União Imperial (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
União Imperial
Fundação 25 de abril de 1982 (36 anos)
Escola-madrinha União Imperial (Santos)
Cores
Símbolo Coroa
Bairro Ponte Rasa
Presidente Valdevino Batista da Silva
Desfile de 2019
Enredo Imperial dá o Tom

O Grêmio Recreativo Cultural e Social Escola de Samba União Imperial é uma escola de samba da cidade de São Paulo, fundada, em 1982.

Atualmente está no Grupo 1 da UESP, o que equivale à terceira divisão do carnaval paulistano. É famosa por ter sido fundada em um salão paroquial de uma igreja católica, o que já a levou a aparecer em matérias especiais de várias emissoras e em programas de televisão, como nos infantis X-Tudo, Castelo Rá-Tim-Bum e no Programa Sílvia Poppovic.[1] Em 2010 ficou em 7º lugar do Grupo 1 da UESP.

Foi fundada e é comandada até hoje por Valdevino Batista da Silva, conhecido como Mestre Divino, considerado o melhor mestre de bateria da Cidade de São Paulo. Mestre Divino faz um trabalho social voltado exclusivamente para a cultura paulistana e desenvolve em sua escola o aprendizado em batucada: As pessoas que nunca tocaram em uma bateria de escola de samba e tem vontade de aprender, são acompanhadas pessoalmente pelo Mestre Divino, que faz um trabalho técnico e psicológico fantástico. Mestre Divino afirmou em uma entrevista para uma emissora de tv que consegue fazer um leigo em samba aprender a tocar um instrumento da bateria da escola em aproximadamente 30 minutos ao seu lado, feito que engrandece seu carisma com a comunidade e com as escolas de samba co-irmãs.

Apesar desses predicados, a União Imperial do Jardim Popular não tem um papel de destaque em meio as grandes entidades carnavalescas da Cidade de São Paulo. Oscilando sempre entre o grupo de acesso e os inferiores, a escola tenta captar recursos para fazer bons desfiles, mas como o carnaval esta a cada ano mais competitivo, praticamente a escola é carregada por seus componentes. Contando com bons compositores, sambas fáceis e gostosos de ouvir e cantar, e a batucada que é um capítulo a parte, a Imperial já fez ótimas apresentações, lembrados sempre pelo público pelas cores e entusiasmo de seus componentes.

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Valdevino Batista da Silva atualidade [2]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2014 Maria Cristina José da Silva Aécio Amaral Gonçalves Mestre Divino, Mestre Fellippo [2]
2015 Divino Aécio Gonçalves do Amaral Divino e Felipo [3]
2016

Coreógrafo[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2015 Mauricio Garcia

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Ano Nome Ref.
2015 Baiano e Aldre [2]
2016 José Luis e Juliana [3]
2017 José Luis e Juliana

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

Anos Rainha de bateria Ref.
2014 Vanda [2]

Carnavais[editar | editar código-fonte]

União Imperial
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
1983 3º lugar De Seleção E Nasceu o Samba
1984 5º lugar 2-UESP Deus Criador
1985 Vice-campeã 2-UESP Café é Cultura
1986 7º lugar 1-UESP Influência do Índio
1987 7º lugar 1-UESP Quilombola
1988 4º lugar 1-UESP Negros e Mulatos
1989 5º lugar Acesso Sambafro
1990 4º lugar Acesso Feitiço e Magia
1991 7º lugar Acesso O Sol e a Lua
1992 9º lugar Acesso Domingo
1993 10º lugar Acesso Do Império à Imperial
1994 4º lugar 1-UESP No Mundo do Sol, o Brilho da Lua [4]
1995 8º lugar 1-UESP É Hoje, Maravilhoso Vendaval
1996 4º lugar 1-UESP Brasil, Majestade do Universo
1997 7º lugar 1-UESP Eternas Brincadeiras Infantis
1998 8º lugar 1-UESP O Pincel do Criador... A Ilusão das Cores Tato e Maria Cristina
1999 5º lugar 1-UESP Feliz em Vê-lo em seu Jeitinho Brasileiro Comissão de Carnaval
2000 7º lugar 1-UESP Carnaval, Doce Ilusão da Magia, do Perfume e Fantasia, Também da Redenção Raul Diniz
2001 9º lugar 1-UESP Encantos e Magias da Vida Cristina e Sandra
2002 Vice-campeã 2-UESP Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de uma Vida Geraldo Azevedo
2003 7º lugar 1-UESP A Hora é Essa Geraldo Azevedo
2004 Vice-campeã 2-UESP Viagem Encantada
2005 8º lugar 1-UESP Recordar é Vir e Ver Comissão de Carnaval
2006 Vice-campeã 1-UESP Eu Canto e Conto de Canto a Canto Meu Brasil Festivo Comissão de Carnaval
2007 9º lugar Acesso Brazil com Z Comissão de Carnaval
2008 4º lugar 1-UESP Aqualtune, A Princesa de Palmares Comissão de Carnaval
2009 4º lugar 1-UESP Emoções de Um Sambista
2010 7º lugar 1-UESP No Universo das Cores, a Saga de uma Deusa Heroína. Íris, Arco de Aliança Entre a Criação e a Redenção Comissão de Carnaval
2011 7º lugar 1-UESP Sou de momo, sou da folia, eu sou do carnaval Comissão de Carnaval
2012 Vice-campeã 1-UESP Reluz a herança portuguesa na terra da caridade e da liberdade
2013 7º Lugar 1-UESP Fé na vida, fé no homem, fé no que virá! Entre realidade, magia e feitiçaria com qual você ficaria?
2014 12º Lugar 1-UESP Ilu Aye Odara, Terra do Divino Negro Imperial

Compositor:André Ricardo. Intérpretes:Ártime, Bolinha, Júnior e Gato

Armando Barbosa [2]
2015 4º lugar 2-UESP Tributo à Imperial - Minha Escola Guerreira

Compositor:André Ricardo. Intérpretes:André Ricardo, Ivanzinho e Llyle

Comissão de Carnaval [3]
2016 7º lugar 2-UESP "Jeitinho Brasileiro" - Eta Brasil Festivo! Comissão de Carnaval
2017 3° lugar 2-UESP No Clarão da Lua Cheia Fernando Romano
2018 3° lugar 2-UESP Um voo anunciador… A separação eterna do dia e da noite Fernando Romano [5]
2019 3° Lugar 2-UESP Imperial dá o Tom Cristina Silva [6]

Referências

  1. Perfil - SASP
  2. a b c d e «Carnaval 2014». 31 de maio de 2014. Cópia arquivada em 31 de maio de 2014 
  3. a b c [1]
  4. [2]
  5. «Grupo 2». UESP. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  6. «Central do Carnaval 2019». SASP. Consultado em 25 de janeiro de 2019