Taíza Thomsen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Taíza Thomsen Severina (Joinville, 31 de agosto de 1982) é uma modelo de Santa Catarina que conquistou o título de Miss Brasil.

Antes de ser eleita Miss Santa Catarina, Taíza foi "Rainha" de sua cidade, cujo título têm duração de 50 anos.

Miss Brasil 2002[editar | editar código-fonte]

Taíza Thomsen, eleita Miss Santa Catarina, foi a segunda colocada no Miss Brasil 2002, sendo eleita Miss Brasil Mundo. Ela se tornou a Miss Brasil daquele ano no dia 4 de fevereiro de 2003, após ter sido descoberto que a Miss antecessora Joseane Oliveira, Miss Rio Grande do Sul era casada desde 1998.[1]

Desaparecimento e vida em Londres[editar | editar código-fonte]

Em 2006, a família de Taíza denunciou seu repentino desaparecimento, o que gerou grande repercussão na mídia e iniciou uma investigação pela Polícia Federal e pela Interpol. Diversas evidências mostravam que ela havia ido para Londres, onde estaria trabalhando como stripper sob o pseudônimo Sol.[2] A ex-miss chegou a entrar em contato com os investigadores, mas pediu que não fosse incomodada. Após isso o interesse da mídia brasileira no caso diminuiu, mas a busca da família pela localização de Taíza continuou.

Taíza enfim retornou ao Brasil em 2013 e explicou aos portais de notícia o que levou ao seu desaparecimento. Ela alega que fugiu do Brasil por conta das ameaças de um ex-namorado, aconselhada por uma mulher que se dizia vidente, e planejava ficar apenas alguns meses em Londres. No entanto, um homem belga que se dizia amigo da vidente a levou para a Bélgica, onde a manteve em cativeiro por dois meses. Taíza só percebeu que se tratava de tráfico de pessoas quando acessou o computador dele e, quando retornaram a Londres para que ela fosse entregue a outra pessoa, ela conseguiu fugir. Ela continuou vivendo ilegalmente em Londres por sete anos, adotando diversos nomes diferentes com medo de ser reconhecida. Ela retomou o contato com a família em 2012 para então voltar ao Brasil no ano seguinte.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

Precedido por
São Paulo Joyce Aguiar
Miss Brasil Mundo
2002
Sucedido por
Goiás Lara Brito
Precedido por
Joseane Oliveira
(destronada)
Miss Brasil
2002
Sucedido por
Gislaine Ferreira