Paulo Victor Mileo Vidotti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo Victor
Informações pessoais
Nome completo Paulo Victor Mileo Vidotti
Data de nasc. 12 de janeiro de 1987 (27 anos)
Local de nasc. Assis (SP),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,87 m
Canhoto
Apelido Russo, PV48, Caipirão, Paulo Mito
Informações profissionais
Clube atual Brasil Flamengo
Número 48
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1995–2004
2004–2007
Brasil Assisense
Brasil Flamengo
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2005–
2008
Brasil Flamengo
Brasil America (emp.)
092 0000(0)
013 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 27 de maio de 2014.


Paulo Victor Mileo Vidotti (Assis, 12 de janeiro de 1987) é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Atualmente, joga pelo Flamengo. Ele é filho do Vidotti, um ex-atacante, que chegou a atuar pelo Corinthians.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Assisense[editar | editar código-fonte]

O jovem goleiro começou a carreira em Assis, na escola de futebol do Peraltinha, na época dirigida pelo técnico Roberto Carlos Amoriélli, o “Mé”.[2] Já no profissional, em 2004, defendeu as cores do Assisense no Campeonato Paulista da Segunda Divisão naquele ano a equipe só não subiu para Série A3 por dois gols.[2]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Russo, como é conhecido na Gávea, chegou ao Flamengo em 2004, aos 17 anos.

Logo na sua segunda temporada no clube, conquistou seu primeiro título com a camisa rubro-negra, o Campeonato Carioca de Juniores. Esteve no banco de reservas durante toda a disputa da Copa Record, onde conquistou seu segundo título. Também foi campeão da Copa Cultura de Juniores.

Em 2006, foi bicampeão do Carioca de Juniores. Estreou no time principal do Flamengo em 27 de setembro, no amistoso contra o Volta Redonda. Naquela ocasião, Paulo Victor que entrou no lugar de Marcelo Lomba, fazendo com que o então técnico rubro-negro Ney Franco o promovesse ao time profissional para treinar com Bruno, Diego e Marcelo Lomba.

Mesmo figurando como quarto goleiro da equipe principal em 2007, ainda voltou a disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Se consagrou tricampeão do Campeonato Carioca de Juniores.[3] Foi campeão do Torneio Octávio Pinto Guimarães.[4]

Em 2008, foi emprestado por seis meses ao America que vivia situação delicada no Campeonato Carioca de 2008.[5] Pelo Mecão, atuou em 13 partidas. Retornou ao Flamengo logo após o fim do empréstimo.

Mesmo sem ter atuado em nenhuma partida, apenas ter ficado no banco de reservas em uma partida, na vitória de 2 a 1 contra o Vitória, foi campeão brasileiro pelo clube em 2009.

Sua busca por um espaço na equipe rubro-negra se tornou mais fácil em 2010 quando Diego e depois Bruno se desligaram do Flamengo, fato que acabou levando-o de quarto para segundo goleiro.

Na temporada de 2011, disputou algumas partidas pelo time Sub-23 durante o Campeonato Brasileiro Sub-23, e defendeu o clube em uma partida oficial do Campeonato Brasileiro no empate sem gols contra o Santos, válido pela última rodada do campeonato.[6] Renovou em 2011 o seu contrato até o fim de 2015.[7] Admirado pelo treinador Vanderlei Luxemburgo, se tornou o reserva imediato do goleiro Felipe, ganhando assim a vaga deixada por Marcelo Lomba que à época houvera sido emprestado ao Bahia, que segundo Luxemburgo precisava adquirir mais experiência.

Em 2012, o técnico Joel Santana resolveu promovê-lo à titular da equipe, devido as grandes atuações do goleiro no período em que o até então titular, Felipe, esteve com dengue. Renovou com o rubro-negro até 2016.[8] Após 13 partidas do Campeonato Brasileiro de 2012 de titular com Joel Santana, voltou a ser reserva da equipe com a chegada de Dorival Júnior, o novo treinador chegou a citar que naquele momento o time precisava de mais experiência e isso teria com Felipe.[9] Voltou ao time titular contra o Atlético Mineiro.[10] Atuou em mais cinco partidas do campeonato.

Voltou a ser titular na última rodada da Taça Rio de 2013.

Em 2014, voltou a equipe titular do Flamengo quando o técnico Vanderlei Luxemburgo assumiu a equipe. Na partida contra o Vitória, válida pela 18a rodada do Brasileirão, ele garantiu a vitória do time carioca ao fazer pelo menos 2 grandes defesas - uma delas numa cobrança de pênalti batida pelo lateral Juan - e entrou para a Seleção da Rodada feita pelo site GloboEsporte.com.[11] Além disso, ele foi eleito o goleiro da rodada, em enquete feita pelo programa É Gol[12] , e ficou em 2o lugar na disputa do Prêmio O Cara da 18a Rodada, feita pelo jornal Lance!.[13] Até aquele momento, ele estava na 5a posição do Troféu Armando Nogueira, entre os goleiros, com média de 6,55.[14]

No dia 3 de setembro de 2014, Paulo Victor foi o herói do Flamengo defendendo dois pênaltis na disputa por pênaltis contra o Coritiba na Copa do Brasil, o Rubro-Negro venceu por 3 a 2 e se classificou para as quartas de final.[15]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É filho do ex-atacante do Corinthians Gesué Sebastião Vidotti, o Vidotti.

Seu irmão mais novo, Marcello Victor, também goleiro, atuou pelas categorias de base do Assisense e do Flamengo.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 19 de fevereiro de 2014.[16]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Flamengo 2005 0 0 0 0
2006 1 0 1 0
2007 0 0 0 0 0 0 0 0
2008 0 0 0 0 0 0 0 0
2009 0 0 0 0 0 0 0 0
2010 1 0 0 0 1 0 2 0
2011 3 0 0 0 1 0 2 0 6 0
2012 19 0 2 0 8 0 29 0
2013 13 0 2 0 0 0 1 0 16 0
2014 29 0 6 0 0 0 3 0 37 0
Total 65 0 8 0 3 0 16 0 92 0
Brasil America 2008 0 0 13 0 13 0
Total 0 0 0 0 0 0 13 0 13 0
Total na carreira 65 0 8 0 3 0 29 0 105 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Base[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Profissional[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Cscr-featured.png Título invicto

Referências

  1. Richard Souza - Globo Esporte Paulo Victor tem dia de herói: treino, sorrisos e lembranças do Fla-Flu
  2. a b Jogador assisense é campeão brasileiro pelo Flamengo (em português) assisnoticias.com.br (10 de dezembro de 2009). Visitado em 1 de abril de 2013.
  3. Xodó de Kléber dá o tri ao Mengão (em português) GloboEsporte.com (21 de abril de 2007). Visitado em 1 de abril de 2013.
  4. Flu vence mas Fla fica com a taça da OPG (em português) GloboEsporte.com (28 de novembro de 2007). Visitado em 1 de abril de 2013.
  5. Flamengo empresta dois ao América (em português) GloboEsporte.com (1 de fevereiro de 2008). Visitado em 1 de abril de 2013.
  6. Santos e Flamengo ficam no zero. Rubro-Negro agora seca o Goiás (em português) GloboEsporte.com (5 de dezembro de 2010). Visitado em 14 de agosto de 2012.
  7. Paulo Victor renova com o Flamengo até 2015 (em português) Lancenet.com.br (25 de março de 2011). Visitado em 1 de abril de 2013.
  8. Paulo Victor se firma no Flamengo e renova até 2016 (em português) Lancenet.com.br (20 de junho de 2012). Visitado em 1 de abril de 2013.
  9. Dorival Júnior justifica volta de Felipe: 'Precisamos de mais experiência' (em português) GloboEsporte.com (9 de agosto de 2012). Visitado em 1 de abril de 2013.
  10. Em mais um jogo tumultuado, Galo e Fla empatam por 1 a 1. Flu agradece (em português) GloboEsporte.com (1 de novembro de 2012). Visitado em 1 de abril de 2013.
  11. sportv.globo.com/ Armandão: Erik conta com a sorte, marca três e é o craque da 18ª rodada
  12. sportv.globo.com/ Com pênalti defendido, Paulo Victor, do Fla, é eleito o goleiro da 18ª rodada
  13. lancenet.com.br/ Golaço contra o Santos dá prêmio de "Cara da Rodada" para Daniel
  14. sportv.globo.com/ Parcial do Armandão: Tardelli pula para liderança, e Ganso se aproxima
  15. Decisivo, Eduardo revela sua fama na Europa: "Matador sangue frio" GloboEsporte.com (3 de setembro de 2014).
  16. Football : Paulo Victor (em inglês) FootballDatabase.eu. Visitado em 7 de agosto de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.