Ocitocina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ocitocina
Alerta sobre risco à saúde
Oxytocin with labels.png
Oxytocin3d.png
Oxytocin color.svg
Nome IUPAC 1-({(4R,7S,10S,13S,16S,19R)-19-amino-7-(2-amino-2-oxoethyl)-10-(3-amino-3-oxopropyl)-16-(4-hydroxybenzyl)-13-[(1S)-1-methylpropyl]-6,9,12,15,18-pentaoxo-1,2-dithia-5,8,11,14,17-pentaazacycloicosan-4-yl}carbonyl)-L-prolyl-L-leucylglycinamide
Identificadores
Número CAS 50-56-6
PubChem 439302
DrugBank DB00107
ChemSpider 388434
Código ATC H01BB02
SMILES
Propriedades
Fórmula química C43H66N12O12S2
Massa molar 1007.12 g mol-1
Farmacologia
Biodisponibilidade nil
Via(s) de administração Intranasal, IV, IM
Metabolismo hepatic oxytocinases
Meia-vida biológica 1–6 min
Ligação plasmática 30%
Excreção Biliary and renal
Classificação legal


POM (UK) -only (US)

Riscos na gravidez
e lactação
A(AU)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Ocitocina ou oxitocina é um hormônio produzido pelo hipotálamo e armazenado(a) na hipófise posterior (Neurohipófise) que tem a função de promover as contrações musculares uterinas e reduzir o sangramento durante o parto, para estimular a liberação do leite materno, para desenvolver apego e empatia entre pessoas, para produzir parte do prazer do orgasmo, mas que também produz medo do desconhecido.[1] [2]

Uso terapêutico[editar | editar código-fonte]

Durante o parto pode ser usado para estimular as contrações, diminuir o sangramento e estimular a produção de leite. O medicamento deve ser injetado em um músculo grande (como os glúteos) ou adicionado a um fluido intravenoso que vai correr através de um cateter para a veia.

O antidepressivo e ansiolítico buspirona pode estimular os receptores de oxitocina usando serotonina (5HT 1A). [3]

Resposta ao estresse social[editar | editar código-fonte]

De acordo com um estudo da Universidade de Zurique, [1] ao se ministrar, por via nasal, a ocitocina a uma pessoa prestes a começar uma discussão, verificou-se a produção de cortisol, em resposta ao estresse provocado. A ativação do córtex insular e cingular anterior e do núcleo paraventricular foi observada como precursora da produção de oxitocina no hipotálamo e sua consequente liberação pela hipófise anterior.

Referências

  1. http://www.sciencedaily.com/articles/o/oxytocin.htm
  2. Lee HJ, Macbeth AH, Pagani JH, Young WS (June 2009). "Oxytocin: the great facilitator of life". Prog. Neurobiol. 88 (2): 127–51. doi:10.1016/j.pneurobio.2009.04.001. PMC 2689929. PMID 19482229.
  3. Chiodera P, Volpi R, Capretti L, Caffarri G, Magotti MG, Coiro V (April 1996). "Different effects of the serotonergic agonists buspirone and sumatriptan on the posterior pituitary hormonal responses to hypoglycemia in humans". Neuropeptides 30 (2): 187–92. doi:10.1016/S0143-4179(96)90086-4. PMID 8771561.
  1. XXXVI Reunião anual da Society for Neuroscience, 2006, program no. 505.14. Neuroscience 1880

Ligações externas[editar | editar código-fonte]