Festival Eurovisão da Canção 1972

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Festival Eurovisão da Canção 1972
 Reino Unido
Eurovision Song Contest 1972 Logo.jpg
Logo do Festival Eurovisão da Canção 1972
Edição
17.ª edição
Datas
Final 25 de março de 1972
Anfitrião
Local Usher Hall, Edimburgo,Reino Unido
Apresentador(es) Reino Unido Escócia Moira Shearer
Diretor Reino Unido Terry Hughes
Maestro Reino Unido Malcolm Lockyer
Supervisor executivo Reino Unido Clifford Brown
Produtor executivo Reino Unido Inglaterra Bill Cotton
Estação anfitriã BBC logo (80s).svg BBC
Atuações
Atuações nos intervalos Tatto no Castelo de Edimburgo
Participantes
Número de entradas 18 países
Países estreantes Nenhum
Países de regresso Nenhum
Países de saída Nenhum
Mapa dos países participantes
Portugal no Festival Eurovisão da CançãoEspanha no Festival Eurovisão da CançãoSan Marino no Festival Eurovisão da CançãoFrança no Festival Eurovisão da CançãoReino Unido no Festival Eurovisão da CançãoIrlanda no Festival Eurovisão da CançãoIslândia no Festival Eurovisão da CançãoBélgica no Festival Eurovisão da CançãoPaíses Baixos no Festival Eurovisão da CançãoSuíça no Festival Eurovisão da CançãoAlemanha no Festival Eurovisão da CançãoDinamarca no Festival Eurovisão da CançãoMalta no Festival Eurovisão da CançãoItália no Festival Eurovisão da CançãoNoruega no Festival Eurovisão da CançãoSuécia no Festival Eurovisão da CançãoFinlândia no Festival Eurovisão da CançãoEstónia no Festival Eurovisão da CançãoLetónia no Festival Eurovisão da CançãoLituânia no Festival Eurovisão da CançãoEslováquia no Festival Eurovisão da CançãoÁustria no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoHungria no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoAlbânia no Festival Eurovisão da CançãoJugoslávia no Festival Eurovisão da CançãoGrécia no Festival Eurovisão da CançãoBulgária no Festival Eurovisão da CançãoRoménia no Festival Eurovisão da CançãoMoldávia no Festival Eurovisão da CançãoUcrânia no Festival Eurovisão da CançãoBielorrússia no Festival Eurovisão da CançãoRússia no Festival Eurovisão da CançãoGeórgia no Festival Eurovisão da CançãoAzerbaijão no Festival Eurovisão da CançãoTurquia no Festival Eurovisão da CançãoChipre no Festival Eurovisão da CançãoIsrael no Festival Eurovisão da CançãoArménia no Festival Eurovisão da CançãoMarrocos no Festival Eurovisão da CançãoLiechtenstein no Festival Eurovisão da CançãoAndorra no Festival Eurovisão da CançãoMónaco no Festival Eurovisão da CançãoPolónia no Festival Eurovisão da CançãoRepública Checa no Festival Eurovisão da CançãoLuxemburgo no Festival Eurovisão da CançãoLíbano no Festival Eurovisão da CançãoTunísia no Festival Eurovisão da CançãoArgélia no Festival Eurovisão da CançãoUm mapa colorido dos países da Europa
Sobre esta imagem

     Países confirmados que já escolheram o seu artista e/ou canção     Países que não se classificaram para a final     Países que participaram no passado mas não em 1972

Votação
Sistema de
voto
Cada país tem dois júris, um menor de 25 anos e outro maior de 25 anos. Cada um atribui 1 a 5 votos a cada canção.
Vencedor(a)  Luxemburgo
Vicky Leandros
"Après Toi"
Website Sítio oficial
Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png   1971     Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg     1973   Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção 1972 (em inglês: Eurovision Song Contest 1972 e em francês: Concours Eurovision de la chanson 1972) foi o 17º Festival Eurovisão da Canção realizou-se em 25 de março de 1972 em Edimburgo, Escócia, no Reino Unido. Esta foi a única vez que o certame se realizou na Escócia. Moira Shearer foi a apresentadora do concurso O Festival foi ganho por Vicky Leandros que representou o Luxemburgo com a canção "Après Toi" (Depois de Ti).

O Mónaco vencedor do Festival Eurovisão da Canção 1971 foi incapaz de realizar o evento, cabendo ao Reino Unido a tarefa de produzir mais um festival. O Reino Unido pela primeira vez, escolheu um lugar fora da Inglaterra.[1]

A Irlanda pela primeira e única vez enviou uma canção interpretada em língua irlandesa. Das outras vezes foi sempre em língua inglesa.

Yves Desca foi o escritor das canções vencedoras de 1971 e 1972, tornando-se a primeira pessoa a vencer por dois países diferentes e também a primeira a vencer duas vezes seguidas.

Local[editar | editar código-fonte]

Mais sobre a cidade anfitriã: Edimburgo

O Festival Eurovisão da Canção 1971 ocorreu em Edimburgo, na Escócia, no Reino Unido. Edimburgo, é uma cidade, capital da Escócia, no Reino Unido, com poderes próprios, situada na margem sul do estuário do rio Forth (Firth of Forth). É a capital escocesa desde 1492, sendo sede do parlamento escocês desde 1999. Edimburgo é também uma das 32 Áreas de Conselho da Escócia, subdivisão administrativa similar aos estados brasileiros, desde 1996 quando este tipo de subdivisão foi atribuída para substituir os distritos e regiões que existiam desde 1975. A cidade é dominada pelo Castelo de Edimburgo construído sobre uma rocha de origem vulcânica. Após a unificação do parlamento da Escócia com o da Inglaterra, Edimburgo perdeu sua importância política mas permaneceu um importante centro económico e cultural. A cidade é mundialmente conhecida pelo Festival de Edimburgo que acontece durante três semanas no mês de agosto. A cidade ainda possui uma das mais prestigiadas universidades da Europa e do mundo, a Universidade de Edimburgo, pioneira na informática e gerenciamentos.

O festival em si realizou-se no Usher Hall, é uma sala de concertos, inaugurado em 1914. É o centro da vida musical da cidade. É la sede oficial do Festival de Edimburgo.

Formato[editar | editar código-fonte]

Originalmente, os vencedores do ano anterior, o Mónaco, queriam sediar o evento de 1972 e propuseram um evento ao ar livre a ser realizado em junho de 1972, em vez de ser na primavera, como era costume. Havia também um salão adequado a ser construído, que a Radio Monte Carlo tentou acelerar. No entanto, em julho de 1971, a Radio Monte Carlo finalmente declarou que não havia condições para organizar o evento.[2]

Sabia-se que a TVE (Espanha) e a ARD (Alemanha), como segundo e terceiro colocados de 1971, recusariam a oportunidade de realizar o concurso de 1972, e que a EBU estava "chamando alto" os voluntários. e mais uma vez a BBC decidiu aceitar o desafio de organizar o concurso. Tendo reduzido a escolha a dois locais possíveis, eles optaram por encenar o concurso pela primeira vez em Edimburgo, no Usher Hall.[3] O Mónaco tornou-se assim o único vencedor que nunca recebeu a competição no seu solo.

O sorteio da ordem de atuação foi feito em Londres na quarta-feira, 1 de dezembro de 1971.[4]

Os ensaios começaram com os artistas na quarta-feira, 22 de março, com cada país tendo um ensaio inicial de 50 minutos com a orquestra de 44 elementos. O concurso foi transmitido em 28 países.[5]

A BBC gastou 81 000 libras no concurso.[6]

Pela primeira vez, o programa chegou a cores ao emissor da RTP, em Monsanto. Era evidente que só podia ver a cores quem tivesse um televisor para o efeito: só havia 30 em Portugal.[7]

Visual[editar | editar código-fonte]

O design do palco incluiu uma tela para apresentar e acompanhar as atuações concorrentes no palco, e para mostrar o intervalo e a sequência de votação que foram feitas no Castelo de Edimburgo. Antes da atuação de cada país, uma imagem de cada artista, juntamente com seus nomes e o título da música, foram projetadas na tela, e durante cada apresentação, formas espirais animadas foram projetadas como efeito visual adicional. O conjunto foi desenhado por Brian Trediggen.[8] Os jurados estavam localizados na segurança do castelo e assistiram às apresentações concorrentes em Usher Hall na TV.

A orquestra, liderada por Malcolm Lockyer e com 44 músicos, localizou-se num buraco ao pé do palco. Este último era circular e emoldurado por duas paredes em ângulos retos. As paredes eram compostas de painéis brancos alternados, aparelhos luminosos e colunas de luz. Três entradas, esquerda, centro e direita, foram tapadas por cortinas, agitadas por fãs. Durante as apresentações, a cena foi animada por jogos de sombras e luzes. Na parede à direita, figuras azuladas foram projetadas. Quanto à parede esquerda, incluía uma tela grande, que permitia apresentar os artistas e sua música.

Esta foi a primeira vez na história da competição que um ecrã foi utilizado, localizando-se à esquerda do palco.[9]

O vídeo introdutório mostrou vários pontos turísticos de Edimburgo. A câmera então mostrou o teto da sala, depois o público. A orquestra tocou então a partitura de "Un banc, un arbre, une rue", a música vencedora do ano anterior.

Pela primeira vez desde 1970, não havia cartões postais. A câmara fez um plano na tela da parede, mostrando os rostos dos artistas e o título da música deles.

O intervalo mostrou um vídeo intitulado Tatto no Edinburgh Castle. Foi um desfile militar, ao som da gaita de foles, executado por oito regimentos escoceses, 5 que tiveram lugar na esplanada à entrada do Castelo de Edimburgo. O evento não foi gravado especificamente para o concurso: os produtores simplesmente reutilizaram um arquivo de vídeo de 1968.[9]

Votação[editar | editar código-fonte]

Cada país enviou dois membros do júri, um com mais de 25 anos e o outro com menos de 25 anos (com pelo menos dez anos de diferença entre as idades), com ambos a pontuar cada país (exceto o seu próprio) com uma pontuação entre 1 e 5 pontos. O júri ficou instalado no Castelo de Edimburgo, alegadamente, para evitar fraudes no voto.[10]

O supervisor no local delegado pela EBU foi Clifford Brown, que repetia cada vez em inglês o número de votos e o total de votos para cada país.

Durante a votação, a câmera fez vários close-ups dos artistas. Em particular, Vicky Leandros, Sandra Reemer, The New Seekers, Carlos Mendes, Véronique Müller e Beatrix Neundlinger apareceram.

1972 foi também o primeiro ano em que não ocorreu empates na votação.

Participações individuais[editar | editar código-fonte]


Participantes[editar | editar código-fonte]

  Países participantes
País Título original da Canção Artista Processo Data da Selecção
Tradução em Português Idiomas de Interpretação
 Alemanha "Nur die Liebe läßt uns leben" Mary Roos Ein Lied für Edinburgh 1972 19 de fevereiro de 1972
Só o amor nos deixa viver Alemão
 Áustria "Falter im Wind" Milestones Seleção interna
Borboleta no Vento Alemão
 Bélgica "À la folie ou pas du tout" Serge & Christine Ghisoland Eurovision de la Chanson 1972 15 de fevereiro de 1972
Apaixonadamente ou não de todo Francês
 Estado espanhol "Amanece" Jaime Morey Seleção interna -
Amanhece Castelhano
 Finlândia "Muistathan" Päivi Paunu & Kim Floor Euroviisut 1972 29 de janeiro de 1972
Lembras-te Finlandês
 França "Comé-Comédie" Betty Mars Finale nationale française 1972 -
Vem, comédia Francês
 Irlanda "Ceol an Ghrá" Sandie Jones Eurosong 1972 13 de fevereiro de 1972
A música do amor Irlandês
 Itália "I giorni dell'arcobaleno" Nicola di Bari Festival della Canzone Italiana di Sanremo 1972 26 de fevereiro de 1972
Os dias do Arco-íris Italiana
 Iugoslávia "Muzika i ti" (Музика и ти) Tereza Kesovija Pjesma Eurovizije 1972 12 de fevereiro de 1972
Música e Tu Servo-croata
 Luxemburgo "Après toi" Vicky Leandros Selecção Interna -
Depois de Ti Francês
 Malta "L-Imħabba" Helen e Joseph Festival Tal-Kanzunetta Maltija 1972 -
Amor Maltês
 Mónaco "Comme on s'aime" Anne-Marie Godart e Peter MacLane Seleção interna -
Como nós nos amamos Francês
 Noruega "Småting" Grethe Kausland e Benny Borg Melodi Grand Prix 1972 19 de fevereiro de 1972
Pequenas coisas Norueguês
 Países Baixos "Als het om de liefde gaat" Sandra e Andres Nationaal Songfestival 1972 26 de fevereiro de 1972
Quando tudo sobre amor Holandês
 Portugal "A festa da vida" Carlos Mendes Grande Prémio TV da Canção Portuguesa 1972 21 de fevereiro de 1972
A festa da vida Português
 Reino Unido "Beg, Steal or Borrow" The New Seekers A song for Europe 1972 12 de fevereiro de 1972
Mendigar, Roubar ou Pedir Emprestado Inglês
 Suécia "Härliga sommardag" Family Four Melodifestivalen 1972 12 de fevereiro de 1972
Bonito dia de verão Sueco
 Suíça "C'est la chanson de mon amour" Véronique Müller Finale suisse 1972 -
É a canção do meu amor Francês

Festival[editar | editar código-fonte]

# País Idioma Artista Canção Tradução para Português Lugar Pontuação
 Alemanha Alemão Mary Roos "Nur die Liebe läßt uns leben" Só o amor nos deixa viver 107
 França Francês Betty Mars "Comé-Comédie" Vem, comédia 11º 81
 Irlanda Irlandês Sandie Jones "Ceol an Ghrá" A música do amor 15º 72
 Estado espanhol Castelhano Jaime Morey "Amanece" Amanhece 10º 83
 Reino Unido Inglês The New Seekers "Beg, Steal or Borrow" Mendigar, Roubar ou Pedir Emprestado 114
 Noruega Norueguês Grethe Kausland e Benny Borg "Småting" Pequenas coisas 14º 73
 Portugal Português Carlos Mendes "A festa da vida" A festa da vida 90
 Suíça Francês Véronique Müller "C'est la chanson de mon amour" É a canção do meu amor 88
 Malta Maltês Helen e Joseph "L-Imħabba" Amor 18º 48
10º  Finlândia Finlandês Päivi Paunu & Kim Floor "Muistathan" Lembras-te 12º 78
11º  Áustria Alemão Milestones "Falter im Wind" Borboleta no Vento 100
12º  Itália Italiana Nicola di Bari "I giorni dell'arcobaleno" Os dias do Arco-íris 92
13º  Iugoslávia Servo-croata Tereza Kesovija "Muzika i ti" Música e Tu 87
14º  Suécia Sueco Family Four "Härliga sommardag" Bonito dia de verão 13º 75
15º  Mónaco Francês Anne-Marie Godart e Peter MacLane "Comme on s'aime" Como nós nos amamos 16º 65
16º  Bélgica Francês Serge & Christine Ghisoland "À la folie ou pas du tout" Apaixonadamente ou não de todo 17º 55
17º  Luxemburgo Francês Vicky Leandros "Après toi" Depois de Ti 128
18º  Países Baixos Holandês Sandra e Andres "Als het om de liefde gaat" Quando tudo sobre amor 106

Resultados[editar | editar código-fonte]

Os países votaram em blocos de 3 (Alemanha, França e Irlanda; Espanha, Reino Unido e Noruega...). Assim, ordem de votação no Festival Eurovisão da Canção 1972, foi a seguinte:[11]

  Vencedor
  2º classificado
  3º classificado
Países Votantes Países Pontuados
Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
 Alemanha 5 4 7 8 4 3 4 3 4 6 4 7 5 4 2 9 6
 França 8 3 5 9 3 4 5 2 3 6 5 4 3 3 3 8 6
 Irlanda 6 5 5 6 6 7 6 4 3 6 3 5 5 4 4 9 8
 Estado espanhol 9 2 4 2 5 7 5 2 6 6 2 8 3 3 2 2 8
 Reino Unido 5 9 4 3 4 4 4 6 5 3 3 5 3 5 5 10 9
 Noruega 6 7 6 8 10 2 7 2 6 5 6 4 5 6 2 8 8
 Portugal 6 2 4 6 4 5 2 2 4 5 7 5 4 2 3 7 5
 Suíça 5 3 3 3 8 2 6 2 3 7 9 2 2 2 3 6 6
 Malta 4 5 6 4 2 5 5 4 3 5 6 4 4 5 5 4 3
 Finlândia 5 4 3 4 7 7 2 7 5 4 6 3 5 5 4 6 9
 Áustria 5 2 4 5 7 3 4 8 2 3 6 3 4 3 2 8 6
 Itália 7 3 3 3 7 2 9 5 2 3 6 2 3 3 3 9 3
 Iugoslávia 5 5 3 2 9 5 4 5 2 4 8 4 7 4 2 10 9
 Suécia 8 2 5 7 6 4 7 4 3 4 10 8 4 3 2 8 6
 Mónaco 8 6 5 8 9 4 4 6 3 5 5 6 9 5 4 7 5
 Bélgica 7 7 4 3 4 4 7 4 2 8 4 6 7 7 4 8 2
 Luxemburgo 7 8 6 5 8 6 10 7 2 6 5 6 7 5 4 6 7
 Países Baixos 6 6 5 5 8 4 5 5 4 8 9 5 6 5 5 3 9
Total 107 81 72 83 114 73 90 88 48 78 100 92 87 75 65 55 128 106
Lugar 11º 15º 10º 14º 18º 12º 13º 16º 17
Países Votantes Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
Países Pontuados
Resultados por blocos
Países Votantes Países Pontuados
Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
 Alemanha 14 10 7 17 23 13 14 15 9 10 18 12 16 13 11 9 26 20
 França
 Irlanda
 Estado espanhol 20 18 14 11 12 9 13 16 10 17 14 11 17 11 14 9 20 25
 Reino Unido
 Noruega
 Portugal 15 10 13 13 14 12 11 6 4 10 17 22 11 10 9 11 17 14
 Suíça
 Malta
 Finlândia 17 9 10 12 21 12 15 20 9 6 10 12 8 12 11 9 23 18
 Áustria
 Itália
 Iugoslávia 21 13 13 17 24 13 15 15 8 13 23 18 13 12 7 8 25 20
 Suécia
 Mónaco
 Bélgica 20 21 15 13 20 14 22 16 8 22 18 17 22 17 13 9 17 9
 Luxemburgo
 Países Baixos
Total 107 81 72 83 114 73 90 88 48 78 100 92 87 75 65 55 128 106
Lugar 11º 15º 10º 14º 18º 12º 13º 16º 17
Países Votantes Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
Países Pontuados
Resultados acumulados
Países Votantes Países Pontuados
Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
 Alemanha 14 10 7 17 23 13 14 15 9 10 18 12 16 13 11 9 26 20
 França
 Irlanda
 Estado espanhol 34 28 21 28 35 22 27 31 19 27 32 23 33 24 25 18 46 45
 Reino Unido
 Noruega
 Portugal 49 38 34 41 49 34 38 37 23 37 49 45 44 34 34 29 63 59
 Suíça
 Malta
 Finlândia 66 47 44 53 70 46 53 57 32 43 59 57 52 46 45 38 86 77
 Áustria
 Itália
 Iugoslávia 87 60 57 70 94 59 68 72 40 56 82 75 65 58 52 46 111 97
 Suécia
 Mónaco
 Bélgica 107 81 72 83 114 73 90 88 48 78 100 92 87 75 65 55 128 106
 Luxemburgo
 Países Baixos
Lugar 11º 15º 10º 14º 18º 12º 13º 16º 17
Países Votantes Alemanha França República da Irlanda Espanha Reino Unido Noruega Portugal Suíça Malta Finlândia Áustria Itália República Socialista Federativa da Iugoslávia Suécia Mónaco Bélgica Luxemburgo Países Baixos
Países Pontuados

10 pontos[editar | editar código-fonte]

Os países que receberam a pontuação perfeita de 10 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
2  Luxemburgo Jugoslávia, Reino Unido
1  Áustria Suécia
 Portugal Luxemburgo
 Reino Unido Noruega

Maestros[editar | editar código-fonte]

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva actuação de cada país concorrente.

País Maestro
 Alemanha Paul Kuhn
 França Franck Pourcel
 Irlanda Colman Pearce
 Estado espanhol Augusto Algueró
 Reino Unido David Mackay
 Noruega Carsten Klouman
 Portugal Richard Hill
 Suíça Jean-Pierre Festi
 Finlândia Ossi Runne
 Malta Charles Camilleri
 Áustria Erich Kleinschuster
 Itália Gianfranco Reverberi
 Iugoslávia Nikica Kalogjera
 Suécia Mats Olsson
 Mónaco Raymond Bernard
 Bélgica Henri Segers
 Luxemburgo Klaus Munro
 Países Baixos Harry van Hoof
Maestro anfitrião Malcolm Lockyer

Artistas repetentes[editar | editar código-fonte]

Em 1972, os repetentes foram:

País (1972) Foto Artista Ano Anterior País Representado Canção Tradução Pontuação Classificação
 Iugoslávia Tereza Kesovija u Lisinskom.JPG Tereza Kesovija ESC 1966 Mónaco "Bien plus fort" Bem mais forte 0 17º
 Luxemburgo Cologne Pride 2008 Vicky Leandros.jpg Vicky Leandros ESC 1967 Luxemburgo "L'amour est bleu" O amor é azul 17
 Portugal Sma vpo carlos mendes 2012 (2).JPG Carlos Mendes ESC 1968 Portugal "Verão" Verão 5 11º
 Suécia Family Four 1966.jpg Family Four ESC 1971 Suécia "Vita vidder" Horizontes brancos 91

Transmissão do Festival[editar | editar código-fonte]

Países participantes[editar | editar código-fonte]

País Canal Comentador(es) Jurados
 Alemanha ARD Deutsches Fernsehen Hanns Verres TBC
Deutschlandfunk/Bayern 2 Wolf Mittler
 França Première Chaîne ORTF[12] Pierre Tchernia TBC
TBC TBC
 Irlanda RTÉ Television Mike Murphy TBC
Radio Éireann Kevin Roche
 Espanha TVE1 Julio Rico Emma Cohen e Luis María Ansón[13]
Primer Programa RNE Miguel de los Santos
 Reino Unido BBC1[14] Tom Fleming Doreen Samuels e Robert Bruce Walker[15]
BBC Radio 1 Pete Murray
British Forces Radio[16] Terry James
 Noruega NRK[17] Roald Øyen Rachel Nord e Signe Abusdal
NRK P1 Erik Heyerdahl
 Portugal I Programa[18] Henrique Mendes Pedro Sousa Macedo e Maria João Aguiar[19]
Amadeu Meireles RDP Antena 1
 Suíça TV DRS Theodor Haller TBC
TSR Georges Hardy
TSI Giovanni Bertini
TBC TBC
 Malta MTV Norman Hamilton[20] Mary Rose Mallia e Joe Zerafa[21]
TBC TBC
 Finlândia YLE TV1 Heikki Seppälä Merita Merikoski e Åke Granholm[22]
Yleisohjelma Erkki Melakoski
 Áustria FS2 Ernst Grissemann TBC
Hitradio Ö3 Hubert Gaisbauer
 Itália Programma Nazionale Renato Tagliani TBC
Secondo Programma Radio
 Iugoslávia Televizija Beograd Milovan Ilić Vera Zlokovic e Veljko Bakasun[23]
Televizija Zagreb Oliver Mlakar
Televizija Ljubljana Tomaž Terček
TBC TBC
 Suécia SR TV1 Bo Billtén[24] Titti Sjöblom e Arne Domnérus[24]
SR P3 Björn Bjelfvenstam
 Mónaco Télé Monte Carlo Pierre Tchernia TBC
TBC TBC
 Bélgica RTB Arlette Vincent TBC
BRT Herman Verelst
BRT Radio 1 Nand Baert
RTB La Première André Hagon
 Luxemburgo Télé-Luxembourg Jacques Navadic TBC
RTL Radio Camillo Felgen
 Países Baixos Nederland 1 Pim Jacobs Jennifer Baljet e Cornelis Wagter
TBC TBC

Países não participantes[editar | editar código-fonte]

País Canal Comentador(es)
 Brasil TBC TBC
Filipinas ABS-CBN Sem comentador
Grécia Grécia EIRT Mako Georgiadou
 Islândia RÚV Björn Mattíhason
 Israel TBC Sem comentador
 Hong Kong TBC TBC
 Japão TBC TBC
Taiwan TBC TBC
 Tailândia TBC TBC

Referências

  1. O'Connor, John Kennedy. The Eurovision Song Contest - The Official History. Carlton Books, UK. 2007 (em inglês) ISBN 978-1-84442-994-3
  2. https://eurovision.tv/story/seeking-out-more-about-the-1972-contest
  3. https://eurovision.tv/story/seeking-out-more-about-the-1972-contest
  4. https://eurovision.tv/story/seeking-out-more-about-the-1972-contest
  5. https://eurovision.tv/story/seeking-out-more-about-the-1972-contest
  6. https://eurovision.tv/story/seeking-out-more-about-the-1972-contest
  7. https://cronicaseurofestivais.blogspot.com/2013/10/a-eurovisao-e-o-festival-da-cancao-na.html
  8. http://eurovision-fr.net/histoire/histoire72.php
  9. a b https://eurovision.tv/event/edinburgh-1971
  10. https://cronicaseurofestivais.blogspot.com/2013/10/a-eurovisao-e-o-festival-da-cancao-na.html
  11. A ordem de votação foi efectuada através da visualização de vídeos da edição do festival, à semelhança de outras secções deste artigo
  12. Christian Masson. «1971 – Dublin». Songcontest.free.fr. Consultado em 10 de agosto de 2012 
  13. Eurojaume dice: (15 de fevereiro de 2008). «Eurovisión 1972 – Programa posterior al festival | AEV ESPAÑA». Aeveurovision.com. Consultado em 10 de agosto de 2012. Arquivado do original em 16 de março de 2012 
  14. «Grand Final: 1971, Eurovision Song Contest». BBC 
  15. «Eurovision 1972». Songs4europe.com. 25 de março de 1972. Consultado em 10 de agosto de 2012. Arquivado do original em 22 de março de 2012 
  16. Roxburgh, Gordon (2014). Songs For Europe – The United Kingdom at the Eurovision Song Contest Volume Two: The 1970's. UK: Telos Publishing. p. 80. ISBN 978-1-84583-065-6 
  17. http://www.nrk.no/debatt/index.phpshowtopic=87458&pid=1343226&mode=threaded&start=. Consultado em 21 de maio de 2011 [ligação inativa]  Em falta ou vazio |título= (ajuda)Predefinição:Cbignore
  18. "A África também vai ver o Grande Prémio da Eurovisão", Diário de Lisboa, 3 April 1971
  19. Vasco Hogan Teves, 1964–1983 20 anos de Festival RTP da Canção
  20. "Eurovision Song Contest 1972", Times of Malta, 25 March 1972
  21. "Views and comments on the Eurovision Song Contest", Times of Malta, 29 March 1972
  22. «Muistathan: Eurovision laulukilpailu 1972». Viisukuppila.fi. 9 de janeiro de 2012. Consultado em 10 de agosto de 2012 
  23. Vladimir Pinzovski
  24. a b Leif Thorsson. Melodifestivalen genom tiderna ["Melodifestivalen through time"] (2006), p. 94. Stockholm: Premium Publishing AB. ISBN 91-89136-29-2

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Os mapas presentes neste artigo, respeitam as fronteiras geográficas estabelecidas na altura em que o festival ocorreu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Festival Eurovisão da Canção 1972