Pat Jennings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pat Jennings
Informações pessoais
Nome completo Patrick Anthony Jennings
Data de nasc. 12 de Junho de 1945
Local de nasc. Newry,  Reino Unido
Nacionalidade Norte-irlandês
Altura 1,83 m
Apelido Big Pat
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1960
1961-1963
República da Irlanda Shamrock Rovers
Irlanda do Norte Newry Town
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1963-1964
1964-1977
1977-1985
1985-1986
Inglaterra Watford
Inglaterra Tottenham Hotspur
Inglaterra Arsenal
Inglaterra Tottenham Hotspur
48 (0)
472 (0)
237 (0)
0 (0)
Seleção nacional
1964-1986 Bandeira da Irlanda do Norte Irlanda do Norte 119 (10)

Patrick Anthony Jennings (Newry, 12 de junho de 1945), mais conhecido como Pat Jennings, é um ex-futebolista norte-irlandês que atuava como goleiro.

Carreira por clubes[editar | editar código-fonte]

Jennings foi revelado em 1960 pelo Shamrock Rovers, não permanecendo na equipe irlandesa, preferindo atuar no futebol gaélico até o ano seguinte, quando foi jogar nas categorias de base do Newry Town, permanecendo até 1962. Suas atuações o levaram para o Watford, então na Terceira Divisão inglesa.

Em sua única temporada pela equipe que chegou a ter o cantor Elton John como seu presidente, o goleiro atuou em 48 partidas, fazendo com que o Tottenham Hotspur investisse 27 mil libras para contratá-lo em 1964.

Auge no Tottenham[editar | editar código-fonte]

Durante os 13 anos em que defendeu o Tottenham, Jennings disputou 472 partidas, conquistando quatro títulos (Copa da Inglaterra, em 1967; duas Copas da Liga, em 1971 e 1973, além da Copa da UEFA de 1972-73). Recebeu também os prêmios de melhor futebolista inglês do ano pela FWA em 1973, e de futebolista do ano pelo mesmo órgão (1976).

Apesar de ser reconhecido por suas defesas, o goleiro roubaria a cena em 1967, pela final da Supertaça Inglesa, contra o Manchester United: Jennings marcou seu primeiro (e único) gol na carreira, após dar um chute em direção ao ataque. O que "Big Pat" não esperava era que a bola ganhasse efeito e encobrisse Alex Stepney, goleiro do United. O jogo terminou empatado em 3 a 3, e os dois clubes dividiram o título.

Mudança de lado[editar | editar código-fonte]

Aos 32 anos, Jennings foi contratado pelo Arsenal, uma vez que o presidente do Tottenham na época, Keith Burkinshaw, alegou que o goleiro já encontrava-se em final de carreira. Surpreendentemente, "Big Pat" teve uma bem-sucedida passagem pelos Gunners, onde permaneceria até 1985, tendo jogado 237 partidas.

Em 2008, uma seleção dos 50 melhores jogadores da história do Arsenal foi feita por torcedores do clube, que elegeram Jennings como o 10º melhor atleta da história do clube, atrás de Thierry Henry, Dennis Bergkamp, Tony Adams, Ian Wright, Patrick Vieira, Robert Pirès, David Seaman, Liam Brady e Charlie George.

Regresso ao Tottenham[editar | editar código-fonte]

Sem contrato com o Arsenal, Jennings decidiu regressar ao Tottenham para recuperar a forma física, visando a Copa de 1986. Embora inscrito no elenco dos Spurs, não entrou em campo nenhuma vez - o também experiente goleiro Ray Clemence foi o titular.

Carreira internacional[editar | editar código-fonte]

Pela seleção da Irlanda do Norte, Jennings disputou 119 jogos, entre 1964 e 1986. A partida de sua estreia, contra o País de Gales (válida pela British Home Championship, o Campeonato Britânico de Seleções), foi o debute também de George Best pelo selecionado.

Fora das Copas de 1966, 1970, 1974 e 1978, "Big Pat" faria sua estreia em Mundiais na Copa de 1982, já aos 37 anos de idade.

O goleiro fez o seu último jogo como profissional na última rodada da primeira fase da Copa de 1986, em que a Irlanda do Norte perdeu por 0 x 3 para o Brasil e terminou eliminada ali. A despedida foi amarga para Jennings: ele faria seu aniversário de 41 anos justamente em 12 de junho, dia em que o jogo foi realizado.

Seu recorde se manteve até a Copa de 1994, quando o camaronês Roger Milla disputou sua derradeira partida por sua seleção aos 42 anos e 39 dias de idade. O goleiro mantém ainda outro recorde: disputou seis eliminatórias de Copa do Mundo (1966, 1970, 1974, 1978, 1982 e 1986).

Fora dos gramados[editar | editar código-fonte]

Já aposentado, Pat Jennings voltaria novamente ao Tottenham em 1993, agora como treinador de goleiros. Em 2003, foi incluído no Hall da Fama do Futebol Inglês por conta de seus serviços prestados ao futebol inglês, e quatro anos depois, entrou no Hall da Fama dos Spurs.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Ainda como jogador, Jennings tinha uma peculiaridade: quando defendia, dava um tapinha na bola e segurava, sendo pioneiro em fazer defesas em dois tempos.
  • Pertence à minoria católica da Irlanda do Norte.
  • Seu filho, também chamado Pat, nasceu em 1979 e, assim como seu pai, também é goleiro. Atualmente defende o St Patrick's Athletic, onde também é treinador de goleiros.
Bandeira de InglaterraSoccer icon Este artigo sobre futebolistas ingleses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.