Dynasty Warriors

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Este artigo é sobre a série de jogos eletrônicos. Se procura o primeiro jogo da série, consulte Dynasty Warriors (jogo eletrônico).
Hangugeo hanyu nihongo.png Este artigo contém texto em coreano, chinês e/ou japonês.
Sem suporte multilingue apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de hangul, hanja, caracteres chineses, kanji ou kana .
Dynasty Warriors
真・三國無双
Logo ocidental da série.
Desenvolvedora(s) Omega Force
Editora(s) Koei, Koei Tecmo
Distribuidora(s) Koei, Koei Tecmo
Criador(es) Akihiro Suzuki
Local de origem Japão
Gênero(s) Hack and slash, ação
Primeiro título Dynasty Warriors
28 de fevereiro de 1997
Último título Dynasty Warriors 8
28 de fevereiro de 2013
Spin-off(s) Dynasty Warriors (PSP)
Dynasty Warriors Advance
Dynasty Warriors DS: Fighter's Battle
Dynasty Warriors Mahjong
Dynasty Warriors Vol. 2
Dynasty Warriors Online
Dynasty Warriors Strikeforce
Dynasty Warriors Strikeforce 2
Website Site oficial
Portal Portal Games  • Página do projeto Projeto Games

Dynasty Warriors (真・三國無双,, Shin Sangoku Musō?) (chinês simplificado: 真·三国无双; chinês tradicional: 真‧三國無雙; pinyin: Zhēn Sānguó Wúshuāng) (hangul: 진·삼국무쌍; rr: Jin Samgung Mussang), (traduzido literalmente como "Os Verdadeiros e Incomparáveis Três Reinos em Guerra") é uma série de jogos eletrônicos de ação-tática criada pela Omega Force e Koei. A série premiada[1] é um spin-off da série de estratégia por turnos, Romance of Three Kingdoms da Koei, baseada livremente em torno do romance clássico chinês de mesmo nome[2] . O primeiro jogo intitulado Dynasty Warriors, Sangokumusō no Japão, é um jogo de luta e diferente do resto da série.

Todos os títulos em Inglês são um número à frente dos seus homólogos japoneses devido à localização ocidental de nomear Shin Sangokumusō, um spin-off do jogo mencionado anteriormente Sangokumusō, como Dynasty Warriors 2.

Desde 18 novembro de 2007, a série Dynasty Warriors já vendeu mais de dezoito milhões de unidades mundialmente[3] e é franquia de maior sucesso da Koei[4] .

A série completou 10 anos em 3 de agosto de 2010 contando a partir do segundo jogo série. Para comemorar ela sediou um concurso de cosplay com a participação de um membro da Omega Force[5] . A Koei Tecmo também aproveitou para anunciar Dynasty Warriors 7 na Tokyo Game Show de 2010[6] .

Características do jogo[editar | editar código-fonte]

O primeiro Dynasty Warriors foi um jogo de luta tradicional de um-contra-um, lançado em 1997 para a PlayStation. Seu estilo de jogo era uma reminiscência do Battle Arena Toshinden e SoulEdge[7] .

O próximo jogo foi lançado no Japão como Shin Sangokumusō. Este jogo foi lançado em outros países como Dynasty Warriors 2, levando à discrepância de números de títulos. A partir deste jogo, o jogador escolhe um personagem jogável e tem um número de níveis que representam batalhas do período dos Três Reinos, eventualmente derrotando todos os outros reinos rivais e unindo a China sob uma regência comum[8] . Neste modo de jogo, conhecido como "Musou Mode", os generais são geralmente escolhidos de entre um dos três reinos (Wu, Shu, Wei[9] , no entanto, de Dynasty Warriors 3: Xtreme Legends em diante, foram dadas estórias completas aos generais independentes também[10] . Em sua sétima edição, foi feita a inclusão da dinastia Jin[11] ). Dynasty Warriors 3 teve dois personagens secretos, Nü Wa e Fu Xi[12] , que não são jogáveis no Musou Mode.

Dynasty Warriors 3, Dynasty Warriors 5 e Dynasty Warriors: Strikeforce têm Musou Mode individual para cada personagem. Em Dynasty Warriors 4, cada um dos Três Reinos têm seu Musou Mode, no qual todos os personagens de um reino particular jogará no mesmo modo e o jogador pode trocar de personagens durante o jogo. Em Dynasty Warriors 7 um modo chamado "Chronicle Mode" foi adicionado, nele o jogador cria sua própria estória andando livremente pela China, podendo contar com o apoio de outro jogador em modo online ou offline, e com alguns estágios sendo fictícios.[13]

Os estágios são apresentados em uma visão de terceira pessoa, com a câmera atrás do jogador enquanto ele se engaja contra as forças inimigas[14] . Cada cenário pode ter diferentes condições de vitória/derrota, mas as condições comuns de derrota (derrotar o comandante-em-chefe, barra de saúde chegar a zero e tempo máximo atingido) ainda se mantêm.

A ordem dos eventos em um modo Musou segue os acontecimentos descritos no Romance dos Três Reinos, com subsídios feitos para resultados não-canônicos (por exemplo, o exército do jogador ganhar uma batalha perdida na história real).

  • A ordem típica de eventos em um jogo Musou Mode para um personagem de um dos Três Reinos
  1. Reprimir a Rebelião do Turbante Amarelo
  2. Derrotar as forças de Dong Zhuo
  3. Derrota outros senhores da guerra (por exemplo: Yuan Shao, Liu Biao, Lü Bu), exceto os fundadores dos Três Reinos
  4. Derrotar um dos dois reinos rivais
  5. Derrotar o último reino rival

Quanto aos outros personagens que não são de nenhum dos Três Reinos, os seus modos de história Musou são puramente fictícios já que no Romance dos Três Reinos, a maioria ou todos eles foram eliminados, até que apenas os três reinos foram deixados.

Em Dynasty Warriors 5, um Musou Mode relativamente mais realista foi introduzido para cada personagem. Ao invés de participar de todo o conjunto de eventos de seus reinos, os personagens só aparecem em certas batalhas de que haviam realmente lutado, de acordo com o romance ou história factual. Portanto, os personagens começam em pontos diferentes no tempo e eles nunca poderão ter a oportunidade de encontrar alguns dos outros personagens (por exemplo: Zhuge Liang nunca vai encontrar Lü Bu e Dong Zhuo em seu Musou Mode). Entre as fases há algumas cenas dramáticas, em que o personagem expressa seus pensamentos sobre a situação, acrescentando um toque mais pessoal e manter o jogador atualizado sobre os acontecimentos. Além disso, o Musou Mode de um personagem pode acabar antes da unificação da China, em qualquer ponto do tempo. No entanto, alguns personagens como os três fundadores, podem continuar a participar das batalhas que ocorreram após a morte (por exemplo: Cao Cao aparecendo na Batalha das Planícies Wuzhang).

Para a versão do Game Boy Advance, Dynasty Warriors Advance tem apenas treze personagens e o sistema de batalha foi sido reduzido a movimentos básicos com a adição de um sistema de power-up, devido a limitações de espaço. O sistema de armas também foi reformulado, com mais de 200 armas. Os mapas também foram alteradas, de forma que os personagens se movam entre os pontos do mapa em cada rodada, enquanto lutam batalhas em tempo real em uma escala menor. O enredo do jogo também mudou, devido ao número limitado de mapas e personagens disponíveis.

A série de jogos Dynasty Warriors também é conhecida por mudar as formas tradicionais de como alguns dos personagens históricos foram retratados no Romance dos Três Reinos, ou em registros históricos. Por exemplo, Zhang He parece ser mais feminino, enquanto Wei Yan se torna um guerreiro tribal bestial. Alguns deles também empunham armas que são anacrônicas, como o nunchaku de Ling Tong e as guais de Sun Ce. Um toque de misticismo também é adicionada, como alguns personagens como Zhuge Liang, Sima Yi e Zuo Ci terem a habilidade de usar magia em seus ataques. Personagens femininas (exceto Zhu Rong) que não participaram em nenhuma batalha no romance ou na história são retratadas como temíveis guerreiras com excepcionais habilidades de combate e armas.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Há um total de 48 personagens jogáveis na série Dynasty Warriors até a quinta sequência[15] . Quatro personagens dos jogos anteriores anteriores foram removidos, enquanto outros sete personagens dos 48 não aparecem em Dynasty Warriors 6[16] . Cada um desses personagens está armado com uma arma que pode ser uma historicamente convencional, uma arma exótica ou uma arma mágica que aumenta seus poderes místicos. A partir de Dynasty Warriors 3 em diante, cada personagem pode escolher entre uma variedade de armas com os seus próprios power-ups habilidades realçadas, assim como as armas de nível mais alto que estende a cadeia de ataque do personagem.

Na versão para PlayStation 2 e PlayStation Portable, Dynasty Warriors 6 trouxe de volta o Musou Mode de Cao Pi, Yue Ying, Taishi Ci, Ma Chao e Ling Tong. Os mesmos também obtiveram armas e movestes originais[17] [18] [19] . Meng Huo foi o único personagem cortado que retornou e foi totalmente reformulado[20] . Já em Dynasty Warriors: Strikeforce 2, Da Qiao e Jiang Wei retornaram[21] , e Cai Wenji fez sua estreia[22] . Alguns personagens não canônicos à era dos Três Reinos, como Shi Huangdi, Xiang Yu, Xi Wang Mu, Yu Meiren, Mu Wang[23] [24] [25] [26] . Em Dynasty Warriors 7 a Koei Tecmo confirmou que mais de 60 personagens canônicos se farão presente e que não haverá cortes[13]

Estágios[editar | editar código-fonte]

Muitos dos estágios são recriações de batalhas notáveis no final da Dinastia Han e períodos dos Três Reinos, que são descritos geralmente no Romance dos Três Reinos[27] . Existem também algumas criações originais nos jogos mais recentes que são puramente fictícios, como a batalha entre os Nanman e Wu. A seguir está uma lista dos estágios comuns que aparecem em quase todos os jogos:

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

A música para a série Dynasty Warriors é uma mistura de instrumentos tradicionais chineses, hard rock e heavy metal[28] . A maioria dos estágios têm sua própria trilha sonora exclusiva tocada e as faixas mudam de acordo com a situação da batalha ou eventos. Lü Bu, o personagem mais poderoso no jogo, tem a sua própria música.

A série também tem experimentado parcerias com músicos japoneses e taiwaneses. Sua primeira parceria foi em 2008 com o cantor Jay Chou, que gravou a música "Wu Shuāng" como tema de Dynasty Warriors: Online em Taiwan[29] . Anos mais tarde em 2010 foi a vez de Dynasty Warriors: Strikeforce 2, que teve um tema realizado pela banda FLOW, intitulada "Ambience"[30] .

Marketing[editar | editar código-fonte]

A série possui alguns meios incomuns de se auto-promover. Em 2008 a Koei em parceria com a empresa chinesa de alimentos, President Union criaram um noodles instantâneo da marca Lai Yi Tong (chinês simplificado: 来一桶) à venda exclusivamente na China para promover o jogo Dynasty Warriors: Online[31] . Na venda da parte 1 do DVD da Batalha dos 3 Reinos em 2009 no Japão, a Koei mais uma vez fez uma parceria, dessa vez com a Avex distribuindo cupons com códigos para o destravar armaduras especiais em Dynasty Warriors: Strikeforce.[32]

A série também possui mini e action-figures[33] [34] , e um pacote especial chamado "Treasure Box" contendo artbook e outros itens especiais à cada novo jogo lançado[35] .

Spinoffs[editar | editar código-fonte]

Após o sucesso de Dynasty Warriors, a Koei lançou Dynasty Tactics lançado em 2002 e sua continuação no ano seguinte, com foco em estratégia e tática na mesma configuração dos Três Reinos[36] .

Provavelmente a terceira franquia mais reconhecidas da Koei, Samurai Warriors (戦国無双, Sengoku Musō?) a série, foi lançada em 2004, usando o Período Sengoku do Japão, mantendo a jogabilidade semelhante como seu antecessor[37]

2006 viu o lançamento de Dynasty Warriors Mahjong (雀・三國無双, Jan Sangoku Musō?), que é completamente diferente do resto da série, já que tem os mesmos personagens do jogando Mahjong, ao invés de ter a jogabilidade dos jogos originais[38] .

Em 2007, a Koei lançou o seu primeiro jogo para a nova geração de consoles Xbox 360 e PlayStation 3, Dynasty Warriors: Gundam (Gundam Musō no Japão), combinando a série popular Gundam com sua jogabilidade, e mais cedo no mesmo ano, Warriors Orochi (Musō Orochi no Japão) foi lançado, combinando Dynasty Warriors e Samurai Warriors em uma série de crossover fictícia. A sequela para o jogo, Warriors Orochi 2, foi lançado em abril de 2008.

Bladestorm: The Hundred Years' War, com base na Guerra dos Cem Anos entre os reinos da Inglaterra e da França no século 14 e 15 também foi lançado em 2007[39] , com uma jogabilidade semelhante à série Kessen da Koei. Hokuto Musō (北斗無双?), Um spinoff baseado no anime de mesmo nome foi anunciado para o PlayStation 3 e Xbox 360 em 15 de outubro de 2009 na Famitsu[40] . Fist of the North Star: Rage Ken foi lançado em 2010.

Warriors: Legends of Troy, é o segundo jogo da série a receber uma classificação para maiores de 18 anos, também será lançado no Xbox 360 e PlayStation 3[41] .

Xtreme Legends e Empires[editar | editar código-fonte]

Em 2002, um Xtreme Legends (猛将伝,, Moushouden?) (chinês simplificado: 猛将传; chinês tradicional: 猛将伝; pinyin: Mengjiangyun) (hangul: 맹장전; rr: Maengjangjeon) foi lançado como um suplemento para Dynasty Warriors 3, com modos de história para os personagens da categoria Other[42] . Desde então, a expansão Xtreme Legends foi liberada para todos os principais títulos de Dynasty Warriors para PlayStation 2, até à data, adicionando novos modos de jogo e armas mais poderosas[43] .

Em 2004, outra expansão foi lançada começando com Dynasty Warriors 4. O suplemento Empires usa o jogo de ação da série regular, combinando elementos estratégicos e táticos de Romance of The Three Kingdoms da série anterior da Koei[44] . Dynasty Warriors 5 também recebeu uma expansão Empires em 2006 e em 2009 para Dynasty Warriors 6[45] .

Ports em outros sistemas[editar | editar código-fonte]

Dynasty Warriors 3 foi portado para o sistema Xbox em 2002 e desde então os títulos subseqüentes foram liberados para o mesmo sistema com as expansões Xtreme Legends e Empires[46] .

Em 2004, a Koei criou o primeiro título Dynasty Warriors para os consoles portáteis, Dynasty Warriors, para PlayStation Portable[47] , e no ano seguinte, Dynasty Warriors Advance para Game Boy Advance[48] .

Dynasty Warriors 4 Hyper em 2005 é marcado como o primeiro jogo para computador[49] . Em 2006, Dynasty Warriors BB (rebatizado Dynasty Warriors Online em 2007) foi lançado como um jogo online[50] .

Pronúncia errada dos nomes[editar | editar código-fonte]

As dublagens em Inglês da série Dynasty Warriors é frequentemente criticada pela pronúncia errada dos nomes Hanyu Pinyin de personagens e locais[51] [52] . Por exemplo, Cao Ren é erroneamente pronunciado como "Ki-ao-ren" em vez de "Ts'ao-ren". No entanto, em Dynasty Warriors 6 o nome Cao Cao é agora corretamente pronunciado como Ts'ao Ts'ao não Cal Cal. Esta parece ser a única correção da série. Em Warriors Orochi e Warriors Orochi 2 Cao Cao, Cao Ren, e Cao Pi foram pronunciados corretamente. Porém ainda houve alguns nomes mal pronunciados como o do general secundário Yoshikage Asakura.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. César A. Berardini (31 de outubro de 2005). Dynasty Warriors 5 Wins CESA Excellence Award. teamXBOX. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  2. Jarik R. Sikat (21 de outubro de 2008). FREE DEMO OF DYNASTY WARRIORS®6 FOR WINDOWS-BASED PC AVAILABLE NOW (em Inglês). Tecmo Koei America Corp. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  3. Jarik R. Sikat (21 de outubro de 2008). Dynasty Warriors®6 (em Inglês). Tecmo Koei America Corp. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  4. Edge Staff (12 de fevereiro de 2008). INTERVIEW: Defending Dynasty Warriors (em Inglês). Edge Online. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  5. Kev J. (18 de setembro de 2010). Dynasty Warriors Celebrates 10th Anniversary (em Inglês). Electronic Theatre. Página visitada em 8 de janeiro de 2011.
  6. Jorge Soares (17 de setembro de 2010). Dynasty Warriors 7 anunciado (em Português). Eurogamer. Página visitada em 8 de janeiro de 2011.
  7. Joe Fielder (1 de abril de 1997). All weapon-based and contains no punches or kicks. (em Inglês). GameSpot. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  8. Pilou (11 de dezembro de 2000). Dynasty Warriors 2 (em Francês). JeuxVideo. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  9. Doug Perry (23 de outubro de 2000). Ancient hand-to-hand battle was never so much fun or so gorgeous as this. (em Inglês). IGN. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  10. jkdmedia (31 de janeiro de 2003). Dynasty Warriors 3 Xtreme Legends - PS2 - Review (em Inglês). GameZone. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  11. Kevin Gifford (27 de outubro de 2010). Dynasty Warriors 7 Announced (em Inglês). 1up. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  12. Jim Sterling (24 de maio de 2005). Warriors Orochi 2: The new batch (em Inglês). Destructoid. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  13. a b Sakinah D Rasheed (21 de novembro de 2010). Dynasty Warriors 7 To Feature Over 60 Playable Charaters, Worldwide March Release Confimed (em Inglês). The Silent Chief. Página visitada em 19 de dezembro de 2010.
  14. Wesley Yin-Poole (5 de novembro de 2009). Dynasty Warriors: Strikeforce Review (em Inglês). Videogamer.com. Página visitada em 20 de dezembro de 2010.
  15. Dynasty Warriors 5 (em Português). Baixaki Jogos (29 de março de 2005). Página visitada em 20 de dezembro de 2010.
  16. Michael Wedge (6 de março de 2008). With the release of the first Dynasty Warriors built from the ground up for a next gen platform, Koei has answered their critics with an entirely new game (em Inglês). GameShark. Página visitada em 20 de dezembro de 2010.
  17. Shinji Tanakano (3 de julho de 2008). コーエー、PS2「真・三國無双5 Special」発売決定 武将やステージなどが追加されるボリュームアップ版 (em Japonês). GameWatch. Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  18. Osamu Takizawa (8 de agosto de 2008). コーエー、PS2「真・三國無双5 Special」 新武将の1人「太史慈」を紹介 (em Japonês). GameWatch. Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  19. Osamu Takigawa (22 de agosto de 2008). コーエー、PS2「真・三國無双5 Special」 新武将の1人「月英」を紹介 (em Japonês). GameWatch. Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  20. Osamu takigawa (26 de junho de 2008). コーエー、PSP「真・三國無双5 Special」発売決定 PS2版をベースに、新武将や協力プレイを追加. GameWatch. Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  21. 『真・三國無双 MULTI RAID 2』3月11日に発売! 新情報も公開 (em Japonês). DengekiOnline (17 de dezembro de 2009). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  22. 『真・三國無双 MULTI RAID 2』新キャラクター「蔡文姫」「孟獲」が公開! (em Japonês). InsideGames (27 de janeiro de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  23. 始皇帝”復活――コーエー『真・三國無双MULTI RAID 2』を発表 (em Inglês). Famitsu (19 de novembro de 2009). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  24. 新たな敵「項羽」も判明『無双MULTI RAID 2』「覇王編」の物語を紹介 (em Japonês). Gpara (22 de fevereiro de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  25. 2つに分かれた聖と邪――「真・三國無双 MULTI RAID 2」 (em Japonês). ITmedia (23 de fevereiro de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  26. 本日発売のPSP「真・三國無双 MULTI RAID 2」最新情報,新キャラクターに「虞美人」「穆王」が登場 (em Japonês). 4Gamer.net (11 de março de 2010). Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  27. Mat Keller (12 de julho de 2005). The warriors from the Three Kingdoms return for another year, with some much needed improvements.. PALGN. Página visitada em 23 de dezembro de 2010.
  28. Sato (16 de agosto de 2000). Dynasty Warriors 2's beat-'em-up gameplay is simple enough to make it easy to get in to, and the game is interesting enough to keep you entertained for a while. (em Inglês). GameSpot. Página visitada em 20 de dezembro de 2010.
  29. 記者 RU 報導 (15 de abril de 2008). 周杰倫與四名模誓師《真‧三國無雙 Online》18 日公測 (em Chinês Tradicional). GNN. Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  30. 【リリース】「真・三國無双 MULTI RAID 2」テレビCMの楽曲に“FLOW”を起用 (em Japonês). 4gamer.net. Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  31. 无双战斗力无比大满足素材-游戏 (em Chinês Simples). EKOOOO.COM素材艺库. Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  32. Special Dynasty Warriors: Strikeforce costumes in Red Cliff DVD. ITmedia. Página visitada em 24 de dezembro de 2010.
  33. 豪傑/英傑が手の平に「真・三國無双5 ミニフィギュアVol.1」 (em Japonês). GPara (28 de janeiro de 2009). Página visitada em 23 de dezembro de 2010.
  34. 一騎当千の強者たちがズラリ! 『真・三國無双5』のフィギュアが発売! (em Japonês). Famitsu.
  35. pearlhsieh(P姐小珍珠) 報導 (21 de dezembro de 2010). PS3版《真・三國無雙 6》上市日期確定,限定版內容公佈! (em Chinês Tradicional). GameBase. Página visitada em 23 de dezembro de 2010.
  36. The Man in Black (18 de setembro de 2002). Koei gives a different spin to the Romance series a tactical twist. (em Inglês). GamePro. Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  37. Samurai Warriors Review. (em Inglês). CGV (24 de junho de 2004). Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  38. 戦乱の行方は配牌次第? 無双キャラが登場する『雀・三國無双』が2006年3月に発売 (em Japonês). NewsDengeki (10 de fevereiro de 2006). Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  39. Éberson V8 (27 de outubro de 2007). À la bataille! Bladestorm está pronto (em Português). GameVício. Página visitada em 25 de dezembro de 2010.
  40. 武論尊、原哲夫氏も登場した『北斗無双』発表会. (em Japonês). Famitsu (14 de outubro de 2009). Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  41. Thiago Rufino (23 de junho de 2010). Warriors: Legends of Troy - Muito sangue e combates épicos (em Português). NonubaGames. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  42. Dynasty Warriors 3: Xtreme Legends (em Inglês). Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  43. jkdmedia (14 de dezembro de 2005). Dynasty Warriors 5: Xtreme Legends - PS2 - Review. GameZone. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  44. The Six Billion Dollar Man (4 de outubro de 2004). PS2 Review - 'Dynasty Warriors 4: Empires' (em Inglês). Worthplaying. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  45. Chris Carter (24 de junho de 2009). Gamer Limit Review: Dynasty Warriors 6: Empires (em Inglês). Gamer Limit. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  46. Dynasty Warriors 3 (Xbox) review (em Inglês). NowGamer. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  47. G-Wok (29 de março de 2005). Dynasty Warriors - PSP (em Inglês). GameRevolution. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  48. Shin Sangoku Musou Advance (Dynasty Warriors Advance) (em Inglês). SiliconEra. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  49. Dynasty Warriors 4 Hyper (em Inglês). Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  50. Griffin McElroy (12 de agosto de 2006). Dynasty Warriors Online coming to North America and Europe. Joystiq. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.
  51. DW3 pronunciation (em Inglês). Kongming.
  52. DW pronunciations (em Inglês). YueYing. Página visitada em 26 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Dynasty Warriors