Guillermo del Toro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guillermo del Toro
Guillermo del Toro na Comic Con de San Diego, 2010.
Nome completo Guillermo del Toro Gómez
Nascimento 9 de outubro de 1964 (49 anos)
Guadalajara,  México
Nacionalidade México mexicano
Ocupação Diretor, produtor, roteirista
Cônjuge Lorenza Newton
Atividade 1985 - presente
[[1] Página oficial]
IMDb: (inglês)

Guillermo del Toro (9 de outubro de 1964, Guadalajara, Jalisco) é um cineasta e escritor mexicano.

Criado pela sua avó, Del Toro desenvolveu interesse por cinema quando adolescente. Mais tarde, aprendeu sobre efeitos e maquiagem com Dick Smith (que trabalhara em O Exorcista e em várias curtas metragens).

Aos 21 anos, Del Toro foi produtor executivo de seu primeiro filme, Dona Herlinda e seu Filho, em 1986. Por dez anos, trabalhou como supervisor de maquiagem, até formar a sua própria companhia, Necropia, no começo dos anos 80. Dirigiu ainda programas para a TV Mexicana, foi onde aprendeu a fazer filmes. Seu primeiro sucesso foi Cronos, em 1992, filme que ganhou nove prêmios no México e se tornou um sucesso em Cannes. Seguindo o sucesso de Cronos, dirigiu um filme de Hollywood, Mimic (1997) com Mira Sorvino.

Decepcionado com o resultado pobre do filme, retornou ao México, formou a sua produtora, The Tequila Gang, e conquistou a crítica com o filme de horror atmosférico A Espinha do Diabo, uma história de fantasma passada na época da Guerra Civil Espanhola. Del Toro voltou a Hollywood em 2002, para dirigir Blade 2, e, mais tarde, Hellboy, em 2004. Conquistou o estrelato com O Labirinto do Fauno, filme de fantasia sombrio similar a A Espinha do Diabo, que foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 2007.

Depois da continuação Hellboy II: The Golden Army, lançado em 2008, focou mais no trabalho de produtor. Desistiu de dirigir O Hobbit para apenas ajudar no roteiro devido aos atrasos da produtora em dar andamento.[1] Desde 2010 é parceiro da DreamWorks Animation, produzindo e supervisionando os filmes animados do estúdio.[2] Seu próximo filme como diretor é Pacific Rim, uma homenagem aos filmes de monstro japoneses a lançar em 2013.[3]

Del Toro mora em Los Angeles e é casado com Lorenza Newton, com quem teve duas filhas: Mariana e Marisa. Também investiu na literatura, escrevendo A Trilogia da Escuridão em parceria com Chuck Hogan

De momento, Del Toro colabora com Hideo Kojima e Norman Reedus na produção do jogo "Silent Hills".

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Creditado como
Diretor Roteirista Produtor
1986 Dona Herlinda e seu Filho
1993 Cronos
1997 Mimic
1998 Un Embrujo
2001 A Espinha do Diabo
2002 Asesino en serio
Blade II
2004 Crónicas
Hellboy
2006 Hellboy: Espada das Tempestades
O Labirinto do Fauno
2007 Hellboy: Blood and Iron
O Orfanato
2008 While She Was Out
Rudo y Cursi
Cosas insignificantes
Hellboy II: O Exército Dourado
2009 Splice — A Nova Espécie
2010 Biutiful
Los Ojos de Julia
2011 Não Tenha Medo do Escuro
Kung Fu Panda 2
O Gato de Botas
2012 Rise of the Guardians
The Hobbit
Dos Espadas
2013 Pacific Rim
Mama
2014 Pinocchio
- O Jardim Secreto

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Ganhou o Prêmio Mercedes-Benz no Festival de Cannes, por "Cronos" (1993).
  • Ganhou o prêmio de Melhor Filme de Estréia no Festival de Havana, por "Cronos" (1993).
  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Original, por "El laberinto del fauno" (2006).
  • Recebeu uma nomeação ao Goya de Melhor Realizador, por "El laberinto del fauno" (2006).

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Guillermo del Toro departs The Hobbit. theonering.com (May 30, 2010). Página visitada em 2010-05-30.
  2. A Era da Inocência, Estado de Minas
  3. Del Toro's Pacific Rim a beautiful poem to giant monsters. Flixist. Página visitada em 2011-12-19.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]