Judith Butler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Judith Butler
Nome completo Judith Butler
Nascimento 24 de fevereiro de 1956
Cleveland, Ohio
Nacionalidade Flag of the United States.svg Estadunidense
Ocupação filósofa

Judith Butler (24 de fevereiro de 1956, Cleveland, Ohio) é uma filósofa pós-estruturalista estadunidense, uma das principais teóricas da questão contemporânea do feminismo, teoria queer, filosofia política e ética. Ela é professora do departamento de retórica e literatura comparada da University of California em Berkeley (Maxine Elliot Professor).[1]

Butler obteve seu Ph.D. em filosofia na Yale University em 1984, e sua dissertação foi publicada como Subjects of Desire: Hegelian Reflections in Twentieth-Century France. Em fins da década de 1980, entre diversas designações de ensino e pesquisa (tais como no Centro de Humanidades na Johns Hopkins University), ela envolveu-se nos esforços de crítica ao estruturalismo presente na teoria feminista ocidental (Claude Lévi-Strauss), questionando os "termos pressuposicionais" do feminismo vigentes.

Seus trabalhos mais recentes focam a filosofia judaica, centrando-se em particular nas "críticas pré-sionistas da violência estatal."[2] [3]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • 2007: Who Sings the Nation-State?: Language, Politics, Belonging (com Gayatri Spivak)
  • 2005: Giving An Account of Oneself
  • 2004: Undoing Gender
  • 2004: Precarious Life: The Powers of Mourning and Violence
  • 2003: Women and Social Transformation (com Elisabeth Beck-Gernsheim e Lidia Puigvert)
  • 2000: Contingency, Hegemony, Universality|Contingency, Hegemony, Universality: Contemporary Dialogues on the Left (com Ernesto Laclau e Slavoj Žižek)
  • 2000: Antigone's Claim: Kinship Between Life and Death
  • 1997: The Psychic Life of Power: Theories in Subjection
  • 1997: Excitable Speech: A Politics of the Performative
  • 1993: Bodies That Matter: On the Discursive Limits of "Sex"
  • 1990: Gender Trouble: Feminism and the Subversion of Identity
  • 1987: Subjects of Desire: Hegelian Reflections in Twentieth-Century France

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Brudner Prize em Yale (2004)
  • Eleita membro da American Philosophical Society (2007)

Referências

  1. Judith Butler. Biografia de Judith Butler no European Graduate School. Egs.edu.
  2. Biografia de Judith Butler no Departamento de Retórica, Universidade de Berkeley. Rhetoric.berkeley.edu.
  3. Butler, Judith. "The Charge of Anti-Semitism: Jews, Israel, and the Risks of Public Critique. Wrestling with Zionism: Progressive Jewish-American Responses to the Israeli-Palestinian Conflict. Ed. Tony Kushner e Alisa Solonmon. Nova York: Grove, 2003. pp. 249-265

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Judith Butler
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.