DRAGON BALL SUPER, READY FOR EMEA TAKEOVER WITH TURNER». www.toei-animation.com. Toei Animation Europe. 10 de Outubro de 2016. Consultado em 13 de Outubro de 2016 
  36. Barder, Ollie (11 de Outubro de 2016). «'Dragon Ball Super' Will Start Airing In Europe This Fall, Still No Word On A US Release». Forbes. Consultado em 13 de Outubro de 2016 
  37. Dornbush, Jonathon (19 de Outubro de 2016). «Dragon Ball Super English Sub Announced». IGN (em inglês). Ziff Davis, LLC. Consultado em 20 de Outubro de 2016 
  38. «Dragon Ball Super to Simulcast on Crunchyroll, Daisuki, AnimeLab (Updated)». Anime News Network (em inglês). Anime News Network. 19 de Outubro de 2016. Consultado em 27 de Outubro de 2016 
  39. «"DRAGON BALL SUPER" SUBTITLED EPISODES BEGIN STREAMING TODAY ON FUNIMATIONNOW WITH NEW SIMULCAST EPISODES STARTING NOVEMBER 5, 2016. Funimation to Produce English Dub of New Series.». Funimation (em inglês). Funimation. 4 de Novembro de 2016. Consultado em 7 de Novembro de 2016 
  40. «Funimation Licenses Dragon Ball Super, Plans English Dub». Anime News Network (em inglês). Anime News Network. 4 de Novembro de 2016. Consultado em 7 de Novembro de 2016 
  41. Dornbush, Jonathon (7 de Dezembro de 2016). «Dragon Ball Super English Dub to Premiere on Adult Swim's Toonami in January». IGN (em inglês). Consultado em 7 de Janeiro de 2017 
  42. «Toonami: Hope you're sitting down for this...». Facebook. 7 de Setembro de 2016 
  43. Peters, Megan (10 de Janeiro de 2017). «Dragon Ball Super Toonami Premiere Ratings Released». Comicbook.com. Consultado em 12 de Janeiro de 2017 
  44. Seeto, Damian (31 de maio de 2015). «Composer Returns To Score Dragon Ball Super TV Series». attackofthefanboy.com. Consultado em 27 de Maio de 2015 
  45. «日本コロムビア | ドラゴンボール超 オリジナルサウンドトラック». 日本コロムビア | ドラゴンボール超 オリジナルサウンドトラック. 7 de Março de 2016. Consultado em 7 de Março de 2016 
  46. a b «Kazuya Yoshii, Good Morning America to Perform Theme Songs For Dragon Ball Super». Anime News Network. 19 de Maio de 2015. Consultado em 24 de Janeiro de 2016 
  47. «Gods And Heroes Of 'Dragon Ball Super – Universal Survival Arc' Gathered For New Opening Preview Shots». Crunchyroll. 4 de Fevereiro de 2017. Consultado em 5 de Fevereiro de 2017 
  48. «Dragon Ball Super's New Opening Sequence Previewed in Screenshotspublisher». Anime News Network. 4 de Fevereiro de 2017. Consultado em 5 de Fevereiro de 2017 
  49. «VIDEO: KEYTALK Performs New ED Song for 'Dragon Ball Super'». Crunchyroll. 1 de Outubro de 2015. Consultado em 24 de Janeiro de 2016 
  50. Tour, Shyguy on (15 de maio de 2017). «I'd like to thank @FUNimation for having me sing the new Dragon Ball Super outro! So very surreal, so very rad.». @ProfessorShyguy. Consultado em 8 de junho de 2017 
  51. «Dragon Ball Super to Introduce a New Theme This April». attackofthefanboy. 17 de Março de 2016. Consultado em 17 de Março de 2016 
  52. «Batten Showjo Tai Performs New Dragon Ball Super Ending Theme». Anime News Network. 19 de Junho de 2016. Consultado em 26 de Junho de 2016 
  53. «Rock Band Arukara Performs New Dragon Ball Super Ending Theme». Anime News Network. 21 de Setembro de 2016. Consultado em 12 de Outubro de 2016 
  54. «THE COLLECTORS Perform New "Dragon Ball Super" Ending Theme». Crunchyroll. 6 de Dezembro de 2016. Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  55. «Spring's "Dragon Ball Super" End Theme Revealed». Crunchyroll. 5 de Março de 2017. Consultado em 9 de Abril de 2017 
  56. «Miyu Inoue Sings New Dragon Ball Super Ending Theme Song». Anime News Network. 5 de Março de 2017. Consultado em 9 de Abril de 2017 
  57. «Lacco Tower Returns For New "Dragon Ball Super" Ending». Crunchyroll. 5 de Junho de 2017. Consultado em 2 de Julho de 2017 
  58. Chiok, Christian (16 de Maio de 2015). «Dragon Ball Super To Get A Manga Adaptation As Well». shonengamez.com. Consultado em 5 de Julho de 2015 
  59. «Interview: Dragon Ball Super's Toyotarou». Anime News Network. 26 de Outubro de 2016. Consultado em 29 de Outubro de 2016 
  60. 鳥山明ストーリー原案の「ドラゴンボール」新アニメ、Vジャンでコミカライズ. Natalie (em japonês). 21 de Maio de 2015. Consultado em 13 de Junho de 2015 
  61. «ドラゴンボール超  1» (em japonês). Shueisha. Consultado em 10 de Abril de 2016 
  62. «Viz Previews Dragon Ball, Naruto, Tokyo Ghoul Spinoff Manga in English». Anime News Network. 25 de Junho de 2016. Consultado em 25 de Junho de 2016 
  63. «Viz Manga Adds Dragon Ball Super, Gundam Thunderbolt, Rei Tōma's The Water Dragon's Bride». Anime News Network. 1 de Julho de 2016. Consultado em 2 de Julho de 2016 
  64. Blu-ray・DVD情報|ドラゴンボール超 東映アニメーション (em japonês). Toei Animation. Consultado em 24 de Janeiro de 2016 
  65. Green, Scott (4 de Outubro de 2016). «"Dragon Ball Super" Toys Headed To US In Summer 2017». Crunchyroll. Otter Media. Consultado em 4 de Outubro de 2016 
  66. Bunge, Nicole (24 de Fevereiro de 2017). «'Dragon Ball Super Card Game' Launches This Summer». ICv2. Hard copy. Consultado em 24 de Fevereiro de 2017 
  67. http://comicbook.com/anime/2017/05/17/dragon-ball-powers-up-mcdonald-s-happy-meal-toys/
  68. «Dragon Ball Super Anime's Story Details Unveiled» (em inglês). Anime News Network. 17 de junho de 2015 
  69. Matheus Sousa (28 de junho de 2017). «Dragon Ball Super terá retorno dos dubladores originais». ANMTV. Consultado em 30 de junho de 2017 
  70. «Naoki Tatsuta Temporarily Replaces Jouji Yanami as Kaiō/Narrator in Dragon Ball Super Anime» (em inglês). Anime News Network. 25 de setembro de 2015 
  71. Seeto, Damian (4 de Julho de 2015). «Dragon Ball Super First Impressions On Debut Episode». attackofthefanboy.com. Consultado em 5 de Julho de 2015 
  72. Eisenbeis, Richard (5 de Julho de 2015). «Dragon Ball Super's Intro Makes My Inner Child So Happy». Kotaku. Gawker Media. Consultado em 5 de Julho de 2015 
  73. Cox, Jamieson (6 de Julho de 2015). «Dragon Ball Super's intro will have you begging for its North American release». The Verge. Vox Media. Consultado em 10 de Julho de 2015 
  74. Siegel, Lucas (7 de Julho de 2015). «REVIEW: Dragon Ball Super Episode 1 Delivers Nostalgic Excitement». comicbook.com. Consultado em 10 de Julho de 2015 
  75. Barder, Ollie (12 de Agosto de 2015). «Japanese Fans Are Not Happy With The Animation In 'Dragon Ball Super'». Forbes. Consultado em 15 de Agosto de 2015 
  76. Ashcraft, Brian (10 de Agosto de 2015). «Dragon Ball Super Looks Super Crappy». Kotaku. Consultado em 14 de Agosto de 2015 
  77. «Interview: The Past, Present and Future of Dragon Ball». Anime News Network. 1 de Março de 2015. Consultado em 1 de Março de 2016 
  78. «Toei Animation Fixes Dragon Ball Super Episode 5 – Dragon Ball Universe – Comic Vine». comicvine.gamespot.com. Consultado em 11 de Março de 2016 
  79. «Dragon Ball Super Episode 39 Review: Hit vs Goku Fight Reveals A New Technique | Attack of the Fanboy». Attack of the Fanboy (em inglês). 17 de Abril de 2016. Consultado em 17 de Março de 2017 
  80. «Dragon Ball Super Episode 39 Review: Hit vs Goku Fight Reveals A New Technique | Attack of the Fanboy» (em inglês). 17 de Abril de 2016. Consultado em 28 de Setembro de 2016 
  81. Saris, Shawn (15 de Novembro de 2016). «Episode 66 Review IGN». IGN. Consultado em 5 de Janeiro de 2017 
  82. «Japanese Comic Ranking, April 4–10». Anime News Network. 13 de Abril de 2016. Consultado em 10 de Junho de 2017 
  83. «Japanese Comic Ranking, November 28 – December 4». Anime News Network. 7 de Dezembro de 2016. Consultado em 10 de Junho de 2017 
  84. «Japanese Comic Ranking, May 29 – June 4». Anime News Network. 7 de Junho de 2017. Consultado em 10 de Junho de 2017 
  85. «MAY 2017 BOOKSCAN—TOP 20 ADULT GRAPHIC NOVELS». ICV2. 2 de Junho de 2017. Consultado em 10 de Junho de 2017 
  86. «JUNE 2017 BOOKSCAN -- TOP 20 ADULT GRAPHIC NOVELS». ICV2. 14 de Julho de 2017. Consultado em 7 de Agosto de 2017 
  87. «JULY 2017 BOOKSCAN TOP 20 ADULT GRAPHIC NOVELS». ICV2. 3 de Agosto de 2017. Consultado em 7 de Agosto de 2017 
  88. Nielsen Souza (7 de julho de 2016). «Toonami chega ao CN Taiwan com Dragon Ball Super». ANMTV. Consultado em 7 de julho de 2016 
  89. Nielsen Souza (28 de novembro de 2016). «Dragon Ball Super: Toonami Asia anuncia data de estreia». ANMTV. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  90. a b «Dragon Ball Super on Portugal and Israel TV» (em inglês). Toei Animation. 21 de julho de 2016 
  91. «TPA Portugal - "Dragon Ball Super" vai estrear na SIC K no... | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 4 de janeiro de 2017 
  92. «"Haikyuu!!" e "Dragon Ball Super" na SIC Radical». territoriotpa.blogspot.pt. Consultado em 18 de junho de 2017 
  93. «Dragon Ball Super - 1^TV assoluta». Mediaset. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  94. Ilaria Sciortino. «Dragon Ball Super andrà in onda su Italia 1 dal 23 dicembre 2016». Televisionando.it. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  95. «Dragon Ball Super en France dès février 2017 !». AnimeLand.com. 29 de outubro de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2016 .
  96. Matheus Sousa (11 de outubro de 2016). «Dragon Ball Super: Toei fecha acordos para Europa e Ásia». ANMTV. Consultado em 11 de outubro de 2016 
  97. a b c d «Dragon Ball Super to Simulcast on Crunchyroll, Daisuki, AnimeLab (Updated)» (em inglês). Anime News Network. 19 de outubro de 2016. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  98. «Dragon Ball Super se estrena en agosto por Cartoon Network Latinoamérica - Anime, Manga y TV». www.anmtvla.com. Consultado em 28 de junho de 2017 
  99. «DRAGON BALL SUPER ENGLISH DUB TO PREMIERE ON ADULT SWIM'S TOONAMI IN JANUARY.». IGN. 7 de dezembro de 2016 
  100. «Funimation Licenses Dragon Ball Super, Plans English Dub» (em inglês). Anime News Network. 4 de novembro de 2016. Consultado em 7 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dragon Ball Super