Epístola aos Hebreus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Epístola aos Hebreus é um dos 27 livros do Novo Testamento.

Autoria[editar | editar código-fonte]

Muitos cristãos atribuem a autoria da epístola ao apóstolo Paulo, mas podemos perceber que o modo como ela foi elaborada, difere das epístolas paulinas.

Outros candidatos são Timóteo, Apolo, Lucas, Barnabé, Clemente de Roma, Silas, Filipe e Priscila.

Há quem acredite que não tenha sido escrita por Timóteo, visto que, segundo o versículo 23 do capítulo 13 desta carta, lemos o seguinte:

Sabem que o nosso irmão Timóteo já está em liberdade. Se ele vier a tempo, hei-de levá-lo comigo, quando vos for visitar.

Logo, a menos que o autor se refira a si mesmo na 3ª pessoa do singular, constatamos que foi outro que não Timóteo a escrever esta carta.

Podemos também perceber que esta Carta terá sido escrita por alguém muito ligada à cultura e tradição judaica, o que não era o caso de Timóteo.

No terceiro século, Orígenes escreveu:

Cquote1.svg Deus sabe ao certo quem escreveu a epístola. Cquote2.svg

Quando foi escrito

Clemente, um dos pais da igreja primitiva, citou o livro de Hebreus em 95 dC. No entanto, provas internas, tais como o fato de que Timóteo estava vivo no momento em que a carta foi escrita e a ausência de qualquer evidência mostrando o fim do sistema sacrificial do Antigo Testamento, o qual ocorrera com a destruição de Jerusalém em 70 dC, indicam que o livro foi escrito por volta de 65 dC.

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

No Novo Testamento, a epístola é única quanto à sua estrutura:

Cquote1.svg Começa como tratado, desenvolve-se como sermão e termina como carta. Cquote2.svg

O livro de Hebreus é usado como um argumento final em defesa do Cristianismo. Usando uma lógica cuidadosa e referindo-se freqüentemente ao testemunho, o escritor define que Jesus Cristo é o Filho de Deus e digno da nossa . O livro compara e contrasta Jesus com toda história do Velho Testamento e argumenta que Jesus é o clímax de todas as coisas do passado.

Assim, o autor conclui:

Olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus... Considerai, pois, atentamente aquele que suportou tamanha oposição dos pecados contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossas almas. (Hebreus 12:2-3)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Virtual Books (em português)