Éverton Cardoso da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Everton
Informações pessoais
Nome completo Everton Cardoso da Silva
Data de nasc. 11 de dezembro de 1988 (25 anos)
Local de nasc. Nortelândia (MT),  Brasil
Altura 1,74 m
Canhoto
Apelido The Flash

Peléverton

Informações profissionais
Clube atual Brasil Flamengo
Número 22
Posição Meio-Campista
Clubes de juventude
20022007 Brasil Paraná
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20072008
20082009
20102013
2011
2012
2013
2014-
Brasil Paraná
Brasil Flamengo
México Tigres UANL
Brasil Botafogo (emp.)
Coreia do Sul Samsung Bluewings (emp.)
Brasil Atlético Paranaense (emp.)
Brasil Flamengo
0050 0000(4)
0052 0000(4)
0015 0000(0)
0035 0000(1)
0029 0000(7)
0033 0000(4)
0042 0000(7)
Seleção nacional3
2007 Brasil Brasil Sub-20 0005 0000(16)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 17 de agosto de 2014.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 17 de agosto de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 17 de agosto de 2014.

Everton Cardoso da Silva (Nortelândia, 11 de dezembro de 1988) é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo, ala e meia. Atualmente, joga pelo Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Paraná[editar | editar código-fonte]

Everton começou sua vida no futebol aos 13 anos de idade, quando ingressou nas divisões de base do Paraná. Cinco anos mais tarde, em 2007, foi destaque na Copa São Paulo de Juniores. Zetti, então treinador do time principal do Paraná, tratou logo de promovê-lo aos profissionais. Durante a disputa do Campeonato Brasileiro de 2007 foi convocado para Seleção Brasileira de Futebol sub-20, que disputou o Campeonato Mundial, em julho de 2007, no Canadá. Tendo se destacado nesta competição, atraiu o interesse do Internacional, contudo, o Paraná conseguiu mantê-lo até o fim da temporada. Rebaixado para Série B, naquele mesmo ano de 2007, o clube paranaense acabaria cedendo às pressões dos grandes clubes, quando em meados de 2008, cedeu Everton ao Flamengo.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em sua partida de estréia pelo Flamengo, contra o Fluminense, Everton teve atuação brilhante e foi muito elogiado. Contudo, suas partidas seguintes foram decepcionantes e, com isso, ele acabou indo parar na reserva.

Em 2009, Everton continuou no clube mas sem conseguir convencer o até então técnico Cuca de que merecia uma vaga de titular. Mesmo assim, entre os reservas, conseguiu seu primeiro título na carreira com a conquista do Campeonato Carioca. Ao longo do ano, o jovem jogador recebeu oportunidades do técnico Andrade, que levaria o time à conquista do Campeonato Brasileiro de 2009. Com o tempo, Everton se mostrou importante peça para o time por sua versatilidade, tendo substituído diversos jogadores em posições diferentes durante o ano. Perto de renovar seu contrato com os rubro-negros, o jogador chegou a ser oferecido ao Palmeiras em troca de Vágner Love, que interessava ao clube carioca e que estava insatisfeito no clube paulista[1] .

Tigres[editar | editar código-fonte]

Já em 2010, o jogador acabou acertando sua transferência para o México para defender o Tigres UANL por uma proposta de aproximadamente 10 milhões de reais.[2] Em 17 de novembro do mesmo ano de sua chegada, o Tigres anunciou que não teria planos para contar com o futebol de Éverton para o ano seguinte, portanto, anunciou sua dispensa do clube.[3]

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2011, acertou com o Botafogo, por empréstimo de uma temporada.[4]

Suwon Samsung Bluewings[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Éverton voltou ao Tigres-MEX e acertou o empréstimo de um ano para o Suwon Samsung Bluewings, da Coréia do Sul.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Foi emprestado para o Atlético Paranaense em 2013, por uma temporada. Fez uma boa temporada com o time do Paraná, consolidou-se como um dos melhores jogadores do time, que conseguiu o vice-campeonato da Copa do Brasil de 2013, vencida pelo seu antigo clube o Flamengo, além de conseguir vaga na pré-libertadores da América 2014, após terminar o Campeonato Brasileiro na terceira posição.

Retorno ao Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, após serem divulgados que diversos times estavam interessados em contar com seu futebol, o Flamengo agiu rápido e anunciou a volta do jogador ao clube, assinando um contrato válido por quatro temporadas.[5] Éverton reestreou pelo Flamengo do mesmo jeito que estreou, num Fla-Flu em que o Rubro-Negro perdeu por 3 a 0. Contra o Resende, Éverton marcou seu primeiro gol em seu retorno ao Flamengo. O jogo terminou 3 a 0 pro Flamengo.

Voltou a marcar na vitória por 3 a 1 diante do Emelec em partida válida pela Copa Libertadores.[6] Diante do Bolívar marcou dois gols no empate por 2 a 2, novamente em partida válida pela Copa Libertadores.[7]

No dia 17 de agosto, Éverton marcou o gol da vitória por 1 a 0 diante do Coritiba em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[8] Marcou novamente no empate por 2 a 2 contra o São Paulo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.[9]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 4 de janeiro de 2014.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Atlético Paranaense[10] 2013 33 3 11 1 44 4
Total 33 3 11 1 44 4
Brasil Flamengo 2014 23 2 4 0 6 3 9 2 42 7
Total 23 2 4 0 6 3 9 2 24 7
Total na carreira 56 5 15 1 6 3 9 2 86 11

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]