Shrek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shrek
Shrek (PT/BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2001 • cor • 1:30:00 min 
Direção Andrew Adamson
Vicky Jenson
Produção Jeffrey Katzenbergr />Aron Warner
John H. Williams
Roteiro Ted Elliott
Terry Rossio
Joe Stillman
Roger S. H. Schulman
Baseado no livro Shrek! de William Steig
Elenco Mike Myers
Eddie Murphy
Cameron Diaz
John Lithgow
Vincent Cassel
Gênero aventura/comédia
Idioma Inglês
Música Harry Gregson-Williams
John Powell
Edição Sim Evan-Jones
Estúdio DreamWorks Animation
Pacific Data Images
Distribuição DreamWorks Pictures
Lançamento Estados Unidos 18 de maio de 2001
Brasil 22 de junho de 2001
Portugal 06 de julho de 2001
Orçamento US$ 60 milhões [1]
Receita US$ 484.409.218[1]
Cronologia
Último
Último
Shrek 2
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Shrek é um filme norte-americano de 2001, do gênero animação computadorizada, dirigido por Andrew Adamson e Vicky Jenson e estrelando as vozes de Mike Myers, Eddie Murphy, Cameron Diaz, e John Lithgow. O filme foi produzido pela DreamWorks Animation, baseado no conto de fada Shrek! de William Steig. Shrek foi o primeiro filme a ganhar o Oscar de melhor filme de animação, uma categoria introduzida em 2001.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Shrek é um ogro que vivia feliz sozinho em seu pântano, no meio da floresta, em uma terra medieval chamada Duloc. Repentinamente, ele vê sua solidão ameaçada quando o temível governante de Duloc, Lorde Farquaad, decide expulsar todas as criaturas mágicas para floresta. Shrek fica muito irritado e oferece um acordo com Lorde Farquaad: ele iria buscar a mulher dos sonhos de Lord Farquaad, a bela princesa Fiona, que vivia adormecida, aprisionada num castelo guardada por um dragão, e Farquaad tiraria todas as criaturas mágicas da floresta, devolvendo o sossego de seu pântano.

Shrek parte em sua missão, acompanhado por um burro falante, que se une a ele por gratidão, pois Shrek teria salvo a sua vida acidentalmente. Os dois conseguem libertar a princesa mas, no caminho de volta a Duloc, quando os dois começam a se conhecer melhor, acabam por se apaixonarem um pelo outro, mesmo parecendo impossível o amor de um ogro por uma princesa. Shrek mais tarde acaba descobrindo que Fiona vira ogra todo dia após o pôr-do-sol, vítima de uma maldição rogada quando ela ainda era pequena, sendo que esta só pode ser anulada com um beijo de amor verdadeiro. Sabendo que Farquaad só quer se casar com Fiona para se tornar rei, Shrek por fim consegue impedir o casamento. Dado um beijo de amor verdadeiro em Fiona, ela não volta a ser princesa, mas se torna ogra para sempre. Porém, ela e Shrek terminam felizes para sempre, juntos a viver no pântano.

Voz dos personagens[editar | editar código-fonte]

Personagem Original Estados Unidos Dublador Brasil Dobrador Portugal
Shrek Mike Myers Bussunda José Jorge Duarte
Burro Eddie Murphy Mário Jorge de Andrade Rui Paulo
Princesa Fiona Cameron Diaz Fernanda Crispim Cláudia Cadima
Homem-Biscoito Conrad Vernon Marcelo Coutinho Carlos Macedo
Lobo Mau Aron Warner Luiz Carlos Persy Carlos Freixo
Lorde Farquaad John Lithgow Claudio Galvan Filipe Duarte
Robin Hood Aron Warner Guilherme Briggs Ricardo Afonso
Pinóquio Cody Cameron Manolo Rey Paulo Oom
Os Três Porquinhos Cody Cameron Carlos Macedo,
Carlos Freixo
e André Maia

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos Oscar 2002

França Festival de Cannes 2002

Reino Unido BAFTA 2002

Estados Unidos American Film Institute

Piadas e paródias[editar | editar código-fonte]

O filme teve grande destaque por ter um humor inovador e se utilizar de paródias com artistas famosos e clássicos de contos de fadas. Esta é uma pequena lista de algumas paródias que podem ser identificadas no filme:

  • No quarto de Farquaad, atrás de sua cama, existem alguns quadros com a imagem do personagem. Um deles mostra Farquaad saindo do oceano, numa paródia do quadro de Botticelli O Nascimento de Vênus.
  • A cena em que Fiona, acidentalmente, mata um passáro, ao cantar em um tom extramamente alto, é uma paródia do clássico da Disney A Branca de Neve.
  • Na cena em que Fiona luta com Robin Hood (em Portugal Robin dos Bosques), em alguns golpes, ela salta e fica parada no ar, com a imagem congelada. A câmera se movimenta ao redor dela, mostrando a imagem em todos os ângulos, numa clara refêrencia ao filme Matrix. Além disso ela usa golpes semelhantes aos do filme As Panteras (em Portugal Os Anjos de Charlie), no qual Cameron Diaz, que dá voz a Fiona na versão original de Shrek, era uma das atrizes.
  • No final do filme, o homem-biscoito aparece apoiado numa muleta, e diz: "Deus abençoe a todos". Isso é uma paródia de um trecho do livro de Charles Dickens, Um Conto De Natal.
  • O filme ainda faz referência a diversos contos de fadas e clássicos, como Os Três Porquinhos, Robin Hood, Pinóquio, entre outros...

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "Stay Home" (Matt Mahaffey) — Self
  2. "I'm a Believer" (Neil Diamond)Smash Mouth
  3. "Like Wow!" (Jimmy Harry, Sandra St. Victor) — Leslie Carter
  4. "It Is You (I Have Loved)" (Dana Glover, Gavin Greenaway, Harry Gregson-Williams, John Powell)Dana Glover
  5. "Best Years of Our Lives" (David Jaymes, Geoffrey Deane, Marvin Prosper, Rick Carey)Baha Men
  6. "Bad Reputation" (Joan Jett, Kenny Laguna, Marty Joe Kupersmith, Ritchie Cordell) — Halfcocked
  7. "My Beloved Monster" (DJ Paul Edge)Eels
  8. "You Belong to Me" (Chilton Price, Pee Wee King, Redd Stewart)Jason Wade
  9. "All Star" (Greg Camp) — Smash Mouth
  10. "Hallelujah" (Leonard Cohen)Rufus Wainwright (Apesar do cover de Wainwright da canção de Leonard Cohen estar na trilha sonora do filme, a versão que aparece no filme é de John Cale.)[2]
  11. "I'm on My Way" (Charlie Reid, Craig Reid)The Proclaimers
  12. "I'm a Believer (Reprise)" — Eddie Murphy
  13. "True Love's First Kiss" (Harry Gregson-Williams, John Powell) — Original Score

Outras canções[editar | editar código-fonte]

Estas músicas fazem parte do filme, mas não estão na trilha sonora.

Sequências[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Shrek Forever After foi confirmado como o último filme da franquia [3]

Especiais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Shrek (2001). Box Office Mojo. Página visitada em 28-02-2011.
  2. Erlewine, Stephen Thomas. Shrek Original Soundtrack review. Allmusic. Página visitada em 2008-12-19.
  3. "Shrek 4 o último filme da franquia será em 3D"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Shrek