Colt M1911

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Colt M1911
M1911 A1 pistol.jpg
Tipo Pistola
Local de origem  Estados Unidos
História operacional
Em serviço 1917 - presente
Histórico de produção
Criador John M. Browning
Data de criação 1911
Quantidade
produzida
2,7 milhões
Variantes M1911A1
Especificações
Peso 1,36 kg
Comprimento 210 mm
Comprimento 
do cano
127mm mod. Government; 108mm mod. Commander; 89mm mod. Officer's ACP
Calibre .45 ACP
Ação Recuo Curto
Cadência de tiro semi-automático
Velocidade de saída 244 m/s
Alcance efetivo Eficaz 62 mts
Sistema de suprimento 7 + 1 munições
Mira alça e massa de mira

A Colt M1911 é uma pistola semi-automática de ação simples (deve-se armar o cão antes do primeiro disparo) de calibre .45ACP, desenhada por John M. Browning. Foi a pistola padrão das forças armadas americanas de 1911 a 1985 e pelas forças armadas brasileiras de 1937 até meados da década de 1970, sendo que ambas as FFAA a substituíram pela Beretta 92.

A M1911 funciona com o sistema de trancamento denominado Delayed Blowback, em que uma peça retarda a abertura da culatra após a deflagração da munição, até que as pressões se reduzam a níveis seguros. No caso o dispositivo de retardo é o próprio cano que possui engates que se prendem ao ferrolho da pistola, no momento do disparo. Após o projétil deixar o cano, o próprio cano faz um movimento basculante (de gangorra) que solta, liberando o ferrolho para o movimento de extração, ejeção e recarga.

A M1911 é conhecida pela sua robustez e poder de incapacitação do alvo, tendo seu calibre .45 ACP desenvolvido para incapacitar o alvo com um único disparo. Durante sua época foi uma das armas de porte mais avançadas, e apesar de suas deficiências óbvias hoje em dia (como pouca capacidade de munição, elevado peso e o funcionamento apenas em ação simples), ainda é considerada uma ótima arma de porte, adorada por inúmeros fãs ao redor do mundo.


História e variantes[editar | editar código-fonte]

Em finais do séc. XIX e início do séc. XX existiram inúmeros projetos bem e mal sucedidos, para substituir os revólveres, então utilizados pelas forças armadas de diversos países. Pode-se destacar os modelos mais bem sucedidos como o: Mauser C96, Colt M1900, Borchardt que resultaria no desenho da famosa Luger P-08.

Durante a primeira década do séc. XX o Exército americano deu início ao desenvolvimento de uma arma de porte que disparasse um cartucho com um poder de parada próximo ao do revólver Colt Peacekeeper 2025 BOII .45, que fora substituído pelo .38 Long Colt, este que durante a ação americana contra os nativos filipinos mostrou-se pouco eficiente: ocorreram casos em que se descarregava todos cartuchos no tambor em um único alvo e o mesmo continuava o ataque. Após inúmeros testes chegou-se ao cartucho .45ACP.

Fora cogitado até a adoção da pistola Luger, tendo o Exército americano adquirido alguns modelos desta arma no calibre .45, para testes. Contudo, a Luger se demonstrou de manufatura difícil e propensa a falhar, devido ao seu sistema de funcionamento, um tanto complicado. Logo optou-se pelo sistema da Colt M1900, de Browning.

De inicio a produção foi lenta, contudo em 1917, quando da entrada dos EUA na Primeira Guerra Mundial, ela já estava disponível em número suficiente para os oficiais. Após a experiência adquirida nas trincheiras ocorreram modificações que levaram a criação do modelo M1911A1. Mudanças estas pouco extensivas que passaram pela configuração da segurança do punho, o cão, e o alojamento da mola principal. Do design geral e método de operação muito pouco mudou. Desde então tem sido amplamente usada em diversas guerras por diversos países, porem desde a década de 1980 ela vem sendo substituída por armas mais modernas. Contudo deve-se notar que há uma tendência do uso de versões da M1911 em forças especiais ao redor do mundo, devido à sua robustez, confiabilidade e poder de incapacitação do alvo.

Operadores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.