Ana Cristina Ridzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ana Cristina Ridzi
Nascimento 30 de abril de 1947
Rio de Janeiro, Brasil
Morte 10 de janeiro de 2015 (67 anos)
Petrópolis, Brasil
Nacionalidade brasileira
Ocupação Miss Brasil 1966

Ana Cristina Ridzi (Rio de Janeiro, 30 de abril de 1947Petrópolis, 10 de janeiro de 2015) foi uma rainha da beleza brasileira, eleita Miss Brasil 1966, tornando-se a quinta carioca a conquistar esse título. Representou o extinto estado da Guanabara e foi eleita com dezenove anos de idade. O concurso aconteceu em 19 de junho desse ano, no Maracanãzinho, localizado na capital do estado. [1]

No concurso estadual, Ana Cristina representou o Mara Tênis Clube e foi a vencedora, enquanto sua irmã gêmea, representante do Banco de Crédito Mercantil, ficou em segundo lugar. As duas residiam em Nova Iguaçu, onde seu pai, nascido na Tchecoslováquia, tinha um cinema e uma pequena firma de construção que fazia casas pelo interior do estado do Rio.

No Miss Universo 1966 ela não obteve classificação.[1]

Em 1967, três dias após o fim de seu reinado, Ana Cristina casou-se com Sérgio Kattar, que integrava a direção da TV Tupi carioca. O casal passou a lua-de-mel em Miami, onde foi realizada a edição do Miss Universo desse ano, na qual Ana Cristina foi espectadora e Sérgio o orientador da nova Miss Brasil.

Ana Cristina morreu aos 67 anos vítima de câncer na cidade onde morava, Petrópolis, estado do Rio de Janeiro. Ela chegou a fazer quimioterapia e radioterapia depois do câncer se configurar em metástase óssea, mas morreu enquanto dormia depois de sofrer uma parada respiratória. [1]

Referências

  1. a b c «Morre em Petrópolis Ana Cristina Ridzi, eleita Miss Brasil em 1966». G1. Consultado em 10 de janeiro de 2015 


Precedido por
Maria Raquel de Andrade
Miss Brasil
1966
Sucedido por
Carmen Sílvia Ramasco