Hércules de Miranda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hércules de Miranda
Informações pessoais
Nome completo Hércules de Miranda
Data de nasc. 2 de julho de 1912
Local de nasc. Guaxupé (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 3 de setembro de 1982 (70 anos)
Local da morte Rio de Janeiro ((RJ)), Brasil
Apelido Hércules
Dinamitador[1]
Informações profissionais
Posição Ponta
Clubes de juventude
1930–1933 Juventus-SP
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1933–1934
1935–1941
1942–1943
São Paulo da Floresta
Fluminense
Corinthians
00000 0000(0)
00176 00(164)
00073 000(53)[1]
Seleção nacional
1938 Brasil 00006 0000(3)[2]

Hércules de Miranda (Guaxupé, 2 de julho de 1912Rio de Janeiro, 3 de setembro de 1982), foi um futebolista brasileiro que atuava como ponta.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou no futebol em um clube da várzea paulista e jogou no profissional do Juventus-SP entre 1930 e 1933, onde chamou a atenção de Paulo Machado de Carvalho que o levou para o São Paulo da Floresta.[3]

Em 1935, passou a jogar pelo Fluminense, estreado na vitória sobre a Portuguesa de Desportos por 3 a 1, no dia 12 de Junho de 1935. Permaneceu no tricolor até 1942, jogando 176 partidas e fazendo 164 gols, numa média de quase um por partida. Esta entre os maiores artilheiros da história do Fluminense, tornando-se ídolo e um dos maiores ponta-esquerda da sua história.

Pelo Tricolor, foi campeão carioca em 1936, 1937, 1938, 1940 e 1941, do Torneio Municipal em 1938 e do Torneio Extra de 1941.[4]

Sua principal característica foi o chute fortíssimo. Segundo o cronista Geraldo Romualdo da Silva, Hércules tinha "um canhão no pé esquerdo e um míssil no direito".

Em maio de 1942 estreou no Corinthians, na vitória por 3 a 0 contra o Atlético Paranaense, em partida amistosa. Apesar de ter chegado ao clube paulista perto de completar 30 anos, Hércules teve grandes atuações, inclusive tendo sido o artilheiro do Campeonato Paulista de 1943, ao marcar 19 gols. Pelo timão, foram 73 jogos e 56 gols marcados em apenas dois anos de clube.

Hércules encerrou a carreira em 1943, voltando para o Rio de Janeiro onde exerceu a profissão de corretor de imóveis.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira, fez seis partidas e três gols, tendo jogado duas partidas na Copa do Mundo de 1938.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Referências

  1. a b c «Hércules... Ex-ponta do Fluminense e Corinthians». Terceiro Tempo. Consultado em 30 de agosto de 2018. 
  2. a b «Todos os brasileiros». Folha de São Paulo. 9 de dezembro de 2015. Consultado em 30 de agosto de 2018. 
  3. Hércules de Miranda O Historiador
  4. Hércules de Miranda Atacante-Carioca (1936, 1937, 1938, 1940 e 1941) RSSSF Brasil - acessado em 9 de fevereiro de 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]