Max Cavalera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Max Cavalera
Soulfly-max-2005.jpg
Max em concerto com Soulfly, 2005
Informação geral
Nome completo Massimiliano Antônio Cavalera
Nascimento 4 de agosto de 1969
Origem Belo Horizonte, MG
País  Brasil
Gênero(s) Thrash metal
Groove metal
Death metal
Metal alternativo
Instrumento(s) Vocal, Guitarra, Berimbau, Sitar, Baixo, Percussão
Modelos de instrumentos ESP Viper ESP Max 200
Período em atividade 1984 - atualmente
Gravadora(s) Roadrunner Records
Cogumelo Records, Nuclear Blast, Napalm
Afiliação(ões) Soulfly
Nailbomb
Sepultura
Cavalera Conspiracy
Killed Be Killed
Página oficial SoulflyWeb.com, www.cavaleraconspiracy.com
max em concerto

Max Cavalera, nome artístico de Massimiliano Antônio Cavalera,[1] (Belo Horizonte, 4 de agosto de 1969) é um cantor e guitarrista brasileiro de origem italiana. Formou a banda de thrash metal Sepultura (que no começo era death metal) juntamente com seu irmão, Igor Cavalera. Devido as desavenças rompeu com a banda em 1997, formando o Soulfly.

A voz de Max Cavalera é conhecida mundialmente, forte e gutural. Com isso conseguir fazer participação no filme O Retorno da múmia, no qual ele faz os gritos de um demônio. No início dos anos 90, mudou-se para Phoenix, Estados Unidos, e hoje é naturalizado estadunidense.

Max foi idealizador do projeto Nailbomb juntamente com seu enteado Alex Newport.

Em 2007 formou outra banda juntamente com o seu irmão Igor Cavalera de seu nome Cavalera Conspiracy, que se apresentou com o tema Inflikted em Tempe, Arizona no "11th Anual D-Low Memorial Show" no dia 31 de agosto. Esta banda também serve para mostrar que os irmãos voltaram a entender-se.

Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a "Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira", onde Max Cavalera ocupa o 47° lugar.[2]

Max Cavalera usa exclusivamente guitarras ESP, e é torcedor do Palmeiras.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Killer Be Killed

  • 2014: Killer Be Killed 

Com Cavalera Conspiracy[editar | editar código-fonte]

Com Soulfly[editar | editar código-fonte]

Com Nailbomb[editar | editar código-fonte]

Com Sepultura[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rodrigo Noé de Souza (17 de outubro de 2013). Resenha - My Bloody Roots - Max Cavalera (em português). Whiplash.Net. Página visitada em 13 de novembro de 2013.
  2. Revista escolhe os 100 maiores da música brasileira; eleja a melhor cantora que ficou de fora da lista (em português). UOL. BOL (15 de outubro de 2008). Página visitada em 13 de novembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Max Cavalera
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Max Cavalera
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.