Marta Jussara da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Marta Jussara da Costa
Nome completo Marta Jussara da Costa
Nascimento 10 de agosto de 1958 (58 anos)
Mossoró, RN
Ocupação modelo

Marta Jussara da Costa (Mossoró, 10 de Agosto de 1958) foi eleita Miss Rio Grande do Norte 1979 e foi a primeira representante desse Estado a conquistar o título de Miss Brasil no mesmo ano, realizado em Brasília (DF). No concurso de Miss Universo, realizado em 19 de julho desse ano em Perth (Austrália), ficou em quarto lugar e no quesito traje típico foi a segunda colocada. Em 2009, trinta anos após sua eleição como Miss Brasil, outra candidata do Rio Grande do Norte, Larissa Costa, ganha o concurso nacional [1].

História[editar | editar código-fonte]

Marta Jussara nasceu na cidade de Mossoró no dia 10 de agosto de 1958, sendo filha de Luiz Otto da Costa e Ivone da Costa. O seu pai era funcionário do Aeroporto de Mossoró, residindo naquela cidade. Quando Marta Jussara tinha dois anos de idade, seu pai foi transferido para São Paulo, onde ela viveu a infância e a juventude. Com a aposentadoria, toda a família voltou para Mossoró, inclusive Marta, que tentou, sem êxito, concluir seu curso de Comunicação.

Controvérsia sobre a Naturalidade[editar | editar código-fonte]

Indicada pela Associação Cultural e Desportiva Potiguar de Mossoró para representar o Rio Grande do Norte no Miss Brasil 1979, Martha Jussara revelara numa matéria escrita por ela e publicada pela Revista Manchete [2] ter nascido em Mossoró e se mudado para São Paulo com dois anos de idade. No entanto, durante a transmissão do Miss Universo 1979, Marta se apresentou como sendo "de São Paulo, Brasil". [3] Essa gafe lhe deu a alcunha de "miss ingrata". Até hoje, a questão ainda suscita dúvidas entre fãs novos e antigos de concursos de beleza.

A entrevista nas semifinais[editar | editar código-fonte]

Classificada entre as 12 semifinalistas, Marta Jussara respondera em português a todas as questões formuladas pelo apresentador do evento, Bob Barker. Uma delas dizia respeito a qual carreira seguiria caso vencesse o Miss Universo. A Barker, traduzido por uma intérprete, a Miss Brasil 1979 revelou que pretendia seguir carreira de jornalista. "De preferência na CBS (então geradora do concurso)", retrucou o apresentador após encerrar sua bateria de perguntas.[5]

Vida atual[editar | editar código-fonte]

Anos após fazer sua sucessora, Marta Jussara casou com um empresário italiano com quem tem dois filhos. Hoje ela vive na cidade de Ravena.

Referências

  1. Veja as misses brasileiras que chegaram ao top 5 do Miss Universo Portal BOL - acessado em 2 de julho de 2015
  2. «Não é fácil ser Miss Universo». Manchete. Julho de 1979 
  3. «Martha Jussara da Costa». blog Misses na Passarela. 16 de dezembro de 2007 
  4. Revista Manchete 11 de Agosto de 1979
  5. Vídeo da entrevista das semifinalistas do Miss Universo 1979, veiculado no Youtube
Precedido por
Suzana Araújo dos Santos
Miss Brasil
1979
Sucedido por
Eveline Schroeter