Rose Henderson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Junho de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.


Rose
Personagem de Lost
Nome Rose Henderson
Residência
formal
Bronx, Nova York
Interpretado por(s) L. Scott Caldwell
Projeto Lost

Rose Henderson é uma personagem fictícia do seriado norte-americano de suspense/drama Lost interpretada por L. Scott Caldwell. Ela é uma dos sobreviventes da parte intermediária do vôo 815, da Oceanic. Ela estava no avião com seu marido Bernard, mas eles ficaram separados por 48 dias depois do acidente. Rose é inteligente e carinhosa, e supostamente foi curada de seu câncer quando caiu na ilha, igualmente a Locke, que voltou a andar.

Antes do Acidente[editar | editar código-fonte]

Rose Henderson nasceu em 21 de setembro no Bronx, na cidade de Nova York. Pouco se sabe sobre a vida de Rose antes do acidente. Numa cena que foi deletada existe a informação de que ela teve uma filha, mas isso é questionável já que a cena foi excluída. Sabemos também que em certa parte de sua vida Rose desenvolveu uma forma terminal de câncer. Talvez tenha sido por isso que Bernard a pediu em casamento apenas cinco meses depois de eles terem tomado seu primeiro café juntos. Rose disse a ele que estava doente, mas Bernard insistiu e ela aceitou.

Rose estava conformada com seu destino, mas Bernard não. Durante sua lua de mel na Austrália ele a levou para ver Isaac de Uluru, um curandeiro. Depois de tentar curá-la, Issac admitiu que não poderia fazer isso porque aquele não era “o lugar certo”. Dizendo a ele que ainda poderia ser curada, ele quis devolver a doação de Bernard. Mas Rose disse a ele que deixasse para lá e que procurasse aproveitar o pouco tempo que teriam juntos e não ficasse tentando salvá-la.

No aeroporto de Sydney, Rose viu John na sua cadeira de rodas, e conversou com Jack durante o vôo já que ambos se sentaram na fila 23. (Rose na poltrona D e Jack na poltrona E). Ela levava consigo a aliança de Bernard já que suas mãos inchavam quando ele voava. Jack tentava acalmá-la durante a turbulência enquanto Bernard estava no banheiro, mas logo depois o avião começou a se partir em dois. ("S.O.S.")

Na Ilha[editar | editar código-fonte]

1ª Temporada

Jack tenta salvar Rose. Depois do acidente, Jack encontrou Boone debruçado sobre Rose. O coração de Rose havia parado de bater, e Jack aplicou uma massagem cardiovascular, a qual Boone estava fazendo incorretamente. Ele conseguiu fazê-la viver e Rose foi apenas mais uma dos 48 sobreviventes da parte intemediária do avião. Em sua primeira noite na ilha, assim como vários outros sobreviventes Rose ouviu o barulho do monstro na floresta. Mas diferentemente dos outros, ela disse que esse barulho parecia-lhe muito familiar. ("Pilot, Parte 1")

Ela também esteve presente no discurso de Jack depois da jornada do grupo até a transmissão de Rousseau. Ela pediu a Jack para ele dar um cuidado especial ao homem que tinha um pedaço da fuselagem em seu corpo. ("Pilot, Parte 2")

Durante seus primeiros dias na ilha, Rose permaneceu quieta, devido ao trauma. Quando Jack tentou conversar com ela sobre a perda do marido, Rose disse que acreditava que o marido ainda estava vivo. Jack tentou contestar dizendo que a parte traseira do avião caiu na água e todos devem estar mortos. Rose, com muita esperança, lhe diz: "Provavelmente eles devem estar pensando a mesma coisa sobre nós". Jack apenas ficou quieto, mas mal sabia ele que Rose estava certa. ("Walkabout")

Logo, Rose se tornou uma figura materna entre os sobreviventes. Quando Claire foi seqüestrada por Ethan, Charlie encontrou em Rose uma mãe, Rose lhe disse que "Existe uma boa diferença entre negação e fé. É muito melhor ao meu lado." ("Whatever the Case May Be")

2ª Temporada

Depois da estação O Cisne ser investigada, Hurley escolheu revelá-la para Rose entre todos os outros sobreviventes. Durante uma conversa com ele, Rose mais uma vez deixou bem claro que acreditava que seu marido ainda estava vivo e bem. Rose descobriu os sentimentos de Hurley sobre a despensa da escotilha e sua vontade de comer. Ela lhe disse para usar dinamites e então explodir toda a despensa. Rose e Hurley ficaram encarregados de cuidar da despensa e fazer todo o inventório. Lá, Rose guardou uma barra de chocolare Apollo para seu marido, comentando que ele tinha "uma boca cheia de dentes doces". ("Everybody Hates Hugo")

Mais tarde, ela é vista rapidamente com Hurley quando Shannon está a procura da bagagem de Walt e Michael, comentando o quão horrível deve ser "perder a única pessoa que você ama na ilha". ("Abandoned")

Alguns dias depois, o grupo dos sobreviventes da cauda chega ao acampamento de Jack e cia. A fé de Rose, de que seu marido ainda estava vivo, se confirmou quando ela se juntou com Bernard eu um momento muito especial. ("Collision") O casal foi visto no funeral de Shannon, logo depois da chegada de Bernard ao acampamento. ("What Kate Did")

Rose e Bernard preocupados com Sun.Mais tarde, quando Sun está tendo um de seus primeiros enjôos matinais, Rose e Bernard estão brigando por ele ter esquecido o dia do aniversário dela. Rose e Bernard ajudam Sun e perguntam se está tudo bem, Sun desconversa e o casal continua a andar. ("The Whole Truth")

Depois dos suprimentos terem caído na ilha, Rose pareceu tomar conta da cozinha e organizá-la. Bernard comenta que ela está tão acostumada a viver na ilha que parece que ela acabou de voltar do supermercado. Quando Bernard tem a idéia de construir o sinal S.O.S., Rose parece não gostar da idéia e envergonha Bernard na frente de todos, dizendo que ele é apenas um dentista. Ela diz que não quer dar falsas esperanças para ninguém e parece não querer ser resgatada. Mais tarde, ela revela a Bernard que não quer sair da ilha porque acredita que a ilha curou o seu câncer e que se ela voltar, o câncer também voltará. Rose acredita nisso porque viu Locke em sua cadeira de rodas no aeroporto e sabe que ele também se curou. Ela diz que não sente mais "um intruso" dentro dela e que não quer sair. Bernard entende e diz que eles nunca deixarão a ilha. ("S.O.S.")

3ª Temporada

Depois que Jack terminou seu plano de usar a dinamite para detonar os Outros quando eles chegassem, Rose e Bernard ficaram com a tarefa de procurar fios nos destroços, que seriam usados para detonar a dinamite. Depois de descobrirem que não havia fios suficientes para detonar, Bernard se voluntariou a ser um dos atiradores que disparariam nas dinamites quando os Outros chegarem. Bernard mostrou a Sayid que sabia atirar bem, e Sayid aceitou sua ajuda. Rose disse que ficaria com ele e depois de uma pequena discussão com Jack, ela foi procurar uma roupa escura para Bernard usar, visto que ele se esconderia em arbustos. ("Greatest Hits")

Rose abraçando Sun depois de descobrirem que seus maridos estavam salvos.Rose continuava preocupada com o fato de Bernard ficar no acampamento e servir de atirador no plano de Jack. Antes de partir com os outros para a Torre de Rádio, ela pediu que o marido repetisse que era apenas um dentista e não o Rambo. Falou também para que tomasse bastante cuidado e partiu. No caminho, durante à noite, ela se desesperou quando ouviu apenas duas das três explosões programadas e disse que deveriam voltar para saber o que estava acontecendo. Mas Jack disse que estava tudo sob controle e que eles deveriam permanecer juntos. Rose então disse que surraria Jack se ele dissesse de novo o velho “Viva junto ou morra sozinho”, arrancando risos do médico. Ela se assustou tanto quanto os outros sobreviventes quando Ben apareceu no meio do caminho. Depois de tomar o líder dos Outros como refém, eles seguiram e Jack recebeu notícias da praia através do Walkie-Talkie que tinha tirado de Ben. Hurley disse através do aparelho que todos estavam sãos e salvos, para a felicidade da esposa de Bernard. Ao chegar à torre de rádio, ela presenciou a tentativa de assassinato de Locke a Jack e se emocionou ao ouvir que o resgate estava chegando. ("Through the Looking Glass")