Corazón que miente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corazón que miente
Coração que Mente (ANG / MOZ)
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Romance
Duração 42-45 minutos (Cap. 1-69)
97 minutos (Cap. 70)
Estado Concluída
País de origem México
Idioma original Espanhol
Produção
Produtor(es) Mapat de Zatarain
Elenco Pablo Lyle
Thelma Madrigal
Diego Olivera
Alejandro Tommasi
Alexis Ayala
Helena Rojo
Dulce María
Ver todos
Tema de abertura "Corazón que miente" por David Bisbal
Tema de encerramento "Dejarte de Amar" por Dulce María
"Corazón que Miente" por Alejandro Ávila
Empresa(s) de produção Televisa
Exibição
Emissora de televisão original Las Estrellas
Formato de exibição 480i (SDTV)
2160p (HDTV)
Transmissão original 8 de fevereiro15 de maio de 2016
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 70 (71 versão internacional)
Cronologia
Programas relacionados Laberintos de pasión (1999)

Corazón que miente é uma telenovela mexicana produzida por Mapat de Zatarain para a Televisa e exibida pelo Las Estrellas entre 8 de fevereiro a 15 de maio de 2016, substituindo A que no me dejas e sendo substituída por Las Amazonas.[1] É um remake da telenovela Laberintos de pasión, produzida em 1999.[2] É protagonizada por Thelma Madrigal, Pablo Lyle e Diego Olivera, com participação especial de Mayrín Villanueva[3] e antagonizada por Alejandro Tommasi, Alejandro Ávila, Lourdes Reyes e Dulce María.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história começa em “Puebla de los Ángeles” quando Mariela e Alonso se tornam amigos desde a infância.

Alonso (Pablo Lyle) e seu irmão Santiago (Federico Ayos) são filhos de Demián Ferrer (Alejandro Tommasi), um poderoso empresário, que tem preferência por seu filho mais velho Alonso.

Demián está casado com Lucía Castellanos (Mayrín Villanueva), filha do primeiro dono de uma construtora, da qual Demián tomou o controle quando o pai de Lucía morreu, companhia que transformou em uma empresa rentável.

Na residencia dos Ferrer também vivem Dona Sara (Helena Rojo), mãe de Lucía e acionista da construtora, além de sua prima Rafaela (Lourdes Reyes), que sob a máscara de parente boa esconde uma personalidade fria e ambiciosa, mantendo uma relação clandestina com Demián.

Mariela vive com seu avô Manuel Salvatierra (Eric del Castillo), que é doutor em uma clínica pequena da cidade. Manuel é dono de uns terrenos onde estão sua casa e que Demián quer para construir um hotel.

Mas Manuel se nega a vender suas terras, já que seu sonho é construir uma clínica, um sonho e um patrimônio que dará de herança à sua neta Mariela...

Depois de viver vários anos em Nova York, e sendo já um reconhecido escultor, Leonardo Del Río (Diego Olivera) volta a Puebla e descobre que Lucía, a única mulher que amou, é muito infeliz ao lado de Demián.

Isso provoca que renasçam os sentimentos que já tinha enterrado. Pouco a pouco Leonardo se acerca a Lucía, e um dia, se deixando vencer por suas emoções, se beijam. Mas Alonso os vê e assim nasce um ódio por Leonardo.

Demián, cansado de que Manuel rejeite suas propostas, encarrega a seu segurança, Rogelio Medina (Alejandro Ávila), forçar o velho para que as venda. Mas Rogelio decide por fogo na casa de Manuel, onde o ancião morre asfixiado.

É a partir daí onde Leonardo, apoiado por Carmen (María Sorté), sua madrinha, decide se tornar responsável por Mariela e cria-la como uma filha.

Lucía, com o desejo de ser feliz ao lado de Leonardo, aceita ir com ele e levar seus filhos. Mas Demián os descobre, brigam com uma pistola e ela termina morta. Leonardo é culpado por aquela morte, mas ao demostrar que não disparou nenhuma arma, sai em liberdade, e então decide sair de Puebla junto com Mariela.

Passam vários anos, Mariela (Thelma Madrigal) se forma como doutora e decide voltar a Puebla junto com Leonardo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Thelma Madrigal - Mariela Salvatierra Morán
  • Pablo Lyle - Alonso Ferrer Castellanos
  • Diego Olivera - Leonardo del Rio Solórzano
  • Alejandro Tommasi - Demián Ferrer Bilbatúa
  • Dulce María - Renata Ferrer Jauregui/ Mireya Barlanga
  • Alexis Ayala - Padre Daniel Ferrer Bilbatúa
  • Helena Rojo - Sara Sáenz vda. de Castellanos
  • María Sorté - Carmen Oceguera
  • Lourdes Reyes - Rafaela del Moral Sáenz de Ferrer
  • Alejandro Ávila - Rogelio Medina Sánchez
  • Gerardo Murguía - Eduardo Moliner Arredondo
  • Alejandra Procuna - Elena Solís Saldívar
  • Mayrín Villanueva - Lucia Castellanos Sáenz de Ferrer
  • Eric del Castillo - Manuel Salvatierra
  • Ricardo Margaleff - Cristian Mena Souza
  • Emmanuel Palomares - Lisandro Moliner Bustos
  • Arturo Muñoz - Dr. Céfiro Hidalgo
  • Jessica Mas - Karla Bustos de Moliner
  • Vanesa Restrepo - Denise Shapiro Berlanga
  • Alejandra Jurado – Amalia González de Valdivia
  • Jorge Ortín - Noé Valdivia Pérez
  • Fátima Torre - Leticia Valdiva González "Lety"
  • Federico Ayos - Santiago Ferrer Castellanos
  • Jessica Decote - Florencia Moliner Bustos
  • David Palacio - Julio Solís Saldívar
  • Ricardo Vera – Preciado
  • Rubén Cerda – Antonio Miranda
  • Jessica Segura - Cirila Reyes Medina
  • Benjamín Islas – Mario Preciado
  • Valentina Hazouri - Mariela Salvatierra Morán (menina)
  • Nikolas Caballero - Alonso Ferrer Castellanos (menino)
  • Santiago Torres Jaimes – Santiago Ferrer Castellanos (menino)
  • Montserrat Grm – Leticia Valdivia González "Lety" (menina)
  • Mónica Zorti – Marcia
  • Iliana de la Garza – Eva
  • Ricardo Guerra – Zanabria
  • Vicente Torres – Ponciano
  • Arturo Muñoz – Cefiro
  • Lorena Álvarez – Tia Martha
  • Ricardo Crespo – Fabricio

Recepção[editar | editar código-fonte]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

A novela foi elogiada entre os críticos mexicanos, por ser uma telenovela curta e ágil. O site "Hey! Espectáculos" deu uma nota 85 para a telenovela, afirmando que a produtora Mapat soube escolher bem o elenco e especialmente os vilões da novela Dulce María, Lourdes Reyes e Alejandro Tomassi que são um deleite na tela, e reconheceu que o simples fato de ter Dulce Maria no elenco adiciona peso para a história pelo simples fato de ela ser quem é. O site elogiou também como o tema da homossexualidade foi tratado na história, pois não apresentou uma história ridícula e crua.[5]

O crítico Álvaro Cueva do site Milenio elogiou a produtora Mapat afirmando que se sente a intenção de fazer algo grande, apaixonar público e para unir gerações. Afirmou também que as telenovelas não estavam passando por seu melhor para o nível da opinião pública e que o público está em busca de alguma salvação, e que a telenovela Corazón que Miente é um raio de esperança em meio a tanta escuridão, classificando que é uma novela de oposição, algo que se destaca. Por fim o crítico afirma que Corazón que Miente é uma novela de verdade, como eram os melodramas de antes, um retorno à origem.[6]

O site Televisa Espectáculos colocou Corazón que Miente no Top 5 dos finais de telenovelas mais impactantes de 2016.[7]

Audiência[editar | editar código-fonte]

A novela teve sua estreia no período que a Televisa deixou divulgar sua audiência por conta do desligamento do sinal analógico no México, porém supostos ratings eram disponibilizados em alguns sites, afirmando que a novela possuía uma boa audiência.

Durante seu mês de estreia a novela foi o quarto programa mais comentado nas redes sociais, segundo a empresa HR Media.[8] Com seu último capítulo a novela se posicionou no quarto lugar do Nilsen Twitter TV Ratings dos programas mais comentados da semana, sendo a única telenovela da lista.[9]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Indicado Resultado
2016
Premios Televisa.Com[10]
Mejor Pareja de la Pantalla Pablo Lyle e Thelma Madrigal Indicado
La Villana del Año Dulce María Venceu
TV Adicto Golden Awards[11]
Mejor adaptación Corazón que Miente Venceu
2017
Prêmio TVyNovelas[12]
Mejor Telenovela Mapat de Zatarain Indicado
Mejor Actor Protagónico Pablo Lyle Indicado
Mejor Villano Alejandro Tommasi Indicado
Mejor Actor Co-estelar Diego Olivera Indicado
Mejor Primer Actor Alexis Ayala Indicado
Mejor Actriz de Reparto María Sorté Indicado
Mejor Actriz Revelación Jéssica Segura Indicado
Mejor Actor Revelación Federico Ayos Indicado
Mejor Dirección de Cámaras Marco Vinicio, Óscar Morales e Bernardo Nájera Indicado

Exibição Internacional[editar | editar código-fonte]

País Canal Início Título
México México Las Estrellas 8 de fevereiro de 2016
Corazón Que Miente
União de Nações Sul-Americanas América Latina Canal de las Estrellas Latinoamérica
Bolívia Bolívia Bolivisión 30 de março de 2016
República Dominicana República Dominicana Telemicro 7 de abril de 2016
El Salvador El Salvador Canal 4 26 de abril de 2016
Espanha Espanha Nova 23 de maio de 2016
15 de maio de 2017 (Reprise)
Europa Europa Canal de las Estrellas Europa 26 de julho de 2016
África do Sul África do Sul Star Novela E1[13] 1 de agosto de 2016
Lying Heart
Nigéria Nigéria
Chile Chile La Red 8 de agosto de 2016
Corazón Que Miente
Honduras Honduras Telecadena 7 y 4 18 de agosto de 2016
Equador Equador Televicentro 18 de agosto de 2016
Argentina Argentina Canal 9 29 de agosto de 2016
Uruguai Uruguai Monte Carlo TV 3 de outubro de 2016
Nicarágua Nicarágua Canal 10 10 de outubro de 2016
Angola Angola Zap Novelas 13 de outubro de 2016
Coração Que Mente
Moçambique Moçambique
Roménia Roménia Happy Channel 28 de novembro de 2016
Inima te minte
Venezuela Venezuela Venevision 29 de novembro de 2016
Corazón Que Miente
Moçambique Moçambique Tv Sucesso Moz 23 de janeiro de 2017
Coração Que Mente
Bulgária Bulgária Diema Family 27 de abril de 2017
Лъжливо сърце
Costa Rica Costa Rica Repretel Canal 4 17 de outubro de 2017
Corazón Que Miente
Guatemala Guatemala Televisiete 28 de março de 2018

Referências

  1. «Gran estreno de Corazón Que Miente el 8 de febrero». Espectaculos a tiempo. 8 de dezembro de 2015. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  2. «Mapat alista adaptación de Laberintos De Pasión para Televisa». Espectaculos a tiempo. 22 de setembro de 2015. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  3. «Mapat presenta a protagonistas de "Corazón que miente"». Radio Fórmula. 19 de novembro de 2015. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  4. «Corazón que miente: ¿Quiénes son los villanos de la telenovela?». Peru. 23 de outubro de 2015. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  5. Rogelio Acosta (22 de março de 2016). «CRÍTICA DE LA TELENOVELA: "CORAZÓN QUE MIENTE"» (em espanhol). Hey! Espectáculos. Consultado em 22 de março de 2016 
  6. Álvaro Cueva (10 de fevereiro de 2016). «Telenovela de oposición» (em espanhol). Grupo Milenio. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  7. Liliana Carmona (10 de fevereiro de 2016). «TOP 5: LOS FINALES DE TELENOVELAS MÁS IMPACTANTES DEL 2016» (em espanhol). Televisa Espectáculos. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  8. Erika Monroy (22 de fevereiro de 2016). «El tuitero escribe, los canales obedecen» (em espanhol). El Universal. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  9. Erika Monroy (16 de maio de 2016). «#SocialTV» (em espanhol). Nielsen IBOPE. Consultado em 16 de maio de 2016 
  10. «¡AQUÍ ESTÁN LOS GANADORES A LO MEJOR DEL 2016!». Televisa Espectáculos. 23 de dezembro de 2016. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  11. Álvaro Cueva (6 de janeiro de 2017). «TV Adicto Golden Awards 2016». Grupo Milenio. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  12. «¡Conoce a los nominados de los Premios TVyNovelas 2017 y vota por tu favorito!». Televisa Televisión. 15 de fevereiro de 2017. Consultado em 15 de fevereiro de 2017 
  13. https://twitter.com/StarTimes_Ng/status/760111346272862208

Ligações externas[editar | editar código-fonte]