Butterfly (álbum de Mariah Carey)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Butterfly
Álbum de estúdio de Mariah Carey
Lançamento 16 de setembro de 1997 (1997-09-16)
Gravação fevereiro - agosto de 1997
Gênero(s) R&B, pop
Duração 57:10
Gravadora(s) Columbia Records
Produção Mariah Carey, Walter Afanasieff, Puff Daddy, Q-Tip, Stevie J, Trackmasters, Cory Rooney, David Morales
Cronologia de Mariah Carey
Daydream
(1995)
#1's
(1998)
Singles de Butterfly
  1. "Honey"
    Lançamento: 26 de agosto de 1997 (1997-08-26)
  2. "Butterfly"
    Lançamento: 1 de dezembro de 1997 (1997-12-01)
  3. "The Roof"
    Lançamento: 20 de março de 1998 (1998-03-20)
  4. "Breakdown"
    Lançamento: 24 de março de 1998 (1998-03-24)
  5. "My All"
    Lançamento: 21 de abril de 1998 (1998-04-21)
Capa da versão em vinil

Butterfly é o sexto álbum de estúdio da cantora e compositora norte-americana Mariah Carey, lançado em 16 de setembro de 1997 pela Columbia Records. O álbum apresenta sons como hip-hop e R&B, assim como algumas melodias mais suaves e mais contemporâneas. Ao longo do projeto, Carey trabalhou com Walter Afanasieff, com quem ela havia escrito e produzido a maioria do material de seus álbuns anteriores. Ela também trabalhou com muitos famosos produtores de hip-hop e rappers, como Sean "Puffy" Combs, Fareed Kamaal, Missy Elliott, Jean Claude Oliver e Samuel Barnes de Trackmasters. Este último produziu a maior parte do álbum. Butterfly desviou o som contemporâneo da obra mais antiga de Carey, e foi saudado como um álbum que define a década de 1990 da música pop e R&B.

Com Butterfly, Carey continuou a transição que começou com o álbum anterior, Daydream (1995), que a empurrou ainda mais para o mercado R&B e hip-hop. O álbum empurrou música em um som de R&B, levando-a longe do fundo contemporâneo pop de seu trabalho anterior. Durante seu casamento com Tommy Mottola, Carey tinha pouco controle sobre os passos criativo e artístico que eram tomados em seus álbuns, no entanto, após o divórcio e em meio a concepção do álbum, Carey foi capaz de refletir sua maturidade criativa e evolução na escrita e gravação do álbum. De acordo com o livreto de seu Décimo segundo álbum de estúdio, Memoirs of an Imperfect Angel, ela considerava Butterfly seu magnum opus e um ponto de virada sério, tanto na sua vida, quanto na sua carreira. Atualmente o álbum já vendeu mais de 20 milhões ao redor do mundo e ainda carece de muitas certificações.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Mariah supreende mais uma vez ao lançar um álbum mais intimista, foi o primeiro álbum que trouxe ao público sua separação com Tommy Motolla, presidente de sua então gravadora, Sony Music. Produtores como The Trackmasters, Puff Daddy, Stevie J e Walter Afanasieff trabalharam no álbum que contêm letras e músicas com forte influência de hip-hop e R&B. Mariah passou a mostrar uma imagem mais sexy, tirando completamente a aparência de "boazinha" que mantinha nos seus álbuns anteriores, inclusive, o clipe do primeiro single do álbum, Honey foi uma dura crítica a seu ex-marido. Em uma entrevista ao MTV Overdrive a cantora afirmou que canções como "Babydoll", "Breakdown" e "The Roof" são algumas favoritas da cantora [1]

A cantora diz que a canção-título do álbum "Butterfly" era para ser uma música no estilo house. O resultado foi uma canção produzda por David Morales intitulada "Fly Away (Butterfly Reprise)", baseada da canção de Elton John chamada "Skyline Pigeon". Mariah decidiu transformar a canção em uma balada e a produziu juntamente com seu parceiro Walter Afanasieff. Em uma entrevista para a MTV em 1997, Mariah se refere ao álbum single My All/Stay Awhile como um de seus álbuns mais pessoais no qual mostra sua verdadeira personalidade (músicas como "Close My Eyes" que fala dos abusos que a cantora sofreu quando criança[2] e em "Outside" onde a cantora fala sobre "ser multi-racial e sentir-se como se fosse de outro planeta"). Quando se perguntou qual seria o seu álbum preferido ela respondeu Butterfly.[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Butterfly estreou na primeira colocação na parada Billboard 200 nos Estados Unidos, com mais de 236.000 cópias vendidas; permaneceu nesta posição por mais uma semana, no Top20 por vinte e uma semanas e na parada por cinquenta e cinco semanas (com mais de uma entrada). O álbum vendeu mais em sua décima quarta e décima quinta semana, com o ápice de 283 mil cópias. Foi certificado 9x platina pela RIAA e produziu dois compactos a atingirem a primeira posição na parada Billboard Hot 100: "Honey" e "My All". "Honey" se tornou o sexto compacto da cantora (e terceiro a estrear) em primeiro lugar nesta parada. O álbum também contêm alguns outros compactos que foram lançados promocionalmente como "Butterfly" e "Breakdown". "The Roof" e "Whenever You Call" foram lançados em alguns países selecionados.

O álbum recebeu certificação platina na Europa.[4]

A revista Rolling Stone descreveu Butterfly como um "álbum transitório" para a cantora, enquanto o Allmusic afirma que "este é um dos melhores álbuns da cantora, mostrando que ela pode continuar a melhorar e refinar sua música como poucos artistas dos anos 1990."[5]

Premiações[editar | editar código-fonte]

"Honey" foi indicada ao Grammy Awards em duas categorias, enquanto a canção "Butterfly" foi indicada para Melhor Vocal Pop Feminino. O álbum ganhou um certificado de ouro no Japão na categoria de Álbum Pop Internacional do ano. Por Butterfly a cantora ganhou um American Music Award na categoria Artista Feminina de R&B em 1998. O álbum também recebeu da BMI na categoria "Compositor do Ano" prêmios para as músicas "Honey", "Butterfly" e "My All"..

Butterfly foi selecionado como um dos "1001 Álbuns que você deve ouvir antes de morrer".[6]

Lista das faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Honey¹"   Mariah Carey, Sean Combs, Kamaal Fareed, Steven Jordan, Stephen Hague, Bobby Robinson, Ronald Larkins, Larry Price, Malcolm McLaren 5:02
2. "Butterfly"   Carey, Walter Afanasieff 4:35
3. "My All"   Carey, Afanasieff 3:52
4. "The Roof²"   Carey, Jean Claude Oliver, Samuel Barnes, Cory Rooney, Albert Johnson, Kejuan Waliek Muchita 5:14
5. "Fourth of July"   Carey, Afanasieff 4:22
6. "Breakdown" (participação de Bone Thugs-n-Harmony) Carey, Anthony Henderson, Charles Scruggs, Stevie J. 4:44
7. "Babydoll"   Carey, Missy Elliott, Rooney, Stevie J. 5:07
8. "Close My Eyes"   Carey, Afanasieff 4:21
9. "Whenever You Call"   Carey, Afanasieff 4:21
10. "Fly Away (Butterfly Reprise)"   Carey, David Morales 3:49
11. "The Beautiful Ones" (participação de Dru Hill) Prince 6:59
12. "Outside"   Carey, Afanasieff 4:46
Duração total:
57:10
Edição Internacional
N.º Título Compositor(es) Duração
13. "Honey" (So So Def Radio Remix participação de Da Brat e JD) Carey, Robinson, Hague, Larkins, Price, McLaren, Freddie Perren, Alphonzo Mizell, Berry Gordy, Dennis Lussier 3:59
14. "Honey" (Def Club Mix) Carey, Robinson 6:17

¹ Usa trechos e instrumentais de "Hey DJ" de "the World Famous Supreme Team" e "The Body Rock" de Treacherous Three
² Usa instrumental de "Shook Ones part II" de Mobb Deep

Paradas musicais e Certificações[editar | editar código-fonte]

Parada posição Certificação Vendas/Fabricados
 Austrália - Albums Chart[7] 1 2× Platina 140,000[8]
 Áustria - Albums Chart[9] 5 6× Platina 100,000[10]
 Bélgica - Albums Chart[11] 6 10× Platina 125,000[12]
 Canadá - Albums Chart[13] 1 Diamante 1,000,000[14]
 Países Baixos - Albums Chart[15] 1 Diamante 500,000[16]
 França - Albums Chart[17] 6 5× Platina 500,000[18]
 Polónia - Albums Chart[19] 1 Platina 50,000[19]
 Itália - Albums Chart[20] 1 Diamante 500,000[21]
 Japão - Albums Chart[22] 1 2× Diamante 2,000,000[23]
 México - Albums Chart[24] 1 Diamante 300,000[25]
 Nova Zelândia - Albums Chart[26] 4 10× Platina 150,000[27]
 Noruega - Albums Chart[28] 5 Platina 50,000[29]
Flag of Spain.svg Espanha - Albums Chart[30] 1 2× Diamante 2,000,000[31]
 Suécia - Albums Chart[32] 4 2× Platina 100,000[33]
Suíça - Albums Chart[34] 3 22× Platina 250,000[35]
 Reino Unido - Albums Chart[36] 1 16× Platina 4,800,000[37]
União Europeia - Albums Chart[38] 1 7× Platina 7.000.000[39]
 Estados Unidos Billboard 200[40] 1 Diamante[41] 10,000,000[40]
mundo - Albums Chart[42] 1 20× Platina[43] 20,000,000[42]

Notas de rodapé

  1. «www.mcarchives.com/news.asp?id=5489 MCarchives.com» 
  2. Gardner, Elysa. "Hot again, Carey launches a summer tour". USA Today. 22 de maio e 11 de junho de 2006.
  3. «www.mariahcarey.com Mariahcarey.com» 
  4. «IFPI». IFPI. 1 de setembro de 2005. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  5. Thomas, Stephen (16 de setembro de 1997). «www.allmusic.com/album/butterfly-r314312 Butterfly review». Allmusic.com. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  6. «001 Albums You Must Hear Before You Die». Rocklistmusic.co.uk. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  7. Australian Albums Chart
  8. ARIA
  9. Austrian Albums Chart
  10. IFPI Austria
  11. Belgian Albums Chart
  12. IFPI Belgium
  13. Canadian Albums Chart
  14. CRIA
  15. Dutch Albums Chart
  16. NVPI
  17. French Albums Chart
  18. SNEP
  19. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome :0
  20. Italian Albums Chart
  21. FIMI
  22. Oricon Albums Chart
  23. [1]
  24. Mexican Albums Chart
  25. Amprofon
  26. New Zealand Albums Chart
  27. RIANZ
  28. Norwegian Albums Chart
  29. IFPI Norway
  30. Spanish Albums Chart
  31. PROMUSICAE
  32. Swedish Albums Chart
  33. IFPI Sweden
  34. Swiss Albums Chart
  35. IFPI Switzerland
  36. UK Albums Chart
  37. BPI
  38. «European Albums Chart» 
  39. «IFPI» 
  40. a b «U.S. Albums Chart». Billboard.com. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  41. «Gold & Platinum - September 26, 2009». RIAA. Consultado em 26 de setembro de 2009 
  42. a b Albums Chart
  43. http://www.world.com/goldandplatinumdata.php?table=SEARCH