Festival Eurovisão da Canção 1981

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Festival Eurovisão da Canção 1981
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção Irlanda
The RDS Simmonscourt - panoramio.jpg
RDS Simmonscourt Pavilion, sede da edição.
Edição
26.ª edição
Datas
Final 4 de abril de 1981
Anfitrião
Local RDS Simmonscourt Pavilion, Dublin
Apresentador(es) República da Irlanda Doireann Ní Bhriain
Diretor República da Irlanda Ian McGarry
Maestro República da Irlanda Noel Kelehan
Supervisor executivo Suíça Frank Naef
Transmissão RTÉ logo.svg Raidió Teilifís Éireann
Atuações
Atuações nos intervalos Planxty com "Timedance" dançado por Dublin City Ballet
Participantes
Número de entradas 20 países
Países estreantes Chipre no Festival Eurovisão da Canção Chipre
Países de regresso Israel no Festival Eurovisão da Canção Israel
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção Jugoslávia
Países de saída Itália no Festival Eurovisão da Canção Itália
Marrocos Marrocos
Mapa dos países participantes
Predefinição:Info/Eurovisão/Festival Eurovisão da Canção 1981

     Países que já escolheram o seu artista e/ou canção     Países que não se classificaram para a final     Países que participaram no passado mas não em 1981

Votação
Sistema de
voto
A votação baseou-se num júri por país que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1 ponto às suas 10 canções favoritas, por ordem de preferência.
Vencedor(a) Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido
Bucks Fizz
"Making Your Mind Up"
Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png  1980 Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg 1982  Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção 1981 foi o 26º Festival Eurovisão da Canção e realizou-se em 4 de abril de 1981 em Dublin. A apresentadora foi Doireann Ní Bhriain. Os Bucks Fizz foram os vencedores desse ano com a canção "Making Your Mind Up".

Local[editar | editar código-fonte]

Mais sobre a cidade anfitriã: Dublin

O Festival Eurovisão da Canção 1981 ocorreu em Dublin, na Irlanda. Dublin é a capital e maior cidade da Irlanda. O nome em inglês deriva da palavra irlandesa "Dubhlinn" (ocasionalmente também grafada Duibhlinn ou Dubh Linn), que significa "Lago Negro". Localiza-se na província de Leinster próxima ao ponto mediano da costa leste da Irlanda, sendo cortada pelo Rio Liffey e o centro da região de Dublin. Desde 1898 possui nível administrativo de condado (county-boroughs). Seus limites são os condados de Fingal a norte, Dublin meridional a sudoeste e Dun Laoghaire-Rathdown a sudeste. Tem uma população de 527.612 habitantes na cidade, e sua área metropolitana tem 1.804.156 habitantes. Fundada como um assentamento viquingue, foi o centro do Reino de Dublin e se tornou a principal cidade da Ilha após a invasão dos Normandos. A cidade cresceu de maneira rápida durante o século XVII; se tornou na época a segunda maior cidade do Império Britânico e a quinta maior da Europa. Dublin entrou em um período de estagnização após o Ato de União de 1800, mas continuou o centro econômico da Ilha. Após a Partição da Irlanda em 1922, virou a capital do Estado Livre Irlandês, e mais tarde, da República da Irlanda. Dublin é reconhecida como uma cidade global, com um ranking "Alpha-", colocando a cidade entre as 30 mais globalizadas do mundo.[1] Atualmente é o principal centro histórico, cultural, econômico, industrial e educacional da Irlanda.

O festival em si realizou-se no RDS Simmonscourt Pavilion, uma sala polivalente, pertencente ao complexo de recreação da Royal Dublin Society e destina-se a sediar festivais equestres e agrícolas. O pavilhão pode acomodar até 7000 pessoas.[2]

Formato e visual[editar | editar código-fonte]

O vídeo introdutório foi sobre o encontro entre o passado e o presente da Irlanda.[3] Misturou imagens de vestígios arqueológicos, paisagens irlandesas, castelos, falésias, episódios de vida social e cultural, percorrendo assim a história do país, da Antiguidade ao período contemporâneo.

A orquestra de 46 membros, dirigida por Noel Kelehan, causou polémica por não ter nenhum saxofone, pois não o consideravam um instrumento orquestral, o que causou grande preocupação com a música do Reino Unido, pois um saxofone apareceu pesadamente na sua música. Andy Hill - o produtor do single - disse que, se soubessem, eles teriam retirado um dos dois coristas para serem substituídos por um saxofonista, sendo dois na gravação atual.

A RTÈ quis dar ao evento uma dimensão nunca alcançada. De facto, o palco foi o maior alguma vez construído até então.[4] A decoração de Michael Grogan foi dividido em três partes distintas. À esquerda estava a orquestra, colocada na arquibancada. Esta parte foi delimitada por uma escadaria curva cujas bordas dos degraus eram luminosas. Os maestros tiveram que descer para chegar a um círculo. Acima da orquestra pendia uma faixa curva. No centro estava o palco em que os artistas se apresentavam. Consistia em três círculos interligados, sustentando cinco pódios circulares de diferentes alturas, interligados por degraus. Círculos, degraus e pódios tinham bordas brilhantes. A decoração por trás dos artistas era uma representação estilizada de um motivo tradicional celta. Era uma faixa curva, dividida em quartos e sustentando quatro círculos simétricos. Este elemento foi atravessado por costelas, às quais foram anexadas lâmpadas. Todo o conjunto assumiu cores diferentes, dependendo das atuações. À direita, finalmente, estava o comitê e o quadro de votações, localizado no topo de um arco curvo. Um pódio foi planeado para a apresentadora e outro para a mesa do supervisor. No arco, logo abaixo da mesa, havia uma porta de correr que deveria abrir no final da votação para deixar o vencedor entrar.

A RTÉ criou naquele ano a famosa "Green-room" (Sala Verde), local onde os artistas participantes aguardavam a sua passagem no palco e os resultados. A cor verde está associada à esperança da vitória. Durante a semana de ensaios, artistas podiam reunir-se numa "Eurovision Village", clube onde poderiam relaxar à noite com música e se divertir. A organização do concurso foi mais sobre o evento nacional na Irlanda do que a mera realização de um programa de televisão.[5]

A apresentadora foi Doireann Ní Bhriain[6], que falou aos espectadores em irlandês, inglês e francês.

Os cartões postais começaram com uma visão de um globo estilizado. O país participante cresceu então, até ocupar a tela inteira. Vídeos então mostraram os artistas e compositores passeando por Dublin, entre os ensaios.

O intervalo foi ocupado pelo grupo folk Plantxy e sua composição "Timedance".[7] Paralelamente ao vídeo introdutório, o intervalo encenou a cultura irlandesa através dos tempos e explorou em três pinturas, a música tradicional e a dança do país. A música foi especialmente projetada para a ocasião por Bill Whelan. A coreografia foi feita por Iain Montague e executada pelos bailarinos da Dublin City Ballet. A primeira pintura foi um verdadeiro; a segunda, uma peça inédita composta no estilo dos harpistas tradicionais; o terceiro, uma peça que destaca a influência da música contemporânea na música folclórica. Após a competição, a Timedance alcançou o terceiro lugar em vendas recordes na Irlanda.[8]

Votação[editar | editar código-fonte]

Cada país tinha um júri composto por 11 elementos, que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 pontos às dez canções mais votadas.

O supervisor executivo da EBU foi Frank Naef.

A votação foi marcada por três situações. Em primeiro lugar, o júri austríaco votou com a ordem dos países alterados, e o supervisor (Frank Naef) pediu-lhe para dar os votos em ordem crescente. Em segundo lugar, quando a apresentadora fez contacto júri da Jugoslávia e pediu os votos, o porta-voz (Helga Vlahović, apresentadora da edição de 1990) respondeu "não os tenho" e a apresentadora agradeceu. Finalmente, num dos momentos em que a Irlanda, o país anfitrião, acrescentou pontos, por engano eles levantaram mais de 300 pontos para o placar, o que provocou o riso do público.[9]

Durante a votação, a câmera fez vários close-ups dos artistas. Em particular, Jean Gabilou, Sheeba, Bucks Fizz e Lena Valaitis apareceram.

Participações individuais[editar | editar código-fonte]


Participações[editar | editar código-fonte]

  Países participantes
País Título original da Canção Artista Processo Data da Selecção
Tradução em Português Idiomas de Interpretação
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção Alemanha "Johnny Blue" Lena Valaitis Ein lied für Dublin 1981 28 de fevereiro de 1981
Johnny Blue Alemão
Áustria no Festival Eurovisão da Canção Áustria "Wenn du da bist" Marty Brem Österreichische Vorausscheidung 1981 26 de fevereiro de 1981
Quando estás aqui Alemão
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção Bélgica "Samson" Emly Starr Eurosong 1981 7 de março de 1981
Sansão Holandês
Chipre no Festival Eurovisão da Canção Chipre "Monika" (Μόνικα) Island Seleção interna -
Mónica Grego
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção Dinamarca "Krøller eller ej" Debbie Cameron e Tommy Seebach Dansk Melodi Grand-Prix 1981 28 de fevereiro de 1981
Cabelos encaracolados ou não Dinamarquês
Espanha no Festival Eurovisão da Canção Espanha "Y sólo tú" Bacchelli Seleção Interna -
E só tu Castelhano
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção Finlândia "Reggae OK" Riki Sorsa Euroviisut 1981 21 de fevereiro de 1981
Reggae OK Finlandês
França no Festival Eurovisão da Canção França "Humanahum" Jean Gabilou Concours de la Chanson Française pour l'Eurovision 1981 8 de março de 1981
Olá, Olá Senhores e Senhoras Francês
Grécia no Festival Eurovisão da Canção Grécia "Feggari kalokerino" (Φεγγάρι καλοκαιρινό) Yiannis Dimitras Seleção Interna -
Lua de verão Grego
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção Irlanda "Horoscopes" Sheeba Irish Final 1981 1 de março de 1981
Os horóscopos Inglês
Israel no Festival Eurovisão da Canção Israel "Halayla" (הלילה) Hakol Over Habibi Kdam Eurovision 1981 3 de março de 1981
Esta noite Hebraico
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção Jugoslávia "Lejla" (Лејла) Vajta Pjesma Eurovizije 1981 28 de fevereiro de 1981
Lejla Bósnio
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção Luxemburgo "C'est peut-être pas l'Amérique" Jean-Claude Pascal Seleção interna -
Isto não pode ser a América Francês
Noruega no Festival Eurovisão da Canção Noruega "Aldri i livet" Finn Kalvik Melodi Grand Prix 1981 7 de março de 1981
Nunca na minha vida Norueguês
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção Países Baixos "Het is een wonder" Linda Williams Nationaal Songfestival 1981 11 de março de 1981
É um milagre Holandês
Portugal no Festival Eurovisão da Canção Portugal "Playback" Carlos Paião Festival RTP da Canção 1981 7 de março de 1981
Playback Português
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido "Making Your Mind Up" Bucks Fizz A song for Europe 1981 11 de março de 1981
Decide-te Inglês
Suécia no Festival Eurovisão da Canção Suécia "Fångad i en dröm" Björn Skifs Melodifestivalen 1981 21 de fevereiro de 1981
Apanhado num sonho Sueco
Suíça no Festival Eurovisão da Canção Suíça "Io senza te" Peter, Sue & Marc Finale Suisse 1981 21 de fevereiro de 1981
Eu sem ti Italiano
Turquia no Festival Eurovisão da Canção Turquia "Dönme Dolap" Modern Folk Trio & Ayseg Eurovision Şarkı Yarışması Türkiye Finali 1981 14 de fevereiro de 1981
O carrossel Turco

Festival[editar | editar código-fonte]

# País Idioma[10] Artista Canção Tradução para Português Lugar Pontuação
Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1981 Áustria Alemão Marty Brem "Wenn du da bist" Quando estás aqui 17º 20
Turquia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Turquia Turco Modern Folk Trio & Ayseg "Dönme Dolap" O carrosel 18º 9
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Alemanha Alemão Lena Valaitis "Johnny Blue" Johnny Blue 132
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1981 Luxemburgo Francês Jean-Claude Pascal "C'est peut-être pas l'Amérique" Isto não pode ser a América 11º 41
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1981 Israel Hebraico Hakol Over Habibi "Halayla" (הלילה) Esta noite 56
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção 1981 Dinamarca Dinamarquês Debbie Cameron e Tommy Seebach "Krøller eller ej" Encaracolado ou não 11º 41
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Jugoslávia Bósnio Vajta "Lejla" (Лејла) Lejla 15º 35
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Finlândia Finlandês Riki Sorsa "Reggae OK" Reggae OK 16º 27
França no Festival Eurovisão da Canção 1981 França Francês Jean Gabilou "Humanahum" Humanahum 125
10º Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Espanha Castelhano Bacchelli "Y sólo tú" E só tu 14º 38
11º Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1981 Países Baixos Holandês Linda Williams "Het is een wonder" É um milagre 51
12º Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1981 Irlanda Inglês Sheeba "Horoscopes" Os horóscopos 105
13º Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1981 Noruega Norueguês Finn Kalvik "Aldri i livet" Nunca na minha vida 20º 0
14º Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1981 Reino Unido Inglês Bucks Fizz "Making your mind up" Decide-te 136
15º Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1981 Portugal Português Carlos Paião "Playback" Playback 18º 9
16º Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1981 Bélgica Holandês Emly Starr "Samson" Sansão 13º 40
17º Grécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Grécia Grego Yiannis Dimitras "Feggari kalokerino" (Φεγγάρι καλοκαιρινό) Lua de Verão 55
18º Chipre no Festival Eurovisão da Canção 1981 Chipre Grego Island "Monika" ("Μόνικα") Mónica 69
19º Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suíça Italiano Peter, Sue & Marc "Io senza te" Eu sem ti 121
20º Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suécia Sueco Björn Skifs "Fångad i en dröm" Capturado por um sonho 10º 50

Resultados[editar | editar código-fonte]

A ordem de votação no Festival Eurovisão da Canção 1981, foi a seguinte:[11]

  Vencedor
  2º classificado
  3º classificado
Países Votantes Países Pontuados
Áustria Turquia Alemanha Luxemburgo Israel Dinamarca Iugoslávia Finlândia França Espanha Países Baixos República da Irlanda Noruega Reino Unido Portugal Bélgica Grécia Chipre Suíça Suécia
Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1981 Áustria 5 10 8 12 3 7 4 1 6 2
Turquia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Turquia 6 12 1 4 10 5 3 8 7 2
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Alemanha 5 1 12 3 6 4 8 2 7 10
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1981 Luxemburgo 1 3 4 7 12 10 5 6 8 1
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1981 Israel 8 3 2 7 6 4 10 12 1
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção 1981 Dinamarca 1 8 2 7 12 10 6 5 4 5
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Jugoslávia 3 2 4 5 10 8 1 3 12 7
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Finlândia 5 7 4 6 8 10 3 2 6 12 1
França no Festival Eurovisão da Canção 1981 França 5 8 3 4 1 2 6 7 10 12
Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Espanha 6 12 1 3 2 7 5 8 10 4
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1981 Países Baixos 3 7 2 5 6 4 10 12 8 1
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1981 Irlanda 6 7 2 5 4 3 10 1 8 12
Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1981 Noruega 4 8 1 5 10 3 2 7 12 6
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1981 Reino Unido 7 4 5 1 6 3 8 10 12 3
Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1981 Portugal 12 4 5 2 1 10 3 7 6 8
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1981 Bélgica 10 12 5 3 2 1 8 6 7 4
Grécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Grécia 5 2 8 3 10 6 1 7 12 4
Chipre no Festival Eurovisão da Canção 1981 Chipre 8 3 7 2 12 4 5 6 10 1
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suíça 6 4 10 5 12 2 1 8 7 3
Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suécia 2 12 5 3 4 6 10 7 8 1
Total 20 9 132 41 56 41 35 27 125 38 51 105 0 136 9 40 55 69 121 50
Lugar 17º 18º 11º 11º 15º 16º 14º 20º 18º 13º 10º
Países Votantes Áustria Turquia Alemanha Luxemburgo Israel Dinamarca Iugoslávia Finlândia França Espanha Países Baixos República da Irlanda Noruega Reino Unido Portugal Bélgica Grécia Chipre Suíça Suécia
Países Pontuados

12 pontos[editar | editar código-fonte]

Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
5 Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suíça Finlândia, Jugoslávia, Irlanda, Noruega, Reino Unido
4 França no Festival Eurovisão da Canção 1981 França Alemanha, Áustria, Luxemburgo, Suíça
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Alemanha Espanha, Portugal, Suécia, Turquia
2 Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1981 Irlanda Chipre, Dinamarca
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1981 Reino Unido Israel, Países Baixos
1 Chipre no Festival Eurovisão da Canção 1981 Chipre Grécia
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção 1981 Dinamarca Bélgica
Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suécia França

Maestros[editar | editar código-fonte]

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva actuação de cada país concorrente.

País Maestro
Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1981 Áustria Richard Österreicher
Turquia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Turquia Onno Tunç
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Alemanha Wolfgang Rödelberger
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1981 Luxemburgo Joël Rocher
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1981 Israel Eldad Shrim
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção 1981 Dinamarca Allan Botschinsky
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Jugoslávia Ranko Rihtman
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Finlândia Henrik Otto Donner
França no Festival Eurovisão da Canção 1981 França David Sprinfield
Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1981 Espanha Juan Barcons
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1981 Países Baixos Rogier van Otterloo
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1981 Irlanda Noel Kelehan
Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1981 Noruega Sigurd Jansen
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1981 Reino Unido John Coleman
Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1981 Portugal Shegundo Galarza
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1981 Bélgica Giuseppe Marchese
Grécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Grécia Yiorgos Niarchos
Chipre no Festival Eurovisão da Canção 1981 Chipre Michalis Rozakis
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suíça Rolf Zuckowski
Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1981 Suécia Anders Berglund

Artistas repetentes[editar | editar código-fonte]

Em 1981, os repetentes foram:

País (1981) Foto Artista Ano Anterior País Representado Canção Tradução Pontuação Classificação
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção Luxemburgo Jean-Claude Pascal 1945.pdf Jean-Claude Pascal ESC 1961 Luxemburgo "Nous les amoureux" Nós os amorosos 31
Suíça no Festival Eurovisão da Canção Suíça Eurovision Song Contest 1976 rehearsals - Switzerland - Peter, Sue and Marc 10.png Peter, Sue & Marc ESC 1971 Suíça "Les illusions de nos vingt ans" As ilusões dos nossos vinte anos 78 12º
ESC 1976 Suíça "Djambo, Djambo" Djambo, Djambo 91
ESC 1979 Suíça "Trödler und Co" Folgazão e Cia 60 10º
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção Irlanda Silver - replace this image female.svg Maxi (como parte das Sheeba) ESC 1973 Irlanda "Do I Dream" Eu sonho 80 10º
Suécia no Festival Eurovisão da Canção Suécia Björn Skifs 2014-02-07.jpg Björn Skifs ESC 1978 Suécia "Det blir alltid värre framåt natten" Isso torna-se sempre pior ao anoitecer 26 14º
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido Cheryl Baker formerly of Bucks Fizz.jpg Cheryl Baker (como parte dos Bucks Fizz) ESC 1978 Reino Unido (como parte dos Co-Co) "The bad old days" Os maus velhos tempos 61 11º
Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção Dinamarca Tommy Seebach.jpg Tommy Seebach (com Debbie Cameron) ESC 1979 Dinamarca "Disco Tango" Disco Tango 76
Áustria no Festival Eurovisão da Canção Áustria Silver - replace this image female.svg Marty Brem ESC 1980 Áustria (como parte dos Blue Danube) "Du bist Musik" Tu és música 64

Referências

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Os mapas presentes neste artigo, respeitam as fronteiras geográficas estabelecidas na altura em que o festival ocorreu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Festival Eurovisão da Canção 1981