Festival Eurovisão da Canção 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Festival Eurovisão da Canção 2019
Israel no Festival Eurovisão da Canção Israel
Edição
64.ª edição
Datas
1.ª semifinal Maio de 2019
2.ª semifinal Maio de 2019
Final Maio de 2019
Anfitrião
Supervisor executivo Noruega Jon Ola Sand
Participantes
Número de entradas 2 países (até 24 de junho de 2018)
Mapa dos países participantes
Portugal no Festival Eurovisão da Canção Espanha no Festival Eurovisão da Canção San Marino no Festival Eurovisão da Canção França no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Irlanda no Festival Eurovisão da Canção Islândia no Festival Eurovisão da Canção Bélgica no Festival Eurovisão da Canção Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção Suíça no Festival Eurovisão da Canção Alemanha no Festival Eurovisão da Canção Dinamarca no Festival Eurovisão da Canção Malta no Festival Eurovisão da Canção Itália no Festival Eurovisão da Canção Noruega no Festival Eurovisão da Canção Suécia no Festival Eurovisão da Canção Finlândia no Festival Eurovisão da Canção Estónia no Festival Eurovisão da Canção Letónia no Festival Eurovisão da Canção Lituânia no Festival Eurovisão da Canção Eslováquia no Festival Eurovisão da Canção Áustria no Festival Eurovisão da Canção Eslovénia no Festival Eurovisão da Canção Hungria no Festival Eurovisão da Canção Croácia no Festival Eurovisão da Canção Bósnia e Herzegovina no Festival Eurovisão da Canção Montenegro no Festival Eurovisão da Canção Sérvia no Festival Eurovisão da Canção Albânia no Festival Eurovisão da Canção Macedónia no Festival Eurovisão da Canção Grécia no Festival Eurovisão da Canção Bulgária no Festival Eurovisão da Canção Roménia no Festival Eurovisão da Canção Moldávia no Festival Eurovisão da Canção Ucrânia no Festival Eurovisão da Canção Bielorrússia no Festival Eurovisão da Canção Austrália no Festival Eurovisão da Canção Rússia no Festival Eurovisão da Canção Geórgia no Festival Eurovisão da Canção Azerbaijão no Festival Eurovisão da Canção Turquia no Festival Eurovisão da Canção Chipre no Festival Eurovisão da Canção Israel no Festival Eurovisão da Canção Arménia no Festival Eurovisão da Canção Marrocos no Festival Eurovisão da Canção Liechtenstein no Festival Eurovisão da Canção Andorra no Festival Eurovisão da Canção Mónaco no Festival Eurovisão da Canção Polónia no Festival Eurovisão da Canção República Checa no Festival Eurovisão da Canção Luxembourgo no Festival Eurovisão da Canção Libano no Festival Eurovisão da Canção Tunísia no Festival Eurovisão da CançãoUm mapa colorido dos países da Europa
Sobre esta imagem
Votação
Sistema de
voto
O júri e o televoto de cada país pa

rticipante atribuem separadamente duas séries de 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 10 e 12 pontos às suas 10 canções favoritas.

Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png  2018 Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg 2020  Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção de 2019 (em inglês: Eurovision Song Contest 2019; em francês: Concours Eurovision de la chanson 2019; em hebraico: אירוויזיון 2019) será a 64.ª edição anual do evento. O festival será realizado pela terceira vez em Israel,em uma cidade ainda a ser definida, depois de Netta Barzilai. ter ganhado a edição anterior com a canção Toy. As datas do evento ainda deverão ser confirmadas nos próximos meses. A última vez que o Festival adulto foi realizado em solo israelense foi em 1999,na cidade de Jerusalém.

Locais Potenciais[editar | editar código-fonte]

Após a sua vitória no Festival de 2018,Netta Barzilai em um momento de euforia anunciou que a próxima edição será realizada em Jerusalém.[1] Momentos após o dim da transmissão pela televisão,o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu também comentou que o Festival será realizado em Jerusalém .[2][3]

O ministro das finanças de Israel, Moshe Kachlon também comentou ao jornal Maariv que a o Festival também iria acontecer "somente em Jerusalém," e que o custo estimado do evento seria de 120 milhões (aproximadamente €30 milhões).

O compositor Yoav Ginay mencionou que já havia conversado com o porta-voz da cidade de Jerusalém que sugeriu o O Estádio Teddy Kollek como a provavel sede. Outra sede possivel,citada pelo prefeito da cidade Nir Barkat em uma entrevista para a Galei Tzahal, é a Jerusalem Arena.

Uma outra alternativa levantada é a Arena Menora Mivtachim em Tel Aviv. Entretanto,o prefeito Ron Huldai, já anunciou que a cidade está fora da disputada.[4]

A cidade de Jerusalém descartou o Auditório Ussishkin dentro do Centro Internacional de Convenções da cidade (que sediou o festival em 1979 e em 1999) já que apenas 3.100 pessoas cabem dentro dele.Isso deixou o O Estádio Teddy Kollek e a Jerusalem Arena,como provaveis opções.[4]

Outras opções são o Estádio Sammy Ofer em Haifa e o Estádio Turner em Beersheba,mas ambas podem ser prejudicadas pelo fato de que elas não possuem teto,o que é obrigatório para a realização do evento.

Cidade Local Capacidade Notas
Jerusalém Estádio Teddy Kollek 31,733 A proposta depende da construção de um teto provisório ou permanente para o evento
Jerusalem Arena 15,654
Tel Aviv Arena Menora Mivtachim 11,000
Haifa Estádio Sammy Ofer 30,870 Tal como o Teddy Stadium,precisa de um teto provisório ou permanente.
Beersheba Estádio Turner 16,126 Tal como o Teddy Stadium e a proposta de Haifa,também,precisa de um teto provisório ou permanente.

Alternativas[editar | editar código-fonte]

A RTP, anfitriã do Festival Eurovisão da Canção 2018,se prontificou com a UER e KAN não chegem a um consenso sobre a sede do festival e as condições de segurança para os artistas participantes e para o público que irá ao país assistir o evento.[5]

A UER afirmou que se caso todos os países envolvidos não estejam de acordo com a escolha de Jerusalém, devido a ocupação israelense de partes dessa cidade, uma outra cidade israelense deverá ser escolhida. Em caso de que as autoridades israelenses insistam na cidade, o evento será realizado no Spyros Kyprianou Athletic Center,em Limassol,a segunda maior cidade de Chipre, que foi o segundo colocado no ano anterior.[6]

No dia 19 de Junho, A UER/EBU reuniu hoje com responsáveis da KAN, televisão pública de Israel, na sede em Genebra, Suíça, com vista à organização do Festival Eurovisão da Canção 2019. Esteve presente o grupo de referência do Festival e responsáveis da RTP que, desta forma, "passaram o testemunho" à próxima televisão organizadora do Festival Eurovisão. Desta forma, dissipam-se os rumores de que a UER estaria a planear entregar a organização do evento a uma estação de televisão de outro país. Os rumores afirmam que o festival pode ser na Austria ou no Chipre

Referências

  1. «Netta (Israel 'Toy') wins Eurovision after dramatic public vote! - Eurovision Song Contest 2018». Youtube (em inglês). Consultado em 12 de maio de 2018. 
  2. «Benjamin Netanyahu on Instagram: "לשנה הבאה בירושלים 🇮🇱🇮🇱🇮🇱"». Instagram (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2018. 
  3. «Benjamin Netanyahu on Instagram: "נטע, את כפרה אמיתית. הבאת הרבה כבוד למדינת ישראל! לשנה הבאה בירושלים! 🇮🇱🇮🇱🇮🇱"». Instagram (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2018. 
  4. a b «Israel mulls venue for hosting Eurovision 2019 Finals». Globes English (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2018. 
  5. Eurovision-spain. «Eurovisión 2018 logra 100 millones de euros de beneficios». Consultado em 22 de mayo de 2018.  Parâmetro desconhecido |fechaarchivo= ignorado (|arquivodata=) sugerido (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. Eurovision-spain. «La UER en Israel: "Eurovisión no se hará en Jerusalén si los países se niegan a participar"». Consultado em 30 de mayo de 2018.  Parâmetro desconhecido |fechaarchivo= ignorado (|arquivodata=) sugerido (ajuda); Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Festival Eurovisão da Canção 2019

Predefinição:Festival Eurovisão da Canção 2019