Sandra Mara Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sandra Mara Ferreira, posteriormente Sandra Mara Ferreira Villares (São Paulo, 1952) é uma médica e modelo famosa por ter vencido o Miss Brasil 1973 por São Paulo.

Concursos de Beleza[editar | editar código-fonte]

Dividida entre as provas da faculdade de Medicina e as etapas do Miss São Paulo 1973, Sandra venceu o certame representando a cidade de Sorocaba, embora nascida na capital. Vencendo o Estadual, mesmo contra suas expectativas, foi à Brasília, com um público de quase 25 mil pessoas e se elegeu Miss Brasil daquele ano, deixando a carioca Denise Penteado no segundo lugar e a mineira Florence Alvarenga na terceira posição. Entre os jurados, destacam-se as estrelas da época: Clodovil Hernandes (1937-2009); Zacarias do Rego Monteiro (1913-1986), o eterno Pierrot dos bailes carnavalescos e Adalgisa Colombo (1940-2013), Miss Distrito Federal (Rio de Janeiro), Miss Brasil e vice-Miss Universo 1958. [1]

No nacional, chegou a declarar:

Tragédia[editar | editar código-fonte]

Sandra teve o apoio imperativo dos seus pais, Ronaldo Ferreira, médico, e Cândida Castilho Ferreira, dona de casa. Suas medidas eram 1.77 m de altura, 90 cm de busto e quadris, 64 cm de cintura, 57 cm de coxa e 24 cm de tornozelo. Viajou três dias depois do desfile para Atenas, acompanhada de sua mãe. Seu nome chegou a ser divulgado como uma das pessoas que tinha morrido em Orly, no desastre do voo Varig RG-820 que decolara na noite de 11 de julho de 1973, do Rio de Janeiro para Paris. Outra figura muito conhecida também foi dada como vítima: o cantor Martinho da Vila. Depois foi tudo esclarecido. Sandra Mara e Martinho da Vila não estavam no avião, mas entre as 122 pessoas mortas foram confirmadas o cantor Agostinho dos Santos e Regina Lecléry, personalidade da alta sociedade carioca.

Miss Universo[editar | editar código-fonte]

Realizado na Grécia, nossa Miss Brasil ficou entre as doze semifinalistas do Miss Universo - parando em 7º Lugar - , no ano em que o concurso contou com 61 jovens de várias partes do mundo e a vencedora foi Maria Margarita Moran, Miss Filipinas. Detalhe: após o anúncio das semifinalistas, Sandra Mara abaixou-se para dar um jeito na sandália desamarrada de Ana Lucía Agudelo Correa, Miss Colômbia, também classificada no Top 12.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Hoje Sandra é Médica Assistente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Professora Colaboradora da Universidade de São Paulo. Sua experiência na Medicina abrange as áreas de endocrinologia e metabologia, com atenção ao estudo da obesidade (genes candidatos) e obesidade infantil. E possui uma filha, Priscila Villares, que chegou a ser finalista do concurso Menina Fantástica 2009. [4]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Outras paulistas eleitas Miss Brasil:

  1. Carmen Ramasco (1967)
  2. Sandra Mara Ferreira (1973)
  3. Sandra Guimarães (1974)
  4. Kátia Moretto (1976)
  5. Cássia Silveira (1977)
  6. Ana Elisa Flores (1984)
  7. Patrícia Godói (1991)
  8. Valéria Peris (1994)

Referências

  1. “Uma paulista faz Brasília parar” - Revista O Cruzeiro, 18 de julho de 1973
  2. Revista Fatos & Fotos, 23 de Julho de 1973
  3. Depoimento a Raquel Salgado para a Revista NOVA-Cosmpolitan, junho de 1977
  4. «Semifinal faz Priscila comprar seu 1º salto». G1 - Portal da Globo. 18 de outubro de 2014 


Precedido por
Rejane Vieira
Miss Brasil
1973
Sucedido por
Sandra Guimarães
Precedido por
Ângela Favi
Miss São Paulo
1973
Sucedido por
Sandra Guimarães