Niuserré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Faraó Niuserre

Niuserré foi o sexto faraó da V dinastia egípcia. O seu nome significa "possuidor do poder de ".

De acordo com o Papiro de Turim terá reinado mais de dez anos, mas este documento encontra-se um pouco estragado na passagem em que se menciona o rei, pelo que o número não poderá estar correcto. Conhece-se uma representação de um Festa Sed do rei, acontecimento que em geral ocorria no trigésimo aniversário do reinado dos soberanos. Maneton atribui-lhe um reinado de 44 anos, mas o número é tido como irreal pelos investigadores.

Niuserré era filho da rainha Khentkaus II e provavelmente de Neferirkaré; segundo alguns autores em vez de filho de Neferikaré seria de Neferefre, o seu antecessor no trono. Foi casado com Reput-Nebu, como revela um fragmento de uma estátua do seu templo do vale.

Conhece-se uma inscrição do rei no Sinai a combater os seus inimigos. Desconhece-se se retrata acontecimentos reais ou se seria uma mera representação ritual. Também se atribuem ao rei campanhas contra os Líbios no deserto ocidental.

Ao nível da economia, conhecem-se expedições com o Punt, de onde vieram produtos como a mirra, o electro e a malaquite.

O seu templo solar em Abu Gurab, construído completamente em pedra, é um dos maiores da época. Nele é possível ver vários baixos-relevos, que mostram por exemplo a celebração da sua Festa Sed ou representações dos nomos do Egipto e das estações do ano.

O rei ordenou a construção do seu complexo funerário em Abusir. A sua pirâmide encontra-se localizada entre a pirâmide de Sahuré e a Neferirkaré. Em vez de construir um templo do vale para si, o rei decidiu aproveitar o templo do vale de Neferirkaré.


Precedido por
Neferefré
Faraó
V dinastia egípcia
Sucedido por
Menkauhor


Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Abusir:pirâmides de Niuserré e Neferirkaré