Lista de campeãs do carnaval de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais 9fontes fiáveis e independentes, inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, nos locais indicados.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Esta é a lista de escolas de samba campeãs do Carnaval de São Paulo. A partir de 1968, sob a gestão de José Vicente Faria Lima à frente da Prefeitura de São Paulo, o desfile foi oficializado e apoiado pelo poder público. Nesse ano, o regulamento do concurso de escolas de samba foi inspirado no regulamento vigente no Carnaval carioca, onde não existiam o baliza e instrumentos de sopro eram proibidos, além da existência de uma ala das baianas, e da bandeira ao invés do estandarte.[1]

Campeãs[editar | editar código-fonte]

Carnavais não oficiais
Ano Campeã Enredo Carnavalesco-Comissão de Carnaval Ref.
1950 Lavapés Deolinda Madre
1951 Lavapés Deolinda Madre
1952 Lavapés Deolinda Madre
1953 Lavapés Deolinda Madre
1954 Brasil de Santos Comissão de Carnaval
1955 Garotos do Itaim Comissão de Carnaval
1956 Nenê de Vila Matilde Casa Grande e a Senzala Mário Protestato
Lavapés Deolinda Madre
Garotos do Itaim Comissão de Carnaval
1957 Unidos do Peruche Menção Honrosa Carlos Alberto Caetano
1958 Nenê de Vila Matilde O Grito do Ipiranga Mário Protestato
1959 Nenê de Vila Matilde Chica da Silva Mário Protestato
1960 Nenê de Vila Matilde O Despertar de um Gigante Mário Protestato
1961 Lavapés Deolinda Madre
1962 Unidos do Peruche Castro Alves Geraldo Filme
1963 Nenê de Vila Matilde Enaltecendo uma raça Antônio Alves Almeida
1964 Lavapés Deolinda Madre
1965 Nenê de Vila Matilde O Mundo Encantado de Monteiro Lobato Antônio Alves Almeida
Unidos do Peruche IV Centenário do Rio de Janeiro B. Lobo
1966 Unidos do Peruche Exaltação a Carlos Gomes Geraldo Filme
1967 Unidos do Peruche Exaltação a São Paulo Geraldo Filme e B. Lobo
Carnavais oficiais
1968 Nenê de Vila Matilde Vendaval Maravilhoso Antônio Alves Almeida [2]
1969 Nenê de Vila Matilde Com Recife antigo no coração Sinésio Serrano [3]
1970 Nenê de Vila Matilde Paulicéia Desvairada Francisco Lucrécio [4]
1971 Mocidade Alegre São Paulo e seus carnavais Álvaro Ribeiro e Ivo Rodrigues [5]
1972 Mocidade Alegre São Paulo, trabalho, seresta e samba J. Muniz Júnior [6]
1973 Mocidade Alegre Odisséia de uma raça Edson Machado [7]
1974 Camisa Verde e Branco Uma certa nega Fulô Ruben Confete [8]
1975 Camisa Verde e Branco Tropicália Comissão de Carnaval [9]
1976 Camisa Verde e Branco Atlântida e suas chanchadas Comissão de Carnaval [10]
1977 Camisa Verde e Branco Narainã, a alvorada dos pássaros Augusto Henrique [11]
1978 Vai-Vai Na arca de Noel quem entrou não saiu mais Namur Scaldaferre e Sérgio Edson [12]
1979 Camisa Verde e Branco Almôndegas de Ouro Augusto Henrique [13]
1980 Mocidade Alegre Embaixada de sonho e bamba J. Muniz Júnior e Teresa Santos [14]
1981 Vai-Vai Acredita se quiser Namur Scaldaferre [15]
1982 Vai-Vai Orun-Ayê. O eterno amanhecer Maria Argentina Ribas [16]
1983 Rosas de Ouro Nostalgia Augusto de Oliveira [17]
1984 Rosas de Ouro A velha academia berço de heróis Pedro Pinotti [18]
1985 Nenê de Vila Matilde O dia em que o cacique rodou a baiana, ai ó! Alberto Alves da Silva Filho [19]
1986 Vai-Vai Do jeito que a gente gosta Miguel Biondi Júnior [20]
1987 Vai-Vai A volta ao Mundo em 80 minutos Namur Scaldaferre e Miguel Biondi Júnior [21]
1988 Vai-Vai Amado Jorge, a história de uma raça brasileira Ulisses Cruz [22]
1989 Camisa Verde e Branco Quem gasta tudo num dia, no outro assovia Cláudio Quatrucci [23]
1990 Camisa Verde e Branco Dos Barões do café a Sarney, onde foi que errei? Cláudio Quatrucci [24]
Rosas de Ouro Até que enfim,...o sábado Eduardo Basílio [24]
1991 Camisa Verde e Branco Combustível da ilusão Claúdio Quatrucci [25]
Rosas de Ouro De piloto de fogão a chefe da nação Raul Diniz [25]
1992 Rosas de Ouro Non Ducor Duco, Qual é a minha cara Raul Diniz [26]
1993 Camisa Verde e Branco Talismã Augusto de Oliveira [27]
Vai-Vai Nem tudo que reluz é ouro Miguel Biondi Júnior [27]
1994 Rosas de Ouro Sapoti Tito Arantes [28]
1995 Gaviões da Fiel Coisa boa é pra sempre Raul Diniz [29]
1996 Vai-Vai A rainha, a noite tudo transforma Sidinho Ramos [30]
1997 X-9 Paulistana Amazônia - A Dama do Universo Augusto de Oliveira [31]
1998 Vai-Vai Banzai! Vai-Vai Chico Spinoza [32]
1999 Gaviões da Fiel O Príncipe Encoberto ou a Busca de Dom Sebastião na ilha de São Luis do Maranhão Roberto Szaniecki [33]
Vai-Vai Nostradamus Chico Spinoza [33]
2000 Vai-Vai Vai Vai Brasil Flavio Tavares [34]
X-9 Paulistana Quem é você, Café? Lucas Pinto [34]
2001 Vai-Vai O Caminho da Luz - A Paz Universal Ilvamar Magalhães [35]
Nenê de Vila Matilde Voei, voei, na Vila aportei, onde me deram uma coroa de rei Augusto de Oliveira [35]
2002 Gaviões da Fiel Xeque-Mate Jorge Freitas [36]
2003 Gaviões da Fiel As Cinco Deusas Encantadas Na Corte Do Rei Gavião Jorge Freitas [37]
2004 Mocidade Alegre Do Além-Mar à Terra da Garoa, Salve Esta Gente Boa Nelson Ferreira e Zilkson Reis [38]
2005 Império de Casa Verde Brasil - Se Deus É Por Nós, Quem Será Contra Nós? Paulo Fuhro e Victor Santos [39]
2006 Império de Casa Verde Do boi místico a o boi real. De Garcia D'Ávilla na Bahia ao nelore, O boi que come capim - A saga da pecuária no Brasil para o Mundo Júnior Marques, Roberto Szaniecki, Delmo de Moraes e Carlos Lopes [40]
2007 Mocidade Alegre Posso Ser Inocente, Debochado e Irreverente...Afinal, Sou o Riso Dessa Gente! Zilkson Reis [41]
2008 Vai-Vai Vai-Vai Acorda Brasil Chico Spinoza [42]
2009 Mocidade Alegre Da Chama da Razão ao Palco das Emoções... Sou Máquina, Sou Vida... Sou Coração Pulsando Forte na Avenida!!! Fábio Lima, Flávio Campello, Márcio Gonçalves e Sidnei França [43]
2010 Rosas de Ouro Cacau: um grão precioso que virou chocolate, e sem dúvida. se transformou no melhor presente! Jorge Freitas [44]
2011 Vai-Vai A música venceu! Alexandre Louzada [45]
2012 Mocidade Alegre Ojuobá - No Céu, os Olhos do Rei... Na Terra, a Morada dos Milagres... No Coração, Um Obá Muito Amado! Márcio Gonçalves e Sidnei França [46]
2013 Mocidade Alegre A Sedução me fez provar, me entregar a tentação...Da Versão Original, qual será o final? Márcio Gonçalves e Sidnei França [47]
2014 Mocidade Alegre Andar Com Fé Eu Vou...Que a Fé Não Costuma Falhar Márcio Gonçalves e Sidnei França [48]
2015 Vai-Vai Simplesmente Elis - A Fábula de Uma Voz na Transversal do Tempo Alexandre Louzada, Eduardo Caetano e André Marins [49]
2016 Império de Casa Verde Império dos Mistérios Jorge Freitas [50]
2017 Acadêmicos do Tatuapé Mãe África conta a sua história: do berço sagrado da humanidade à abençoada terra do grande Zimbábue Flávio Campello [51]
2018 Acadêmicos do Tatuapé Maranhão: Os Tambores Vão Ecoar Na Terra da Encantaria Wagner Santos [52]
2019 Mancha Verde Oxalá, salve a princesa! A saga de uma guerreira negra Jorge Freitas [53]

Títulos por Escola[editar | editar código-fonte]

Total| Agremiação Anos
15 Vai-Vai 1978, 1981, 1982, 1986, 1987, 1988, 1993, 1996, 1998, 1999, 2000, 2001, 2008, 2011 e 2015
11 Nenê de Vila Matilde 1956, 1958, 1959, 1960, 1962, 1965, 1968, 1969, 1970, 1985 e 2001
10 Mocidade Alegre 1971, 1972, 1973, 1980, 2004, 2007, 2009, 2012, 2013 e 2014
9 Camisa Verde e Branco 1974, 1975, 1976, 1977, 1979, 1989, 1990, 1991 e 1993
7 Lavapés 1950, 1951, 1952, 1953, 1956, 1961 e 1964
Rosas de Ouro 1983, 1984, 1990, 1991, 1992, 1994 e 2010
5 Unidos do Peruche 1957, 1962, 1965, 1966 e 1967
4 Gaviões da Fiel 1995, 1999, 2002 e 2003
3 Império de Casa Verde 2005, 2006 e 2016
2 X-9 Paulistana 1997 e 2000
Acadêmicos do Tatuapé 2017 e 2018
Garotos do Itaim 1955 e 1956
1 Brasil de Santos 1954
Mancha Verde 2019

Entre as quatorze escolas de samba que foram campeãs até 2019:

  • 7 ainda estão no Grupo Especial: Mocidade Alegre (desde 1972), Rosas de Ouro (desde 1975), Império de Casa Verde (desde 2003), Gaviões da Fiel (desde 2009), Acadêmicos do Tatuapé (desde 2013), Mancha Verde (desde 2017) e X-9 Paulistana (desde 2018).
  • 3 estão no Grupo de Acesso: Camisa Verde e Branco (desde 2013), Nenê de Vila Matilde (desde 2018) e Vai-Vai (em 2020).
  • A Brasil de Santos continua a desfilar em Santos.
  • Garotos do Itaim está extinta.
  • Diversas notas dadas pelos jurados já foram discutidas durante a após a apuração.
  • Dentre as notas mais baixas dadas já no modelo atualizado de notas decimais (9,9 ; 9,8) a nota mais baixa foi da Peruche em 2011 ao tirar 8.

Referências

  1. Francisco de Assis Santana Mestrinel (Chico Santana) (fevereiro de 2010). «O samba e o carnaval paulistano». Consultado em 15 de junho de 2013 
  2. «Carnaval 1968». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  3. «Carnaval 1969». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  4. «Carnaval 1970». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  5. «Carnaval 1971». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  6. «Carnaval 1972». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  7. «Carnaval 1973». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  8. «Carnaval 1974». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  9. «Carnaval 1975». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  10. «Carnaval 1976». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  11. «Carnaval 1977». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  12. «Carnaval 1978». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  13. «Carnaval 1979». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  14. «Carnaval 1980». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  15. «Carnaval 1981». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  16. «Carnaval 1982». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  17. «Carnaval 1983». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  18. «Carnaval 1984». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  19. «Carnaval 1985». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  20. «Carnaval 1986». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  21. «Carnaval 1987». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  22. «Carnaval 1988». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 30 de julho de 2013 
  23. «Carnaval 1989». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  24. a b «Carnaval 1990». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 30 de julho de 2013 
  25. a b «Carnaval 1991». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 30 de julho de 2013 
  26. «Carnaval 1992». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  27. a b «Carnaval 1993». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  28. «Carnaval 1994». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  29. «Carnaval 1995». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  30. «Carnaval 1996». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  31. «Carnaval 1997». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  32. «Carnaval 1998». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  33. a b «Carnaval 1999». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  34. a b «Carnaval 2000». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011 
  35. a b «Carnaval 2001». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 26 de julho de 2017 
  36. «Carnaval 2002». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 10 de março de 2014 
  37. «Carnaval 2003». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  38. «Carnaval 2004». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  39. «Carnaval 2005». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2009 
  40. «Carnaval 2006». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  41. «Carnaval 2007». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 20 de maio de 2014 
  42. «Carnaval 2008». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 20 de maio de 2014 
  43. «Carnaval 2009». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  44. «Carnaval 2010». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  45. «Carnaval 2011». SASP. Consultado em 21 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 23 de setembro de 2014 
  46. «Carnaval 2012». G1. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 
  47. «Mocidade alegre vence o carnaval 2013 em São Paulo e é bicampeã». G1. Consultado em 12 de fevereiro de 2013 
  48. «Mocidade alegre vence o carnaval 2013 em São Paulo e é bicampeã». G1. Consultado em 12 de fevereiro de 2013 
  49. «Veja apuração do Grupo Especial de São Paulo no carnaval 2015». G1. Consultado em 17 de fevereiro de 2015 
  50. «Império de Casa Verde é campeã do Carnaval 2016 de São Paulo». UOL. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  51. «Acadêmicos do Tatuapé é campeã inédita do Carnaval 2017 de São Paulo». UOL. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  52. «Acadêmicos do Tatuapé é bicampeã do carnaval de SP». G1. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  53. «Mancha Verde é a campeã do carnaval de SP pela 1ª vez». G1. Consultado em 5 de março de 2019