União Imperial (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
União Imperial
Fundação 25 de abril de 1982 (38 anos)
Escola-madrinha União Imperial
Cores
Símbolo Coroa
Bairro Ponte Rasa
Presidente Valdevino Batista da Silva
Desfile de 2020

O Grêmio Recreativo Cultural e Social Escola de Samba União Imperial é uma escola de samba da cidade de São Paulo, fundada, em 1982.

Atualmente está no Grupo 1 da UESP, o que equivale à terceira divisão do carnaval paulistano. É famosa por ter sido fundada em um salão paroquial de uma igreja católica, o que já a levou a aparecer em matérias especiais de várias emissoras e em programas de televisão, como nos infantis X-Tudo, Castelo Rá-Tim-Bum e no Programa Sílvia Poppovic.[1] Em 2010 ficou em 7º lugar do Grupo 1 da UESP.

Foi fundada e é comandada até hoje por Valdevino Batista da Silva, conhecido como Mestre Divino, considerado o melhor mestre de bateria da Cidade de São Paulo. Mestre Divino faz um trabalho social voltado exclusivamente para a cultura paulistana e desenvolve em sua escola o aprendizado em batucada: As pessoas que nunca tocaram em uma bateria de escola de samba e tem vontade de aprender, são acompanhadas pessoalmente pelo Mestre Divino, que faz um trabalho técnico e psicológico fantástico. Mestre Divino afirmou em uma entrevista para uma emissora de tv que consegue fazer um leigo em samba aprender a tocar um instrumento da bateria da escola em aproximadamente 30 minutos ao seu lado, feito que engrandece seu carisma com a comunidade e com as escolas de samba co-irmãs.

Apesar desses predicados, a União Imperial do Jardim Popular não tem um papel de destaque em meio as grandes entidades carnavalescas da Cidade de São Paulo. Oscilando sempre entre o grupo de acesso e os inferiores, a escola tenta captar recursos para fazer bons desfiles, mas como o carnaval esta a cada ano mais competitivo, praticamente a escola é carregada por seus componentes. Contando com bons compositores, sambas fáceis e gostosos de ouvir e cantar, e a batucada que é um capítulo a parte, a Imperial já fez ótimas apresentações, lembrados sempre pelo público pelas cores e entusiasmo de seus componentes.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Valdevino Batista da Silva atualidade [2]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2014 Maria Cristina José da Silva Aécio Amaral Gonçalves Mestre Divino, Mestre Fellippo [2]
2015 Divino Aécio Gonçalves do Amaral Divino e Felipo [3]
2016

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2015 Mauricio Garcia

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2010 Clóvis Gustavo e Angélica Paiva
2011 Clóvis Gustavo e Patrícia Silva
2012-2014 Clóvis Gustavo e Camila Fernandes
2015 Baiano e Aldre [2]
2016-2018 José Luis Castro e Juliana Souza [3]
2019 Waguinho Oliveira e Lidia de Paula
2020 André Carlos e Camila Fernandes

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

Anos Rainha de bateria Ref.
2014 Vanda [2]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

União Imperial
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1983 3º lugar De Seleção E Nasceu o Samba
1984 5º lugar 2-UESP Deus Criador
1985 Vice-campeã 2-UESP Café é Cultura
1986 7º lugar 1-UESP Influência do Índio
1987 7º lugar 1-UESP Quilombola
1988 4º lugar 1-UESP Negros e Mulatos
1989 5º lugar Acesso Sambafro
1990 4º lugar Acesso Feitiço e Magia
1991 7º lugar Acesso O Sol e a Lua
1992 9º lugar Acesso Domingo
1993 10º lugar Acesso Do Império à Imperial
1994 4º lugar 1-UESP No Mundo do Sol, o Brilho da Lua [4]
1995 8º lugar 1-UESP É Hoje, Maravilhoso Vendaval
1996 4º lugar 1-UESP Brasil, Majestade do Universo
1997 7º lugar 1-UESP Eternas Brincadeiras Infantis
1998 8º lugar 1-UESP O Pincel do Criador... A Ilusão das Cores Tato e Maria Cristina
1999 5º lugar 1-UESP Feliz em Vê-lo em seu Jeitinho Brasileiro Comissão de Carnaval
2000 7º lugar 1-UESP Carnaval, Doce Ilusão da Magia, do Perfume e Fantasia, Também da Redenção Raul Diniz
2001 9º lugar 1-UESP Encantos e Magias da Vida Cristina e Sandra
2002 Vice-campeã 2-UESP Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de uma Vida Geraldo Azevedo
2003 7º lugar 1-UESP A Hora é Essa Geraldo Azevedo
2004 Vice-campeã 2-UESP Viagem Encantada
2005 8º lugar 1-UESP Recordar é Vir e Ver Comissão de Carnaval
2006 Vice-campeã 1-UESP Eu Canto e Conto de Canto a Canto Meu Brasil Festivo Comissão de Carnaval
2007 9º lugar Acesso Brazil com Z Comissão de Carnaval
2008 4º lugar 1-UESP Aqualtune, A Princesa de Palmares Comissão de Carnaval
2009 4º lugar 1-UESP Emoções de Um Sambista
2010 7º lugar 1-UESP No Universo das Cores, a Saga de uma Deusa Heroína. Íris, Arco de Aliança Entre a Criação e a Redenção Comissão de Carnaval
2011 7º lugar 1-UESP Sou de momo, sou da folia, eu sou do carnaval Comissão de Carnaval
2012 Vice-campeã 1-UESP Reluz a herança portuguesa na terra da caridade e da liberdade
2013 7º Lugar 1-UESP Fé na vida, fé no homem, fé no que virá! Entre realidade, magia e feitiçaria com qual você ficaria?
2014 12º Lugar 1-UESP Ilu Aye Odara, Terra do Divino Negro Imperial

Compositor:André Ricardo. Intérpretes:Ártime, Bolinha, Júnior e Gato

Armando Barbosa [2]
2015 4º lugar 2-UESP Tributo à Imperial - Minha Escola Guerreira

Compositor:André Ricardo. Intérpretes:André Ricardo, Ivanzinho e Llyle

Comissão de Carnaval [3]
2016 7º lugar 2-UESP "Jeitinho Brasileiro" - Eta Brasil Festivo! Comissão de Carnaval
2017 3° lugar 2-UESP No Clarão da Lua Cheia Fernando Romano
2018 3° lugar 2-UESP Um voo anunciador… A separação eterna do dia e da noite Fernando Romano [5]
2019 3° Lugar 2-UESP Imperial dá o Tom Cristina Silva [6]
2020 7º Lugar Especial de Bairros O criador, a criação e a criatura. [7]
2021 Especial de Bairros

Referências

  1. Perfil - SASP
  2. a b c d e «Carnaval 2014». 31 de maio de 2014. Cópia arquivada em 31 de maio de 2014 
  3. a b c [1]
  4. [2]
  5. «Grupo 2». UESP. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  6. «Central do Carnaval 2019». SASP. Consultado em 25 de janeiro de 2019 
  7. «Central do Carnaval 2020». SASP. Consultado em 17 de fevereiro de 2020