Benjamin Linus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Ben
Personagem de Lost
Benjamin Linus.jpg
Michael Emerson interpretou Ben Linus.
Nome Benjamin Linus
Interpretado por(s) Michael Emerson
Projeto Lost

Benjamin Linus ou Ben, outrora conhecido como Henry Gale é uma personagem da série televisiva Lost. É interpretado por Michael Emerson. [1]

Antes de sua chegada à ilha[editar | editar código-fonte]

Benjamin Linus, um dos Outros, alega ter nascido e vivido na ilha sua vida inteira, mas ele realmente nasceu nos Estados Unidos, 32 milhas (51 km) de Portland, Oregon. Seus pais eram Roger e Emily Linus. Emily entrou em trabalho de parto com apenas 7 meses de gravidez durante um passeio na floresta e morreu de complicações neste parto. Quando Ben tinha cerca de 10 anos, seu pai teve dificuldades em encontrar trabalho e foi oferecido para ele um emprego na ilha por Horace Goodspeed, um transeunte que encontrou e ajudou Roger e Emily logo após o nascimento do Ben.

Na ilha, antes da colisão[editar | editar código-fonte]

Ben chega à ilha. Na Ilha, Roger Linus começa a trabalhar como um faxineiro, para o Dharma Initiative, enquanto que Ben vai à escola e conhece Annie, uma menina de sua idade. Imediatamente após a sua chegada à Ilha Ben vê sua mãe da janela do seu quarto, mas ela desaparece rapidamente. Roger começa a beber e abusar verbalmente Ben diariamente, culpando-o pela morte da sua esposa. No dia do aniversário de Ben, Annie mostra Ben dois bonecos que ela fez deles dois. Annie dá o boneco de si mesma e mantém um de Ben, dizendo-lhe que dessa forma eles estarão sempre juntos. Ben mantém seu boneco todo o caminho para a vida adulta. Quando Ben retorna casa, o pai bêbado e mais uma vez mais esquecido sobre o seu aniversário, dizendo-lhe que é impossível para ele comemorar o dia que ele (Ben) matou a esposa. Ben corre para a selva, onde novamente vê a mãe do outro lado da barreira sônica. Quando ele está prestes a cruzar-la, ela o pára, dizendo que não é tempo. Numa data posterior, ele corre novamente em busca de sua mãe, mas vê Richard Alpert pela primeira vez, um dos presumíveis "Hostis" que luta contra o Dharma Initiative. Ben manifesta o seu ódio para o Dharma Initiative e pede a ele para se juntar com Richard e seu grupo. Richard aceita levá-lo em seu grupo, dizendo a Ben que ele vai ter de pensar muito bem sobre o Dharma e que ele terá que ser muito paciente. Muitos anos mais tarde, Ben torna-se um faxineiro como seu pai. Roger novamente,esquece do aniversário do Ben. Logo após eles iriam fazer uma entrega de um carregamento de cerveja para a estação pérola. Na mesa, Roger diz a seu filho que ele vai tentar se lembrar o seu aniversário no próximo ano, mas Ben diz a seu pai que a sua paciência esgotou, ele coloca uma máscara de gás e deixa um depósito de gás tóxico para a van, matando seu pai. Quando Ben volta ao Barracks, ele encontra cada membro Dharma Initiative morto de gás tóxico, incluindo Horace Goodspeed. O corpo de Horace é o único que Ben parece demonstrar respeito, fechando os olhos mortos pessoalmente. Os "hostis" perguntam a Ben se ele quer que pegue o cadaver do pai. Eles enterram os corpos em uma vala e passam a residir no Quartel. Ben decide deixar o cadáver de seu pai onde ele está. Em algum ponto indeterminado, Ben assumiu um papel de liderança com Os Outros, embora Juliet alegue que ela e Ben apresentam as suas decisões como um grupo, Ben continua a ser o único que pode interagir com o seu verdadeiro líder, Jacob, e comunicar a sua vontade ao grupo.

Dezesseis anos antes do acidente, Os Outros raptaram Alex, a filha da Danielle Rousseau, quando ela tinha uma semana de idade. Em circunstâncias incertas, Ben se tornou seu pai adotivo, e levando-a como um dos outros e mantendo o seu âmbito a ideia de que sua mãe foi morta.Dois dias antes da queda do Voo 815, da Oceanic Airlines Ben descobre que ele tem um tumor espinhal. Depois que ele testemunha o acidente, ele comanda Goodwin para investigar a porção da cauda, e Ethan para investigar a fuselagem.

Na sequência do acidente[editar | editar código-fonte]

Ben e Juliet entram no Pearl estação, onde veem Jack de um dos monitores. Ele diz a Juliet que ele irá fazer Jack vir até eles através de Michael e que irá convencer Jack a realizar cirurgia nele, usando seus habituais métodos de persuasão: ele vai olhar para uma luta emocional em sua vida e ela irá explorá-lo. Deixando um pouco depois o lugar, deixando para trás uma rádio que é retomado por Paulo, que havia se escondido no banheiro.

2 ª Temporada[editar | editar código-fonte]

Ben Linus foi introduzido pela primeira vez no episódio da segunda temporada One of Them. Ele é capturado na selva, numa das armadilhas da Rousseau quando estava viajando para o acampamento dos sobreviventes para recuperar Locke. Ben diz ser Henry Gale, um proprietário de uma empresa mineira em Minnesota que caiu na ilha enquanto viajava em um balão de ar quente com sua esposa, a quem ele enterrou perto do balão depois que ela ficou doente e morreu. Quando Sayid pede para ela soltar Ben, ele tenta fugir, apenas para ser flechado no ombro com um arco por Rousseau. Ele é tratado por Jack na escotilha, onde é mantido em cativeiro e interrogado regularmente por Sayid. A presença de Ben só é conhecida por Sayid, Jack e Locke. Mr. Eko, porém, descobre sua presença e vai ao seu encontro só para dizer-lhe como ele matou dois dos Os Outros.

Ben, como "Henry Gale", fica detido na escotilha. Locke conta a Ana Lucia sobre Ben, a fim de lhe ajudar a convencer Ben a divulgar informações sobre si próprio.

Ana Lucia visita Ben, data em que ele desenha um mapa para o balão. Logo depois, ela sai, ele é deixado fora do armario e alimentado por Locke e Jack. Ben conta sobre o mapa que deu a Ana Lucia, o que resultou em sua breve liberdade sendo encurtada. Mais tarde, quando Locke é deixado à guarda da escotilha, Ben é liberado durante a fase lockdown, e ajuda Locke, garantindo que o tempo se esgote. Ben sobe através do tubo de ventilação para o computador da sala, mas no retorno alega nunca ter tocado nada. Ben tinha merecido a confiança de Locke, mas é quebrada logo quando Sayid, Ana Lucia e Charlie chegam a expô-lo como uma fraude, tendo encontrado o corpo do real Henry Gale, um Africano-americano cuja identidade Ben presumivelmente roubou, enterrado onde o balão caiu. Ben é rapidamente devolvido ao armario, onde ele é severamente interrogado por Sayid. Ele é poupado de morte quando Ana Lucia pára Sayid antes que desse um tiro nele. Ben vai para uma situação de isolamento, que se recusa a comer ou falar com quase todos. Ele contudo fala com Locke, principalmente que ele é uma piada para seu povo e constantemente ridicularizam-no. É apenas após a Ana Lucia fazer lhe uma visita que ele torna novamente a falar, quase matando-a para vingar a morte de alguns de seus amigos, até Locke intervir. Ele é finalmente libertado quando Michael o solta. Michael então pode ter seu filho (que tinha sido raptado por eles) de volta. Michael dispara-se no braço após matar Ana Lucia e Libby para encobrir o que ele estava prestes a fazer.

Ben sai e chega no falso acampamento, onde ele organiza a captura de Jack, Kate, Sawyer e Hurley. Após o seu sucesso, Ben e os Outros capturam eles, assim como Michael, ao cais. Mantendo a promessa anterior, Ben reuniu o filho de Michael, Walt, e dá-lhe um barco e algumas coordenadas de liberdade, dizendo-lhe que os outros são os "bons". Ele libera Hurley, e pede a ele para dizer ao resto do seu acampamento nunca chegar a olhar para eles. Depois de assistir a ilha sendo envolta num brilho violeta, interposto pela eclosão da implosão, ele leva Jack, Kate e Sawyer a bordo dos seus submarinos.

3ª Temporada[editar | editar código-fonte]

Henry enfim se apresenta com o nome verdadeiro: Benjamin Linus.Foi ele quem enviou Ethan e Goodwin para que se infiltrassem nos grupos de sobreviventes, tanto da seção intermediária do avião, quanto da cauda, respectivamente Sua postura de líder fica clara no café-da-manhã que toma com Kate, em que toda a situação parece ser arranjada ou orquestrada. Ele parece gastar bastante tempo observando o comportamento de Kate e Sawyer, além de tudo mais que se passa na Estação A Hidra, através de câmeras de segurança, que levam sons e imagens a um pequeno cômodo preenchido de monitores.

Ben deu um golpe em Sawyer fazendo ele acreditar ter um marcapasso no coração que faria ele explodir se ultrapassasse os batimentos limite. Ben fez isso para fazer Sawyer se acalmar e para mais tarde mostrar a ele que eles não estavam na mesma ilha do acidente e sim em uma ilha menor 3 km da outra ilha, fazendo assim Saywer parar de fugir sabendo que sempre estaria na ilha dos Outros.

Ele também afirma que nasceu e viveu na Ilha por toda a sua vida. Contudo, a Iniciativa Dharma é de 1970, então Ben deveria ter quase 35 anos (a série está no final de 2004) para ter nascido na Ilha enquanto membros da Dharma trabalhavam por lá. Entretanto, quando Jack vê os Raios-X de Ben pendurados na Estação Hidra, afirma que pertencem a um homem de aproximadamente 40 anos de idade e com um tumor na coluna. Inadvertidamente, Ben assume que os Raios-X eram dele quando Jack o pressiona. Ele explica que descobriu a doença dois dias antes do Vôo 815 cair na Ilha e conclui que um "cirurgião de colunas caindo do céu" logo naquele momento era uma cabal prova da existência de Deus.

Ben acordado durante sua cirurgia.Ben também parece ter alguma ligação com Alex; ele pergunta a Juliet se Alex havia perguntado por ele, quando Juliet apenas responde que "ela foi levada de volta pra casa". Jack resolve operar Ben. Tudo vai indo bem na primeira parte da cirurgia, até que Jack faz uma incisão em seu rim. Jack afirma que Ben morrerá em uma hora caso ele não feche a incisão, tomando, assim, Ben como refém. Ele diz a Tom e Juliet que devem deixar Kate e Sawyer escapar, senão Ben irá morrer.

Alguns minutos depois de Jack fazer a incisão no rim de Ben, Jack está discutindo com Tom e Juliet. Ao ser contrariado, Jack revela à Tom que ela pediu a ele que matasse Ben durante a cirurgia, fazendo parecer um acidente. Jack, assim como todos os outros na sala de cirurgia, pensava que Ben estava desacordado. Mas ele fala que já estava acordado a alguns minutos e até admite que Jack foi esperto naquela manobra. Ben, pede para que chamem Juliet. Quando esta chega, os dois têm uma conversa particular. Então, Juliet dá a ordem para que deixem Kate e Sawyer escapar a fim de que Ben sobreviva. Jack anestesia novamente Ben e termina a cirurgia, removendo o tumor por completo. Jack sugere que seja feita uma biopsia para saber se é ou não maligno.

Jack apertando a mão de Ben na vila dos Outros.Após a cirurgia, seus pontos começam a infeccionar. Inicialmente, Jack se recusa a ajudá-lo, mas depois ambos fazem um trato, pedindo que Ben interfira na sentença de Juliet, em troca de tratamento médico. Afirma para Jack que tinham um bom cirurgião no grupo, e que seu nome era Ethan. É levado, junto com Jack e Os Outros para a outra Ilha. Provavelmente estão indo para A Vila dos Outros.

Ben é visto jogando xadrez com Jack. Eles conversam sobre sair da Ilha, Ben lhe diz que a Ilha o trará de volta, querendo ou não. Jack diz que nunca iria querer voltar, porém Ben diz: "Aprendi a nunca dizer nunca. E se esse dia vier, espero que você se lembre dessa nossa conversa." E dá um xeque-mate. Esse dia que Ben cita, realmente ocorre em "Through the Looking Glass".

Ben foi encontrado uma semana depois morando na vila dos Outros. Ele ainda estava desabilitado, e confinado em uma cadeira de rodas. Ele agradece a Locke por explodir o submarino assim ele não precisaria deixar Jack e Juliet irem embora. Ele também promete a Locke, revelar alguns segredos da ilha, e começa mostrando a ele que estão com seu pai, Anthony Cooper, como refém.

Ben e Juliet combinando o a armação de Juliet para cima dos sobreviventes.Os Outros decidiram abandonar sua A Vila. Então, Ben chamou Juliet e explicou o plano que tinha para que ela se infiltrasse no acampamento dos sobreviventes. Ela levaria Kate para a selva e se algemaria e ela, dizendo que também havia sido deixada para trás. Encontrando-se com Jack e Sayid, eles a levariam consigo para a praia, onde ela seria a grande salvadora de Claire que teria um mal súbito, causado pela ativação de uma espécie de implante (provavelmente colocado durante o tempo em que ficou em poder dos Outros). Assim, ela ganharia a confiança dos sobreviventes e poderia se misturar facilmente e eles. Antes de sair, Ben deu a Juliet uma máscara de oxigênio e disse a ela que se veriam novamente em uma semana.

Quando os Outros deixam a Vila ele traz consigo Locke. Após chegarem às Ruínas ele conversa com ele, demonstrando poder andar novamente com uma bengala e dizendo que isto é possível devido sua presença. Ele também fala para Locke que para ele mostrar todo seu potencial ele deverá matar seu pai. A noite ele leva Locke para que faça isto. Na manhã seguinte, após Locke falhar no teste, ele diz que estão indo embora e que Locke não poderá ir com eles. Diz também que estão deixando uma trilha para Locke, mas que se não matar seu pai, não se deve dar ao trabalho de segui-la.

Ben envergonhando Locke na frente de todos os Outros.Dois dias depois, Ben descobriu que o seu gravador tinha sumido e se desesperou. Esse desespero foi rapidamente substituído pelo choque ver que Locke tinha realmente matado seu próprio pai. Ben então disse a Locke sobre Jacob e Locke o intimou a levá-lo até o misterioso homem. Quando Ben recusou dizendo que ele era a única pessoa que podia ver Jacob, Locke o acusou de mentiroso.

Ben depois de ter atirado em Locke.Locke deixou Ben enrascado quando disse a todos os Outros que Ben o estava levando para ver Jacob. Ben finalmente levou Locke, depois de um confronto entre Locke e Mikhail. Alex deu a Locke uma arma, dizendo que ele ia precisar para ver Jacob.

Naquela noite eles foram até a casa de Jacob e Ben disse a Locke para jogar fora toda sua tecnologia porque o Jacob odeia ainda mais tecnologia do que o próprio Locke. Quando eles entraram na casa do Jacob, Ben começou a falar com uma cadeira vazia na qual presume-se que estaria o tal homem misterioso. Locke começou a pensar que Ben estivesse maluco, mas quando ele resolveu ir embora, Locke virou e perguntou o que Ben falou para ele. Ben disse que nao tinha falado nada, e Locke então acendeu sua lanterna, o que levou Jacob a ficar furioso, forçando ambos, Ben e Locke para fora da casa.

No outro dia Ben o levou de volta por um caminho diferente. Ele disse a Locke que ele tinha mentido para ele todo o tempo. Ele começa a mostrar um poço cheio de corpos dos funcionários da DHARMA. Ele disse que ele não nasceu na Ilha, mas que foi levado até lá pela Iniciativa Dharma. Ben contou a Locke que a DHARMA era pacífica, mas que quando ele descobriu que eles não conseguiam viver pacificamente com os nativos, a purgação começou. Ele disse que ele fez o que tinha que ser feito e que era mais esperto que todos eles e inclusive Locke. Então ele atirou em Locke e disse que atirou porque ele conseguiu ouvir Jacob. Ele então perguntou a Locke o que Jacob tinha o dito e Locke disse que "Ajude-me". Ben deixou Locke lá para morrer dizendo para esperar que Jacob viesse salvá-lo.

Ben totalmente machucado depois de mentir a Jack que havia mandado matar Jin, Bernard e Sayid.Ben retornou acampamento e parecia extremamente perturbado. Sua filha Alex o abordou e perguntou quando ele tinha voltado e onde estava Locke. Nervoso, Ben disse que tinha voltado naquele exato momento e que Locke tinha sofrido um acidente. O líder dos Outros mandou que Richard chamasse Ryan e comunicou que Jacob tinha mudado de idéia, mandando que eles atacassem o acampamento dos sobreviventes naquela mesma noite. Richard disse que aquela não era uma boa idéia, já que Juliet não teria tempo suficiente para marcar as tendas das mulheres grávidas. Ben então mandou que pegassem todas, e matassem os homens que fossem estúpidos o suficiente para tentar impedir.

O líder dos Outros estava escrevendo em seu diário, quando foi chamado no rádio por Bonnie que contou a ele que Charlie estava na Escotilha Espelho e que sabia sobre a Estação graças a Juliet. Ele mandou que Mikhail fosse até lá, mas o soviético quis saber como já que o próprio Ben tinha dito que o lugar estava inundado. Ele então, disse que tinha mentido e tentou contatar Tom para avisar sobre a possível cilada, mas o rádio dele estava desligado. Mais tarde, o ex-barbudo contatou o líder para avisar sobre as mortes causadas pelas explosões armadas pelos sobreviventes e contou também que tinha feito os três atiradores reféns. Ele então mandou que matassem Jin, para forçar os outros a contarem para onde tinham ido os sobreviventes.

Ben amarrado na árvore com Karl e Rousseau vendo Jack chamar o navio de Naomi.Diante da pressão, Bernard acabou contando que todos tinham ido para a Torre de Rádio e que souberam do ataque através de Karl. Ben então soube que tinha sido traído pela "filha" e decidiu ir atrás do grupo de Jack para tentar convencê-los a não usar o telefone de Naomi para falar com exterior. Ele mandou que Richard seguisse o plano e levasse os outros Outros para O Templo e partiu com a filha em direção à Torre de Rádio. No caminho, ele disse a Alex que a estava levando para sua verdadeira família e que não permitiria que os sobreviventes saíssem da Ilha.

Finalmente, ele interceptou os sobreviventes, para o espanto de todos e pediu para falar em particular com Jack. Ele tentou convencer o líder dos sobreviventes não contatar o mundo exterior, pois se isso acontecesse, todos seriam exterminados sem distinção. Mas Jack não acreditou e Ben apelou, contatando Tom e mandando que ele matasse os três atiradores na praia, caso o médico não concordasse em dar-lhe o telefone. Jack achou que ele estava blefando e não acreditou, então, Ben ordenou as mortes, e ouviram três tiros através do rádio. Transtornado, Jack partiu para cima de Ben e o surrou. Voltou para perto dos sobreviventes e jogou o líder aos pés de Alex que se abaixou para perguntar se ele estava bem. Ao perceber que Danielle Rousseau se aproximava, ele acabou revelando à filha que a francesa era sua verdadeira mãe. Depois, foi amarrado e seguiu com os demais para a Torre de Rádio. No caminho, ouviu pelo rádio que Jin, Sayid e Bernard estavam bem. Chegando ao local, ele foi amarrado a uma árvore e dizia o tempo todo que era um erro Jack querer contatar o exterior. Quando Naomi finalmente conseguiu o sinal, levou uma facada de Locke que também ameaçou Jack de morte caso ele insistisse em usar o telefone. Ben incentivava Jonh dizendo para ele atirar logo no médico, mas foi calado por Rousseau, que lhe deu uma cotovelada. Jack finalmente conseguiu o sinal e pediu resgate, para o desespero e decepção do Líder dos Outros.

4 ª Temporada[editar | editar código-fonte]

Sawyer e Ben discutindo.Ben, amarrado, acompanha a espera do resgate do grupo. Ele pede a Rousseau que pegue Alex e fuja o mais rápido possível, porque todos ali serão mortos. Quando Ben se refere a Alex como sendo sua filha, Danielle lhe dá um soco e diz que ele não é o pai da garota. Quando Naomi se levanta e foge sem ninguém ver, Ben é o único que presencia e não avisa ninguém. Quando Jack pergunta para onde ela foi, o líder dos Outros responde que não sabe. Quando os sobreviventes decidem ir até a parte da frente do avião, Jack e Kate se separam para buscar Naomi e se abraçam. Nesse momento, Kate pega o telefone por satélite de Jack, sem ele perceber e novamente o único que presencia isso é Ben, que continua calado.

Depois, procurando por Naomi, Jack percebe que o telefone sumiu e olha para Ben. O líder, que está amarrado sendo levado por Danielle, diz que devia uma a Jack e que não contou porque não queria. Os três então, vão até aonde estão todos os sobreviventes e lá, na decisão de qual grupo escolher, Ben pede permissão a Jack se pode ir com o grupo de Locke, Jack diz que Ben é de Rousseau, e a francesa vai com ele para o lado de Locke.

Enquanto Locke e seu grupo vão para a cabana do Jacob, antes de ir para as barracas, Ben tenta dizer a Alex algo, ela o ignora e Karl ameaça brigar com ele, mas é impedido. Ben tenta então manipular Sawyer, dizendo que não terá chances com Kate se saírem da Ilha. Sawyer bate nele e quer matá-lo, mas é impedido por Locke.

Ben preso na casa de Locke.Entretanto, Locke muda de idéia quando Ben rouba uma arma de Karl e atira em Charlotte, que chegou na Ilha. Locke está à ponto de atirar nele, mesmo com os protestos de Alex, quando Ben lhe oferece 'informações nas quais eles precisam'. Locke pergunta o que é o monstro. Ben diz que não sabe, mas revela então quem é Charlotte, seu nome e sua história. Que é membro da equipe que vai à Ilha para buscá-lo. Quando perguntado como sabe a informação, Ben diz que tem um informante no Cargueiro.

Ben se recusou a revelar a identidade de seu espião, sabendo que esta informação poderia ser a única coisa que o manteria vivo. Ele voltou à vila como prisioneiro, onde Locke o deixou amarrado a uma cadeira em um dos galpões com grades. Lá, ele e Sayid trocaram hostilidades (Sayid, naquele momento também encarcerado, disse que o dia em que ele confiasse em Ben, seria o dia quando ele teria vendido sua alma).

Mais tarde, durante a noite, ele é levado para o porão da sua própria casa por Rousseau. No dia seguinte, Locke faz café da manhã para ele e pede para que conte tudo sobre O Cargueiro e a tripulação. Ben comenta que Locke deve estar desesperado, pois está procurando ajuda em Ben após Jacob tê-lo abandonado, isso faz com que Locke fique chateado. Kate, mais tarde, leva Miles para o porão, onde conta deveria dizer que Ben estava morto para ganhar 3.2 milhões de dólares. Miles diz ainda que Ben tem um semana para cumprir com as exigências dele.

Ben com a ficha de Widmore.Dois dias depois, Locke leva-lhe o jantar: coelho. Ben brinca se o coelho não tinha um número nele. Ele diz que agora Locke é o líder e que o grupo vai ficar bravo quando perceber que ele não tem um plano, o que, Ben, sempre tem. Locke pergunta a Ben, (para a surpresa dele), se o plano envolvia conseguir 3,2 milhões de dólares. Ben então, propõe um trato com Locke: se o careca lhe der uma certa liberdade, ela contará quem é o homem dono do navio. Locke aceita e Ben mostra uma fita com imagens de Charles Widmore batendo em um dos Outros. Ele declara que Widmore é o homem por trás no navio e que ele quer explodir a ilha. Locke quer mais e pede para saber quem é o homem infiltrado no navio, o que, aparentemente, Ben conta. Mais tarde, Ben é visto andando fora da casa, levando lençóis para dentro. Sawyer e Hurley perguntam o que ele está fazendo ali e Ben responde: "vejo vocês no jantar".

Mais tarde, quando Locke se encontra com todo o seu grupo, Ben revela a ao resto da equipe Locke que eles têm que protegê-lo porque as pessoas do cargueiro têm ordens para matar todo mundo na ilha depois que capturarem Ben. Ele diz a todos que Michael é seu espião no navio, deixando todos chocados e ao mesmo tempo furiosos.

Ben observando o monstro.Depois da reunião, Ben pede para Alex, Karl, e Rousseau para ficar para trás e instrui eles para ir até o Templo usando um mapa que ele desenhou para eles. Apesar de relutantes no início, os três eventualmente concordam em ir depois de uma persuasão de Ben. Assim que chegam na floresta, porém, Rousseau e Karl são baleados e Alex se salva ao gritar para seus atacantes desconhecidos "Eu sou a filha de Ben".

No dia seguinte, Locke e Sawyer contam a ele de uma misteriosa ligação onde uma voz repetia o código "14J" repetidas vezes. Um agora assustado Ben revela que os encarregados de Widmore conseguiram atravessar a cerca sônica e estão próximos do vilarejo agora. Ele e Locke bloqueiam a porta da casa enquanto Hurley dá voltas pela casa com Aaron no colo e Sawyer troca tiros com os mercenários tentando salvar Cliare e os outros.

A campainha toca e Miles entra pela casa com um walkie-talkie para Ben falar com Keamy, um dos mercenários. Ben revela que sabe todos os detalhes sobre o passado de Keamy, e que faz idéia do tipo de homem que Keamy é. Com raiva, Keamy manda trazerem Alex até ele e diz a Ben que ela ira mata-la. Ben tenta fazer Keamy desistir dizendo que Alex não é nada para ele, e que ele não liga para ela, mas Keamy a mata mesmo assim.

Ben entrando em sua sala secretaChocado, Ben murmura "eles mudaram as regras", e corre para sua sala secreta, deixando Sawyer e Locke para trás. Lá dentro ele abre outra porta secreta. Não se sabe exatamente o que ele faz lá dentro, mas tudo leva a crer que ele invocou o monstro de fumaça. Quando ele volta para sala, diz a todos que devem correr para fora da casa ao seu sinal. Ele olha pela janela e vê o monstro atacando Keamy e seus soldados, então todos correm para fora. Ben diz a Locke que ele os encontrará depois, pois precisa se despedir de sua filha.

Pouco tempo mais tarde Ben diz a todos que está indo ver Jacob, e então Sawyer decide que já ouviu demais dos "caras". Sawyer deixa o grupo tentando levar com ele todos, porém Locke e Ben o impedem de levar Hurley, pois sabem que Hurley tem noção de onde a cabana de Jacob fica. Depois de uma tensão entre Sawyer e Locke, Hurley aceita ficar com Ben e Lockey, e Sawyer se vai com Claire e Aaron.

Naquela noite, Locke acordou de um sonho para encontrar Ben fitando-o. Ben afirmou que ele costumava ter sonhos. Eles então continuam a caminhar. Eles chegam à cova coletiva e Locke explica a Hurley sobre o massacre da Iniciativa Dharma por Ben. Contudo, Ben nega e afirma que não foi decisão sua. Locke, enquanto isso, começa a vasculhar os corpos na cova. Ben mostra-se chocado quando Locke acha o corpo de Horace Goodspeed. O bolso de Horace contém o projeto da cabana de Jacob e também o mapa para encontrá-la. Ao chegarem na cabana, Locke entra sozinho, já que Ben acredita que seu tempo (como líder) acabou. Enquanto Locke está dentro da cabana, Hurley e Ben desajeitadamente dividem um Chocolate Apollo. Repentinamente Locke sai da cabana, afirmando que Christian Shephard lhe disse para mover a ilha.

No dia seguinte, Ben, Locke e Hurley chegam a uma pilha de pedras. Ben desenterra uma caixa escondida sob as pedras. Ele retira um espelho da caixa e começa a se comunicar com alguém no topo de uma grande montanha. Os três, então, continuam seu caminho para a Orquídea. Ao chegarem, Ben percebe que os mercenários já haviam chegado. Ele deu a Locke instruções detalhadas sobre o que fazer após entrar na Orquídea. Locke perguntou como Ben pretendia que ele (Locke) evitasse os mercenários, ao que Ben respondeu "Quantas vezes eu tenho que lhe dizer John? Eu sempre tenho um plano". Ben então caminhou em direção à estação informando que seu nome era Benjamin Linus e que eles estavam procurando por ele. Keamy coloca sua arma na cabeça de Ben, desacordando-o com a coronha da arma.

Ben foi levado para o helicóptero pelos homens de Keamy, mas logo foi resgatado por Kate, Sayid e Richard. Ele então retornou á Orquídea para ajudar Locke a encontrar o elevador secreto que levava à estação verdadeira. Antes de descer com Locke, ele disse a Jack que ele e seus companheiros estavam livres para usar o helicóptero para sair da ilha se quisessem.

Ao virar a roda sob a Orquídea, Ben é expelido da Ilha e transportado para o ano de 2005.Dentro da estação Ben abriu o "cofre" que a Iniciativa DHARMA usava para realizar experiências com manipulação do tempo e começou a preenchê-lo com objetos metálicos para causar um curto circuito e destruí-lo para que ele pudesse acessar o espaço sob a estação. Antes que ele pudesse fazer isso, Keamy saiu do elevador, ainda sangrando pelas feridas que Sayid e Richard lhe causaram. Keamy disse a Ben e Locke sobre o "gatilho do homem morto" atado a seu braço (projetado para detonar uma enorme bomba no cargueiro se o coração de Keamy parasse de bater) e então prosseguiu provocando Ben ao descrever a morte de Alex. Ben esfaqueou Keamy até matá-lo, não se importando com o fato de que ao fazer isto estaria causando a morte de todos a bordo do cargueiro.

Após explodir a parede posterior do "cofre" Ben trocou de roupas, vestindo a parka da Iniciativa DHARMA e se preparou para entrar no espaço embaixo da estação. Ele disse a Locke que deixasse a estação e encontrasse Richard, alegando que aquele que movesse a ilha não poderia voltar. Ele então caminhou por um túnel estreito e desceu uma longa escada até uma caverna coberta de gelo coberta com o que pareciam ser antigos desenhos. Dentro da sala havia uma grande roda que parecia ser parte de algum tipo de mecanismo atrás da parede da caverna. Ben começou a girar a roda e logo foi envolvido por uma luz brilhante.

Ben e Sayid contra Charles Widmore[editar | editar código-fonte]

Ben "desperta" no meio do deserto do Sahara, usando uma jaqueta da Dharma com o nome de "Halliwax". Ele é rendido por dois homens, mas rapidamente consegue os derrubar, e então ruma em direção a Tunísia. Em seguida Ben se encontra em um hotel, onde pede por um quarto com o nome Dean Moriarty e também pergunta para a recepcionista a data atual. Ben vê Sayid na tv da sala de espera.

Ben então chega em Tikrit, Iraque, onde ele espiona o funeral de Nadia, que também estava sendo assistido por Bakir, um agente de Widmore. Depois de Sayid o ver e confrontá-lo, Ben revela a ele evidências sugerindo que Bakir teria matado Nadia na Califórnia. Não muito tempo depois, Ben persegue e confronta Bakir em um beco, logo após o início da conversa, Sayid atira em Bakir pelas costas e então continua a descarregar a já descarregada arma nele, já morto. Ben deixar Sayid e o convence que é a guerra dele, e não de Sayid. Sayid, se vendo sem sua vida, praticamente obriga Ben a aceitar sua ajuda, dizendo que a guerra também é dele, já que sua esposa também foi morta. Ben aceita a ajuda de Sayid, promete manter contato, e dá as costas com um sorriso irônico.

Desde então, Sayid trabalha para Ben como um assassino particular para eliminar algumas pessoas de uma lista, incluindo Sr. Avellino e um economista.

Em um hospital veterinário em Berlin, Ben trata do ferimento à bala em Sayid, depois deste ter sido alvejado por Elsa, assistente do economista. Ben diz que as pessoas a quem Sayid foi enviado para matar não são boas e que seus amigos estariam em perigo se elas não fossem eliminadas. Ben disse à Sayid que tinha um novo nome para ele. Quando Sayid respondeu que "eles" agora sabiam que ele os estava perseguindo, Ben simplesmente respondeu: "bom".

Eventualmente, Ben vai até o prédio de Widmore em Londres para confrontá-lo. Ben encontra Widmore na cama um pouco perturbado e com meia garrafa de scotch no criado-mudo. Widmore pergunta se Ben estava ali para matá-lo, mas Ben diz que ambos sabem que ele não pode o fazer. Charles diz que a ilha lhe pertence e que sempre pertenceu, e que Ben a roubou dele. Ben então diz a Charles que planeja se vingar da morte de Alex, matando a filha de Charles, Penny. Charles então revela que escondeu sua filha em algum lugar, e que a competição seria para ver se ele encontraria a ilha antes de Ben encontrar Penny.

John Locke[editar | editar código-fonte]

Quando Jack invade o lugar do funeral de John Locke para ver o corpo, Ben está lá. Ele pergunta a Jack quando ele falou pela última vez com Locke, e o que Locke lhe tinha dito. Ele diz a Jack que ele não poderia voltar para a Ilha sozinho, todos teriam que voltar juntos. Jack pergunta como fazer isso, Ben diz que tem algumas idéias e acha que tem um jeito de "ajudá-lo" a achar a Ilha novamente. Quando Jack vai fechar o caixão de Locke e vai sair, Ben diz que Locke teria que voltar junto.

Características[editar | editar código-fonte]

Ele é um personagem na maioria das vezes calmo, apesar da reação violenta com Ana Lucia, que quase foi sufocada por ele. Mas a característa mais marcante do personagem, é que Ben é quieto, é dotado de grande inteligência e não gosta de conversar. Mas quando está assustado, abre a boca… No final da segunda temporada ele dá ordens aos outros de seu grupo, como se fosse seu líder. Esse fato é melhor explorado na terceira temporada, uma vez que todos os membros dos Outros obedecem a todos os seus comandos e o respeitam muito, exceto Juliet, com quem parece ter uma forte ligação pessoal. Apesar de Ben ja ter apresentado um grande dominio de luta também, sua melhor arma é fazer com que as pessoas tomem decisões pensando serem escolhas feitas por elas, quando na verdade, são a vontade de Ben próprio. É mostrado com o passar das temporadas que Ben é, também, vulnerável e sensível quando se trata de Alex, sua "filha". Apesar de Alex ter morrido por causa da má negociação de Ben com os soldados de Widmore, ele demonstra claramente que ficou afetado com sua morte, isso também é mostrado nos flashs de três anos após sairem da ilha onde Ben vai até o quarto de Charles Widmore e ameaça matar a filha dele, pois ele matou Alex.

Principais inimigos[editar | editar código-fonte]

1- Charles Widmore, ele está à procura do Ben e após capturar, tenta matar todos que estão na ilha. O objetivo dele é encontrar a ilha, no final da quarta temporada ele fala: "você pegou todo o que é meu e tudo o que tem é meu, aquela ilha é minha", quando Ben ameaça matar a filha dele, Penny Widmore.

2- Ana Lucia, porque pegou Ana Lucia desprevinida, e chegou a enforcá-la, mas John Locke chegou a tempo para salvá-la. Ana Lucia também já tentou matá-lo, mas não teve coragem.

3- Juliet Burke, que foi enganada por Ben para ir trabalhar na ilha e ali teve que permanecer por dois anos sem contato com sua irmã doente, e acaba se juntando aos sobreviventes para derrotá-lo.

Ex-inimigos/Atuais aliados[editar | editar código-fonte]

1- Jack Shephard, por ser o responsável por liderar os sobreviventes rumo ao resgate da ilha. Aparentemente, o principal obstáculo para que esse resgate ocorra é Benjamin Linus. / Jack se junta com Ben e Sayid na luta contra Widmore e buscam reencontrar a ilha.

2- Sayid, porque quando ficou a sós com Henry, pensou que Henry teria mentido para ele sobre um balão, no qual ele mentiu que teria caído nele. Assim foi torturado por Sayid, Sayid já tentou matá-lo após a mentira. /Sayid, trabalha para Ben, juntos eles lutam contra Charles Widmore.

Ícone de esboço Este artigo sobre Lost é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.